Corais

Foto

Coral Institucional Paraná Em Canto TRT 9ª Região - Curitiba/PR

Foto

Regente: Anderson Nascimento

MAESTRO ANDERSON NASCIMENTO Maestro, pianista, arranjador e produtor musical. Atua como diretor de grupos vocais e corais no Paraná e Rio de Janeiro. Ex - cantor e diretor adjunto do Vocal Brasileirão (1998 a 2006), com o qual trabalhou com o Maestro Marcos Leite. Atualmente é diretor do Vocal “Cobras e Lagartos”, Grupo Vocal “Gogó à Brasileira”, Coro Experimental Borandá (RJ), da Associação Musical Camerata Vocale de Blumenau (SC), Vocal EnCantos do Paraná (PR), Madrical Cantate Domino (PR). Aprovado no Concurso Público da Prefeitura Municipal de Joinville para o Cargo de Maestro de Orquestra no Edital 004/2012. Foi aluno dos professores José Eduardo Gramani (SP/PR), Benjamim Talbkin (SP), Leandro Braga (RJ), Antonio Adolfo (RJ), Ian Guest (Hungria/RJ/MG), Samuel Kerr (SP) José Pedro Boéssio (RS), Marcos Leite (RJ), Roberto Duarte (RJ), Osvaldo Ferreira (Portugal), José de Barros (EUA/BR), Dr. Larry Hensel (USA), Maria Tereza Peres (Cuba), Madalena Bernardes (RJ), Consiglia Latorre (SP), Babaya (MG) e Giovanni Luisi (Itália). Como professor, atuou no curso de prática de conjunto vocal e coral / montagem de espetáculo, no Conservatório de Música Popular Brasileira de Curitiba – PR desde 2000 e Professor do curso de Prática de Canto Coral da EMBAP (Escola de Música e Belas Artes do Paraná) no ano de 2009. Ministra oficinas de dinâmica de grupo vocal e prática de montagem de espetáculo em vários estados brasileiros, tendo atuado com docente nos Festivais de Música de Londrina (2005 e 2006), Festival de Inverno da UFPR (2002, 2006 e 2008), Simpósio de Música da Faculdade de Artes do Paraná (2007), entre outros realizados por Fundações Culturais, Universidades e Institutos de Música dos estados do Sul, Sudeste e Nordeste. Bacharel em Musical Popular pela FAP – PR, Especialista em Regência Coral e Orquestral pela UNINCOR - MG, especialista em Gestão Cultural pelo SENAC – PR Estudou Produção Musical na Escola de Belas Artes de Buenos Aires – curso vinculado a Berklee College of Music – EUA. É membro fundador da ABRC – Associação Brasileira de Regentes de Coros. Desde o ano de 2010 integra o corpo docente da Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC nas matérias de Prática de Vocal e Regência.

Release do Coral:

Coral Institucional Paraná Em Canto TRT 9ª Região Composto por magistrados e servidores, ativos e inativos, do Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região, Curitiba - PR, o coral tem como finalidade participar de eventos, festivais, encontros de Corais e eventos organizados pelo Tribunal. Fundado no ano de 2007 pelo Sindicato dos Servidores da Justiça do Trabalho, passou a fazer parte como Coro institucional do TRT 9ª Região no ano de 2013.

Foto

Água Viva Coral - Caraguatatuba/São Paulo

Foto

Regente: Mayara Silva Blanco

Mayara Blanco, Cantora, Professora de Musicalização Infantil e técnica vocal, assumiu a regência do Água Viva Coral há aproximadamente 4 anos. Iniciou seus estudos no Conservatório Estadual de Música de Varginha "Maestro Marciliano Braga", prosseguindo seus estudos com a Licenciatura Plena em Música pela UNINCOR, participou de diversos coros e festivais como o festival de Corais de Boa Esperança-MG. Natural de Americana-SP e mineira de coração, Mayara vive há 5 anos na cidade de Caraguatatuba e foi convidada a assumir o Cargo de Regente do Coro Municipal pela associação dos Amigos do Água Viva Coral (AAVIC) e prossegue com seus trabalhos musicais de diversas naturezas, fazendo assim, com dedicação a realização de todos os que apreciam a arte de cantar e musicalizar.

Release do Coral:

Coro Municipal de Caraguatatuba, de caráter cênico, o Água Viva Coral desenvolve um trabalho há 20 anos, participando de eventos diversos da cidade, Mapa Cultural Paulista, Virada Cultural, Festivais em Geral, Projetos sociais que levam a música às escolas Municipais, fazendo ensaios abertos e possibilitando assim a aproximação das pessoas com a arte do Canto Coral. O coral é formado por aproximadamente 20 integrantes, com direção Cênica de Daniel Forjaz, acompanhamento instrumental de José Maria do Prado e sob a regência da maestrina Mayara Blanco.

Foto

Alma de Gato - Cuiabá/Mato Grosso

Foto

Regente: Jefferson Neves

Jefferson Neves, Nasceu em Cuiabá, Mato Grosso em 6 de março de 1983. É graduado em Música pela Universidade Federal de Mato Grosso. Teve como principais professores: Flávia Vieira, Carlos Taubaté, Lincoln Andrade, André Protázio entre outros. Participou de alguns Painéis de Regência e Canto Coral como o Laboratório Coral de Itajubá - MG e o I Painel de Regência Coral de Cuiabá-MT, onde fez cursos com Fernando Ariani, Reynaldo Puebla, Eduardo Fernandes, entre outros. Como cantor participou de concertos sinfônicos junto à orquestra da UFMT. Participou ainda de espetáculos como “Candimba Simplesmente”, com o Grupo Candimba e “Brasil Música Armada”, com o Coral UFMT. Participou como um dos principais solistas e também como arranjador junto à Orquestra de Câmara do Estado de Mato Grosso, sob a regência do maestro Leandro Carvalho. Recentemente atuou como solista da Orquestra de Câmara do Estado de Mato Grosso no VI Festival Internacional de Música Barroca e Renascentista da Bolívia e também foi solista da ópera “A Flauta Mágica” de Mozart, encenada em Cuiabá. Atuou como solista da cantata profana “Carmina Burana” de Carl Orff. Foi integrante do Núcleo Coral do Estado de Mato Grosso, onde atuou como cantor do Coro do Estado e como regente do Coro Juvenil. Atua como regente do Coral Sesc e ao mesmo tempo regente e arranjador do Grupo de Vozes Masculinas “Alma de Gato” e do Grupo Vocal Feminino “Boca de Matilde” desde a fundação dos mesmos. Como diretor artístico e musical do Grupo de Vozes Masculinas “Alma de Gato” assinou a direção artística e musical de seus 18 shows inéditos. Com o Grupo Vocal Feminino “Boca de Matilde” assinou a direção artística e musical dos seus 5 shows inéditos. Além de seu trabalho e vasta experiência no âmbito vocal, trabalha como arranjador para orquestras, coros e grupos vocais. Recentemente assina a direção artística e musical do grupo ALMA DE GATO.

Release do Coral:

O grupo Alma de gato é um grupo de vozes masculinas que surgiu em agosto de 2004 na cidade de Cuiabá-MT. O grupo realizou até hoje, 18 shows inéditos. É um grupo a capela que canta nos estilos mais variados possíveis. Dentre todas as temáticas usadas em seus shows, destacam-se os shows sobre músicas de novelas, música brega, pop internacional (Lady gaga, Adele...), Rock (Queen, U2, Muse...), o show sobre Chico Buarque, sobre Roberto Carlos e algumas obras eruditas (dentre elas algumas autorais). Os arranjos são escritos exclusivamente pelo regente e cantor Jefferson Neves e o cantor e diretor cênico Gilberto Nasser (Vencedor do prêmio Brasil Vocal no Rio de Janeiro na categoria melhor arranjo). O grupo já fez inúmeros shows no Rio de janeiro durante os eventos: Canta pueblo 2008 e Brasil vocal 2011 e 2012. Também realizou shows em Brasília e Itajubá-MG bem como uma pequena turnê nas principais cidades do Uruguai (Punta del leste, San Carlos e Montevidéu). O grupo é atualmente formado por 6 experientes cantores. Dentre estes, o regente, os arranjadores, o diretor cênico e o roteirista. Gilberto Nasser - Diretor cênico, arranjador e tenor 1 (ás vezes baixo). Jefferson Valle - presidente da empresa Alma de gato e Tenor 1. Alex Lima - Tenor 2. Klauber Borges - Barítono (ás vezes tenor 2). Robson Leão - Barítono (ás vezes baixo). Jefferson Neves - Diretor musical, arranjador e Barítono (ás vezes baixo). Veja os videos do grupo ALMA DE GATO no youtube.

Foto

Camerata Lux - Belo Horizonte/MG

Foto

Regente: Luzia Antoniol

Bacharel em Música pela UFMG. Integrou por quinze anos o Ars Nova – Coral da UFMG, sob a regência do Maestro Carlos Alberto Pinto Fonseca, seu grande mestre, atuando como ensaiadora e chefe do naipe de sopranos. Conquistou as seguintes premiações em concursos internacionais: 3º lugar no II Concurso Internacional de Coros de Marktoberdof (Alemanha, 1991), 1º lugar no XLI Concurso Polifonico Internacional Guido d'Arezzo (Itália, 1993) e o Grand Prix e 1º lugar no VII Concurso de Corais da Cidade de Atenas (Grécia, 1998). Integrou, também, o Coral Lírico de Minas Gerais onde atuou com maestros como Emílio de César, David Machado, Sérgio Magnani, Ângela Pinto Coelho, Afrânio Lacerda, Sílvio Viegas e Holger Kolodziej. É professora e coordenadora de Música do Colégio Santo Antônio. Lecionou Música e Canto na Faculdade de Filosofia e Teologia do Instituto Santo Inácio dos Jesuítas. É regente da Camerata Lux desde a sua fundação.

Release do Coral:

A Camerata Lux foi criada em 1999 por uma confraria de amigos apreciadores da música que desejavam celebrar sua harmoniosa convivência por meio da arte do canto coral. Desde então, o grupo vem se desenvolvendo artisticamente, visando sempre o aprimoramento de sua qualidade técnica. Além disso, a Camerata Lux tem por principal foco de atuação a pesquisa e divulgação de repertório polifônico a cappella. Neste sentido, contempla obras de diferentes estilos e épocas indo da Renascença a música folclórica e a música popular contemporânea. Realiza regularmente concertos em diferentes espaços culturais da capital mineira e de outras cidades brasileiras. Apresenta-se, também com regularidade, em festivais nacionais e internacionais de corais.

Foto

Camerata Vocale - Blumenau/PR

Foto

Regente: Anderson Nascimento

MAESTRO ANDERSON NASCIMENTO Maestro, pianista, arranjador e produtor musical. Atua como diretor de grupos vocais e corais no Paraná e Rio de Janeiro. Ex - cantor e diretor adjunto do Vocal Brasileirão (1998 a 2006), com o qual trabalhou com o Maestro Marcos Leite. Atualmente é diretor do Vocal “Cobras e Lagartos”, Grupo Vocal “Gogó à Brasileira”, Coro Experimental Borandá (RJ), da Associação Musical Camerata Vocale de Blumenau (SC), Vocal EnCantos do Paraná (PR), Madrical Cantate Domino (PR). Aprovado no Concurso Público da Prefeitura Municipal de Joinville para o Cargo de Maestro de Orquestra no Edital 004/2012. Foi aluno dos professores José Eduardo Gramani (SP/PR), Benjamim Talbkin (SP), Leandro Braga (RJ), Antonio Adolfo (RJ), Ian Guest (Hungria/RJ/MG), Samuel Kerr (SP) José Pedro Boéssio (RS), Marcos Leite (RJ), Roberto Duarte (RJ), Osvaldo Ferreira (Portugal), José de Barros (EUA/BR), Dr. Larry Hensel (USA), Maria Tereza Peres (Cuba), Madalena Bernardes (RJ), Consiglia Latorre (SP), Babaya (MG) e Giovanni Luisi (Itália). Como professor, atuou no curso de prática de conjunto vocal e coral / montagem de espetáculo, no Conservatório de Música Popular Brasileira de Curitiba – PR desde 2000 e Professor do curso de Prática de Canto Coral da EMBAP (Escola de Música e Belas Artes do Paraná) no ano de 2009. Ministra oficinas de dinâmica de grupo vocal e prática de montagem de espetáculo em vários estados brasileiros, tendo atuado com docente nos Festivais de Música de Londrina (2005 e 2006), Festival de Inverno da UFPR (2002, 2006 e 2008), Simpósio de Música da Faculdade de Artes do Paraná (2007), entre outros realizados por Fundações Culturais, Universidades e Institutos de Música dos estados do Sul, Sudeste e Nordeste. Bacharel em Musical Popular pela FAP – PR, Especialista em Regência Coral e Orquestral pela UNINCOR - MG, especialista em Gestão Cultural pelo SENAC – PR, Estudou Produção Musical na Escola de Belas Artes de Buenos Aires – curso vinculado a Berklee College of Music – EUA. É membro fundador da ABRC – Associação Brasileira de Regentes de Coros. Desde o ano de 2010 integra o corpo docente da Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC nas matérias de Prática de Vocal e Regência.

Release do Coral:

Associação Musical Camerata Vocale de Blumenau Regência Maestro Anderson Nascimento A Associação Musical Camerata Vocale iniciou seus trabalhos no ano de 1977, sob regência do maestro e fundador Telmo Elias Locatelli, vindo do estado do Rio Grande do Sul a convite do maestro Oscar Zander, seu mestre e tutor, para formar o corpo docente da Escola Superior de Música de Blumenau, iniciando com cantores de formação musical e alunos da Escola Superior de Música. Ao idos de 1980, o Coral Camerata Vocale passa a ser constituído como Associação Musical. O grupo tem gravados 04 LPs, 01 CD e 01 DVD, que marcam os 36 anos de sua história como referencia no canto coral no estado de Santa Catarina, com reconhecimento nacional e latino americano. Hoje sob direção artística e regência do Maestro Anderson Nascimento, profissional da área do canto coral no Paraná, Santa Catarina e Rio de Janeiro.

Foto

Casa Voz - Grupo Vocal - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Eduardo Pio

Eduardo Pio é compositor, professor, instrumentista e arranjador musical. Bacharel em violão erudito pela Universidade Estadual de Minas Gerais - UEMG, atua também como guitarrista de jazz e de música popular brasileira. Atualmente é regente e produtor musical do Casa Voz Grupo Vocal, violonista e arranjador do grupo "Canções de Brechó", violonista do cantor Black Pio e prepara a gravação do seu primeiro CD autoral de samba e samba-rock. ? Trabalhou como arranjador, produtor e guitarrista do projeto “Black Sopa”, grupo pré-selecionado como finalista do Conexão Vivo 2011. Esteve entre os doze finalistas do XI Prêmio BDMG-Instrumental, apresentando-se para um júri composto de reconhecidos músicos, como Chico Amaral, Paulo Bellinati e Carlos Malta. Artista independente, conseguiu veicular suas músicas em programas da Rádio Inconfidência.

Release do Coral:

O CASA VOZ é um Grupo Vocal que tem sua sede no bairro Piratininga na região de Venda Nova em Belo Horizonte. O Corpo-vocal do grupo possui 9 integrantes. A direção artística do grupo, assim como a regência e arranjos é feita pelo músico Eduardo Pio. O Casa Voz tem por objetivo, preservar a “mineiridade” através do resgate e divulgação de canções de compositores e intérpretes mineiros mineiros como Milton Nascimento, Rubinho do Vale, Lô Borges, Clara Nunes, Vander Lee, dentre outros e canções “folclóricas” que remetam, de uma forma ou outra, às tradições culturais de Minas Gerais em seu vasto território. O Grupo Vocal busca em seu repertório um novo olhar, trabalhando arranjos contemporâneos que envolvem a linguagem vocal e corporal, envolvendo o som da voz com sons que são produzidos no corpo, integrando batidas rítmicas corporais as melodias cantadas. O Casa Voz no ano de 2010 se apresentou na PUC-MG e também no almoço de Natal do Restaurante Popular de Belo Horizonte, cuja apresentação foi transmitida nos jornais da Globo Minas e TV Minas. Em 2011 o Grupo-Vocal participou em 2 eventos relativos aos 300 anos de Venda Nova (Abertura Solene das festividades e Câmara Municipal de Belo Horizonte), novamente no Restaurante Popular (projeto Expresso Cultural), no FIC-Natal (Praça da Liberdade e na Feira de Artesanato da Av. Afonso Pena), no palco da Vila dos Sonhos (Evento da Coca-Cola realizado no Parque Municipal) e na 7ª Edição do Evento “Encontro Minas Na MPB” realizado no Sesc Palladium. Em 2012 se apresentou nos centros culturais de Venda Nova e Lagoa do Nado, além de participar do FIC 2012 levando a sua música para o interior de Minas Gerais (Ouro Preto e Sabará) e Belo Horizonte (Auditório PUC-MG, Palácio da Justiça, dentre outros). Informações: http://casavoz.wix.com/site

Foto

Chorus Vocalis - Caraguatatuba/São Paulo

Foto

Regente: Fernando Montemor

Professor Regente Fernando Montemor tem sua formação em regência de bandas e fanfarras pela SME do município de São Paulo em 1996, iniciando no mesmo ano projetos de canto coral nas escolas. Em 1999 passa a reger o coral municipal de Ilhabela, "Cellina \Pellizzari". Em 2000, ganha o concurso sobre o Padre José de Anchieta com o projeto "Canto da Ilha Sagrada", culminando na gravação de um CD com músicas de autoria própria e poemas em tupi arcaico de Anchieta, através desse projeto, o coral foi o único a receber um convite para realizar a missa de 500 anos do Brasil na igreja do pátio do colégio São Paulo, missa essa toda cantada em tupi. Em 2012 inicia projetos de canto coral pela SME de Caraguatatuba, formando um coral infantil e em 2013 inicia a formação do Chorus Vocalis, levando a MPB às escolas do município através do canto.

Release do Coral:

O Chorus Vocalils é um grupo infanto-juvenil formado por alunos do ensino fundamental II, da rede pública de Caraguatatuba que tem seu início em Março de 2013, com objetivo de inserção sócio cultural dos integrantes através da música (canto). O grupo vem realizando apresentações em eventos no município, e se preparando, para eventos regionais. O repertório é composto de músicas da MPB.

Foto

Cigarras Cantoras do Vitória - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Nancy Carneiro Barcelos

A regente do grupo é a prof. Nancy Carneiro Barcelos, que foi bailarina clássica e atua hoje, também, como psicóloga e arteterapeuta. A prof. conseguiu afastar a depressão e a ansiedade que bloqueavam o aprendizado escolar das alunas, que, hoje, fazem do canto um caminho novo, onde a alegria e a esperança são presenças constantes.

Release do Coral:

O Grupo Cigarras nasceu a partir da iniciativa das professoras Nancy Carneiro Barcelos e Marly Aparecida Alves Resende, em turmas de EJA ( Educação de Jovens e Adultos), da Escola Municipal Prof. Milton Lage, numa tentativa de melhorar a auto-estima de pessoas que buscaram a escola para alfabetizarem-se , após criarem filhos e netos. O grupo surgiu em setembro de 2009 e já percorreu grande parte do estado de Minas Gerais, levando seu canto-raíz e sua contagiante alegria. Em 2011 foi matéria do programa Globo Horizonte (Rede Globo) e recebeu um troféu da Câmara Municipal de BH.

Foto

Coral Adulto Inhotim Encanto - Brumadinho/Minas Gerais

Foto

Regente: Daniel Andrade

Formado em Musica Pela Faculdade Batista Mineira, e Presidente da Associação Cultural Canto Livre de Betim .Regente do Coral Canto Livre de Betim e Responsável pelo Projeto Canto LivreMirim implantado nas escolas da Rede Municipal. Responsável pelosProjeto "Cantando Pela Vida" juntamente com o Hemominas e Cantando"Pela Melhor Idade" com asilos da cidade de Betim. Hoje trabalhacom os Corais Infanto Juvenil, Adulto e dos Funcionarios de Inhotim.

Release do Coral:

Criado em julho de 2008 o Coral Adulto Inhotim Encanto tem como objetivo, oferecer a oportunidade de inclusão no mundo da música, contribuir para a ampliação do horizonte cultural, promover a alfabetização musical e oferecer oportunidade de convívio e desenvolvimento de trabalho em grupo, elevando a autoestima dos adultos participantes. O Coral tem se constituído no espaço de socialização dos adultos, com idade a partir de 24 anos, do município de Brumadinho e região. Hoje o coral conta com 37 participantes e existe um fluxo contínuo de entrada e saída de integrantes. Periodicamente o Coral se apresenta em eventos realizados dentro do município e fora dele, tendo participado entre 2009 e 2012, de eventos de médio e grande porte como o “Festival Nacional de Corais” promovido pela Associação Canto Livre de Betim - Minas Gerais, “Mostra Cultural’, promovida pelo Instituto Inhotim o “Festival Internacional de Corais” promovido pela Maestria Arte & Cultura de Belo Horizonte e o Festival de Corais de Além Paraíba dentre outros . Este projeto é aprovado pelo Ministério da Cultura e a partir de 2012 patrocinado pela Vivo Fundação Telefônica. Estabelece também parceria da Prefeitura Municipal de Brumadinho e do Conselho Central da Sociedade São Vicente de Paula (SSVP). O projeto integra o programa Música Arte e Cultura no Vale desenvolvido pela Diretoria de Inclusão e Cidadania do Instituto Inhotim.

Foto

Coral AEPS - Salvador/Bahia

Foto

Regente: Márcio Medeiros

Márcio Medeiros estudou Regência e atualmente Licenciatura em Música na UFBA. É regente há 15 anos à frente de variados estilos de grupos - corais. Aprimorou-se em cursos com Robert Sund (Suécia), Diane Loomer (Canadá), Rodney Eichemberg (EUA), Gunta Malevica (Letônia) pela OCRJ. Estudou também expressão corporal (profªs. Aline Gomes) e Teatro Moderno (Grupo InFluência) para de trabalhar com corais performáticos além de técnica vocal de American Black Music com o maestro Franklin Coolgarth, em Boston/EUA. Suas pesquisas apontam para a Sinestesia Musical – A emotividade criando sons.

Release do Coral:

O coral AEPS foi criado com o objetivo de integrar os funcionários do Hospital Sarah, bem como proporcionar momentos de relaxamento e lazer. No início, o coral restringiu-se a apresentações internas, mas logo alçou vôos para além muros da instituição. Tem no seu histórico várias apresentações locais na cidade de Salvador, entre encontros, shoppings, instituições filantrópicas como também em encontros internacionais como o FENACE em Recife- PE/2009, FIC em Belo Horizonte –MG /2010, Festival Paraibano de Coros em João Pessoa-PB / 2011, Encontro Nacional de Coros de Maceió - AL – Encorama / 2012.

Foto

Coral Agbára - Vozes d'África - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Olúségun Akínrúlí

Olúségun Akínrulí - Provocador musical do Coral Agbára. Formado na universidade espiritual humana de música africana nas ruas da Nigéria. PHD em cultura popular yorùbá, tendo como orientadores seus Ancestrais e o “Campus”, a comunidade onde cresceu. Atualmente, é presidente do Instituto de Arte e Cultura Yorubá, onde formou e orienta o Coral Agbára.

Release do Coral:

Criado em 2008, o Coral Agbára Vozes d’África é um dos projetos do Instituto de Arte e Cultura Yorùbá (IACY), instituição sediada em Belo Horizonte/MG, que tem como proposta o resgate da cultura e tradição yorùbá. Através de seu repertório, o Coral Agbára Vozes d’África busca vivificar a musicalidade e rítmica ancestrais, apresentando músicas tradicionais em língua yorùbá acompanhadas pelo grupo de percussão. O Coral Agbára - Vozes d’África é coordenador pelo nigeriano Olúségun Michael Akínrúlí, presidente do IACY, contando com a preparação vocal da cantora Eda Costa, com o grupo de batás (tambores da tradição yorùbá). O coral tem regência de Olúségun Akínrúli. Em seu aspecto performático, atualmente, o Coral conta com dançarinos e é composto por 25 integrantes. Desde a sua formação, o coral se apresentou em diversos eventos e festivais. Uma das apresentações mais recentes foi no Concentra BH, no dia 17 de junho de 2013, realizada na Praça da Estação, em Belo Horizonte.

Foto

Coral Agnus Dei - Contagem/MG

Foto

Regente: Cláudio Eduardo Batista

Cláudio Eduardo Batista, formado pela UFMG, curso instrumental em piano pelo Conservatório Mineiro de Música. Curso de extensão em regência a coral pela Escola de Música da UEMG, orientado pelo professor Márcio Miranda.

Release do Coral:

O Coral Agnus Dei foi criado em junho de 2002, tendo como integrantes pessoas da comunidade, moradores do Conjunto Água Branca em Contagem. Já realizou várias apresentações no Big Shopping, Praça da Liberdade, Serra da Piedade. Participou de Encontros de Corais em Contagem, BDMG. Apresentamos em casamentos, bodas e missas. Repertório: variados de música erudita e popular.

Foto

Coral Água Branca - Itinga/Minas Gerais

Foto

Regente: Herena Reis Barcelos

O Coral Água Branca não tem regente, nós mesmos fazemos desde a escolha do repertório, até os arranjos das músicas. Segue meu currículo como coordenadora. Herena Reis Barcelos, é agente cultural em Itinga, cidade onde nasceu e mora, e ajuda a coordenar o Projeto Coral Água Branca. É poetisa, secretária do Centro Cultural Escrava Feliciana, e membro da Comissão Organizadora da Noite Literária no FESTIVALE, principal evento cultural do Vale do Jequitinhonha. Acompanha o Coral nas escolhas, nos ensaios, nas apresentações e na busca de levar nossa arte às pessoas.

Release do Coral:

Em Abril de 2008 o Centro Cultural Escrava Feliciana da cidade iniciou o projeto “Arte e Cultura” coordenado por Jô Pinto, e um dos objetivos do projeto foi o de “Canto Coral” no qual vários jovens e adolescentes se prepararam com os professores Diego Alves,Grace Matos e Dener Peter. A intenção do curso era a formação de um Coral, sendo assim nasceu o Coral Água Branca, cujo nome foi uma homenagem a cidade de Itinga, que em tupi guarani significa “Água Branca”. Em 2009 o coral recebeu um novo animo através da oficina de técnica vocal promovida pela AMAI – Associação dos moradores e amigos de Itinga. É formado pela combinação de vozes femininas com instrumentos de corda e percussão. Desde a sua fundação o coral vem se apresentando e alegrando os públicos pelas cidades onde se apresenta, levando o nome de Itinga e do Vale do Jequitinhonha, através da musica, em especial a musica que vem do Jequitinhonha e da regionalidade brasileira. Apresentação de estréia “Projeto Arte e Cultura” - Setembro 2008 – Itinga/MG 5º Festa da Escrava Feliciana – Novembro de 2008 – Itinga/MG 4º Aniversario do Gruti (Grupo Teatral Itinguense) Maio de 2009 – Itinga/MG 13º Romaria das Águas e da Terra – Julho de 2009 – Itinga/MG 1º Semana da Cultura de Itaobim – Setembro de 2009 – Itaobim/MG Lançamento do livro Memórias de Itinga – Outubro de 2009 – Itinga/MG 6º Festa da Escrava Feliciana – Novembro de 2009 – Itinga/MG 7º Festeje (Festival de Teatro do Vale do Jequitinhonha) Janeiro de 2010 – Jequitinhonha/MG Semana da Cultura – Fevereiro de 2010 – Monte Formoso/MG Noite Cultural da AMAI – Março de 2010 – Itinga/MG 28º Festivale – (Festival de Cultura Popular do Vale do Jequitinhonha) Julho 2010– Padre Paraíso/MG 7º Festa da Escrava Feliciana – Novembro de 2010 – Itinga/MG 8º Festeje – Festival de Teatro do Vale do Jequitinhonha – Janeiro de 2011 Noite Cultural da AMAI – Março de 2011 – Itinga/MG 12ª Feira do Artesanato do Jequitinhonha na UFMG – Maio de 2011 29º Festivale – (Festival de Cultura Popular do Vale do Jequitinhonha) Julho 2011– Jequitinhonha/MG 8º Festa da Escrava Feliciana – Novembro de 2011 – Itinga/MG Circuito Cultural Lusófono - Araçuaí - setembro de 2012 VIII EnconASA, "Vivendo com o semi-arido brasileiro" - Januária - novembro de 2012 30° Festivale - Medina - Janeiro 2013

Foto

Coral Alegria de Cantar - Belo Horizonte/MG

Foto

Regente: Cristina Maria Belo

Cristina Maria Bello é Bióloga e professora de música a vários anos,filha de músico e maestrina do coral Alegria de Cantar a mais de 10 anos.

Release do Coral:

Coral autônomo composto de coralistas da terceira idade,fundado a mais de 10 anos.Participou de todos os festivais de corais anteriores a este.Atuou em várias cidades mineiras como:São João Del Rei,Ouro Preto,Sabará,Mariana e outras.Esteve presente ,também no Rio de Janeiro(conservatória e outros estados.Regido pela maestrina Cristina Belo,tem CD gravado(outono em desencanto).Repertório variado que vai do clássico ao Popular Brasileiro.

Foto

Coral Amigos do Colégio Santo Antônio - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Eduardo Teixeira Mendes

Natural de Belo Horizonte, iniciou seus estudos em 2005, no Centro de Formação Artística do Palácio das Artes - CEFAR. Estudou violoncelo com os professores João Candido e José Maria, contrabaixo com o professor Hector Espiñosa e regência com o maestro Márcio Miranda. De 2007 a 2009 atuou como violoncelista na Orquestra Sinfônica Jovem do Palácio das Artes. Cursa bacharelado em Regência na Escola de Música da UFMG, sob orientação da maestrina Iara Fricke Matte e do maestro Lincoln Andrade. Estuda canto com a professora Luzia Antoniol e piano com o professor Mauricio Veloso. É Regente dos Corais do Colégio Santo Antônio e do coral da FALE.

Release do Coral:

O Coral Amigos do Colégio Santo Antônio foi criado em 2002, com o intuito de ser um grupo vocal aberto para professores, funcionários, pais de alunos, ex-alunos e a comunidade em geral. O Coral Amigos participa regularmente de festivais e encontros de corais, além de apresentações internas do Colégio Santo Antônio (Santo Antônio Faz Arte, Audição de Corais e Cantata de Natal).O repertório desenvolvido pelo Coral Amigos ao longo dos anos é variado, composto por obras de diversos gêneros e estilos musicais, tais como: spirituals, canções da tradição africana e indígena, música popular brasileira, obras renascentistas, barrocas, contemporâneas, etc.O grupo tem como preparadora vocal a cantora Luzia Antoniol e, como correpetidora, a pianista Sandra Maluf.

Foto

Coral Amigos do São Vicente - Rio de Janeiro/Rio de Janeiro

Foto

Regente: Danilo Frederico

Danilo Frederico Cantor, ator e pianista, formado pela Academia de Música Elzira Amabile ,atua desde 1992 em cursos de musicalização para crianças e adultos. Nessa área se destacam seus trabalhos na equipe dos corais nos colégio São Vicente de Paulo (onde rege os corais adultos) e do Colégio Cruzeiro, onde atua também como pianista acompanhador das classes de Ballet e da classe dos violinos. Ministrou cursos de oficina de Música na Casa da Cultura de Angra dos Reis e na Academia de Música Ernesto Nazareth. È preparador vocal de vários grupos de teatro entre eles “Fuzarca da Lira” e o grupo vocal “4 Cantus”, do qual também é cantor. Participou como ator e músico nos espetáculos “Francisco de Assis” e na Ópera “Viva la Mamma”. Foi regente substituto do coral da Universidade Uni-Swan, integrou de 1996 até 2005 o Coro de Câmara Pró-Arte; onde atualmente se especializa em regência coral com o Maestro Carlos Alberto Figueiredo.

Release do Coral:

O Coral Amigos do São Vicente foi criado em 1997, no Colégio São Vicente de Paulo do Rio de Janeiro. É um coro misto formado basicamente por pais de alunos e amigos da comunidade, contando hoje com aproximadamente 30 cantores. Participando ativamente das apresentações e shows anuais que envolvem todos os corais do Colégio. O Amigos do São Vicente, desde 1999, vem sendo convidado para participar de diversos eventos de Corais no Rio de Janeiro. Em 2005 e 2006, o coral apresentou o show ANDAR COM FÉ no auditório do colégio, quando, então foi gravado também um DVD. Desde então, vem apresentando projetos a cada ano como os musicais ÓPERA DO MALANDRO, de Chico Buarque, O GRANDE CIRCO MÍSTICO, de Chico Buarque e Edu Lobo, entre outros . Participou por duas vezes do Festival Internacional de Corais nos anos de 2009 na cidade de Ouro Preto e 2010 na cidade de Tiradentes. O repertório do grupo é basicamente composto por belos arranjos da nossa MPB. Criado pela querida e saudosa Malu Cooper, o coral foi regido e teve preparação vocal da mesma até o ano de 2012. Atualmente, o Coral é regido por Danilo Frederico, que atua também como preparador vocal do grupo e conta com Patricia Costa, responsável pelo trabalho cênico do coro.

Foto

Coral Anos Dourados - Pedro Leopoldo/Minas Gerais

Foto

Regente: Ilcenara Klem Fernandes Serafim

Ilcenara Klem é formada em regência pela UFMG e pós graduada em Educação Musical pela mesma universidade. Regeu vário corais infantis e juvenis da capital Mineira entre eles o Coral Infanto-Juvenil da Fundação Clóvis Salgado, os corais Meninos Cantores Amadeus e do Jubileu do Sistema de Ensino Arquidiocesano, os corais do Centro de Musicalização Infantil da UFMG, entre outros. Atualmente rege em Pedro Leopoldo os corais Anos Dourados e Projeto Mil'tons.É casada com Claudiomarcus Serafim e mãe de Daniel e João.

Release do Coral:

O Coral Anos Dourados existe há 15 anos e faz parte do Grupo da Maturidade Anos Dourados de Pedro Leopoldo. Participa ativamente da vida cultura da cidade em eventos de diversas naturezas, como por exemplo, o Festival de Verão, assim como das atividades do próprio grupo. Há dois anos participa também do Festival Internacional de Corais de Belo Horizonte, onde também já participou de outras manifestações culturais.

Foto

Coral ArcelorMittal Monlevade - João Monlevade/Minas Gerais

Foto

Regente: Antônio Geraldo Vilela (Tó Vilela)

Professor Antônio Geraldo Vilela Maestro Tó Vilela Formação: Estudos de solfejo, harmonia, piano e canto coral (nível médio), com os professores Joanino de Barros, Eli Ferreira Drumond e Jesus Ferreira (Instituto São Rafael). Atuação: Coral do Instituto São Rafael (cantor barítono - 1971/1973); Coral Monlevade (cantor e monitor do Maestro Luciano Clemente Mendes Lima 1984/1992); Regente e criador : Musical Primavera (João Monlevade 1993/2001); Coral Vocalis (FUNCEC JM 2002/2006); Coral Lírico São Gonçalo (São Gonçalo do Rio Abaixo 2005/2008); Coral Infantil Sementes do Amanhã (São Gonçalo do Rio Abaixo 2006/2008); Coral ArcelorMittal Monlevade (João Monlevade a partir de 2007). Estudioso de Folclore, música popular brasileira e música sacra, tendo participado de eventos como: Festivais da Canção no estado de Minas Gerais, Encontros de corais e o FIC – Festival Internacional de Corais de Belo Horizonte.

Release do Coral:

Fundado em outubro de 2006, o Coral ArcelorMittal Monlevade apresenta-se como um grupo artístico-cultural de canto coral mantido pela ArcelorMittal Monlevade, composto por um grupo voluntário de funcionários, dependentes dos funcionários e membros da comunidade. Predominantemente à cappella, o Coral conta com um repertório eclético, composto por músicas sacras, eruditas, populares e folclóricas. O objetivo do Coral é contribuir para o fortalecimento das ações de responsabilidade social da ArcelorMittal Monlevade relacionadas às questões culturais e de sua participação na comunidade local, como também fornecer treinamento para integração e interação de seus funcionários, seus familiares e membros afins presentes na comunidade local e, junto a tudo isso, promover, com apoio e participação da empresa, entretenimento, arte, educação e desenvolvimento sócio-cultural para a comunidade envolvida.

Foto

Coral Arco Iris - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Morgana Brandão

Morgana Brandão, Pedagoga e Coordenadora do Programa Escola Integrada idealizou este trabalho com as crianças do Aglomerado da Serra, compondo as músicas que referendam o dia-a-dia, pelas datas cívicas e locais visitados pelos alunos.

Release do Coral:

Criado em 2007 com alunos da Escola Municipal Senador Levindo Coelho com repertório composto de músicas do dia-a-dia dos alunos do Aglomerado da Serra. Participaram do FIC Natal 2012 e fazem apresentações em escolas e eventos da PBH.

Foto

Coral Arte & Canto da PBH - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Kézia Vieira Lima Ferreira

Estudou Canto lírico e Regência no Centro de Formação Artística do Palácio das Artes. É graduada em Ciências Biológicas e pós graduada em Gestão Ambiental. Atua como professora de Técnica Vocal, formação de corais e grupos vocais e atualmente é Regente do coral Arte & Canto da Prefeitura de Belo Horizonte.

Release do Coral:

O coral Arte & Canto é formado por funcionários da Prefeitura de Belo Horizonte, fazendo parte do programa Qualidade de Vida, que trabalha com o incentivo ao servidor. O coral já apresentou na UFMG, escolas municipais, eventos oficias, igrejas e diversas cidades de MG. Esse ano o coral estará participando do Festival de Corais em Poços de Caldas. O repertório é variado, predominando o popular.

Foto

Coral Arte & Canto de Contagem - Contagem/Minas Gerais

Foto

Regente: Cláudio Lage

Concluiu os cursos de violão e regência coral no CEFAR (Palácio das Artes) tendo estudado com os professores Ricardo Horta, Euvécio Viana (violão) e Carlos Alberto Pinto Fonseca (regência). Em seguida, ingressou no bacharelado em regência pela UFMG, concluído em 2008. Durante esse período participou de inúmeros festivais e master classes sob orientação de maestros tais como Roberto Tibiriçá, Dario Sotelo e Oswaldo Ferreira, além de realizar trabalhos com a Orquestra Sinfônica e Banda Sinfônica da UFMG. Em 2012 concluiu o mestrando na mesma instituição sob a orientação do Prof. Doutor Oiliam Lanna. Na área profissional realiza trabalhos como violonista, arranjador com trabalhos escritos para Banda Sinfônica da Escola de Música da UFMG e grupos de câmara, além de atuar como regente e arranjador da Orquestra Experimental do Colégio Santo Antônio e Orquestra de Câmara de Itabira. Em 2011 foi um dos premiados no 1º Concurso de Arranjo e Composição para Orquestra de Sopros realizado pela Orquestra de Sopros da Fundação de Educação Artística (OSFEA) em Belo Horizonte nas categorias Arranjo e Composição.

Release do Coral:

O Coral Arte & Canto de Contagem surgiu por iniciativa de seus próprios integrantes, O grupo é formado por pessoas da terceira idade, adultos e jovens moradores do bairro Água Branca. Desde sua criação em 2003 O Coral Arte & Canto de Contagem tem participado de vários eventos, como a entrega de comendas na Câmara Municipal de Contagem, MINAS CANTAT da Femicor (Federação mineira de Corais), Festival Internacional de Corais FIC, Quatro Cantos – BDMG, Encontro Regional de Coros do Vale do Aço – USIMINAS, TV Horizonte – PUC-TV, além de outros eventos em outras cidades como Caeté – Asilo São Domingos, Santuário do Caraça, Curvelo, Catas Altas, Santa Luzia, Caxambu (Canta Brasil 2012), entre outras, sempre divulgando a música coral.

Foto

Coral Artistas da Paz da Melhor Idade - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Gislene Rigamont

Pós-graduada em Gerenciamento de Projetos pelo Pitágoras (2013) e graduada em Licenciatura em Música pela UEMG (2005). Atua como regente de coral, professora de piano, teclado e musicalização infantil, em escolas de músicas em Belo Horizonte e região, e particulares. Está na direção desse Coral desde 2008.

Release do Coral:

O Coral Artistas da Paz da Melhor Idade é um projeto da Fundação Guimarães Rosa em parceria com a Sociedade Cruz de Malta, que assiste moradores do Aglomerado Morro das Pedras desde agosto de 2005. Está inserido no programa: Artistas da Paz: Cidadania e Segurança também se fazem com Música. O Coral tem se apresentado em muitas manifestações artísticas culturais em Belo Horizonte bem como regiões metropolitanas, em espaços como: Praça da Liberdade, Rodoviária de BH, CERSAN, Regionais da Prefeitura, Museus, Asilos dentre outros.

Foto

Coral Artistas da Paz Infanto Juvenil - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Reinaldo Araújo

Formado em Licenciatura pela Universidade do Estado de Minas Gerais. Iniciou seus estudos aos 14 anos no interior de Minas Gerais, na cidade de Bueno Brandão. Atuante no Aristas da Paz a mais de 6 anos, além de reger o Coro Infanto Juvenil trabalha também com oficina de violão, flauta e música em grupo.

Release do Coral:

Composto por crianças e adolescentes da comunidade do Morro das Pedras em Belo Horizonte, o Coral Artistas da Paz completa 10 anos de atuação em 2013. Fruto de uma parceria entre a Fundação Guimarães Rosa e a Sociedade Cruz de Malta, o programa "Artistas da Paz - Cidadania e segurança também se fazem com música" através do projeto Coro Infanto Juvenil já se apresentou na Praça da Liberdade, Palácio da Artes, Palácio do Governador, Câmara dos Vereadores, em outras edições do FIC e na inauguração da Igreja São João Batista em Brasília.

Foto

Coral ASES - MG - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Rodrigo Garcia

Formado em Regência pela Escola de Musica da UFMG, onde cursa bacharelado em Violoncelo e Composição. Regente Titular do Coral Ases MG desde 2008, e também de diversos outros corais de Belo Horizonte (atualmente 'Vozes da Liberdade - PRMG, Madrigal Cura d'Ars' e 'Grupo Orguel Musical'). Rodrigo também participou de diversos eventos como regente, violoncelista, guitarrista, arranjador, produtor e compositor, tendo o prazer de trabalhar com grandes nomes da música brasileira como Alceu Valença, Paulinho Santos e Décio Ramos do Uakti, Cálix, Cartoon, Aggeu Marques, Renato Savassi e a Orquestra Ouro Preto (incluindo Homenagem aos Beatles em Liverpool). Fundador da Orquestra Sinfônica Libertas com a qual pode fazer alguns concertos com casa lotada no Palácio das Artes em homenagem aos Beatles.

Release do Coral:

O Coral ASES -MG foi criado em Abril de 2008 por funcionários do Serpro/BH em busca de uma atividade que proporcionasse melhor qualidade de vida e socialização através da música. Composto por 38 integrantes e sob a regência do maestro Rodrigo Garcia desde a sua fundação, o coral tem se apresentado na empresa Serpro, onde trabalham os seus integrantes, nos eventos promovidos pela Ases (Associação dos Empregados do Serpro - Belo Horizonte), festivais, encontros e instituições na comunidade. Agora, em sua terceira participação no FIC e contando com um repertório diferenciado, em músicas populares, queremos dar voz aos excelentes compositores de MG e do Brasil. SLOGAN: "Nas montanhas, cantar é emoção..."

Foto

Coral Bequadro - Rio de Janeiro/R.J.

Foto

Regente: Jose Antonio Navarro A.

MAESTRO: JOSE ANTONIO NAVARRO (Regente) -Pós-graduação no Instituto Interamericano de Educação Musical com "Distinção máxima" pela relevância do seu trabalho (O.E.A.) Santiago de Chile (1981). -Professor formado pela "Escola Nacional de Maestros" da cidade de Sucre, Bolívia (1976) -Bachiller em música formado pelo Instituto Eduardo Laredo, Cochabamba, Bolívia (1972) -Cursos e Seminários internacionais de Regência Coral.

Release do Coral:

CORAL BEQUADRO O Coral tem 5 anos e já participou de: -2010 - VI Festival Internacional Mario Baeza, Viña del Mar, Chile -2011/2012 - Ameride Festival Internacional -2009 - Canta Brasil, São Lourenço -2009 - Festival Cambuquira Dezenas de apresentações em encontros corais regionais.

Foto

Coral Brasília - Brasília/DF

Foto

Regente: Emilio De Cesar

O Maestro Emilio De Cesar é natural do Rio de Janeiro. Formado em regência, composição e canto pela Universidade de Brasília – UnB, tendo realizado curso em nível de pós-graduação em Düsseldorf, Alemanha. Também tem o Curso Superior em Administração de Empresas pelo CEUB. Foi Regente Titular das seguintes orquestras: Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional de Brasília, hoje cognominada Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro – OSTNCS; Orquestra Sinfônica de Minas Gerais - OSMG; Orquestra Filarmônica de Goiás - OFG; e Orquestra Sinfônica de Goiânia, OSG. Foi também Regente Permanente da Orquestra Sinfônica de Brasília - FOSB. Com estas orquestras regeu numerosas obras sinfônicas, sinfônicos-corais, cantatas cênicas, óperas e operetas, entre as quais constam a primeira audição mundial de “Qorpo Santo” de Jorge Antunes, a estréia mundial do Ballet “Simoa” de Lindembergue Cardoso, a estréia nacional da versão integral do Ballet “O Pássaro de Fogo” de Igor Stravinsky, a estréia mundial da cantata cênica “Sertão Sertões” de Rufo Herrera, e a versão revisada do maestro Roberto Duarte da ópera “O Guarany” de Carlos Gomes. Atualmente é Regente Titular do Coral Evangélico de Brasília da Associação Cultural e Educacional de Brasília - ACEB, do Coral Brasília, do Coral da Igreja Presbiteriana Independente Central de Brasília, do Coral Shekinah da Igreja Cristã Manancial de Vida e Vice-Presidente da Associação Brasileira de Regentes de Coros – ABRC. Também é Professor de Regência Coral e Orquestral na Escola de Música Mara Vasconcelos, em Brasília. Tem atuado como Regente Convidado em várias orquestras e corais no Brasil e no exterior. Foi Titular do Madrigal de Brasília, Coral do CEUB e Coral da UnB. Entre os concursos que participou alcançou com o Coral da UnB o primeiro lugar no Concurso Jornal do Brasil, no Rio de Janeiro em 1987; o Primeiro Lugar no Concurso de Coros em Brasília em 1988; e foi finalista do Concurso Internacional de Coros Florilege Vocal de Tours, na França, em 1992. Com o Coral Brasília obteve o 3º Lugar na categoria de coros mistos, no 23º Concurso Internacional de Coros Béla Bartók, realizado em 2008 em Debrecen na Hungria; em 2010 obteve medalha de ouro e a segunda colocação em sua categoria no Concurso de Coros Robert Schumann, em Zwickau, na Alemanha; e em 2012 obteve 1º lugar na categoria Música Folclórica, 2º lugar na categoria Coros Mistos, 2º lugar categoria Música Sacra e Prêmio Especial do Júri por melhor interpretação de composição do século XX, com a obra “Otche Nash”, de Alfred Schnittke, no VII International Choir Competition ‘Singing World’ em São Petersburgo, na Rússia. Com o Coral Evangélico de Brasília obteve diplomas de ouro nas categorias de música sacra e música gospel, e nesta ultima obteve o segundo lugar, tendo sido outorgado também um prêmio especial pela interpretação da música “Worthy to be Praised”, no IX Concurso Internacional de Corais de Riva Del Garda, Itália, no ano de 2011.

Release do Coral:

O premiado Coral Brasília é um grupo de aproximadamente 40 cantores amadores que há 18 anos participa de festivais e concursos internacionais e nacionais para divulgar o melhor do repertório coral brasileiro, erudito e popular. Ao longo de sua história, o Coral Brasília se tornou referência de qualidade em música coral no Brasil e no exterior. Alemanha, Espanha, Portugal, Suécia, Eslovênia, Hungria, Polônia, Grécia, Argentina e Chile já ouviram um pouco da diversidade música brasileira apresentada por este Coral em mais de dez viagens internacionais. O grupo já conquistou diversos prêmios e acaba de retornar de uma turnê pela Europa tendo se apresentado em Lisboa, Moscou e São Petersburgo onde conquistou 4 expressivos prêmios no VII International Choir Competition ‘Singing World’, concurso integrante do International Choral Festival ‘Singing World’, sob a regência do renomado maestro Emílio De Cesar. A participação em diversos festivais e concursos lhe valeram as seguintes premiações: - 1995 – II Certamén Internacional de Coros de Trelew, Argentina: 3º lugar categoria Coros Adultos e Prêmio Especial do Júri Popular de Melhor Coral da Competição; - 1996 – X Prague Days of Choral Singing – Praga, República Tcheca: Medalha de Ouro categoria Coros Mistos e Prêmio de Melhor Interpretação de Música Contemporânea; - 1997 – I Concurso Nacional FUNARTE de Canto Coral – Rio de Janeiro, Brasil: 1º lugar categoria Coros Adultos e Prêmio Centenário de Francisco Mognone pela interpretação de “Cateretê”; - 2004 – 10th Choirs Olympiad – Atenas, Grécia: Medalha de Ouro categoria Coros Mistos e 1º lugar categoria Folclore; - 2008 – Béla Bartók 23th Internacional Choir Competition and Folklore Festival – Debrecen, Hungria: Medalha de Ouro categoria Coros Mistos; - 2010 – 6th International Robert Schumann Choir Competition – Zwickau, Alemanha: Medalha de Ouro categoria Coros Mistos; - 2012 – VII International Choir Competition ‘Singing World’ – São Petersburgo, Rússia: 1º lugar na categoria Música Folclórica, 2º lugar na categoria Coros Mistos, 2º lugar categoria Música Sacra e Prêmio Especial do Júri por melhor interpretação de composição do século XX, com a obra “Otche Nash”, de Alfred Schnittke.

Foto

Coral Campanhense - Campanha/MG

Foto

Regente: Sandra Regina Lemes Araújo

Sandra Regina Lemes Araújo, professora e ex-aluna de Maria Ilza Musa Pompeu, atuou como tecladista durante 25 anos, passou a preparadora vocal e harmonização mantendo o rico patrimônio artístico musical do grupo. Atua há 7 anos como regente do Coral Campanhense, onde mantêm o repertório tradicional e representativo composto de peças que vão desde a época medieval até os nossos dias, perfazendo assim um total de 32 anos de trabalho junto ao grupo.

Release do Coral:

CORAL CAMPANHENSE Criado em 13 de junho de 1957, com a finalidade de participar das solenidades da Semana Santa, o então chamado “Coro Santo Antônio” teve entre seus fundadores, como mestra e ensaiadora, a ilustre musicista Maria Ilza Musa Pompeu. Depois, adquiriu vida própria, sendo rebatizado pelo nome, o qual é hoje conhecido. Com vasto e representativo repertório, composto de peças sacras, barroco mineiro do século XVIII e polifônica clássica, aos poucos passou a cu ltivar, com personalidade própria, o cancioneiro folclórico nacional e internacional, sem deixar de lado a polifonia. Em 2007 comemorou festivamente seus 50 anos de existência, ocasião em que se renovaram o incentivo de admiradores e autoridades, assim como o apoio dos coralistas das novas gerações, colaborando com a sua juventude e entusiasmo, proporcionando ao Coral uma renovação necessária à manutenção da técnica e da expressão. Em 56 anos de trabalho ininterrupto, participou de concertos, festivais e encontros de corais, além de eventos cívicos e religiosos, em mais de 40 cidades de Minas Gerais e de São Paulo e em apresentações especiais em Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, São Luiz do Maranhão e Campo Grande/MS. O Coral Campanhense é constituído de amadores procedentes de todas as classes sociais, que se unem num esforço comum, para cultivar a boa música e apresentá-la em uma de suas formas mais bonitas e difíceis – o canto coral. Colabora habitualmente na s solenidades religiosas e festividades cívicas da cidade da Campanha e tem se apresentado com um repertório de alto nível, em concertos; motivo de orgulho para todos os campanhenses.Reunindo 12 peças de seu repertório tradicional, gravou um CD, que foi lançado em 12 de Fevereiro de 1996. Com um repertório de alto nível tem recebido prêmio s e referências religiosas por suas destacadas atuações e execução de obras do Barroco Mineiro, conquistando novos conceitos à cultura campanhense econtribuindo para a integração das populações através da difusão da arte como elemento de civilização e formação moral. O coral Campanhense hoje é reconhecido com Patrimônio Imaterial do Município da Campanha/MG.

Foto

Coral Canto das Cachoeiras - Cachoeira Da Prata/Minas Gerais

Foto

Regente: Uilton de Souza Araújo

O regente Uilton de Souza Araújo é formado pela - Escola de Música Melodia Livre- Sete Lagoas-MG -Escola de Música Scalla-Sete Lagoas-MG - Curso de Regência ministrado pelo professor Renato Goulart- Vespasiano-MG É regente da: - Banda de Música Sagrado Coração de Jesus de Cachoeira da Prata desde do ano 2000. - Regente da Banda de Música do Instituto Rômulo Júnior de Fortuna de Minas. - Regente do Coral Voz de Fortuna.

Release do Coral:

O coral é composto aproximadamente de 20 a 30 integrantes, na faixa etária a partir de 10 anos. Possui um caráter popular, mas atende a diversos estilos. O coral participou de festas religiosas, encontros de banda apresentação em diversas instituições como asilos, escolas e clubes como também do último Festival Internacional de Corais. sua característica marcante é sua diversidade, uma vez que é constituído por crianças, adolescentes e adultos.

Foto

Coral Cantos e Encantos - IFPI Campus Corrente-PI - Corrente/PI

Foto

Regente: Teotonio Rodrigues de Oliveira

Teotônio Rodrigues de Oliveira, professor, música, saxofonista, formado pela Universidade Federal do Piauí em Educação Artística - Habilitação Música, Especialista em Arte-Educação pela PUC de Minas Gerais, Especialista em Educação Musical pela UFPI e Regente de Banda de música e Coral. Atualmente é professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia-IFPI-Campus corrente-PI, através de concurso público, onde criou o Coral Cantos e Encantos através do Projeto de Extensão. Foi Regente titular da Banda Lira Barrense no município de Barras - Piauí e Regente fundador do Coral do Servidor Público do Estado do Piauí na Secretaria de administração, até 30/09/2012. Professor na escola de música de Teresina (aposentado), foi Professor substituto da Banda de música do CEFET Manaus-Amazonas e da Música para todos em Teresina.

Release do Coral:

O nosso coral foi criado através de um projeto de extensão no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí-Campus Corrente-PI,outubro de 2012. O nosso objetivo é: Proporcionar aos servidores e alunos do IFPI, Campus Corrente, a prática de canto coral Formar cidadãos capazes de desenvolver sua criatividade musical; Combater o avanço das drogas, tendo a música como alternativa saudável na formação do futuro cidadão; Diminuir os índices de evasão e repetência escolar transformando a música em atrativo para a permanência na escola. Apresentou-se duas vezes, uma em homenagem aos ìndios no dia 19/04/2013, a segunda em homenagem às mães, no dia 24/05/2013.

Foto

Coral Cantus Firmus Infanto Juvenil - Brasilia/DF

Foto

Regente: Isabela Sekeff

Isabela Sekeff nasceu no Rio de Janeiro e comecou a estudar musica aos sete anos de idade. Formada pela Universidade de Brasília e mestre em Regência Coral pela Universidade de Missouri nos Estados Unidos, é professora da Escola De Música de Brasília há 20 anos. Isabela Sekeff dá aulas de regência em Brasília e já deu cursos de regência coral em várias capitais do Brasil. Como maestrina, trabalha com vários coros no Distrito Federal, entre eles os coros do Ipea, e do coro Magnificat. Isabela Sekeff é também maestrina titular do Coro Cantus Firmus Infanto Juvenil e do coro Cantus Firmus adulto, recentemente premiado com duas medalhas de ouro no Festival Internacional de Saint Louis , Estados Unidos.

Release do Coral:

O Coro Cantus Firmus Infanto- Juvenil foi criado em 2009 e sua formação inicial aconteceu por um desejo dos cantores do Coro Cantus Firmus adulto que procuravam um coral para seus filhos. Desde lá, o Coro Infanto Juvenil vem desenvolvendo seu trabalho musical voltado na perfomance para a faixa etária de criancas e adolescentes entre 7 e 17 anos e buscando se especializar em vozes jovens. O Coro já participou de vários eventos em Brasília destacando-se os Encontro de Coros do SESC , Encontro de Coros da FEB, Cantatas de Natal do Senado. Em 2009 participou como coro convidado do Natal no Terrraço Shopping e da Livraria Cultura de Brasília. Em 2010 e 2011 fez concertos no Salão Negro do Senado Federal e participou como coro convidado dos Concertos do Coro Sinfônico Comunitário de Brasília cantando Carmina Burana no Teatro Nacional Claudio Santoro. Neste mesmo ano de 2011 participou do Encontro de Coros da Cidade de Goiás . Em abril de 2012, cantou a Paixao de Sao Mateus de Bach com a Orquestra do Teatro Nacional Claudio Santoro. Em dezembro de 2012, o coro Cantus Firmus Infanto Juvenil foi convidado pelo Maestro João Carlos Martins para fazer a apresentação de Natal do Palácio do Planalto, juntamento com o próprio maestro e músicos da Orquestra do Teatro Nacional Cláudio Santoro.

Foto

Coral Cidade em Canto - BELO HORIZONTE/MINAS GERAIS

Foto

Regente: Sgt Geraldo José

SGT GERALDO JOSÉ FERREIRA – REGENTE - Nascido em Sabará, 48 anos, é Sargento e Músico da Orquestra Sinfônica da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais (OSPMMG), na Reserva. Trabalha, voluntariamente, com o Coral Santo Antônio de Pádua (CORASANPA), de Sabará, no bairro onde reside. Em sua trajetória musical, pode-se destacar o trabalho feito com músicos de diversos grupos, dentre eles, a Sociedade Musical Santa Cecília (SMSC) de Sabará, por quase 20 anos, o Coral da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES/Vozes da Saúde) e o Coral da Secretaria de Estado de Educação de MG (SEE/Educanto), que foram fundidos em um só coral, o “Cidade em Canto”.

Release do Coral:

Sob a regência do Maestro Geraldo José, Sargento e Músico da Orquestra Sinfônica da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais (OSPMMG), na Reserva, o Coral Cidade em Canto, da Cidade Administrativa Tancredo Neves, iniciou suas atividades em 08 de fevereiro de 2011. Tem a proposta de ser um elo de integração humana dentro do Governo de Minas Gerais e um reflexo da sua humanidade e responsabilidade social para com o cidadão, oferecendo ao servidor qualidade de vida e entretenimento. É formado pelos servidores do Estado, lotados na Cidade Administrativa, porém aberto a participação de convidados de acordo com o estatuto. Por ser um coral de servidores que já participaram de outros corais e de amantes do canto coral, não possui um estilo único, indo do popular ao clássico. Embora novo, já participou do 6° Encontro de Corais da Assembléia Legislativa de MG em 2011; da Semana Cultural da Cidade Administrativa em 2011; da AGRIMINAS 2012; Dia de Minas 2011; do Festival Internacional de Corais – FIC 2011; da Cantata de Natal 2011 da Assembléia Legislativa; da Cantata de Natal 2011 da Cidade Administrativa; do Festival de Verão 2012 de Pedro Leopoldo (Show de Marcus Viana, Sagrado Coração da terra e Coral de 500 vozes), da AGRIMINAS 2012, no Festival de Inverno de Itabira (Show de Marcus Viana, Sagrado Coração da Terra e Coral de 1000 vozes), Festival de Corais – FIC 2012; Cantata de Natal 2012 da ALMG, FIC Natal 2012, Cantata de Natal 2012 da CAMG, Encontro de Corais da ALMG 2013. O Coral Cidade em Canto é acompanhado pela Camerata Canticum Novum, integrada por músicos da Orquestra Sinfônica da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais (OSPMMG). Atualmente conta, também, com a participação do professor Francisco Simal, na prática da aplicação de Técnica Vocal, como instrumento de aprimoramento para seus integrantes.

Foto

Coral Comunicanto - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Maestro Júlio Cesar Faria

Maestro Júlio Cesar Faria. Graduou-se em Regência e Violoncelo pela Universidade Federal de Minas Gerais. Tendo atuado como regente da Orquestra Jovem Escola de Música da UFMG e a Orquestra Experimental do Conservatório de Varginha aonde foi professor de violino e violoncelo e dos corais Vozes de Minas dos Correios, APPE Esmeraldas, Coral Juvenil e Infanto-Juvenil do Colégio Dom Silvério, Coral Voar da Infraero. Atualmente além do Comunicanto rege o Coral da Igreja Santissima Trindade BH e Coral e Grupo Instrumental do Movimento das donas de Casa e Consumidores de MG e ministra aulas de musica.

Release do Coral:

Coral Comunicanto foi fundado em 4 de outubro de 1987. Com a proposta de desenvolver um repertório exclusivo de Música Popular Brasileira. O grupo atualmente é uma associação sem fins lucrativos que é mantido pelos esforços dos componentes. O Coral Comunicanto esta aberto para todos aqueles que gostem de cantar, tendo atualmente entre seus integrantes pessoas de profissões que buscam no canto coral uma maneira de desenvolver sua aptidão musical e técnica vocal e também uma ótima maneira para desenvolver sua expressão corporal e vocal. A regência e direção artística do grupo atualmente são de Júlio Cesar Faria.

Foto

Coral Contas & Cantos - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Cleude William

O maestro Cleude William nasceu em Belo Horizonte e formou-se em regência. Desde agosto de 1997 é o regente do Coral Contas e Cantos do Tribunal de Contas de Minas Gerais. Já participou de grandes produções, entre as quais, a ópera “Aída”, de Verdi; ópera “Tiradentes”, de Macedo. Participou do Festival Internacional de Corais de Neuchâtel, Suíça (1997); Festival International de Chant Choral de Gerzat, França (2011) regendo o Coral Contas & Cantos (2011).

Release do Coral:

Criado e 1995 e há 16 anos sob a direção do Maestro Cleude William o Contas & Cantos já realizou várias apresentações. Cantando nas celebrações oficiais do Tribunal de Contas de Minas Gerais e em diversas manifestações culturais, tais como, Cantata de Natal da Assembléia, FIC (Festival Internacional de Corais), o ENCORAIS e o Festival International de Chant Choral de Gerzat, França.

Foto

Coral Conterrâneo - BNB - Fortaleza /CEARÁ

Foto

Regente: Luis Carlos Prata Costa

LUIS CARLOS PRATA COSTA LICENCIADO EM MÚSICA PELA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ – UECE E GRADUANDO EM FONOAUDIOLOGIA PELA UNIVERSIDADE DE FORTALEZA – UNIFOR, INICIOU SEUS ESTUDOS MUSICAIS EM 1985, NO CORAL DO POVO DA FUNDAÇÃO DEMÓCRITO ROCHA, COM A PROFESSORA IZAIRA SILVINO. DE LA TRANSFERIU-SE PARA O CORAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ –UFC, ONDE COMEÇOU A DESENVOLVER=SE NA ÁREA DE REGÊNCIA CORAL ATRAVÉS DOS PROJETOS DE MULTIPLICAÇÃO DE CORAIS DDAQUELA INSTITUIÇÃO. EM 1990 INGRESSA NA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ PARA CURSAR LICENCIATURA EM MÚSICA E LA ESTUDA COM VARIOS NOMES DA MÚSICA CEARENSE E ATRAVÉS DOS PROGRAMAS DE INTERCÂMBIO CULTURAL PASSA A FREQUENTAR CURSOS E FESTIVAIS POR TODO O BRASIL. NESSE INTERIM, COMEÇA A ASSINAR A DIREÇÃO MUSICAL E REGÊNCIA DE GRUPOS COMO: CORAL DOS CORREIOS – 1990, CORAL DA XEROX DO BRSIL – 1991, CORAL DAS ÁGUAS – 1992, CORAL DO BANFORT, 1993, CORAL DA ASBACE – 1996, CORAL DA SEFAZ – 1997 E OUTROS. ESTUDOU COM PROFESSORES RENOMADOS A SABER: ORLANDO LEITE –CE, LEILAH CARVALHO COSTA – CE, PE.PEDRO FERREIRA DA COSTA – RN, MERCIA PINTO – BsB, SAMUEL KEER – SP, JULIO MORETZON – RJ, LARRY LAMONT CROW – USA, LAZLO E MARIA ÖRDOG – HUNGRIA, CARLYLE WEISS – USA, MARCOS LEITE – RJ, E E TANTOS OUTROS. PARTICIPOU DE PRODUÇÕES FONOGRÁFICAS COMO CANTOR, DIRETOR E PREPARDOR VOCAL EM VINIIS, CDS, E DVDS DE ESPEETACULOS PARA CORO CÊNICO TENDO PAARTICIPADO DE VÁRIOS ESPETACULOS ENVOLVENDO MUSICA, CANTO E DANÇA. ESTEVE, POR 4 ANOS E NOVE MESES, PROFESSOR SUBSTITUTO DA UFC NO CURSO DE EXTENSÕAO EM MÚSICA E PASSOOU UM ANO NA UECE COMO PROFESSOR BOLSISTA DA FUNCAP NAS DISCIPLINA DE TÉCNICA VOCAL E CANTO CORAL, NAS DUAS UIVERSIDADES ATUALMENTE EXERCE AS FUNÇÕES DE REGENTE, PREPARADOR VOCAL, COMPOSITOR, ARRANJADOR, DIRETOR ARTÍSTICO E EDUCADOR MUSICAL OFERECENDO CONSULTORIA NA ÁREA DE RECURSOS HUMANOS PARA EMPRESAS PÚBLICA E PRIVADA NA PERSPECTIVA DE MOSTRAR, ATRAVÉS DA MÚSICA CORAL, AS VASTAS POSSIBILIDADES DE VIVÊNCIAS LIGDAS À CONSCIÊNCIA DE COLETIVIDADE E CIDAANIA, Â RESPONSABILIDADE SOCIAL E CULTURAL E AO FAZER HUMANÍSTICO QUE PODE SER DESENVOLVIDO NO AMBITO LABORAL LEVNDO-SE EM CONTA TODOS OS PRESSUPOSTOS TEÓRICO-METODOLÓGICOS QUE FUNDAMENTAM E JUSTIFICAM A ATIVIDADE CORAL NO AMBIENTE DE TRABALHO. HOJE ASSINA A DIREÇÃO MUSICAL E REGÊNCIA DOS GRUPOS: CORAL ENCANTART – ECT, CORAL CONTERRÂNEO - BNB, EDUCORAL – SEDUC, CORAL CAMED, CORAL PRO VITAE DO LAR TORRES DE MELO, DO GRUPO MOENDA DE CANTO E É INTEGRANTE DO GRUPO ART VOCAL PRÓ-MUSICA..

Release do Coral:

CORAL CONTERRÂNEO – BREVE CURRICULUN O Coral Conterrâneo, criado em 2004 por iniciativa do então presidente do BNB – Dr.Roberto Smith – é um programa de ação Artístico-Cultural do Ambiente de Gestão de Pessoas, ligado à Superintendência de Recursos Humanos. Criado para oferecer ao corpo funcional da instituição significativas oportunidades de exercício/vivência de coletividade e cidadania através das propriedades educativas, sociabilizadoras e terapêuticas inerentes ao canto coral, o grupo vem ao longo de sua existência destacando-se no cenário musical de Fortaleza como uma referência no movimento coral apresentando considerado nível técnico e um repertório eclético, contribuindo assim para a qualidade de suas performances, segundo a crítica do público que o assiste. O grupo participa de eventos internos e externos do BNB tendo marcado presença em eventos importantes para a comunidade Benebiana bem como para a sociedade, apresentando-se em eventos fora da cidade de Fortaleza (Quixadá, Iguatu, Juazeiro do Norte e outras) e em outros estados brasileiros, a exemplo de Natal – ENCONAT e Belo Horizonte – FIC/ 2010. É composto por vinte e oito integrantes entre funcionários, colaboradores e bolsistas que durante três encontros semanais se reúnem para o aprimoramento das técnicas musicais necessárias ao seu desempenho técnico e artístico. É coordenado por Marlice Moura, tem acompanhamento instrumental do musicista Tiago Nogueira e é regido por LUIS CARLOS PRATA desde sua fundação.

Foto

Coral Copasa - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Eliane Fajioli

Pequeno currículo do regente Eliane Fajioli é natural de Belo Horizonte, pianista, maestrina e cantora lírica, com graduação em piano pela Fundação Mineira de Arte. Já na Fundação de Educação Artística, estudou canto com Eládio Perez Gonzalez e piano com Eduardo Hazan, Berenice Menegale e Lilly Kraft. A maestrina especializou-se em regência coral com Carlos Alberto Pinto Fonseca, Sérgio Magnani, David Machado e Osvaldo Colarusso. Atua como maestrina, pianista acompanhadora, cantora solista em recitais, concursos, concertos com orquestras e óperas em todo país, além de ter sido professora da UFMG e UEMG. Atualmente, é regente titular do Coral da Companhia de Saneamento de Minas Gerais - Copasa e do Coral do Minas Tênis Clube.

Release do Coral:

Pequeno histórico do CORAL COPASA Fruto do investimento da empresa na expressão artística de seus empregados, como forma de humanizar o espaço empresarial e melhorar a qualidade das relações, o Coral Copasa teve sua trajetória iniciada em 1981. Atualmente, o grupo é formado por 35 integrantes entre empregados da Companhia, familiares e membros da comunidade. Sob coordenação da empregada Maria das Graças Luz Conceição e regência da maestrina Eliane Fajioli de Almeida, o Coral Copasa desenvolveu ao longo dos anos, técnica apurada e personalidade interpretativa. Desde sua formação, além de participar em eventos internos da companhia, festivais estaduais e nacionais, representou o Brasil nos festivais internacionais de coros no Paraguai e Espanha.

Foto

Coral Curumim Matozinhos/Orquestra Jovem - Matozinhos/Minas Gerais

Foto

Regente: Adma Silva

Adma da Silva

Release do Coral:

O Coral Curumim Já se apresentou em Ouro Preto, Instituto Inhotim, na Cidade Administrativa, participando do Fic desde 2010, do Festival de Verão em 2012 é formado por 25 crianças e adolescentes que cantam e encantam por onde se apresentam com seleto repertório de MPB, atualmente em parceria com a Orquestra Jovem da Fundação Dirce Figueiredo e com a Secretaria Municipal de Educação.

Foto

Coral Curumim Vila Perola - Contagem/MG

Foto

Regente: Renato Pedroso

O maestro Renato Pedroso é natural de Bragança Paulista e iniciou seus estudos musicais na Fanfacali (Fanfarra Casper Libero), tocando trompete. Iniciou seus estudos ao piano no ano de 2000 com a professora Bernadete Pacheco e posteriormente com a professora Odila baisi. Em 2002 iniciou estudos ao violino na orquestra do Projeto Guri de Bragança Paulista. Ingressou na escola de Música da UFMG no ano de 2006.Em 2011 obteve o bacharelado em regência.

Release do Coral:

O coral Curumim Vila Pérola surgiu através de um grupo de pesssoas solidárias para com o social, em 1999, com crianças e adolescentes carentes, vulnerabilizados pelo social, oriundos da Vila União, Região do Ressa, Contagem, Minas Gerais, tida como uma das vilas mais violentas da Região Metropolitana de Contagem, foi regido durante 08 anos pelo maestro Dejanir Sabino, que com muita garra e esforço conseguiu trazer a tona os talentos destas crianças embasados pela carência de afetividade e pobreza. O Coral apresenta-se sem que seja cobrado nenhum Ônus, somente a vontade de mostrar a todos o potencial destas crianças, fazendo com que a auto estima dos mesmos seja aumentada.

Foto

Coral da AABB-BH - Belo Horizonte/MG

Foto

Regente: Leonardo Cunha

LEONARDO CUNHA É mestre em Música e bacharel em Violino pela UFMG com vários cursos de especialização nacionais e internacionais. Violinista, pianista, arranjador e maestro atuante junto a diversos artistas brasileiros, tem sido bastante reconhecido também no cenário internacional, principalmente por suas atividades junto à Orquestra de Câmara OPUS como arranjador, diretor e maestro. Já trabalhou com artistas como Roberto Menescal, Emílio Santiago, Pery Ribeiro, Leila Pinheiro, Danilo Caymi e Derico, entre outros. É responsável pelos arranjos exclusivos do Festival de Corais em 2003, 2006, 2007 e 2008. Nas duas últimas também é compositor.

Release do Coral:

O “CORAL DA AABB-BH” é patrocinado pela Associação Atlética do Banco do Brasil, de Belo Horizonte-MG. Foi fundado em 2002 com a denominação de “Coral Plena Voz” e a partir de 2006 passou a designar-se conforme acima. É composto, atualmente, de 33 elementos. Seus ensaios são realizados em espaço cedido pelo Banco do Brasil S.A., à rua Rio de Janeiro nº 750, 9º andar, às segundas e quartas-feiras e é regido pelo maestro Leonardo Cunha. É constituído por associados da AABB, funcionários e aposentados do Banco do Brasil e seus parentes e membros da comunidade local, desde que previamente convidados. Seu estilo musical é variado (bossa nova samba, canções folclóricas, clássicos, gospel, etc.). Em 30 de Março de 2.010 lançamos nosso primeiro CD composto por músicas de Fernando Brant e Leonardo Cunha, Flavio Venturini, Lô Borges, Ary Barroso, Sá e Guarabyra, Marcos Valle, Noel Rosa., etc.). O “CORAL DA AABB-BH” tem tido grande destaque no cenário musical mineiro e, recentemente participou de programas de televisão e recebeu convites para apresentações, no exterior (Paris–França, Vanvouver-Canadá, Uruguai e Argentina). É constantemente convidado para apresentações em Belo Horizonte e no interior mineiro. Participa sempre do FIC (Fertival Internacional de Corais) de Belo Horizonte, Assembléia Legislativa, Agências do Banco do Brasil, e outros eventos diversos, além de participação em festivais de corais de outras cidades, como a de Caxambu (MG). Em Maio de 2013 se apresentou em Muriaé (MG) e em Belisário (MG), junto com a orquestra da Escola de Música de Nova Lima (MG), quando nas comemorações de aniversário das duas cidades Vejam as apresentações no youtube, através do endereço: http://www.youtube.com/watch?v=MDi1LzC0ahE&feature=relmfu E outras mais, a partir deste.

Foto

Coral da APAMPESP - Mogi das Cruzes/São Paulo

Foto

Regente: Fernanda Assis da Silva

Fernanda iniciou seus estudos em órgão eletrônico, formando-se pelo Instituto Musical Mogi das Cruzes Tecnólogo em PrJocessamento de Dados formou-se pela Universidade de Mogi das Cruzes. Mesmo nesta época, continuou seu trabalhando na área musical lecionando. Formou-se Bacharel em Música Sacra – Especialização Regência pelo Seminário Teológico Batista do Norte do Brasil (STBNB) em Recife. Foi regente no Projeto Canto Coral nas escolas, do Coral de 3ª Idade - FAIPE, do Coro Adulto, Jovem e Infanti das Igrejas Batista Memorial em Mogi das Cruzes e Biritiba Mirim. Lecionou aulas de piano e Canto na Associação de Deficientes Visuais Olhar Tátil.e Preparadora Vocal da Igreja Evangélica Assembléia de Deus. Atualmente é regente do Coral da APAMPESP, Educadora Musical do Projeto Canarinhos do Itapety, Preparadora Vocal na Igreja Metodista Livre e Professora de Canto, Piano, Flauta e Musicalização Infantil.

Release do Coral:

O Coral da APAMPESP nasceu do entusiasmo de um grupo ao se reunir para cantar, por ocasião da inauguração do Sub Império do Divino Espírito Santo, no ano de 2004, na sede local, sob a regência da Profª Ruth Coelho Mailart. Sua apresentação oficial se deu na abertura do almoço de confraternização realizado em dezembro desse mesmo ano, no salão da Loja Maçônica Acampamento dos Aprendizes. Em seu currículo consta entre outras apresentações: Rancho dos Pássaros em Lorena, aniversários de escolas locais, eventos em Igrejas, participação no Dia de Ação de Graças no Instituto D. Placidina, eventos no Shoping de Mogi, participação no encontro de corais promovido pela Associação Cultural Musicativa de Mogi das Cruzes, no V Festival de Corais de Empresas, realizado em São Lourenço, Minas Gerais, XXIII Encontro de Corais “Noite das Vozes” em Lorena, apresentação de Natal no Shoping Light de São Paulo, Encontro de Corais de 3ª Idade em Poços de Caldas, Encontro Sesi de 3ª Idade, participação no Festival de Inverno e Noite Feliz, ambos promovidos pela Secretaria de Cultura de Mogi das Cruzes, XIII encontro de Corais da 3ª Idade em Conservatória MG, apresentação nas comemorações do 5º ano de funcionamento do Restaurante Bom Prato e participação no Concurso de Corais no Mapa Cultural promovido pela Prefeitura de Mogi das Cruzes onde foi classificado em 3º lugar. Possui um repertório variado incluindo peças folclóricas, clássicas, popular e hinos diversos. Conta atualmente com 35 (trinta e cinco) componentes sob a regência de Fernanda Assis da Silva e do pianista Diogo Rafael Barrabazza França .

Foto

Coral da Assembleia Legislativa de MG - BELO HORIZONTE/MG

Foto

Regente: Guilherme Bragança

O regente, Guilherme Francisco Furtado Bragança, é Mestre em Música pela UFMG (2008) e está cursando, desde 2011, o doutorado em Neurociências, pela UFMG, com pesquisa ligada à interface entre neurociências e música. Concluiu os cursos de pós-graduação lato sensu em Neurociências pela UFMG (fevereiro de 2011), Musicologia Histórica Brasileira, promovido pela UFMG (1994) e para o magistério superior, promovido pela UEMG (1990) e é bacharel em Composição pela UFMG (1989). Durante dois anos, lecionou, no curso superior de Música da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg), Acústica e Música Contemporânea e, para o curso básico, Harmonia I e II. Regeu o então Coral da Aslemg no período de junho de 1993 a junho de 1998, retornando à frente do atual Coral da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais em 2000. Regeu também os corais Canto das Geraes (INSS) e Coral Libertas (Sec. de Governo) e os grupos de câmara Solari e Promenade.

Release do Coral:

O Coral da Assembleia Legislativa conta hoje com 36 componentes e completa este ano 20 anos de atividade ininterrupta. Como temos um número muito maior de mulheres, cantamos muito frequentemente nas formações SABar, SSAABar, SSAA, com dobramento pelos homens das vozes extremas ou variações dessas formações. Nosso repertório é bastante variado, abarcando música clássica de diversos períodos, Negro Spirituals, popular brasileiro e internacional. O coral participa principalmente de eventos promovidos pela Assembleia Legislativa, organiza anualmente um encontro de corais de instituições públicas e uma Cantata de Natal. Além disso, participa de encontros na Capital e interior.

Foto

Coral Da Boca Pra Fora - São João del Rei/Minas Gerais

Foto

Regente: Carlos Eduardo Assis Camarano

Iniciou seus estudos aos oito anos no Consevatório de Música de São João Del Rei onde estudou canto e piano. É licenciando em Educação Musical e canto Popular Pela Universidade Federal de São João Del Rei. Estudou regência com grandes nomes como Yara Frickis (BH), Alberto Grau (Venezuela), Maria José Chevitarese (RJ), Márcio Miranda(BH) .Cursos de especialização em Cênica coral com André Protásio(RJ) e Rosângela Sant´anna(RJ), técnicas de interpretação coral com Ueslei Banus(RJ) e André Protásio(RJ) ,Técnica vocal com Martha Her(SP) e Glória Calvente(RJ) entre outros. Já trabalhou com diversos grupos corais em BH e São João Del rei_MG.Atualmente é regente do Coral Doce Melodia/Aposvale BH, ,Coral da Unimed –São João Del Rei ,Coral do CEM São João Del Rei ,professor de Prática Coral no Conservatório Estadual de Música Padre José Maria Xavier e Coordenador e professor do Curso de Extensão em Educação Musical do Conservatório. Já se apresentou à frente destes corais em diversas cidades do país em festivais e encontros.

Release do Coral:

O coral "Da Boca pra Fora " do Conservatório Estadual de Música Padre José Maria Xavier foi criado no ano de 2010 como um dos projetos de extensão do Conservatório de São João Del Rei .Neste Curto tempo de existência já vem se destacando dentro das atividades da escola ,se apresentando em vários eventos e festividades na cidade. Apresentou-se juntamente com a Banda Sinfônica do CEM na cerimônia de abertura da 3º mostra de Conservatórios estaduais de Minas Gerais ,no 2º e 4 º Canta Del Rei-Festival Nacional de Corais de São João Del Rei-MG ,Natal que Encanta, no FIC-BH(Festival Internacional de corais de Minas Gerais)em 2011 e 2012,abertura da FELIT-Feira de literatura de São João Del Rei(2012) e tem feito várias apresentações do projeto Tributo ao Pop Rock.

Foto

Coral da Cidade de Angra dos Reis - Angra dos Reis/RJ

Foto

Regente: Moacir Moreira Saraiva

Moacir Moreira Saraiva Regente, violoncelista , artesão, professor de música, natural de Angra dos Reis. Iniciou seus estudos musicais com sua família e em seguida no Coral da Cidade de Angra dos Reis, em 1974, com Gerard Galloway. Como Instrumentista estudou violoncelo com Luiz Fernando Zamith e David Chew e música antiga com Elder Parente e Myrna Herzog e participou de várias orquestras de festivais nacionais e internacionais. Foi integrante da Orquestra Sinfônica David Machado e da Orquestra popular Wilson batista, em Campos RJ. Participou de cursos de atualização e master class com grandes nomes do Brasil, EUA, Venezuela, Bulgária, Inglaterra, Espanha, Canadá, entre eles: Dennis Jewet, Ephy Elly (EUA, Janet Galván, Bob Chilcot, Anatoli Krastev, Dary Dollezal, Fred Pot, Jaques Bernaer também fez cursos de extensão universitária na área de fonoaudiologia e saúde vocal. Fundou e dirigiu diversos grupos musicais em Angra dos Reis, entre eles, Contos y Cantos, Ad Libitum, Quarteto de Violões e Música nas Marinas. Rege por 19 anos o Coral Infanto-Juvenil de Angra dos Reis e criou em 1998 o Coro Experimental. Introduziu em Angra o método Kodály, fonoaudiologia básica aplicada ao canto e lecionou música em diversos projetos tendo estudado regência coral (infanto-juvenil) com Dulce Primo e Agnes Shmelling e regência coral adulto com Mara Campos, Eduardo Lakshewitz, e Pablo Trindade. Coordenou o Núcleo de Canto Coral, e o curso de regência coral para a Secretaria Municipal de Educação de Angra dos Reis, visando a criação de corais nas escolas do município. Assumiu a direção do Coral da Cidade de Angra dos Reis em 2000 com o falecimento de Gerard Galloway. Fundou e dirigiu o Coral do Colégio Naval entre 2003 e 2006 e é colaborador do projeto “Orquestrando a Vida”, em Campos. Ministrou oficinas de música como professor convidado em Campos e no Rio de Janeiro, sendo também um dos fundadores e diretor artístico do projeto OSAR (Orquestra Sinfônica de Angra dos Reis), iniciado em 2008.

Release do Coral:

Coral da Cidade de Angra dos Reis. 1969, com Angra sendo considerada Área de Segurança Nacional nas décadas de 70 e 80, toda manifestação cultural era acompanhada e cerceada pelos militares. Nesse contexto surge o Coral da Cidade de Angra dos Reis ainda conhecido como "Coral do CENIAR" (atual CEAV), por ser composto exclusivamente de alunos desse colégio. Somente em 1988, com sua municipalização através de decreto, passou a agregar pessoas de toda a comunidade ganhando assim o título de "Coral da Cidade". Nessa mesma época Galloway motivou o surgimento de outros grupos artísticos e culturais na cidade, muitos, oriundos do próprio Coral. Após a morte de Gerard Galloway, seu fundador, em 1999, o Coral da Cidade de Angra foi assumido por um ex-aluno, o maestro Moacir Saraiva, membro do grupo desde 1974, que sem interferir na tradição do grupo introduziu novos elementos ao trabalho realizado, enriquecendo ainda mais sua história. No histórico do coral, estão três óperas montadas, inclusive gravando um especial de Natal para a TV Cultura e mais de duas mil apresentações em angra e festivais de nível internacional em vários estados do nosso país. No seu repertório, além do erudito, do popular brasileiro e na música folclórica de várias culturas, um destaque à música de Galloway, seu maestro fundador, que deixou uma vasta obra de altíssima qualidade, reconhecida internacionalmente e executada também pelos melhores grupos de música erudita do país.

Foto

Coral da FALE - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Eduardo Teixeira Mendes

Natural de Belo Horizonte, iniciou seus estudos em 2005, no Centro de Formação Artística do Palácio das Artes - CEFAR. Estudou violoncelo com os professores João Candido e José Maria, contrabaixo com o professor Hector Espiñosa e regência com o maestro Márcio Miranda. De 2007 a 2009 atuou como violoncelista na Orquestra Sinfônica Jovem do Palácio das Artes. Cursa bacharelado em Regência na Escola de Música da UFMG, sob orientação da maestrina Iara Fricke Matte e do maestro Lincoln Andrade. Estuda canto com a professora Luzia Antoniol e piano com o professor Mauricio Veloso. É Regente dos Corais do Colégio Santo Antônio e do coral da FALE.

Release do Coral:

Regente: Eduardo Teixeira Mendes Pianista: Máximo Marques Bemquerer Assistente: Lucas Minelvino O Coral da FALE nasceu em meados de 1987 por iniciativa de um grupo de estudantes apoiados por professores da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais, com o objetivo de dinamizar o cotidiano acadêmico e promover o canto coral como uma forma de extensão de conhecimentos. Atualmente o grupo integra o Projeto Corais no Campus mantido pela Escola de Música da UFMG. O coro já se apresentou em diversos festivais de música coral dentro e fora de Minas Gerais, como nas cidades de São Lourenço/MG, Bom Despacho/MG, Lagoa Santa/MG, Juiz de Fora/MG. Conceição do Mato Dentro/MG, Vitória/ES, Limeira/SP, Serra Negra/SP e Criciúma/SC. Dentre as principais peças já apresentadas pelo Coral da FALE figuram a Missa Brevis de Haydn; a Missa Nelson: Sanctus, Kyrrie, Gloria, Credo; e a Ópera “Die Zauberflöte”, a “Flauta Mágica” de Mozart. No início de 2013 o coro apresentou um concerto comemorativo de seus 25 anos (cumpridos em 2012), quando apresentou a obra "Come, ye Sons of art" de Henry Purcell. O coro é aberto para todos os interessados em música coral. Os coristas são admitidos através de processos seletivos periódicos. A diversidade dos membros e do repertório, a amizade e ao mesmo tempo seriedade, são algums dos ingredientes mais marcantes do Coral da FALE e que lhe conferem notoriedade.

Foto

Coral da Fundação Cultura Carlos Drummond Andrade - Itabira/Minas Gerais

Foto

Regente: Lindomar Gomes

O maestro Lindomar Gomes tem formação musical no Palácio das Artes, UEMG e UFMG e pós graduação em planejamento e gestão cultural pela PUC Minas. Idealizador e curador do FIC e Festival de Verão de Pedro Leopodo, esteve recentemente na Italia a convite do Chorus Inside compondo o júri e tornando-se também representante dos corais brasileiros naquele país com intuito de fomento e difusão do canto coral unindo ainda mais os dois paises. Foi condecorado pelo Governo de Minas em 2012 pela Medalha da Inconfidência.

Release do Coral:

Criado em 1998 pela Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade em Itabira, o Coral já se apresentou em várias cidades de Minas Gerais e do Brasil, em toda Itabira e distritos. Formado por profissionais liberais e pessoas voluntárias que buscam na música uma fonte de alegria e prazer. Participa do FIC desde a segunda edição e conta a participação do maestro Lindomar Gomes e pianista André Durval desde maio de 2011.

Foto

Coral da Fundação Roberto Marinho - Rio de Janeiro/RJ

Foto

Regente: André Protasio

Mestre em Musicologia pela UNIRIO, onde defendeu uma dissertac?a?o sobre arranjo coral brasileiro. Com o Grupo Equale, dirigiu e produziu os CDs “Expresso Gil” (com composic?o?es de Gilberto Gil) e “Um gosto de sol”, com as canc?o?es e a participac?a?o de Milton Nascimento. E? um dos cantores/arranjadores do premiado sexteto a cappella BR6. Assina a direc?a?o musical do quinteto feminino “Mulheres de Hollanda”. Rege também o Coro da Ladeira e o Coral do TRT. Leciona Design Sonoro na Escola de Arte e Tecnologia Oi Kabum do Rio de Janeiro e nos cursos de Graduac?a?o e Po?s-graduac?a?o em Design do SENAC. Também tem atuado como regente convidado, para preparação e apresentação de repertório, onde destaca-se em 2012: o Concurso Nacional CCBB Brasil Vocal, as oficinas de Grupos Vocais do Festival de Ibiapaba (Ceará), o Open singing do Fest Rio Vocal e a Flash MOB de Natal com 400 cantores no CCBB.

Release do Coral:

Samba, maracatu, bolero e até rock. Baden e Vinicius, Chico Buarque e Milton Nascimento se encontram com Rodrigo Maranhão e Marcelo Camelo. O Coral da Fundação surgiu em outubro de 2010 composto por funcionários de diversas áreas da Fundação Roberto Marinho. Com boa parte dos arranjos escritos especialmente para o grupo pelo maestro André Protasio, o coro mostra um repertório tão plural quanto os projetos da Fundação.

Foto

Coral da Justiça Federal do Espírito Santo - Serra/ES

Foto

Regente: Hellem Pimentel

Hellem Pimentel é mestre em Música pela UFMG e graduada em Licenciatura em Música pela UFES. Atua como cantora e pianista e exerce atividade docente na área musical. É professora da Faculdade de Música do ES – FAMES - nas cadeiras de Regência Coral e Harmonia, atuando também como tutora da UNB/UAB na disciplina de teclado. Regente do Coral da Justiça Federal do ES desde sua fundação, também está à frente do Coral Artes Canto e Coro Jovem da FAMES - este último um coro cênico –, escrevendo arranjos exclusivos e atuando como diretora musical de diversos espetáculos montados pelo grupo. É integrante do grupo VOCALE, no qual atua como cantora e compositora, lançando seu primeiro CD em 2008.

Release do Coral:

O Coral da Justiça Federal do Espírito Santo (JFES) iniciou suas atividades em outubro de 2009 pela iniciativa dos próprios servidores, que viram no projeto coral um instrumento agregador, capaz de traduzir em manifestação cultural os valores perseguidos no âmbito da Justiça, tanto interna quanto externamente. Com o apoio da ASSEJUFES (Associação dos Servidores da Justiça Federal - ES) e a coordenação do Núcleo de Gestão de Pessoas da JFES, o coral promove a integração entre os servidores, investindo na qualidade de vida através do desenvolvimento musical. Além disso, busca o enriquecimento cultural da instituição, em uma proposta de aproximação da Justiça Federal com a sociedade. Apresenta-se em solenidades e eventos internos, assim como em eventos externos. À frente do grupo está Hellem Pimentel, maestrina-fundadora do coral.

Foto

Coral da Orquestra de Câmara do SESC Minas Gerais - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Flávia Campanha

Em 1980 Flávia Campanha fundou o Coral Infantil Waldemar Baptista (1980/1990), o Coral Juvenil Soledade (1985/1990) e o Coral Infantil João Campanha (1996/1998). Em 1988 participou como cantora da “Cantata”, juntamente com o Coral de Neuchatel da Suíça, sob a regência do maestro Pierre Huwiller. A partir do ano de 2000, passou a ser regente auxiliar dos Corais da Associação Artística Júlia Pardini, tendo se apresentado com grande êxito na Europa, em encontros de Corais na Alemanha, Portugal e Itália, além de representar juntamente com o mesmo grupo, apresentações no Festival de Coros de La Serena, no Chile. Regeu os Corais Juvenil Júlia Pardini, Coral da Net TV, Corais Infantil, Juvenil e Adulto do Colégio Magnum Agostiniano. Atualmente rege os Corais adulto e juvenil Waldemar Baptista de Sabará e, no dia 10 de Outubro de 2012, assumiu a regência do Coral da Orquestra de Câmara Sesc Minas.

Release do Coral:

Em junho de 2012 o Sesc Minas lançou o projeto Orquestra de Câmara visando a formação de uma orquestra de cordas composta por alunos oriundos da rede pública de ensino de Belo Horizonte com idade entre 8 e 18 anos. Em outubro de 2012 , a regente de coro Flávia Campanha passou a integrar o corpo docente da orquestra e iniciou seus trabalhos formando um coro infantil e juvenil . O Coral da Orquestra de Câmara do Sesc Minas atende atualmente 94 alunos e apresentam o resultado de um belo trabalho desenvolvido em diversos eventos dentro e fora da empresa.

Foto

Coral da Solidaridade - Aracaju/SERGIPE

Foto

Regente: Jairo Melo da Silva

O maestro Jairo de Melo é natual de São Paulo. Pedagogo e professor de Musicalização da Faculdade FASE (Estácio de Sá – Núcleo Sergipe) e UNIT (Universidade Tiradentes) Pós-Graduando em Arte – Educação, começou seus estudos musicais no Conservatório de Música de Sergipe tocando na Banda Interescolar da Secretaria de Educação (SEC – Banda). Com o passar dos anos devido a necessidade daformação de um coral na agremiação evangélica a qual percente, foi necessário que o mesmo procurasse a estudar piano com o prof. Eirbaldo Glebston Prata e participar de festivais e cursos de regência coral e técnica vocal profs. Dentre os quais se destaca: Pe. Piotry (Polônia), Canto Gregoriano, Efhil (USA), Mara Campos (São Paulo), Júlio Moretzohn (Rio de Janeiro, Marta Herr (USA), Yara Campos (São Paulo), Dulce Primo (Curitiba) e Cadmo Fausto (São Paulo). Hoje trabalha com vários corais do estado de Sergipe dentre eles: Coral Vozes do Banese, Vozes do PAIMI (Universidade Tiradentes), Coral Melhora Fase (Faculdade FASE) Coral do Lions Club International – Sergipe, Vozes da AMO (Associação de Voluntários de Combate ao Câncer) Coral Sindivoz (Sindicato dos Professores da Rede Munciipal de Educação de Aracaju-SE), Coral da ASPENE (Associação de Aposentados e Pensionistas do Sistema Petrobras, Coral Saudencanto (Sindicato dos Profissionais da Saúde do Governo Federal – SE).

Release do Coral:

O Coral da Solidariedade é um grupo integrado por duas entidades Sergipanas, ambas sem fins econômicos que trabalham de forma voluntária no atendimento às pessoas carenteds da comunidade, a AMO – Amigos da Oncologia e o Lions Clube International. A AMO (Associação de Voluntários de Combate ao Câncer) desenvolve um belíssimo trablaho de assistência a pessoas carentes em tratamento contra o câncer amenizando assim o sofrimento de dezenas de pacientes atendidos pela rede pública de saúde da capital Aracaju e do interior do estado, inclusive, dos familiares que acompanham os pacientes em tratamento. O Coral Lions foi fundado com os objetivos de integrar os Clubes de Lions de Sergipe, congregando companheiros e companheiras Leões de quase todos os Clubes de Lions do estado. Através da música pregamos a união, o companheirismo e a vontade de servir. Em nossas apresentações mostramos às platéias que nos assistem a nossa vontade de a pré-disposição que temos de servir aos mais necessitados, de maneira alegre e feliz através do Canto. O início de tudo foi em 2005, a idéia foi lançada, o nosso Coral tomou forma e começou a cantar. Em julho de 2008 passa a nos reger o competente prof. Jairo Melo da Silva, regente experimentado e responsável por diversos corais de renome da nossa capital Aracaju.

Foto

Coral da Universidade do Estado de Santa Catarina - Joinvile/SC

Foto

Regente: Anderson Nascimento

MAESTRO ANDERSON NASCIMENTO Maestro, pianista, arranjador e produtor musical. Atua como diretor de grupos vocais e corais no Paraná e Rio de Janeiro. Ex - cantor e diretor adjunto do Vocal Brasileirão (1998 a 2006), com o qual trabalhou com o Maestro Marcos Leite. Atualmente é diretor do Vocal “Cobras e Lagartos”, Grupo Vocal “Gogó à Brasileira”, Coro Experimental Borandá (RJ), da Associação Musical Camerata Vocale de Blumenau (SC), Vocal EnCantos do Paraná (PR), Madrical Cantate Domino (PR). Aprovado no Concurso Público da Prefeitura Municipal de Joinville para o Cargo de Maestro de Orquestra no Edital 004/2012. Foi aluno dos professores José Eduardo Gramani (SP/PR), Benjamim Talbkin (SP), Leandro Braga (RJ), Antonio Adolfo (RJ), Ian Guest (Hungria/RJ/MG), Samuel Kerr (SP) José Pedro Boéssio (RS), Marcos Leite (RJ), Roberto Duarte (RJ), Osvaldo Ferreira (Portugal), José de Barros (EUA/BR), Dr. Larry Hensel (USA), Maria Tereza Peres (Cuba), Madalena Bernardes (RJ), Consiglia Latorre (SP), Babaya (MG) e Giovanni Luisi (Itália). Como professor, atuou no curso de prática de conjunto vocal e coral / montagem de espetáculo, no Conservatório de Música Popular Brasileira de Curitiba – PR desde 2000 e Professor do curso de Prática de Canto Coral da EMBAP (Escola de Música e Belas Artes do Paraná) no ano de 2009. Ministra oficinas de dinâmica de grupo vocal e prática de montagem de espetáculo em vários estados brasileiros, tendo atuado com docente nos Festivais de Música de Londrina (2005 e 2006), Festival de Inverno da UFPR (2002, 2006 e 2008), Simpósio de Música da Faculdade de Artes do Paraná (2007), entre outros realizados por Fundações Culturais, Universidades e Institutos de Música dos estados do Sul, Sudeste e Nordeste. Bacharel em Musical Popular pela FAP – PR, Especialista em Regência Coral e Orquestral pela UNINCOR - MG, especialista em Gestão Cultural pelo SENAC – PR Estudou Produção Musical na Escola de Belas Artes de Buenos Aires – curso vinculado a Berklee College of Music – EUA. É membro fundador da ABRC – Associação Brasileira de Regentes de Coros. Desde o ano de 2010 integra o corpo docente da Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC nas matérias de Prática de Vocal e Regência.

Release do Coral:

Coral da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC - CCT - Joinville realiza apresentações para o publico interno e externo à Universidade. Criado no ano de 2006, pelo Centro de Ciências Tecnológicas (CCT) em parceria com Centro de Artes (CEART), o Coral da UDESC - CCT de Joinville visava a descentralização do movimento artístico e o desenvolvimento musical no meio científico e tecnológico, oportunizando os alunos desta área à prática artística. No ano de 2010, sob direção do Maestro Anderson Nascimento, o grupo parte para um novo rumo, montando e apresentando espetáculos temáticos nos diversos centros da Udesc em formato de turnê com repertório homenageando os 50 anos do rock nacional. No ano de 2011, com um novo repertório intitulado “Canções do Sul”, o Coral criou um espetáculo canções de compositores nascidos nos três estados do sul e canções folclóricas. Algumas músicas desse novo repertório já foram apresentadas em eventos da região como no encerramento da Semana das Licenciaturas da Udesc – CCT, na III Mostra de Canto Coral em Jaraguá do Sul, Projeto RONDON e Noite Cultural Vocal em Curitiba-PR. No ano de 2012 o grupo prepara seu primeiro CD com canções de compositores do Sul do Brasil e clássicos da música brasileira. Neste ano a nova proposta é uma turnê com o novo espetáculo, “Terra Brasilis”, sobre a história da Aculturação da Música Brasileira entre o descobrimento e o início do Século XX, em Universidades locais e de outros estados, como também em teatros da cidade e eventos do município, eventos do estaduais e eventos da universidade.

Foto

Coral da USP - Grupo Madrigal Revivis - Ribeirão Preto/São Paulo

Foto

Regente: Sérgio Alberto de Oliveira

Maestro Dr SERGIO ALBERTO-DE-OLIVEIRA Estudou piano no Conservatório Dramático e Musical de São Paulo e na Academia de Música de Viena. Graduou-se em composição e regência pela UNICAMP, tendo feito Mestrado em Artes e Doutorado em Música na mesma instituição. Apresentou-se em diversos países, regeu centenas de concertos corais, concertos sinfônicos e óperas. É Diretor Artístico e Regente Titular do Coral da USP-Ribeirão desde a sua fundação, do Coral Coopercitrus-Credicitrus de Bebedouro tendo sido Regente Titular da Orquestra Sinfônica Municipal de Barretos de 2010 a 2012. Atua como docente no Curso de Teatro do Centro Universitário Barão de Mauá, em Ribeirão Preto.

Release do Coral:

Fundado em 1970, o Madrigal Revivis tinha como marca a interpretação de peças renascentistas. Incorporado à USP em 1989, mantém a tendência do repertório de “concerto”, mas canta também diversos arranjos de MPB e outras peças populares. Ganhador de vários prêmios - dentre eles o de 1º lugar no “Mapa Cultural Paulista” de 1999 -, foi representante de Ribeirão Preto e região por diversas vezes em Festivais Corais, tendo participado em setembro de 2000 do Encuentro Internacional de Coros em Córdoba-Argentina e em 2005 do IX Encontro Internacional de Corais de Cabo Frio. Gravou em 2003, pela TV USP, o espetáculo “Ode a Zumbi, Comandante Guerreiro”, transmitido como Especial de Ano Novo 2004 pela TV Universitária de São Paulo. Participou intensamente da produção de “Café Ópera Coral”, com texto de Mário de Andrade e musicado especialmente para o grupo, estreada em 2007 no Theatro Pedro II, em Ribeirão Preto.

Foto

Coral da USP Ribeirão Grupo Zênite Feminino - Ribeirão Preto/SP

Foto

Regente: Sergio Alberto de Oliveira

Curriculum Vitae Resumido Sergio Alberto-de-Oliveira Natural de São Paulo, diplomou-se em Piano no Conservatório Dramático e Musical de São Paulo e teve sua formação acadêmica na UNICAMP: É Bacharel em Composição e Regência, Mestre em Artes e Doutorando em Música. Estudou piano na Hochschule für Musik de Viena e freqüentou cursos e master-classes com renomados professores nas áreas de piano e regência na França (Universidade de Aix-en-Provence, Marselha), Finlândia (Tâmpere) e Brasil, onde participou de diversos festivais como Campos do Jordão, Brasília, Curitiba e Rio de Janeiro. Como recitalista apresentou-se em Los Angeles, Viena, Sul da Áustria. Teve sua estréia no Brasil no Teatro Municipal de São Paulo e atuou em diversas cidades do interior do Estado de São Paulo. Regeu centenas de concertos corais, concertos sinfônicos e óperas. Atuou como regente-convidado da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto por diversas vezes. Realizou com o Coral da USP-Ribeirão turnês pela Grécia (1995), Itália (1997), esta co-patrocinada pelo Ministério da Cultura, e Argentina (2000). Participou como pianista e regente-assistente da Orquestra Sinfônica Jovem de Campinas e foi co-fundador da Orquestra Jovem Filarmonia de Campinas e do Grupo Ékç-Ensemble de Música Contemporânea. Integrou o Conjunto MúsicaRara de música antiga como cantor e instrumentista. Foi regente do Coral IBM-Sumaré e em Ribeirão Preto, do Coral Centro Médico e do Coral do Rotary Club. Atuou como professor palestrante convidado do Departamento de Música da UNICAMP. Na área administrativa foi chefe da Seção de Música e diretor do Serviço de Promoção Social do Campus da USP-Ribeirão, atuando no momento como Coordenador dos Programas Especiais de Cultura e Extensão da Prefeitura do Campus da USP. Foi Vice-Presidente do Conselho Municipal de Cultura de Ribeirão Preto em duas gestões e representante da USP por mais duas vezes. Na área acadêmica, é membro da ANPPOM (Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Música) tendo apresentado trabalhos em seus congressos. Participou da Conferência Gestures: Meaning and Use, realizada em abril de 2000 na cidade do Porto, em Portugal, apresentando palestra sobre elementos culturais brasileiros no canto coral cênico. Recebeu em 2004 o Título de Honra ao Mérito Cultural outorgado pela Câmara Municipal de Ribeirão Preto. É Diretor Artístico e Regente-Titular do Coral da USP-Ribeirão desde a sua fundação, em 1983 e assumiu a Direção Artística do Coral Coopercitrus de Bebedouro em março de 2005.

Release do Coral:

O Grupo Zênite, do Coral da USP Ribeirão, criado e regido pelo maestro Sergio Alberto de Oliveira em 2005, o Zênite trabalha desde o início de 2012 unicamente com vozes femininas e levará à Minas Gerais 18 participantes, dentre elas diversas servidoras do campus da USP de Ribeirão Preto. O Zênite Coro Feminino tem um repertório composto basicamente por canções populares de diversos países como Israel, Japão, Espanha e Brasil e de diversas épocas como Renascimento, Romantismo e Contemporâneo. Com este repertório participou de várias apresentações como: Feira do Livro, Encontros de Corais em Ribeirão Preto e Região, Hospitais, Igrejas, Teatros e em 2012 do Encontro Internacional de Corais de Minas Gerais. Em 2013 fará parte do repertório a ser trabalhado uma Missa em latim, assim como músicas “Sobre Todas as Coisas - Chico Buarque e Edu Lobo”, entre outras.

Foto

Coral Diadorim - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Robson Lopes

O maestro Robson Lopes é licenciado em Educação Artística -habilitação em Música, pela UEMG; Bacharel em Música -Composição, pela UFMG; Bacharel em Canto, pela UEMG; Mestre em Música, pela UFMG. Tem em sua discografia cinco cd's, atuando como regente e cantor. Atualmente desenvolve pesquisa sobre a música mineira do séc. XIX e atua como cantor, regente coral, tecladista e arranjador.

Release do Coral:

O Coral Diadorim é umas das atividades da organização budista Brasil Soka Gakkai (BSGI), cuja diretriz básica é promover o desenvolvimento humano em prol da construção de uma cultura de paz. O Coral Diadorim tem em seu histórico a participação em eventos institucionais assim como em eventos musicais diversos.

Foto

Coral do Cerrado - Uberlândia/MG

Foto

Regente: Damaris Sallum

DAMARIS SALLUM Regente, pianista, arranjadora e especialista em canto coral. Rege os grupos: Coral do Cerrado, Coral Encanto (SESC Uberlândia) e Coral Glória & Louvor (Igreja Presbiteriana Central). Desenvolve projetos culturais como diretora artística da empresa Arte do Cerrada Ltda. Habilitada em Música e Educação Artística. Especialista em Educação Musical, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Graduada em Música, pela Universidade Federal de Uberlândia.

Release do Coral:

O Coral do Cerrado foi organizado em 2012. É um projeto cultural, viabilizado com o patrocínio da Algar, por meio do Ministério da Cultura – Lei de Incentivo. Composto por 24 coralistas, 02 músicos, 01 regente e 01 coordenador. Desenvolve as suas atividades em Uberlândia-MG. O processo de ensino-aprendizagem dos coralistas é realizado por meio da formação cultural e profissional de jovens, de ambos os sexos. O repertório abrange os estilos: erudito, MPB, regional, sacro, infantil e natalino. A regente é Damaris Sallum. O acompanhamento musical é realizado por Sara Cardoso - pianista e Wagner dos Santos - percussionista. 27 apresentações foram realizadas para a comunidade, com acesso livre, até junho/13, no seguintes locais: Terminais de ônibus, Escolas Públicas, Centro de Convenções, Universidade Federal de Uberlândia, Prefeitura Municipal de Uberlândia e Anfiteatro Alexandrino Garcia (Algar).

Foto

Coral do Colégio dos Jesuítas - Juiz de Fora/Minas Gerais

Foto

Regente: Guilherme Augusto de Oliveira

Guilherme Augusto de Oliveira Natural de Ouro Preto – MG o baixo-barítono Guilherme Oliveira é graduado em canto pela Universidade Federal de Ouro Preto e atua como professor de técnica vocal, regente e solista. Por quatro anos, trabalhou como preparador vocal do Coral Canarinhos de Itabirito, neste período destaca-se a gravação do DVD “Viva Mozart” em Itabirito MG (2006) e do DVD “Paixão e Fé”, gravado em Belo Horizonte no Grande Teatro do Palácio das Artes (2007), além dos encontros nacionais de Meninos Cantores do Brasil. Participou, juntamente com o Coral Lírico de Minas Gerais, das obras: Turandot (ópera de G. Puccini), Macbeth (ópera de G. Verdi), Menina das Nuvens (ópera de Heitor Villa-Lobos), Floresta do Amazonas (obra de Heitor Villa-Lobos), As quatro Estações (obra de Haydn) e Carmina Burana (obra de Carl Orf). Em abril deste ano, foi solista junto a Orquestra Filarmônica Bachinana, com regência do maestro Julio Medaglia e direção do maestro João Carlos Martins, concerto que foi realizado na Sala São Paulo. Estudou canto lírico com vários professores, dentre eles: Paulo Campos, Urbano Lima, Nadja Daltro, Eliane Sampaio, Amin Feres, Édson de Oliveira, Rio Novelo, Neyde Thomas e Andrea Adour . Atualmente, recebe orientações do professor Francisco Campos. Hoje além de solista, atua como regente de coro e orquestra junto à Pró-Música, UFJF e Colégio dos Jesuítas, todos em Juiz de Fora MG.

Release do Coral:

• Coral do Colégio dos Jesuítas O Coral do Colégio dos Jesuítas foi criado em março de 2000 e é formado atualmente por 36 alunas, do 6º ano do Ensino Fundamental à 2ª série do Ensino Médio. Além de desenvolver uma rica atividade artística, o Coral contribui, com sua disciplina, na organização da própria vida, reforçando nas estudantes o senso de compromisso, seriedade e assiduidade. A participação no grupo não gera nenhum ônus para as estudantes. O Colégio dos Jesuítas de Juiz de Fora integra a rede jesuíta de educação e contribui, há 56 anos, com a ação evangelizadora da Igreja por meio da excelência na educação, desenvolvendo e integrando as dimensões afetiva, ética, social, cognitiva, esportiva, comunitária e espiritual de seus alunos, à luz de uma concepção cristã do ser humano, preparando-os para a vida e para uma presença transformadora na sociedade: homens e mulheres a serviço dos demais.

Foto

Coral do Colégio Pedro II - Campus Realengo - Rio de Janeiro/Rio de Janeiro

Foto

Regente: Lilizéia Drummond

A maestrina Liziléia Drummond é Bacharel em Música Sacra pelo Seminário Batista do Sul do Brasil com especialização em Órgão; licenciada em em Canto, Piano, Regência e Educação Musical pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e com especialização lato sensu em Educação Musical pelo Conservatório Brasileiro de Música do RJ. É mestre em Educação pela UFRJ. Possui uma vasta experiência em Regência Coral, tendo dirigido as mais diversas formações corais, que compreende desde coros infantis, infanto-juvenis, de jovens e de adultos. formou e regeu coros de igrejas, de empresas e escolares. Atualmente é regente do coral do Campus Realengo II do Colégio Pedro II, do Coro Adulto da Comunidade do mesmo Campus além de exercer o cargo de Coordenadora Pedagógica da Escola de Música da instituição, além de coordenar as equipes de professores de Educação Musical do Ensino Regular do Campus.

Release do Coral:

O Coral do Colégio Pedro II foi criado no ano de 2004 quando o campus foi inaugurado. É um coral que se renova a cada ano pois tem sido constituído exclusivamente por alunos do Ensino Médio, sendo que somente a partir de 2012 foi acessada a participação de alunos do 9º ano do E. Fundamental. Desde sua fundação é dirigido pela maestrina Liz Drummond. Seu repertório é eclético, porém prioriza a Música Brasileira. Como é constituído por alunos em período de muda vocal em sua maioria, há uma preocupação e cuidado por parte da maestrina com o preparo dessas vozes através de adequada e cuidadosa técnica vocal. O coral tem se apresentado em inúmeros eventos tanto na cidade do Rio de Janeiro, como em cidades vizinhas como no Festiva lde Coros de pinheira, Arraial do Cabo, Conservatória, entre outras. Também se apresentou no Consulado da Itália, no festival de Corais do Forte Copacabana, no aniversário da Biblioteca Nacional, citando mais alguns eventos relevantes em nossa cidade. Destacamos com prazer as nossas participações nas edições 2009, 2010 e 2011 do Festival Internacional de Corais de Belo Horizonte.

Foto

Coral do Colégio Santa Dorotéia (BH) - Unidade II - Belo Horizonte/MG

Foto

Regente: Cláudia Duarte Cândido

• A maestrina Cláudia Duarte formou-se na UEMG (Universidade Estadual de Minas Gerais) e atuou durante um ano e meio como violinista convidada na Orquestra Sinfônica de Minas Gerais.

Release do Coral:

Coral Infantojuvenil do Colégio Santa Dorotéia – BH – Unidade II Foi criado em 2011 tendo como objetivo revelar e desenvolver os talentos dos alunos da Unidade II do Colégio Santa Dorotéia, moradores do Morro do Papagaio (região próxima ao Bairro Sion). Os integrantes do Coral, além dos ensaios semanais, participam também de aulas de musicalização através da flauta doce sob a orientação da maestrina Cláudia Duarte. Em 2012 o coral participou do cd comemorativo dos 50 anos do Colégio Santa Dorotéia.

Foto

Coral do Colégio Santa Dorotéia - Unidade I - Belo Horizonte/MG

Foto

Regente: CLÁUDIA DUARTE CANDIDO

A maestrina Cláudia Duarte formou-se na UEMG (Universidade Estadual de Minas Gerais) e atuou durante um ano e meio como violinista convidada na Orquestra Sinfônica de Minas Gerais.

Release do Coral:

- Vem participando anualmente das edições do FIC. - Participou da gravação de 3 CDs, resultado da parceria com o cantor e compositor Rubinho do Vale. São eles: Verde Maravilha (2002), Trem da História (2005) e Natureza em Canto (2009). - Em 2012 gravaou o CD comemorativos dos 50 anos do Colégio Santa Dorotéia. - Soba a condução da maestrina Cláudia Duarte, o coral já se apresentou ao lados de consagrados cantores mineiros, dentre eles: Paulinho Pedra Azul, Celso Adolfo, Saulo Laranjeiras, Rubinho do Vale, Pereira da Viola e Dércio Marques.

Foto

Coral do Colégio UNILAVRAS - Lavras/Minas Gerais

Foto

Regente: Ewerton de Brito

Formado em Música pela UFOP - Universidade Federal de Ouro Preto. Professor da disciplina de Música na Educação Infantil e Ensino Fundamental Anos Iniciais do Colégio UNILAVRAS. Regente do Coral do Colégio UNILAVRAS. Mestrando em Música pela UFMG - Universidade Federal de Minas Gerais. Participante de grupos folclóricos mineiros.

Release do Coral:

O Coral do Colégio Unilavras foi iniciado a partir de um sonho de seu fundador Professor Canísio Ignácio Lunkes, e de uma necessidade de toda a comunidade escolar em trabalhar a arte e a música na escola, iniciativa tão importante num mundo virtual e intimista que vivemos.Sob a coordenação e regência da professora Eliana Cerf, o Coral do Colégio UniLavras iniciou seus estudos no ano de 2011, unindo vozes a instrumentos executados por alunos. No ano de 2012, com a entrada do Maestro Ewerton de Brito, alterou-se o perfil desse trabalho; focando-se apenas em vozes com quatro naipes (sopranos, contraltos, tenores e baixos) e sem instrumentos musicais. O repertório, a princípio diversificado, foi substituído por músicas mais focadas na música brasileiro. Os integrantes são alunos a partir do 8º ano do Ensino Fundamental até a 3ª série do Ensino Médio. Participam de vários eventos na cidade e a última apresentação aconteceu no 4º Canta Del Rei 2013 em São João Del Rei.

Foto

Coral do IBGE - Rio de Janeiro/Rio de janeiro

Foto

Regente: Márcio Carvalho

Márcio Carvalho é mestre em composição pela EM-UFRJ. Graduado em regência pela mesma Escola, em regência coral pelos Seminários de Música Pro-Arte, e em composição, também pela EM-UFRJ. É licenciado em música pelo CBM; cursou especialização em Docência Superior na UCAM. No IBGE realiza trabalhos artísticos e técnicos relacionados às artes. À frente do Coral do IBGE realizou até hoje aproximadamente 160 apresentações e concertos, internos e externos, em eventos e locais variados, tais como igrejas, congressos, Encontros de Corais, Fóruns etc. Realiza, junto à Coordenação de Marketing, composições e arranjos relacionados a vídeos promocionais. No ano de 2010, compôs a trilha do vídeo “Um pouquinho de Brasil”, utilizado nas aberturas das cerimônias vinculadas ao Censo 2010. Como regente atua à frente, além do Coral do IBGE, do Coral Cênico da Escola Técnica Estadual de Teatro Martins Pena, e do Coral do ON/MAST – Observatório nacional e Museu de Astronomia, dentre outros grupos, tendo regido estes grupos em importantes espaços no Rio de Janeiro e outros estados do país. É coordenador de Iniciação Musical do Programa Aprendiz - música nas escolas, da Prefeitura de Niterói, tendo regido a orquestra do APRENDIZ, com 170 integrantes, na inauguração do Teatro Popular de Niterói, em cujo repertório contava, em sua maioria, arranjos seus. Como docente já lecionou na Escola de Música Villa-Lobos e atualmente é professor da Escola Superior de Música da UCAM-NF e da Escola Técnica Estadual de Teatro Martins Pena. Esteve à frente da direção musical e preparação do canto em vários espetáculos teatrais no Brasil.

Release do Coral:

O Coral do IBGE foi criado no final da década de 1970 com o objetivo de proporcionar lazer e cultura aos ibgeanos (ativos e aposentados), bem como representar a instituição em eventos externos e em atividades culturais. Ao longo desses anos, o grupo vem se apresentando em encontros de corais, missas, concertos, comemorações e em eventos realizados no IBGE e em outros locais. Dessa forma, o Coral do IBGE vem contribuindo para o fortalecimento da imagem do Instituto junto à comunidade externa e para o reforço dos laços do corpo funcional com a instituição. Os ensaios são realizados com regularidade em algumas unidades do IBGE no Rio de Janeiro. Cada encontro funciona como um momento para aperfeiçoar o canto e ao mesmo tempo estar com os amigos. O repertório do Coral do IBGE mescla o erudito com o popular. Para a alegria dos ibgeanos, é cada vez mais freqüente encontrar um espaço reservado para o Coral do IBGE nos principais eventos da Instituição. O coro também vem buscando se apresentar, sempre que possível, em eventos externos, o que demonstra um interesse cada vez maior em levar a voz dos coristas (e do IBGE) para todos os cantos do País – bem ao estilo do Instituto que para retratar o Brasil percorre todos os recantos do nosso território, sem desafinar.

Foto

Coral do MDC-MG - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Maestro Júlio Cesar Faria

Maestro Júlio Cesar Faria. Graduou-se em Regência e Violoncelo pela Universidade Federal de Minas Gerais. Tendo atuado como regente da Orquestra Jovem Escola de Música da UFMG e a Orquestra Experimental do Conservatório de Varginha aonde foi professor de violino e violoncelo e dos corais Vozes de Minas dos Correios, APPE Esmeraldas, Coral Juvenil e Infanto-Juvenil do Colégio Dom Silvério, Coral Voar da Infraero. Atualmente além do Comunicanto rege o Coral da Igreja Santissima Trindade BH e Coral e Grupo Instrumental do Movimento das donas de Casa e Consumidores de MG e ministra aulas de musica.

Release do Coral:

Fundado em 1998 e formado por 30 associados do Movimento das Donas de Casa e Consumidores de MG o Coral do MDC-MG, se propõe a divulgar a arte da música vocal, importante tradição do povo mineiro. O Coral é um instrumento de desenvolvimento artístico para os Associados e tambem um ponto de encontro. O repertório escolhido em conjunto transmite a arte e as tradições de Minas e do Brasil. O Coral se apresenta nos eventos do MDC-MG e também em Escolas, Faculdades, Encontros de Corais e Projetos Sociais. E é aberto a todas as pessoas.

Foto

Coral do Ministério Público - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Cristina Maria Miranda Bello

CURRICULUM VITAE Dados Pessoais: ? Nome: Cristina Maria Miranda Bello ? Data de Nascimento: 09/06/1966 ? Nacionalidade: Brasileira Formação Acadêmica: ? Graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Minas Gerais, com bacharelado em Microbiologia. ? Mestre em Ciências, pela Universidade Federal de Minas Gerais, com ênfase na área de Microbiologia. Formação Musical: ? Curso de Iniciação e Formação Musical, pela Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais. ? Curso de Percepção Musical, pela Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais. ? Aulas de piano, Canto, Teoria Musical e Solfejo, no período de 1985 a 1992, com a professora Elvira Bracher Prates. ? Aulas de Canto com a contralto e professora de Canto e Técnica vocal da Escola de Música da UFMG, Vânia Soares, no período de 1988 a 1995. ? Aulas de canto com o barítono e ator José Carlos Leal, no período de 1997 a 2000. Atuação em Atividades Musicais: ? Cantora e solista do Grupo de Seresta “Reminiscências”. ? Coralista estagiária do Coral “ Ars Nova”, da UFMG. Classificação: Soprano Dramático. Regência da Maestrina Ângela Pinto Coellho. ? Coralista efetiva e chefe do nipe soprano do coral “ASSEFAZ”, dos servidores do Ministério da Fazenda. Regência da Maetrina Ângela Pinto Coelho. ? Participação na Ópera Aída, de G. Verdi (coral ASSEFAZ). ? Participação na Missa em si bernol, de L. F. Beethoven (coral Ars Nova). ? Participação na Missa da Coroação, de Mozart (coral ASSEFAZ). ? Lançamento do CD “OUTONO EM CANTO”, do Coral Alegria de Cantar, em março de 2002, no Espaço Cultural do CREA/MG. Responsabilidade: Regência, arranjos e escolha do repertório. Atuação Profissional: ? Professora Substituta de Microbiologia, concursada, no Departamento de Microbiologia da Universidade Federal de Minas Gerais, no período de 1993 a 1996. ? Professora de Microbiologia, Responsável pela Microbiologia Médica da Faculdade de Medicina de Barbacena, desde 1995. ? Professora de Microbiologia da Faculdade de Medicina de Ipatinga, no período de 1999 a 2001. ? Regente do Coral “ Minas em Melodia”, no período de 1995 a 1998. ? Regente do Coral “Alegria de Cantar”, do Clube da Melhor Idade Bem Viver, desde 1998. ? Regente do “Coral dos Servidores da Procuradoria-Geral de Justiça do Ministério Público de Minas Gerais”, desde 1996.

Release do Coral:

O Coral do Ministério Público de Minas Gerais iniciou suas atividades em 31 de maio de 1995, a partir de uma idéia da servidora Maria Trindade Pinto, ao organizar a missa anual de Páscoa, e pela iniciativa do servidor Manoel Perdigão Bello, que tinha, já, grande experiência em canto coral. Apesar da maioria dos integrantes não possuir conhecimento musical, o esforço, a boa vontade e dedicação dos mesmos, sob a regência da maestrina Cristina Maria Miranda Bello, fez com que o primeiro evento - a Missa da Páscoa da Procuradoria-Geral de Justiça, celebrada pelo Revmo. Frei Alexandre Fernandes da Paróquia Santo Agostinho - fosse um sucesso. Isso serviu como estímulo para que o grupo buscasse, através de patrocínios, as condições necessárias à manutenção do Coral. Dessa forma, o Coral seguiu adiante em suas atividades, sempre com o objetivo de representar o Ministério Público em eventos oficiais e culturais, participando de atividades comemorativas e promovendo a integração dos servidores. Durante todo esse tempo, é importante destacar o apoio essencial oferecido pela Administração Superior do Ministério Público através da liberação dos servidores e cessão de espaço para os ensaios e apresentações. Nesses 15 anos, além das muitas apresentações locais, destacam-se as passagens feitas pelo interior do Estado, atendendo a solicitações de Promotores de Justiça e a convite de Prefeitos em cidades como Lagoa da Prata, Oliveira e Carmópolis de Minas. Recentemente, o Coral do MPMG se apresentou em evento organizado pela Procuradoria-Geral de Justiça, para entrega do Grande Colar do Mérito ao então Governador Aécio Neves nas comemorações da Semana do Ministério Público. Apresentou-se na Câmara Municipal de Belo Horizonte, no Encontro de Corais de Órgãos Públicos (na Assembléia Legislativa de Minas Gerais) e, ainda, no evento Quatro Cantos Coral na Praça, organizado pelo BDMG. O repertório é eclético, com músicas escolhidas entre os diferentes gêneros, incluindo clássicas, religiosas, populares e folclóricas. Também o corpo de coralistas é diversificado e flutuante, composto, hoje, por vinte integrantes entre servidores efetivos e terceirizados, aposentados e da ativa e, também, por um promotor de Justiça.

Foto

Coral do Projeto Mil’Tons - Pedro Leopoldo/Minas Gerais

Foto

Regente: Ilcenara Klem Fernandes Serafim

Ilcenara Klem Fernandes Serafim é Bacharel em regência pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e Especialista em Educação Musical pela mesma universidade. Possui o curso técnico de piano pelo Conservatório Estadual de Música Lorenzo Fernandes em Montes Claros. Trabalhou como regente dos corais infantis do Centro de Musicalização Infantil da UFMG, do coral infanto-juvenil do Palácio das Artes, e dos Corais Meninos Cantores Amadeus e do Jubileu do Sistema de Ensino Arquidiocesano em Belo Horizonte, entre outros. Atualmente é regente do Coral Anos Dourados do grupo da Terceira Idade, bem como do Coral do Projeto Mil’ Tons, ambos de Pedro Leopoldo. É casada com o trompetista Claudiomarcus Serafim e mãe de Daniel e João Fernandes Serafim.

Release do Coral:

O Coral do Projeto Mil’Tons existe a 4 anos e tem como principal tarefa, musicalizar os alunos do projeto através da atividade coral. Desde sua criação vem se destacando no cenário da música coral Pedroleopoldense com repertório rico e variado. Participou ativamente das manifestações culturais do projeto cantando juntamente com a banda sinfônica da Universidade do Estado, além de participar das edições passadas do Festival Internacional de Corais em Belo Horizonte.

Foto

Coral do Tribunal de Justiça do Estado do Amapá - Macapá/Amapá

Foto

Regente: Leandra Lucia Valério Pinto

A regente Leandra Lucia Valério Pinto, natural de Vila Velha no Espírito Santo, iniciou seus estudos em música aos 14 anos de idade no instrumento Orgão, e desde então, tem a sua vida envolvida com a arte musical. Fez o curso técnico profissionalizante em canto (linha de formação - Canto Lírico), é Bacharel em Musica Sacra, Licenciada em Letras e Pós-graduada em Metodologia do Ensino da Música. Atuou com professora de órgão, flauta-doce, como regente em diversos corais de igrejas, como regente estagiário no Projeto social “Grande Coro de Natal” em Recife, como regente substituto da Empresa Santista em Guararapes Pernambuco. Atualmente em Macapá, é professora e regente de coros no Centro de Educação Profissional em Música Walkíria Lima, e regente do Coral do Tribunal de Justiça do Estado do Amapá.

Release do Coral:

O Coral do Tribunal de Justiça do Estado do Amapá, foi criado em 30 de junho de 1995 é composto serventuários da Justiça do Amapá e colaboradores. O coral se apresenta em diversos lugares, orgãos públicos, entidades privadas e particulares. Participou do FEMACO (Festival Maranhense de Coros na cidade de São Luiz), se apresentando em diversos locais daquele Estado. Em Fortaleza se apresentaram no Tribunal de Justiça do Ceará, em escolas, igrejas e no Centro Cultural Dragão do Mar. Em 2005 se apresentou com a Camerata Musicale da Alemanha. Quando completou dez anos de criação, o Coral/TJAP realizou um concerto no Teatro das Bacabeiras. Desde 2000 realiza a Cantata Natalina denominada "Acender das Luzes" que já uma tradição no Estado do Amapá e reune um público de aproximadamente 2 mil pessoas. Em 2011 e 2012 realizou o projeto "Folcloreando" que é um espetáculo com músicas folclóricas e populares brasileiras. Por tudo isso, o Coral do Tribunal de Justiça do Estado do Amapá é sinônimo de persistencia e paixão pela arte do Canto Coral.

Foto

Coral do TRT Rio - Rio de Janeiro/Rio de Janeiro

Foto

Regente: Andre Protasio

Andre Protasio, regente do Coral do TRT Rio, é um dos cantores/arranjadores do premiado sexteto a cappella BR6, que este ano lança seu quarto CD. Assina a direção musical do quinteto feminino “Mulheres de Hollanda”. Rege também o Coro da Ladeira e o Coral da Fundação Roberto Marinho. Leciona Design Sonoro na Escola de Arte e Tecnologia Oi Kabum do Rio de Janeiro e nos cursos de Graduação e Pós-graduação em Design do SENAC. É mestre em Musicologia pela UNIRIO, onde defendeu uma dissertação sobre arranjo coral brasileiro.

Release do Coral:

O Coral do Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro - TRT 1ª Região - foi formado por um grupo de servidores em setembro de 2010 com o objetivo de promover integração, qualidade de vida e desenvolvimento sociocultural na instituição, sendo vinculado à Comissão de Responsabilidade Socioambiental do Tribunal e tendo como um dos patrocinadores a Associação dos Servidores da Justiça do Trabalho. Em quase três anos de existência o grupo já esteve representando o TRT em encontros de corais em diversos tribunais do Estado do Rio de Janeiro como o TJ e o TRF, no Festival de Corais de Conservatória e em eventos internos e externos da instituição, além de promover anualmente um encontro de corais visando a formação de público para o canto coral, sendo que o último aconteceu na Sala Funarte Sidney Miller. Seu repertório inclui algumas das mais lindas canções da MPB e do folclore do Brasil e do mundo.

Foto

Coral do TST/CAPES - Brasília/Distrito Federal

Foto

Regente: Carlos Ilha

O Maestro Carlos Ilha, além de formado em Direito, com Pós-Graduação em Direito Público. graduou-se com o título de Bacharel em Composição Musical e Regência pelo Departamento de Música da Universidade de Brasília (UnB). É autor do livro “Música, uma formação para a vida". Possui formação musical ampla e eclética: estuda violino, piano erudito, orquestração e arranjo com especialização em coro polifônico. Detém vasta experiência, tendo formado diversos grupos, profissionais e amadores, com desenvolvimento de amplo repertório para o gênero.

Release do Coral:

Os Corais do TST e da CAPES atuam em conjunto desde 2005. A união de tantos talentos, amadores em sua maioria, gerou resultados surpreendentes. O grupo vem realizando, desde sua estreia, muitas apresentações nas quais tem exibido seu alto padrão musical. Já foram realizados cinco Concertos de gala inesquecíveis (o primeiro em 2005, o segundo em 2007, o terceiro em 2009, o quarto em 2010 e o quinto em 2012) cheios de emoção e lirismo, criatividade e diversidade musical.

Foto

Coral do Visconde - Resende/Rio de Janeiro

Foto

Regente: Márcia Patrocínio

Márcia Patrocínio estudou Educação Artística/Educação Musical, na Faculdade de Artes Dulcina de Morais, da Fundação Brasileira de Teatro, em Brasília, DF, onde também realizou Pós-Graduação em Linguagens Artísticas e Educação. Trabalhou na rede pública do DF como professora de Educação Musical e como cantora no Madrigal de Brasília. Trabalhou também na rede particular como arte-educadora, por 16 anos. Atualmente mora em Visconde de Mauá - RJ/MG, onde criou o Coral do Visconde (há quase 10 anos), e também o Centro Cultural Visconde de Mauá (há 9 anos). Espaço cultural alternativo que abriga a produção artística-cultural da região de Visconde de Mauá, RJ/MG, Serra da Mantiqueira, e que hoje é Ponto de Cultura e Ponto de Leitura.

Release do Coral:

O Coral do Visconde iniciou seus trabalhos no dia 1o outubro de 2003, sob a direção musical da arte-educadora Márcia Patrocínio, com a proposta de cantar música coral de todos os períodos e culturas, dando ênfase aos arranjos de música popular brasileira. Desde então, vem se apresentando em diversas atividades culturais em Visconde de Mauá e outras localidades, sem nunca ter interrompido sua atividade musical nesses nove anos, tornando-se uma referência musical-cultural em nossa região. Destacamos aqui as principais realizações do Grupo: • Dois Encontros de Corais em Cruzeiro – SP (VI - 2004 e VII - 2005); • I Encontro de Corais de Resende – RJ (2005) • Realizou, em parceria com o Centro Cultural Visconde de Mauá, quatro Encontros de Corais em nossa região (I - 2005, II - 2006, III - 2007 e IV - 2012); • I Encontro de Coros Natalinos de Itatiaia - RJ (2005); • Cantou nas comemorações dos 20 anos de criação da APA – Serra da Mantiqueira (Itamonte – MG – 2005), e também dos 25 anos (Passa Quatro – MG – 2010), a convite do Chefe da APA na ocasião, Clarismundo Benfica; • VII Encontro de Corais Sol Nascente - Pinheiral – RJ (2006); • IV Encontro de Corais de Conservatória – RJ (2008); • Participou do documentário longa metragem “Caminhos da Mantiqueira”, do cineasta Galileu Garcia Júnior (filmado em 2010 e lançado oficialmente em setembro de 2011); • Abriu a exposição “O Papel das Vilas – arte em papel botânico artesanal”, com trabalhos de 60 artistas plásticos da região de Visconde de Mauá, no Jardim Botânico do Rio de Janeiro – RJ (2010); • Abriu a exposição “Nós de Resende”, no Museu de Arte Moderna de Resende – RJ (2011); • Participou do Projeto “Câmara Cultural”, promovido pela Câmara dos Vereadores de Resende – RJ (2011); • XIX Encontro de Corais da Escola Corcovado – Rio de Janeiro – RJ (2011); • V Ilhabela em Canto - Encontro de Corais de Ilhabela – SP (2011) • Participou do Sarau Ambiental, promovido pela Prefeitura Municipal de Itatiaia, em Maromba, (2011 e 2012); • Cantou, durante a liturgia, na Missa que comemorou os 100 anos da Igreja de São Sebastião, na vila de Visconde de Mauá (2012); • Participou das comemorações do aniversário de 211 anos da cidade de Resende – RJ, na 45ª Exapicor – (2012); • Recebeu o “Prêmio de Cultura Macedo Miranda – 2012”, na categoria música. O prêmio é oferecido pela Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda, da Prefeitura Municipal de Resende – RJ; • Viagem a Argentina, de 4 a 12 de novembro de 2012, onde realizou concertos no “Notorius”, em Buenos Aires e também no ”XXIV Cantapueplo – Festa Coral de America”, na cidade de Mendoza. Em 2006 o Coral organizou um concerto beneficente, convocando todos os músicos locais a se apresentarem na antiga resfriadeira de leite. Todo o dinheiro arrecadado foi destinado à Igreja de São Sebastião, para obras de troca do forro. O Coral do Visconde marca presença nas escolas da região de Visconde de Mauá, realizando constantemente concertos didáticos, levando à comunidade escolar localizada na zona rural, a riqueza da música mundial. Esse projeto continuará em 2013, estendendo-se às escolas de Resende, Itatiaia e arredores, e também do município de Bocaina de Minas (MG). O Grupo acaba de iniciar o projeto “Música Sacra nas Igrejas e Capelas da Região de Visconde de Mauá”. Já foram realizados três concertos. Esse projeto continuará em 2013, estendendo-se às igrejas de Resende, Itatiaia e arredores, e também do município de Bocaina de Minas (MG).

Foto

Coral dos Alunos do Colégio Padre Eustáquio - Belo Horizonte/MG

Foto

Regente: Vivian Assis

Vivian Assis é Mestre em Música e Bacharel em Regência pela Universidade Federal de Minas Gerais. Participou de seminários e oficinas, estudando regência com Carlos Alberto Pinto da Fonseca, Mogens Dahl, Bob Chilcott, Janet Galván, Henry Leck, Lincoln Andrade, Rodney Eichenberger, Iara Fricke Matte e Sílvio Viegas. Vivian atua profissionalmente como maestrina desde 1998, quando começou a reger corais comunitários e de extensão universitária. Dedica-se à formação de cantores juvenis e, atualmente, trabalha com o Coral do Colégio Padre Eustáquio, com o Coral do Projeto Cariúnas e Coral da Imprensa Oficial. É professora efetivada do Centro de Formação Artística da Fundação Clóvis Salgado – CEFAR e regente assistente do Coral Lírico de Minas Gerais.

Release do Coral:

O Coral dos Alunos do Colégio Padre Eustáquio foi criado em abril de 2001. Atualmente, o coro tem 40 componentes que se dividem em dois grupos: um infantil (de 8 a 11 anos) e um juvenil (de 11 a 17 anos). O seu repertório é composto de diversos gêneros da música brasileira e internacional. O Coral tem se apresentado em atividades desenvolvidas pelo Colégio como festas, missas, formaturas, bem como de eventos externos. Ao longo de sua trajetória, já se apresentou: no "Quatro Cantos“ do BDMG – Cultural, no PIC – Pampulha Iate Clube, no XIV Encontro Anual da ABEM – Associação Brasileira de Educação Musical, no IIIº Festival de Corais promovido pela Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, no Minas Cantat – Festival de Corais promovidos pela FEMICOR – Federação Mineira de Corais, na Vila dos Sonhos da Coca-cola, no Minas Shopping, no Big Shopping e em várias edições do FIC - Festival Internacional de Corais de Belo Horizonte. Desde abril de 2011, o Coral é regido pela maestrina Vivian Assis.

Foto

Coral dos Correios - - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Maestro Sérgio Antônio Canedo - / 9982-6506

É graduado em composição e regência pela Escola de Música da U.F.M.G., sendo seus mestres C. Guerra-Peixe e o Maestro David Machado. Estudou com Oiliam Lanna, Koelreutter, Dante Grela, Eduardo Bértola e Carlos Alberto Pinto Fonseca, entre outros. Já dirigiu diversos corais (Minas Tênis Clube, M.A.I., Vale do Rio Doce, USIMINAS -Ipatinga, UNIMED-BH, etc) e à frente de importantes orquestras. É doutor em literatura e música medievais, tratando de Afonso X e suas Cantigas de Santa Maria. É professor da Escola de Música da Universidade do Estado de Minas Gerais. OBS.: procuraremos enviar foto mais recente nos próximos dias.

Release do Coral:

Coral fundado em fevereiro de 1993 sob a regência da Maestrina Ângela Pinto Coelho. Em março de 1994 o coral viaja para participar do II Encontro Nacional de Corais da ECT, realizado em Brasília/DF, quando foi convidado pelo Palácio da Alvorada para apresentar-se ao Presidente da República, o Sr. Itamar Franco. Entre 95-97, já sob a regência do Maestro Paulo Gomes, participou de encontros e festivais, com destaque para Curitiba, Brasília, Fortaleza e em especial o concerto em homenagem aos 300 anos de Mariana. É em 1998, quando o dirigia o Maestro Júlio César Faria, que iniciam-se as participações do "Vozes de Minas no Festcoros – Juiz de Fora. Desde 1999, é regido pelo Maestro Dr. Sérgio Antônio Canedo, apresentando-se sempre em diversos eventos, encontros e festivais, com destacada participação em São Lourenço, no Festcoros, Minascantat, painel SESIMINAS, no Festival Nacional de Betim e no FIC de Belo Horizonte, entre outros. Em 2012, um grupo advindo do Coral e denominado “Vozes de Minas”, apresentou-se com sucesso no V Festival Internacional de Coros de Câmera do Instituto Mexiquense de Cultura, no México.

Foto

Coral dos Servidores da UFPR - Curitiba/Paraná

Foto

Regente: Luiz Fernando Melara

Maestro Melara como é conhecido, natural de Curitiba, pianista, compositor e regente graduado em piano pela Escola de Música de Belas Artes do Paraná. Pós-graduado em Arte-Educação pela faculdade de Artes do Paraná e Bacharel em Direito pela UFPR. Participou de inúmeras apresentações em Curitiba, como pianista do Coro da UFPR, Regente do Coral da Universidade Tuiuti, e do Coral dos Servidores da UFPR , regente fundador do Coral da Univille em Joinville onde atuou por 23 anos consecutivos e do Coral da Sociedade Cultura Artística de Jaraguá do Sul -SC. Prof° na Escola de Belas Artes do Paraná, Prof° e Diretor da Escola de Música "Villa-Lobos" em Joinville-SC,Compositor das obras para piano como: "Ludus (1978) "Três Peças Breves (1981),"Chopiniana (mazurca) (1989) e "Valsa (1995)" alcançando uma produção de 26 peças corais sendo 10 natalinas. Atuou como regente em festivais nacionais e internacionais em inúmeras cidades brasileiras. Em 1989 e 1990 participou de encontros e seminários nas cidades de Langenhagen e Solingen na Alemanha. Sua "Epigrafes" foi publicada pela Editora da UFPR no livro "Madrigais Paranaenses".

Release do Coral:

O Coral dos Servidores da UFPR, fundado em abril do ano 2000, iniciou apenas com vozes femininas sendo: soprano, meio soprano e contralto. Hoje o grupo está composto por quatro vozes: soprano, contralto, tenor e baixo. Participou de várias apresentações e encontros de corais em Curitiba e em outras cidades e estados brasileiros. Sua última participação foi para formar a trilha sonora do filme "Gonzaga de Pai pra Filho".

Foto

Coral Encanto - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Waniaceli Francisca dos Santos Dias

Waniaceli Dias nasceu em Diamantina, MG e começou a estudar música aos sete anos de idade, aprendendo o piano. Desde então, procurou estar sempre aprimorando sua formação musical em escolas de música de Belo Horizonte. Desta forma, aprendeu a tocar também o teclado, o violão e estudou técnica vocal. Licenciada em música pelo Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix e especialista em Educação Musical pela UFMG é hoje sócia-proprietária de uma escola de música em Belo Horizonte (IBEMD – Escola de Música), com 20 anos de atuação e que possui duas unidades: a matriz, no Bairro Caiçara e a filial no Bairro Buritis. É a responsável pela formação do coral Encanto e atua junto dele desde a sua fundação em 2010.

Release do Coral:

O Coral Encanto é um coral formado por alunos do ensino fundamental do Instituto Educacional Lenoir. Fundado em 2010, fruto das experiências das crianças com as aulas de Musicalização presentes na grade curricular da Escola. O coral se apresenta em todas as festividades da escola, festividades promovidas pelo SESC-MG (Unidades no Carlos Prates, Padre Eustáquio e Centro) e em diversos eventos aos quais são convidados. Apresentam um repertório diversificado que vai desde canções infantis a músicas de compositores como Gonzaguinha, Luís Gonzaga, Djavan, Lulu Santos, entre outros. As crianças que compõem o coral têm uma faixa etária compreendida entre 6 e 9 anos.

Foto

Coral Encantos da Ases e Asmpf - Brasilia/DF

Foto

Regente: Rosana Abrantes

Rosana Abrantes formou-se em Licenciatura em Música pela UnB e adquiriu experiência atuando no Curso de Regência pela mesma Universidade. Atualmente exerce a função de regente dos seguintes grupos: Coral Encantos (Serpro/PGR), Coral Da ASMPF e atua também como professora de Música ministrando cursos de Teclado.

Release do Coral:

O Coral Encantos foi criado a partir da junção de dois grupos que se iniciaram em duas empresas diferentes o Serpro e a Procuradoria da Republica. Para completar os elementos que faltavam em um ou outro grupo, sempre se apresentavam juntos. Sob a regência de Rosana Abrantes, o coral Encantos já participou de alguns encontros de coros, dentre eles o Sescoral (Brasília - 2007), Encontros de Coros de Empresas e Órgãos Públicos do DF (Brasília - 2007), Encontros de Coros do Projeto Quatro Cantos – Coral na Praça, realizado na Praça da Liberdade em Belo Horizonte (2005 e 2007), FIC 2008 e 2009, ENCOA de Anápolis. O grupo participa periodicamente dos eventos comemorativos que ocorrem dentro das Empresas que o subsidiam, tais como: Feiras de Saúde, Projeto Geração III, Projetos sobre Qualidade de Vida, homenagens às mães e pais das Empresas e festas de final de ano. Neste ano também levou a alegria de cantar e algum material de higiene arrecadado entre os servidores do Serpro e PGR aos doentes do Hospital Regional da Asa Norte – HRAN.

Foto

Coral Esperanto - Santa Luzia/MG

Foto

Regente: Otávio Marinho Nascimento

- Graduado em música com habilitação em trompa pela Universidade Federal de Minas Gerais. - Durante os estudos acadêmicos participou de vários festivais de música, como Femusc. Iniciou seus estudos musicais na Banda de Música Euterpe Santa Luzia de Caetanópolis-MG aos quinze anos de idade, com o renomado maestro Valdomi Carneiro do Nascimento, ex - maestro da também renomada banda do CIAAR da Força Aérea Brasileira em Belo Horizonte. - Durante todo o curso acadêmico participou da Orquestra Sinfônica da UFMG. - Também é músico popular, autodidata, em violão, bateria e cantor popular, além de integrante do grupo de música regional e sertaneja raiz que se chama “Amigos da Viola”, grupo este que foi campeão do primeiro e segundo Festivais da Canção de Caetanópolis, no Festival Cultural Clara Nunes (2007 e 2008), e campeão do primeiro festival de violeiros de Betim (2010). - Como professor atuou ministrando aulas no projeto Cariunas, através de parceria com à Universidade Federal de Minas Gerais e professor particular. -- Atualmente é professor de música no Projeto Arte para Vida e regente do Coral Esperanto, em Santa Luzia-MG.

Release do Coral:

Coral Esperanto Fundado em 3 de março de 2005, onde em uma votação os seus membros escolheram este nome em meio a vários outros, O Coral Esperanto é um seguimento do Projeto Arte Para a Vida, idealizado e coordenado pelo Professor Aramis Silva, com a atual regência do Professor Otávio Marinho Nascimento, e tem como participantes os alunos da Escola Municipal Dona Quita, Escola Municipal Luisa Rosália e Escola Municipal Ceçota Diniz, da cidade de Santa Luzia- MG. Durante estes anos de existência cerca de 400 jovens passaram pelo coral e alguns permanecem desde a sua fundação. O coral fez inúmeras apresentações durante estes anos, abrindo vários eventos da Secretaria de Educação de Santa Luzia e também em aberturas de eventos de outras secretarias municipais e estaduais, apresentou-se em diversas escolas em eventos diferenciados para milhares de alunos e também fez a abertura do IV Congresso Internacional de Educação realizado no grande teatro do Minas Centro em 2007, participou de um grande coral no Dia de Minas na Praça da Liberdade em 2011, participou do Show de Marcos Viana e Sagrado Coração da Terra em Pedro Leopoldo em 2012 e dos Festivais Internacionais de Coral de BH em 2011 e 2012 .

Foto

Coral Espírita João Cabete - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Sônia Maria Sanches

Iniciou os estudos de música aos 06 anos, tocando piano, e com 10 começou a cantar em coral. Participa da Oficina Coral, com o maestro Marcio Miranda Pontes, há um ano e meio. Foi integrante do Coral Newton Paiva durante 15 anos, cantando no naipe de contraltos, e regente auxiliar da maestrina Maria do Carmo Câmpara. Participou, também, do Coral Scheilla, por 09 anos, como contralto e regente auxiliar do maestro Luiz Aguiar. Foi maestrina titular do Coral Irmão Agnelo, do Grupo Espírita Antonio Barbosa Chaves. Há 5 anos é maestrina titular do Coral João Cabete, do Grupo de Fraternidade Espírita Irmã Scheilla.

Release do Coral:

O Coral Espírita João Cabete foi fundado em 1996, com sede à Rua Aquiles Lobo, 52, no Bairro Floresta, Belo Horizonte, capital do Estado de Minas Gerais, filiado ao Grupo da Fraternidade Espírita Irmã Scheilla. É uma associação civil de caráter sócio cultural, sem fins lucrativos, que tem como objetivo a prática desinteressada da beneficência, através da música, realizando apresentações semanais na fraternidade espírita a qual está filiado e eventualmente em outros grupos espíritas ou não, na região metropolitana de Belo Horizonte. Participa também, de outras atividades tais como: • Apresentações mensais no Hospital Felício Rocho; • Participação nos encontros de Corais Espíritas de Sabará nos exercícios de 2010, 2011 e 2012 (em 2013 ocorrerá no mês de agosto); • Participação na 2ª Semana Espírita de Belo Horizonte, realizada no período de 21 a 30/05/2010 no auditório do Colégio Monte Calvário, em comemoração ao centenário de Francisco Cândido Xavier. Atualmente, o Coral Espírita João Cabete, é formado por um corpo de 30 coralistas: • 14 sopranos; • 5 contraltos, • 7 baixos • 4 tenores. A regência é exercida pela maestrina Sônia Maria Sanches.

Foto

Coral FAME - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Cristina Maria Miranda Bello

Nascida em 09 de junho de 1966, natural de Belo Horizonte, Minas Gerais, Cristina Bello graduou-se em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Minas Gerais, com bacharelado em Microbiologia, e Mestre em Ciências, pela mesma instituição, com ênfase na área de Microbiologia. Exerce a profissão de professora universitária desde 1933. É musicista desde criança, e teve o privilégio de nascer em uma família extremamente musical. Em sua formação musical destaca-se: _ Curso de Iniciação e Formação Musical, pela Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerias. _ Curso de Percepção Musical, pela Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerias. Classe da professora Maria Amélia Martins. _ Aulas de piano, canto, teoria musical e solfejo, no período de 1985 a 1992, com a professora Elvira Bracher Prates. _ Aulas de canto com a contralto e professora de canto e técnica vocal da Escola de Música da UFMG, Vânia Soares, no período de 1988 a 1995. _ Aulas de canto com o barítono e ator José Carlos Leal, no período de 1997 a 200. Atuação em atividades musicais: _ Cantora e solista do Grupo de Seresta “Reminiscências”. _ Coralista estagiária do Coral Ars Nova, da UFMG. Classificação: Soprano dramático. Regência do maestro Carlos Alberto Pinto Fonseca. _ Coralista efetiva do Coral da Escola de Música da UFMG. Classificação: Soprano dramático. Regência da maestrina Ângela Pinto Coelho. _ Coralista efetiva e chefe de naipe de sopranos do Coral ASSEFAZ, dos servidores do Ministério da Fazenda. Regência da maestrina Ângela Pinto Coelho. _ Participação na Ópera Aida, de G. Verdi (Coral ASSEFAZ). _ Participação na Missa em si bemol, de L. F. Beethoven (Coral Ars Nova). _ Participação na Missa da Coroação, de Mozart (Coral ASSEFAZ). _ Lançamento do CD “Outono em Canto”, do Coral Alegria de Cantar, em março de 2002, no Espaço Cultural do CREA/MG. Responsabilidade: Regência, arranjos e escolha do repertório. Atuação profissional: _ Professora substituta de Microbiologia, concursada, no Departamento de Microbiologia da Universidade Federal de Minas Gerais, no período de 1993 a 1996. _ Professora de Microbiologia, responsável pela Microbiologia Médica na Faculdade de Medicina de Barbacena, desde 1995. _ Professora de Microbiologia da Faculdade de Medicina de Ipatinga, no período de 1999 a 2001. _ Regente do Coral Minas em Melodia, no período de 1995 a 1998. _ Regente do Coral Alegria de Cantar, do Clube da Melhor Idade Bem Viver, desde 1998. _ Regente do Coral do Ministério Público do Estado de Minas Gerais, desde 1996. _ Regente do Coral FAME, da Faculdade de Medicina de Barbacena, desde 2010.

Release do Coral:

O Coral da Faculdade de Medicina de Barbacena (FAME) foi criado em 2010, sob a coordenação e regência de Cristina Maria Miranda Bello. O Coral FAME faz parte de um Projeto de Extensão da Faculdade de Medicina de Barbacena e tem como objetivo a integração da comunidade acadêmica (alunos, professores e funcionários) entre si e com a sociedade e comunidade leiga da cidade de Barbacena. Desde a sua criação o coral tem participado de vários eventos institucionais como aberturas de fóruns científicos locais e regionais, além de apresentações natalinas na própria faculdade e em eventos da cidade nos finais de ano. Como parte do projeto de extensão o coral tem também participado de apresentações em hospitais de Barbacena, proporcionando aos funcionários, pacientes e acompanhantes, momentos de alegria, prazer e intensas emoções. A possibilidade de crescimento e intercambio cultural tem motivado de forma significativa os integrantes do Coral FAME, que aguardam, com muita ansiedade, a oportunidade de participarem de um evento grandioso e que tem a importância de congregar corais e comunidades variadas em torno da boa música.

Foto

Coral FUMEC - Belo Horizonte/MG

Foto

Regente: João di Souza

Maestro João Di Souza é formado em Canto pela UFMG. Como regente já esteve à frente dos Corais dos funcionários da Escola de Música e da Faculdade de Engenharia, ambos da UFMG, assim como regeu os Corais do EJA e dos Pais de alunos e Funcionários do Colégio Marista de BH. Desde 2011 rege o Coral da Universidade FUMEC.

Release do Coral:

O Coral da Universidade FUMEC existe há 10 anos. Em 2011 o Coro se reorganizou, agora sob a regência do maestro JOÃO DI SOUZA, e vem se apresentando em diversos eventos dentro e fora da Universidade FUMEC. Com um repertório variado, misturando MPB e música erudita, o grupo recebe vários elogios onde se apresenta. Formado por alunos, professores e funcionários da Universidade FUMEC, hoje com um grupo de aproximadamente 30 coralistas, recebe também membros da comunidade externa.

Foto

Coral G-DECC - Curaçá/Bahia

Foto

Regente: Dimael Barbosa dos Santos

Dimael Barbosa dos Santos, Arte-educador, músico, dançarino, Coreografo, Estudante de Música pela Universidade Federal do Piauí, Coordenador do Ponto de Cultura TransformArte, com grande experiência na área das artes, música, dança, cultura e canto coral, tendo cantado e coordenado vários coros na cidade.

Release do Coral:

O Coral G-DECC foi criado em Outubro de 2007 pela ASDECC (Associação de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Cidadania) em Comemoração ao Aniversário de 4 anos do Grupo de Dança Educativa Caminho da Cidadania G-DECC, grupo que desenvolve um trabalho social para crianças e adolescentes da Cidade de Curaçá utilizando a dança, o teatro e a música como ferramentas de ação social, sendo referência regional e tendo representado o estado e a região nordeste em todo país. O Coral G-DECC é composto por alunos do projeto que recebem aulas de dança, teatro, música, informática e audiovisual, daí surgem a principal característica e o diferencial do coral. A integração dessas expressões em suas apresentações. São músicas que recebem coreografias, percussão corporal, interpretação teatral entre outros elementos artísticos. O Coro é formado por 20 componentes e apresenta músicas do repertório popular brasileiro e nordestino tendo uma grande preocupação com o crescimento intelectual e artístico do público. O coro se apresenta nos principais eventos da cidade e da região recebendo aplausos e elogios por onde passa.

Foto

Coral GREMIG / CEMIG - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Luiz Flávio dos Santos

Pela regência de Luiz Flávio dos Santos, brasileiro, casado, músico, registrado na OMB sob o n° 11.049, residente e domiciliado na Rua :Vitório Magnavaca, 105/101, Bairro: Buritis, BH/MG. Saxofonista e Flautista, é um dos profissionais mais conceituados na área.

Release do Coral:

Criado pela Associação Recreativa e Cultural dos Empregados da Cemig, em 1972, o coral foi reativado em junho de 1991 pelo maestro Luiz Flávio dos Santos . possui um repertório bem brasileiro, resgatando cantigas do folclore de várias partes do país, interpretando também canções clássicas e sacras que revelaram o coral em muitos festivais, concertos, missas , solenidades, hospitais, asilos, albergues, entre outros. Os objetivos do coral são: estimular as aptidões musicais dos participantes e oferecer mais opção de lazer e cultura através de apresentações para o público em geral. Principais Eventos: Festival Nacional de corais de Empresas em são Lourenço( anos 2003,2004,2005,2006); Homenagem "Cinquentenário Cemig" pela Assembléia Legislativa de MG; vários outros eventos.

Foto

Coral IFMG-OP - Ouro Preto/Minas Gerais

Foto

Regente: Arlindo Leandro Gomes

Arlindo Leandro Gomes é licenciado em Música pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), com habilitação em canto lírico. Seu primeiro trabalho como regente foi à frente do Coral Infanto-Juvenil da “Sala Futura”, filiada da TV Futura (Fundação Roberto Marinho), em Ouro Preto – MG. Atuou como tenor solista e coralista em diversos grupos profissionais, dentre eles o Coral Lírico de Minas Gerais da Fundação Clóvis Salgado (“Palácio das Artes”), em Belo Horizonte-MG. Participou de gravações de CD ’s, com destaque para a Sinfonia nº. 9, em Ré Menor, Opus 125 de Ludwig Van Beethoven, junto ao coro e Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP), sob-regência de John Neschling, e também o CD “Ofício de Trevas II”, do “Padre José Maria Xavier”, com Orquestra e Coro dos Inconfidentes, sob-regência de Marcelo Ramos e edição musical do compositor mineiro Marcus Viana. Possui várias composições próprias populares e eruditas que já foram interpretadas por grandes corais e músicos. Atualmente é professor de canto e técnica Vocal no Curso Livre de Música da Universidade Federal de Viçosa (UFV), Viçosa-MG e regente dos corais: “Coral IFMG - Ouro Preto-MG”; “Coral Voix-là, do departamento de Letras da UFV-Viçosa-MG”, “Grupo Renascer Melhor Idade - Ouro Preto-MG, “Coral da Mata dos Palmitos-Santa Rita de Ouro Preto-MG” e “Coral Voix D’or da Aliança Francesa de Ouro Preto-MG”.

Release do Coral:

“O Coral do IFMG-OP” do Instituto Federal de Minas Gerais -Campus Ouro Preto- MG, foi formado em 2008. Sempre sob-regência de “Arlindo Leandro Gomes”, o grupo apresenta em seu repertório músicas populares, regionais e folclóricas de diversas épocas, abrindo espaço também para a música erudita. Das apresentações mais recentes, destacamos participação no “2° Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica” em Florianópolis-SC e no “13° Cantares/UFES 2012 em Vitória-ES”.

Foto

Coral Imprensa Oficial - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Vivian Assis

Vivian Assis é Mestre em Música e Bacharel em Regência pela Universidade Federal de Minas Gerais. Participou de seminários e oficinas, estudando regência com Carlos Alberto Pinto da Fonseca, Mogens Dahl, Bob Chilcott, Janet Galván, Henry Leck, Lincoln Andrade, Rodney Eichenberger, Iara Fricke Matte e Sílvio Viegas. Atua profissionalmente como maestrina desde 1998, quando começou a reger corais comunitários e de extensão universitária. Dedica-se à formação de cantores juvenis e, atualmente, trabalha o projeto social Cariúnas, além de atuar com corais de empresas e escolas na capital mineira. É professora do Centro de Formação Artística da Fundação Clóvis Salgado–Cefar, regente assistente do Coral Lírico de Minas Gerais.

Release do Coral:

O Coral Imprensa Oficial de Minas Gerais foi criado em dezembro de 1999, com o intuito de valorizar a vocação musical, oferecer uma oportunidade de estudo e de visão ampla da música, consolidando uma das competências da Autarquia de participar da difusão de uma das mais notáveis atividades culturais do Estado, o canto coral. Conta atualmente com 25 vozes, divididas em quatro naipes e é regido pela maestrina Vivian Assis. Possui repertório eclético de músicas populares e eruditas, merecendo destaque as apresentações de grandes peças em concertos e festivais. O Coral é a imprensa itinerante que atravessa fronteiras, marcando raízes de Minas.

Foto

Coral Infantil do Colégio Santo Antônio - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Eduardo Teixeira Mendes

Natural de Belo Horizonte, iniciou seus estudos em 2005, no Centro de Formação Artística do Palácio das Artes - CEFAR. Estudou violoncelo com os professores João Candido e José Maria, contrabaixo com o professor Hector Espiñosa e regência com o maestro Márcio Miranda. De 2007 a 2009 atuou como violoncelista na Orquestra Sinfônica Jovem do Palácio das Artes. Cursa bacharelado em Regência na Escola de Música da UFMG, sob orientação da maestrina Iara Fricke Matte e do maestro Lincoln Andrade. Estuda canto com a professora Luzia Antoniol e piano com o professor Mauricio Veloso. É Regente dos Corais do Colégio Santo Antônio e do coral da FALE.

Release do Coral:

O Coral Infantil do CSA é formado por alunos do Ensino Fundamental I do Colégio Santo Antônio (BH). Suas atividades tiveram início em 2002 e, desde então, o coral participa de apresentações internas do Colégio Santo Antônio (Encantos de Maio, Audição de Corais, Santo Antônio Faz Arte, Cantata de Natal) e externas (festivais e encontros de corais). O repertório é bastante diversificado, composto por músicas infantis, obras do folclore, da música popular brasileira e internacional. O Coral Infantil tem como preparadora vocal a cantora Luzia Antoniol e, como correpetidora, a pianista Sandra Maluf.

Foto

Coral Infantil Inhotim Encanto - Brumadinho/Minas Gerais

Foto

Regente: Marco Antônio Maia Drumond

O maestro Marco Antônio Maia Drumond iniciou os seus estudos musicais aos cinco anos de idade no curso de iniciação musical da Professora Célia Flores Nava. Aos seis anos iniciou os seus estudos de violino com o Prof. Gabor Buza. Graduou-se em Regência pela Universidade Federal de Minas Gerais e realizou curso de pós-graduação em Regência Sinfônica e Operística na Academia F. Chopin em Varsóvia. De volta ao Brasil realizou outro curso de pós-graduação em Educação Musical na UFMG e, desde então, desenvolve intensa atividade como regente e professor em Minas Gerais. Além de dirigir o Coral Infantil Inhotim Encanto, é também o Regente Titular da Orquestra de Câmara SESIMINAS, do Madrigal Renascentista, dos corais da PUC Vozes na Estada do DER. Dedica-se ainda ao magistério lecionando Artes na Escola Técnica de Formação Gerencial do SEBRAE.

Release do Coral:

O Coral Infantil Inhotim Encanto foi idealizado em abril de 2007 pelo Inhotim, numa iniciativa de integração que estimula o desenvolvimento cultural e social da região por meio de ações efetivas na comunidade. Seu objetivo é oferecer aos alunos das escolas da rede pública e privada de ensino do município, com faixa etária de 07 a 12 anos a possibilidade de formação musical por meio das atividades de canto/coral. Através da parceria com a fundação de arte Madrigal Renascentista de Belo Horizonte o coral conta com a atuação de três profissionais da organização (maestro, vocalista e coreógrafo) que ministram ás aulas, utilizando a música como ferramenta de inclusão social. Atualmente, 35 crianças participam das atividades e periodicamente se apresentam em dentro e fora do município de Brumadinho, sob a regência do Maestro Marco Antônio Maia Drumond, tendo já participado de eventos de médio e grande porte como o Festival Nacional de Corais e festival Internacional de Corais e o evento Diálogos Musicas promovido pelo Museu de Arte da Pampulha. Este projeto é aprovado pelo Ministério da Cultura e a partir de 2012 patrocinado pela Vivo Fundação Telefônica. Estabelece também parceria da Prefeitura Municipal de Brumadinho e do Conselho Central da Sociedade São Vicente de Paulo (SSVP). O projeto integra o programa Música Arte e Cultura no Vale desenvolvido pela Diretoria de Inclusão e Cidadania do Instituto Inhotim.

Foto

Coral Infantil Vozes de Taubaté - Taubaté/SP

Foto

Regente: Denise Dias Marques de Andrade

A Maestrina responsável pelo Coral Vozes de Taubaté e pelo Projeto Orquestra desde 1978 é a Profa Denise Marques que todos os anos refaz os arranjos da peças que as crianças desejam manter no repertório para facilitar a inclusão dos alunos novos e manter o interesse dos antigos. A Professora Denise também é a Coordenadora do Programa de Educação Musical do Instituto Brasileiro de Apoio à Pesquisa e Estudo da Musica. É Membro do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. É Membro do Conselho Municipal de Controle Social, É responsável pela Secretaria de Musica da Sinodal do Médio Vale do Paraíba e é Produtora Cultural de projetos aprovados no PROAC.

Release do Coral:

O Coral é formado por Crianças de 7 a 14anos, que interpretam arranjos a 2 ou 3 vozes. O repertório desenvolvido inclui clássicos da musica popular brasileira e internacional, peças sacras, canções educativas e folclore nacional e internacional. Todas as crianças fazem aula de música e participam do Projeto Orquestra. O Coral desde a sua fundação em 1997, já cantou no em varias cidades do sul de minas, Rio de Janeiro, Paraná e Santa catariana. Entre os principais festivais podemos destacar, o Encontro de Corais do ECOART, Encontro de Corais de MOGI, Encontro de Corais de Itaquaquecetuba (Festivais Estaduais). o Granfinale, o Encontro de Corais de Itatiaia, o Encontro de Corais de Piracicaba e o Encontro de Corais de Vinhedo (Festivais Nacionais ), o ENCATA BLUMENAU e o AMERID (Festivais Internacionais). O grupo já recebeu o Premio SIFE Brasil / Estados Unidos, o Premio Ponto de Cultura do Ministério da Cultura e o Petrobras - Desenvolvimento e Cidadania

Foto

Coral InfoGlobo - Rio de Janeiro/RJ

Foto

Regente: Ronald Valle

Ronald Valle Maestro, diretor musical, compositor, profº de canto, cantor, arranjador, violonista. Cursou o faculdade de Regência e Composição na Escola de Música da UFRJ, e a faculdade de Musicoterapia do Conservatório Brasileiro de Música. Fez diversos cursos de aprimoramento musical em canto, arranjo e composição. No início de década de oitenta, Ronald Valle participou do grupo vocal "Céu da Boca", com o qual gravou dois discos pela Poligran, atual Universal (relançados em 2000), e fez centenas de shows por todo Brasil. Fez cursos de teatro e trabalhou com diretores como Augusto Boal e Hamilton Vaz Pereira, Stepan Nercessian e Jitman Vibranovisk. Trabalhou como diretor musical de diversas peças de teatro, entre elas a montagem musical de "Uma professora muito maluquinha" baseada no livro homônimo de Ziraldo, na qual compôs todos os temas musicais presentes nas suas duas montagens : a primeira em 1997 e a segunda agora em 2011. É o diretor musical, sound designer e compositor dos temas dos personagens da mini série « A Turma do Pererê » http://tvbrasil.org.br/aturmadoperere, baseada nos quadrinhos com o mesmo nome de Ziraldo, tanto na sua primeira temporada exibida em 1999 quanto na segunda que está sendo exibida pela atual TV BRASIL (antiga TVE) todos os dias as 11:00hs da manhã. Diretor Musical e compositor das musicas da trilha sonora do filme « Uma Professora Muito Maluquinha » baseado no livro de Ziraldo realizado pela Diler Porduções Cinematográficas, dirigido por César Rodrigues e Andre Alves Pinto e estrelado por Paola Oliveira, com cancões temas cantadas por Milton Nascimento, Fernanda Takai e Paula Morelenbaum. Trilha Sonora lançada em CD pela Deckdisc. É o maestro e diretor musical do « Coral Maluquinho », grupo formado por crianças entre 10 e 14 anos de idade, profissionais de teatro, dança, televisão e cinema, selecionados para participarem do programa « ABZ do Ziraldo » tvbrasil.org.br/abzdoziraldo exibido pela TV BRASIL, atualmente com sua segunda temporada sendo exibida todos os domingos ao meio dia e tendo a terceira temporada em fase de gravações. Em corais de empresa trabalha desde 1988 sendo monitor de tenores no CORAL DA SHELL sob a regência de Jaques Morelembaum e depois de Eduardo Morelembaum. Atualmente faz parte da equipe do maestro Eduardo Morelenbaum nos corais da FIRJAN, INMETRO, CENTRAL GLOBO DE PRODUÇÕES (PROJAC) e da CIA. BRASILEIRA DE PETRÓLEO IPIRANGA, Maestro do CORAL DO IRB – RESSEGUROS BRASIL entre 2003 e 2006 e do CORAL DANNEMANN do escritório de advocacia de propiedade intelectual « Dannemann, Siemsen, Bigler e Ipanema Moreira » entre 2009 e 2010. Desde 2007 Maestro do CORAL INFOGLOBO (Jornais O Globo, Extra, Diário de S.Paulo, Expresso e Globo Online e Agência O Globo). Maestro e diretor musical do CORAL MALUQUINHO do Programa ABZ do Ziraldo da TV Brasil, desde 2009, entrando agora em 2012 na sua terceira temporada

Release do Coral:

CORAL INFOGLOBO Formado por funcionários da INFOGLOBO (empresa responsável pelos jornais O Globo, Extra e Expresso), o Coral Infoglobo faz o que está no seu “DNA”: comunica-se com as pessoas. E faz isso através da música, do prazer de cantar junto e da interpretação alegre e descontraída do seu repertório. De Tom Jobim a Michael Jackson, passando por Gilberto Gil, Lulu Santos, Rita Lee, Nando Carneiro, Caetano Veloso, Bob McFerrin, Jorge Benjor entre tantos outros mestres, o Coral Infoglobo traz o melhor da música popular brasileira e internacional, com arranjos exclusivos, movimentação e alegria para contagiar a todos em suas apresentações. Ao longo dos seus 9 anos, o Coral Infoglobo já participou de diversos eventos culturais, como encontros de corais realizados em empresas, em museus, shoppings, centros culturais, onde troca experiência com colegas que compartilham o mesmo prazer em cantar, e de apresentações beneficentes de caráter voluntário em hospitais, escolas, encontros assistencialistas, colaborando com a comunidade e ajudando a disseminar o conceito de responsabilidade social. Desde 2008, o Coral realiza o seu próprio “Encontro de Corais” no auditório do jornal O Globo, contando com a participação de excelentes corais de empresas amigas, e convidando sempre um coral infantil para reafirmar a importância da educação musical para as crianças. Em 2012, o Coral Infoglobo participou do Encontro de Corais das Organizações Globo (maio), da 10ª edição do FIC – Festival Internacional de Corais em Ouro Preto (setembro); e do Encontro de Corais da PREVI no CEM – Centro Empresarial Mourisco (novembro).

Foto

Coral IPSEMG - Belo Horizonte/MG

Foto

Regente: Karina Haddad

Escravo da Alegria - Toquinho e Vinicius de Morais A Saudade Mata a Gente - Braguinha Noite dos Mascarados - Chico Buarque Se todos fossem iguais a você - Tom e Vinícius

Release do Coral:

O Coral IPSEMG completa em setembro deste ano 15 anos. Está com 24 coralista, alguns destes fundaram o coral. Sua maestrina Karina Haddad também completa seus 15 anos de coral IPSEMG. Músicas de vários generos e compositores fazem parte do repertório. Apresentam constantemente no Hospital, Centro Odontológico e Centro de Especialidades Médicas do IPSEMG.

Foto

Coral Jesus Amigo - Curvelo /MG

Foto

Regente: Idene Gutfraind

Idene Maria de Oliveira Santos Gutfraind - maestrina voluntária do Coral Jesus Amigo há 20 anos, tem formação em canto pela Bituca - Universidade de Música Popular Ponto de Partida . Já foi também maestrina do Coral da Plantar e do Coral Vozes da Cachoeira da cidade de Inimutaba .

Release do Coral:

Coral Jesus Amigo ou MMJA-Ministério de Música Jesus Amigo de Curvelo, conhecido por seu trabalho voluntário de valorização e disseminação da arte pela música de forma sociointerativa , democrática e inclusiva. Conta com um número rotativo de 110 integrantes, entre eles crianças, adolescentes, jovens e adultos com idade de 4 anos em diante , alguns com necessidades especiais, O CORAL JESUS AMIGO é em sua essência um coral que propõe valores cristãos, porém com foco no desenvolvimento e formação cultural de seus integrantes considerando a formação do ser humano como um todo também, algo de suma importância para a cultura de um povo. Além da participação em eventos culturais em sua cidade, já se fez presente no Festival da Canção em Curvelo – 3º lugar em 2005, no Festivelhas em 2008 e pelo 7º ano participa do FIC – Festival Internacional de Corais em BH .

Foto

Coral Jovem da FADMINAS - Lavras/Minas Gerais

Foto

Regente: Daniel dos Reis Mota

Pr. Daniel Mota é formado pelo Seminário Adventistas da Bahia e Pós-Graduado em Regência Coral pelo UNASP (Centro Universitário Adventistas de São Paulo) e atualmente é Diretor da Escola de Música da FADMINAS e é responsável pelo desde 2010. O coro também conta com mais dois regentes, o professor Lincoln Thiengo formado em Música e também Pós-Graduado em Regência Coral ambos pelo UNASP e a professora Rayre Mota formada em Pedagogia pela Faculdade Adventista de Educação do Nordeste e Pós-Graduada em Educação Musical pelo UNASP.

Release do Coral:

O Coral Jovem da FADMINAS trabalha com repertório evangélico desde sua formação. Sua principal atividade é apresentações em igrejas em diversas cidades do Brasil. O coro conta atualmente com 3 trabalhos gravados sendo 2 CDs e 1 DVD.

Foto

Coral Juvenal Alves Vilela - Caeté/Minas Gerais

Foto

Regente: Edson Alves de Oliveira

Cantor e regente de diversos coros de Belo Horizonte, os corais infanto-juvenis do Colégio Arnaldo e Colégio Nossa Senhora das Dores(que foi semi-finalista no 1º Concurso Nacional de Canto Coral da Funarte) e o Madrigal Ânima, alem dos Meninos Cantores Cardeais de Sete Lagoas e do Coral Juvenal Alves Vilela de Caeté. Seu trabalho tem encontrado reconhecimento não só no Brasil como no exterior, sendo convidado pela maestrina Olga Kablusckiu da República Tcheca, para ministrar o Workshops de Música Brasileira para Coro Infantil. Aluno de classe de regência da Universidade Estadual de Minas Gerais, aluno dos professores Paul Okley dos Estados Unidos , Alberto Grau da Venezuela e Mara Campos de São Paulo; estudou canto com o professor Edilson Costa de São Paulo.*Participou de oficinas de regência de coral em Curitiba e São Paulo e de cursos internacionais de regência no Rio de Janeiro e São Paulo. Workshops de regência de Coral Infantil com o maestro Bartolucci da Academia de São Pedro de Roma, tendo oportunidade de reger o Coro Oficial do Vaticano e também com o maestro Sir Edgar Hoikns o Royal Academy de Londres.*Por seus trabalhos como cantor e regente, já recebeu diversos prêmios no Brasil e exterior. Como regente tem seu repertório: Missa da Coroação de Mozart, Réquiem de Mozart, Missa em Sol de Schubert, Glória de Vivaldi, Missa em Dó de Mozart, dentre outras, todas com coro e orquestra. Como tenor-solista já atuou no Réquiem de Mozart, Thamos o Rei do Egito de Mozart e Missa Nossa Senhora da Conceição de Lobo de Mesquita. Em 1997, excursionou com o Coral Brasilessência por diversas capitais da Europa e em 1998 em diversas cidades da Itália com o Coral Bone Jesu de Belo Horizonte e Coral Vilela de Caeté.

Release do Coral:

Fundado em março de 1946, pelo maestro e compositor Juvenal Alves Vilela, o Coral já apresentou em diversos festivais em todo o Brasil e gravou um LP e 3 CD’s. Realiza importante evento musical, neste ano em sua 15ª edição, o POP CORAL-PROGRAMA DE POPULARIZAÇÃO DA MÚSICA CORAL, circuito de apresentações e cursos realizadas a partir de 1980, que tem como objetivo a popularização da música coral, mostrando o funcionamento deste canto e como ele pode melhorar a qualidade de vida. Nesta edição, que tem o tema “A Música que Inclui”, está buscando tambem acionar os deficientes auditivos, portadores de transtornos mentais e jovens.

Foto

Coral Juvenil do Colégio Santo Antônio - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Eduardo Teixeira Mendes

Natural de Belo Horizonte, iniciou seus estudos em 2005, no Centro de Formação Artística do Palácio das Artes - CEFAR. Estudou violoncelo com os professores João Candido e José Maria, contrabaixo com o professor Hector Espiñosa e regência com o maestro Márcio Miranda. De 2007 a 2009 atuou como violoncelista na Orquestra Sinfônica Jovem do Palácio das Artes. Cursa bacharelado em Regência na Escola de Música da UFMG, sob orientação da maestrina Iara Fricke Matte e do maestro Lincoln Andrade. Estuda canto com a professora Luzia Antoniol e piano com o professor Mauricio Veloso. É Regente dos Corais do Colégio Santo Antônio e do coral da FALE.

Release do Coral:

Fundado em 1996, o Coral Juvenil do CSA é constituído por alunos do Ensino Fundamental II e do Ensino Médio do Colégio Santo Antônio (BH). O Coral Juvenil participa regularmente de eventos internos do Colégio Santo Antônio, encontros e festivais de corais. Em sua história, estão registradas importantes apresentações de cunho nacional e internacional, tais como: Memorial da América Latina, em São Paulo; II Gran Finale Festival Nacional de Corais (2003); Festival Internacional de Corais Canta Brasil, em São Lourenço, MG (2004 e 2007); Em 1999, gravou o CD “Nós vamos fazer música” e, em outubro de 2000, fez uma turnê pela Europa, realizando apresentações em Portugal, na Itália, na Alemanha e na Suíça.O repertório do Coral Juvenil inclui, ao longo dos anos, obras do repertório erudito, folclórico e popular (nacional e internacional), sendo esta última a vertente musical mais explorada pela atual formação do coral. O grupo tem como preparadora vocal a cantora Luzia Antoniol e, como correpetidora, a pianista Sandra Maluf.

Foto

Coral Juvenil Inhotim Encanto - Brumadinho/Minas Gerais

Foto

Regente: Daniel Andrade

Formado em Musica Pela Faculdade Batista Mineira, e Presidente da Associação Cultural Canto Livre de Betim .Regente do Coral Canto Livre de Betim e Responsável pelo Projeto Canto LivreMirim implantado nas escolas da Rede Municipal. Responsável pelosProjeto "Cantando Pela Vida" juntamente com o Hemominas e Cantando"Pela Melhor Idade" com asilos da cidade de Betim. Hoje trabalhacom os Corais Infanto Juvenil, Adulto e dos Funcionarios de Inhotim.

Release do Coral:

Criado em julho de 2008, por iniciativa da Diretoria de Inclusão e Cidadania do Instituto Inhotim, o Coral Juvenil Inhotim Encanto tem como objetivo, oferecer a oportunidade de inclusão no mundo da música, contribuir para a ampliação do horizonte cultural, promover a alfabetização musical e oferecer oportunidade de convívio e desenvolvimento de trabalho em grupo, elevando a auto-estima dos jovens participantesO Coral tem se constituído no espaço de socialização dos jovens adolescentes, com idade entre 14 e 24 anos, oriundos das redes pública e privada de ensino, do município de Brumadinho. Hoje o coral conta com 15 participantes e existe um fluxo contínuo de entrada e saída dos jovens. Periodicamente o Coral se apresenta em eventos realizados dentro do município e fora dele, tendo participado entre 2009 e 2012, de eventos de médio e grande porte como o “Festival Nacional de Corais” promovido pela Associação Canto Livre de Betim - Minas Gerais, “Mostra Cultural’, promovida pelo Instituto Inhotim e “Festival Internacional de Corais” promovido pela Maestria Arte & Cultura de Belo Horizonte e o “Festival Canta Brasil” na cidade de Caxambu. Este projeto é aprovado pelo Ministério da Cultura e a partir de 2012 patrocinado pela Vivo Fundação Telefônica. Estabelece também parceria da Prefeitura Municipal de Brumadinho e do Conselho Central da Sociedade São Vicente de Paulo (SSVP). O projeto integra o programa Música Arte e Cultura no Vale desenvolvido pela Diretoria de Inclusão e Cidadania do Instituto Inhotim.

Foto

Coral Lia VIanna - Vespasiano/Minas Gerais

Foto

Regente: Maestro Sérgio Antônio Canedo - / 31-9982-6506

É graduado em composição e regência pela Escola de Música da U.F.M.G., sendo seus mestres C. Guerra-Peixe e o Maestro David Machado. Estudou com Oiliam Lanna, Koelreutter, Dante Grela, Eduardo Bértola e Carlos Alberto Pinto Fonseca, entre outros. Já dirigiu diversos corais (Minas Tênis Clube, M.A.I., Vale do Rio Doce, USIMINAS -Ipatinga, UNIMED-BH, etc) e à frente de importantes orquestras. É doutor em literatura e música medievais, tratando de Afonso X e suas Cantigas de Santa Maria. É professor da Escola de Música da Universidade do Estado de Minas Gerais.

Release do Coral:

(Provisório) O coral Lia Vianna é um coral de terceira idade, formado por pessoas que, durante a vida, estiveram ligadas a vida musical de Vespasiano. Ligado à prefeitura, tem se apresentado em diversas ocasiões dentro e fora de Vespasiano, em Festivais como o FIC. Tendo sido regido pela maestrina Márcia Alves, desde 2012 tem à frente o Maestro Dr. Sérgio Canedo.

Foto

Coral Mater Ecclesiae - Belo Horizonte/MG

Foto

Regente: Cleber Geraldo Vieira de Castro

CLEBER GERALDO VIEIRA DE CASTRO – Maestro Titular Regente Fundador do Coral Mater Ecclesiæ, iniciou-se na música aos 8 anos de idade como tenorino no Coral Dom Silvério de Sete Lagoas e após 3 anos estudou teoria musical e piano clássico. Aos 18 anos estudou regência, assumindo logo a seguir o cargo de Regente Titular do Coral Dom Silvério. Aos 20, procurando novas perpectivas passou a frequenter cursos especializados em técnica vocal e regência nas cidades de Belo Horizonte (MG), Novo Hamburgo e Porto Alegre (RS). Nesses 25 anos de regência participou de varios cursos de atualização em sua area de atuação e de todos os Congressos Nacionais e Regionais da Federação dos Meninos Cantores do Brasil. Regeu corais em Sete Lagoas, Novo Hamburgo, Osasco, Belo Horizonte, Curvelo, Sabará e Santa Luzia. Atualmente, além do Coral Mater Ecclesiæ, rege mais dois corais, além de ministrar aulas de piano e teoria musical no município de Santa Luzia. JOÃO CARLOS ROSOLINI – Maestro Auxiliar Regente Auxiliar, desde seus primeiros anos da fundação do Coral Mater Ecclesiæ atua também como professor de teoria musical, de flauta doce e linguas estrangeiras. João Carlos teve suas primeiras noções de música em casa, sob orientação de seu pai, João Rosolini, primeiro violino da Orquestra Sinfônica de Santo André. Atuou durante 12 anos como coralista, depois regente auxiliar e arranjador do Coral São Pio X, na cidade de São Paulo. Sua formação musical tem como influência a “Escolania de la Virgen de Montserrat”, escola de meninos cantores da Catalunha. Fez cursos de teoria musical e regência com maestros de renome dentre eles, o ex-maestro da Capela Sistina do Vaticano. Estagiou e visitou corais de meninos cantores na Alemanha, França e nos Estados Unidos. João Carlos é professor de inglês, francês, italiano, espanhol e alemão e trabalhou por muitos anos como intéprete e guia turístico nas cidades históricas mineiras. Atualmente além do Coral Mater Ecclesiæ colabora com outros corais da cidade de Santa Luzia.

Release do Coral:

CORAL MATER ECCLESIÆ - Meninos Cantores de Santa Luzia Em 15 de agosto de 1995 nascia, em Santa Luzia, o Coral Mater Ecclesiæ, fundado por iniciativa do Padre José Januário Moreira. Dois anos após a sua fundação, o coral já fazia parte da Federação Nacional de Meninos Cantores do Brasil, e da Federação Internacional “Pueri Cantores” com sede em Roma. Com a criação do coral, além da possibilidade de desenvolvimento de talentos inatos, ofereceu-se uma chance para a solução de um problema social e para conscientização do indivíduo como cidadão.? Filiado ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Santa Luzia o Coral Mater Ecclesiæ é membro efetivo não governamental e hoje a Instituição desenvolve projetos de ações sócio-educativas e trabalho de apoio sócio-familiar, direcionado a seus coralistas e respectivas famílias. Também conhecido como “Meninos Cantores de Santa Luzia”, o coral é formado por 45 integrantes titulares, entre 8 e 20 anos. Além dos titulares, futuros cantores participam de cursos preparatórios para o ingresso no coral. Na área artística, o coral trabalha com quatro naipes principais, executando peças de até oito vozes. Seu repertório abrange desde o canto gregoriano, a música sacra e profana do período renascentista, até peças contemporâneas de caráter folclórico e popular. O Coral Mater Ecclesiæ executou inúmeras peças de grandes compositores como Palestrina, Haendel, Bach, Mozart, Haydn, Beethoven, Stravinsky, além de canções de Bruno Colais, John Rutter, Tom Jobim, Edu Lobo, Milton Nascimento, Chico Buarque, Noel Rosa, Pixinguinha dentre outros. Em 1999 o coral gravou o seu 1º CD - “Laudate Pueri Dominum”, relançado em 2009 em edição especial remasterizada. Desde então, participou de diversos outros CDs de artistas de renome. Em 18 anos de atividades ininterruptas, o Coral Mater Ecclesiæ esteve presente em todos os Congressos da Federação Nacional dos Meninos Cantores do Brasil realizados em diversos estados brasileiros. Desde a sua fundação, o coral é regido pelo maestro Cleber Geraldo Vieira de Castro, auxiliado pelo maestro e professor João Carlos Rosolini.

Foto

Coral Medicina da UFMG - Belo Horizonte/MG

Foto

Regente: Riane Menezes

Formou-se em Bacharelado em Piano e Regência pela Escola de Música da UFMG, teve como professores Guida Borghoff, Iara Frickie Matte, Eduardo Ribeiro e Silvio Viegas. Foi pianista e regente do Coral Cantáridas - ICB/UFMG, Coral Universitário - EMUFMG,ex cantora e regente assistente do Coro de Câmara da EMUFMG,Regente do Coral Ângelus. Atualmente é pianista correpertidora do Cefar- Fundação Clóvis Salgado , regente do Coral Gamaluz , coral infantil Gamaluz e Coral Medicina da UFMG.

Release do Coral:

O Coral Medicina foi fundado em 2003 em parceria entre a Escola de Música e a Faculdade de Medicina da UFMG com o objetivo de integração e socialização entre os cursos do Campus Saúde. O Coral Medicina é composto de alunos, ex-alunos e professores do cursos de Medicina, Fonoaudiologia e Enfermagem, bem como pessoas da comunidade externa. Seu repertório é eclético e vai de peças sacras de compositores tais como Vivaldi, Samuel Barber, J. Rutter,G.Faurè até nomes como Ary Barroso, Beatles, Tom Jobim entre outros. Participou de importantes eventos na Faculdade de Medicina,em eventos de divulgação da música coral em várias partes da cidade,teve participação na ópera " A Flauta Mágica" de Mozart em montagem feita pela EMUFMG em 2006,participou com o tema " Oh Minas Gerais" de reportagem feita pela Rede Minas sobre o Hino de Minas.

Foto

Coral Mediterráneo - Villa María/Córdoba

Foto

Regente: Cristina Gallo

Formada em Córdoba, Argentina, como Professora Superior de Piano. Estudou Regência Coral com o Maestro Néstor Andrenacci em Buenos Aires entre 1995 e 1998, se aperfeiçoando como alumna ativa em curssos com os Mestros Werner Pfaff (de Alemanha) e Josep Prats (de España). Estudou na Universidade de Santiago de Compostela (Espanha) Polifonía Espanhola, obtendo Premio Andrés Segovia. Em dezembro de 2011 obteve o titulo de Magister em Interpretação de Música Latinoamericana Contemporánea com Especialidade Regência Coral pela Universidade Nacional de Cuyo, sendo a primeira maestrina em obter essa especialidade na Argentina. Desde 1997 é professora de Canto e Regencia Coral da Universidad Nacional de Villa María. Desde sua conformação, em setiembro de 1998, é a diretora do Coro “Nonino” da mesma instituição. É socia fundadora da Asociação de Regentes de Coro da República Argentina ADICORA, e entre 2009 e 2012 foi Secretaria Geral da administração nacional. Também participa como juri em concursos de regentes de coro e ensina ténica gestual e repertórios argentino e brasileiro popular e académico. En março de 2009 conformou Coral Mediterráneo, agrupação integrada por músicos de diversas especialidades que moram em Villa María e Córdoba, dedicada principalmente á música coral contemporanea argentina e latinoamericana.

Release do Coral:

Coral integrado por cantores, todos músicos, estudantes de composiçao orientada à musica popular e professores que moram nas cidades de Villa María e Córdoba, na Argentina. Nasceu em 2009. Desde 2010 se dedicou principalmente às obras afro de Carlos Alberto Pinto Fonseca, fazendo um show com vestuário e cenografia, preparado para o Concerto para a obteçao do Maestrado em Música Latinoamericana do século XX. Em 2012 participou da Pre-apertura do FIC com musicalizaçoes de poemas de Drummond de Andrade, homenageando ao poeta em BH, Itabira e Ouro Preto.

Foto

Coral Minas Tênis Clube - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Eliane Fajioli

Regente Eliane Fajioli Pianista, maestrina e cantora, é natural de Belo Horizonte, com graduação em piano pela FUMA – Fundação Mineira de Arte. Na Fundação Artística foi aluna de piano dos professores Eduardo Hazan e Lily Kraft e de canto do professor Eládio Perez Gonzales. Especializou-se em regência coral com Carlos Alberto Pinto Fonseca e Sérgio Magnani. Foi Professora das classes de regência coral, música de câmara, canto coral, percepção musical e pianista acompanhadora das classes de canto na Escola de Música da UFMG. Já atuou como professora de regência coral e maestrina no Festival de Inverno de Londrina, Paraná. Participa como pianista acompanhadora e cantora solista em recitais e concertos com orquestra. Atualmente é regente dos Corais do Minas Tênis Clube, Copasa e Coral Lírico de Minas Gerais.

Release do Coral:

CORAL MINAS TÊNIS CLUBE O Coral Minas Tênis Clube foi criado em 1964 por um grupo de cantores que havia se desligado de outro coro famoso, o “ Madrigal “Renascentista”. Com o objetivo de difundir a música latino-americana – principalmente a brasileira – o Coral começou a trabalhar sob a direção do Maestro Roberto de Castro e com o apoio irrestrito do empresário José Mendes Júnior, na época, presidente do Minas Tênis Clube. Em pouco tempo, o Coral já contava com um grupo de 30 cantores e 10 instrumentistas, apresentando um repertório eclético que incluía música folclórica, clássica, Negro Spirituals, renascentista e de compositores contemporâneos. Em 1968, após a realização de concertos em diversas cidades brasileiras, recebeu seus dois primeiros prêmios: A “ Lira de Ouro”, da Secretaria de Cultura do município de Belo Horizonte, e a “ Palma de Ouro” entre os corais de MG, numa promoção conjunta dos Diários Associados e O Globo. Ainda, em 1968, realizou concertos em Curitiba e Porto Alegre, antes de chegar à Argentina, em sua primeira viagem internacional. No Brasil, foi o primeiro coro a cantar “Missa Criolla” do compositor argentino Ariel Ramirez. Na Argentina, a convite do governo daquele país, em Buenos Aires, pôde interpretar a “Missa Criolla” diante de seu autor, antes de seguir viagem pelas cidades de Rosário, La Plata e Córdoba. Em 2006, 38 anos depois, o coral apresentou a peça novamente, obteve um grande sucesso e inúmeros convites para apresentações da obra. Em Minas Gerais, viajou por diversas cidades do interior, e gravou um disco com músicas de J. S. Bach, Dori Caymmi, Roberto e Pedro de Castro. Com o falecimento do Maestro Roberto de Castro, outros regentes vieram a trabalhar com o coro: Marisa Mazzarello, Sérgio Canedo, Maria Virgínia, Luciano Lima e Edésio Lara. Desde março de 1999, o Coral Minas Tênis Clube está sob a regência da Maestrina Eliane Fajioli. O Coral, formado, desde então, exclusivamente por sócios do clube atualmente com 44 vozes (masculinas e femininas), tem o objetivo de resgatar seus melhores momentos, através de eventos de alto nível, tanto dentro quanto fora do âmbito da comunidade minastenista.

Foto

Coral Musicanto de Contagem - Contagem/Minas Gerais

Foto

Regente: Divino Francisco de Castro e José de Paula Ribeiro

Divino Francisco de Castro, Professor das Línguas Portuguesa e Inglesa e respectivas literaturas, formado pela UFMG. Cursos de Regências (nível técnico) pelas UFMG e UEMG. Professor de Percepção Musical de Teclado no Centro Cultural de Contagem. Estudante de piano. Fundador e Regente dos Coral Musicanto de Contagem da Coordenadoria de Cultura de Contagem. José de Paula Ribeiro, Professor de História da Rede Estadual de Minas Gerais, foi seminarista na Congregação do Verbo Divino onde teve a oportunidade de estudar música surgindo aí o gosto pela arte da música coral. Fez curso de regência livre e, desde então, vem atuando como regente de corais. Atualmente é regente auxiliar do Coral Musicanto de Contagem - MG

Release do Coral:

O Coral Musicanto de Contagem, criado há 15 anos pelo Regente Divino Francisco de Castro, é formado por jovens e adultos do município de Contagem e outras cidades adjacentes... Seu principal objetivo é levar junto aos segmentos sociais e comunidades o conhecimento da música, sobretudo do canto coral. O Musicanto tem um repertório bastante eclético: interpreta obras eruditas, folclóricas, clássicas, gospel e populares... Tendo como Regente Divino Francisco de Castro e seu Auxiliar Regente José de Paula Ribeiro. Tem participado de festivais nacionais e internacionais, várias cantatas, e oficinas dentro e fora do município. Em 25 de maio de 2013, participou do 4º. Canta Del Rei na Cidade de São João Del Rei, 6 de junho do Quatro Cantos Coral na Praça, evento realizado pelo BDMG - BH e no período de 4 a 6 de maio de 2012, participou do 1º. Festival Internacional de Corais 3 Fronteiras, apresentando no Teatro Elias Haaugge - Foz do Iguaçu - PR - BR e no Centro de Eventos e Convenciones - Puerto de Iguazu - Argentina. Em 16 a 18 de agosto participará do Canta Brasil 2013 na cidade de Caxambu.

Foto

Coral Nossa Senhora das Graças - Carmo do Cajuru/Minas Gerais

Foto

Regente: José Ricardo

Sobre o Regente, José Ricardo que é o Responsável pelo o Grupo de Cântico de Nossa Senhora das Graças a mais de 3 anos.

Release do Coral:

Principal evento foi Recital de Natal que aconteceu na Igreja de São Francisco de Assis, (Paróquia Nossa Senhora do Líbano) etc.

Foto

Coral Nosso Momento - Belo Horizonte/MG

Foto

Regente: Josi Trevizan

A Regente Josi Trevizan é pianista, graduada pela Universidade Estadual de Minas Gerais, e psicóloga, graduada pela Universidade FUMEC. Atualmente, faz pós graduação em Arteterapia. É diretora da escola Chorus, Música e Psicologia, e atua como professora de piano, psicóloga e regente de dois corais. • Regente do Coral St. Jude. (25 vozes/adulto) - coral para funcionários. (desde 2008) – Participação no Festival Internacional de Corais em 2009, 2010, 2011 e 2012. • Regente do coral Nosso Momento, no Centro de Referencia ao Idoso, no bairro Caiçara, desde janeiro de 2012, projeto patrocinado pela St. Jude Medical e aprovado pelo Ministério da Cultura. Coral formado por 60 idosos. Foi Regente do Coral Cantores do Marieta (40 vozes/infantil) – patrocinado pela empresa St. Jude Medical. (lei de incentivo a cultura) – 2009 a 2011 Rondonista – julho de 2011, em Montezuma. (Projeto RONDON-PUC MINAS) Regente do coral formado por idosos na FUMEC (40 vozes) – NEETI (início - setembro de 2011até final de 2012. Professora de canto (aula para idosos) no CEMEI – FUMEC (60 idosos). (início - agosto de 2011até final de 2012.

Release do Coral:

O Coral Nosso Momento é composto por pessoas com mais de 40 anos, é um coral formado por pessoas da terceira idade que buscam viver a vida com mais alegria, mais música e muita harmonia. O coral conta com 50 integrantes, apenas 5 homens, é um coral basicamente feminino. Nosso primeiro encontro foi em janeiro de 2012. Durante o ano participamos do Festival Internacional de Corais, cantando em Inhotim e no Museu Abilio Barreto. Cantamos em alguns eventos da empresa St. Jude Medical, que é a patrocinadora do coral, e fizemos algumas participações nas igrejas Sta Margarida, Rainha da Paz, no bairro Caiçara. Em março de 2013, participamos do 1º Festival de Corais do Rio de Janeiro em Alto Mar. Nosso repertório é bem eclético. Cantamos canções que tem a ver com a nossa historia, musicas com mensagens que queremos propagar.

Foto

Coral OAP UFMG - Belo Horizonte/MG

Foto

Regente: Marilene Gangana

Professora Marilene Gangana Formação Acadêmica: Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da UFMG - 1964 Graduação em Canto pela Escola de Música da UFMG - 1972, tendo como mestres na área de canto Eugênia Bracher Lobo e Geraldo Chagas. Licenciatura em Direito e Legislação - UTRAMIG - 1974 Especialização em Declaração Lírica no Palácio das Artes, sob orientação de Geraldo Chagas-1980. Especialização em Educação Musical e Musilogia Histórica Brasileira pela Escola de Música da UFMG - 1986 Curso Avançado de Língua Inglesa - ICBEU - 1980 Curso de Língua Alemã - Mittelslufe Goethe Institut - 1985 Curso Avançado de Língua Italiana - Cultura Italiana - 1979 Atividades Profissionais: Meio soprano com extensa atuação em inúmeros salões de concertos do País, desde 1960, em recitais, concertos, operetas e óperas sob a regência de Carlos Eduardo Prates, Carlos Alberto Pinto Fonseca, Sebastião Viana, Arthurs Bosmans, Hely Drummond, David Machado, Sérgio Magnani e outros. Professora de Canto e Técnica Vocal na Escola de Música da UFMG até 1992, quando se aposentou, Professora de Declamação Lírica da Escola de Música da UEMG, onde coordena e dirige o Grupo Experimental de Ópera, desde 1997. Regente do Coral OAP - UFMG, desde sua fundação em 1999. Distinções: Premiada em Concursos Nacionais de Canto em Minas, São Paulo e Rio de Janeiro, foi agraciada em 1972 com a distinção "Palma de Ouro", como melhor recitalista de Canto Lírico de 1972 e também em 1973 pela Sociedade Coral de Belo Horizonte, Em 2003, foi homenageada pela Fundação Palácio das Artes como "Destaque do Canto Lírico".

Release do Coral:

O Coral foi criado em 2000 e se apresentou no Festival de Inverno de Ouro Preto em 2001, juntamente com grande elenco, cantando a Ópera Orpheo e Eurídice, de Gluck, com orquestra regida pelo maestro Márcio Miranda Pontes. Apresentou-se no Conservatório da UFMG e no encerramento dos Concertos de Primavera da OAP. Nos três últimos anos apresentou-se no Teatro Sesiminas e no ano passado, no 4º Festival de Corais de Belo Horizonte. Seu repertório inclui peças do cancioneiro nacional, bem como obras clássicas de Verdi e Palestrina, entre outros.

Foto

Coral Odonto Bahia - SALVADOR/BAHIA

Foto

Regente: MAESTRO ALCIDES LISBOA

Alcides Lisboa – maestro Regência – Johannes Gutenberg Universität e Bachakademie Stuttgart, Alemanha Composição e Jazz – Kennesaw University, EUA Piano – Universidade Católica de Salvador, Brasil Metodologia de Meninos Cantores – Johannes Gutenberg Universität, Alemanha Membro efetivo da Academia de Cultura da Bahia - Empossado em 17 de dezembro de 2010 alcideslisboa@terra.com.br Fones 55 (71) 3354-4101 e 9956-3773

Release do Coral:

O Coral Odonto Bahia foi formado há treze anos. É composto por profissionais odontólogos, parentes e convidados. É regido pelo maestro Alcides Lisboa e tem como preparadora vocal a soprano lírico Ana Paula Barreiro. O repertório é composto de canções eruditas, sacras e folclóricas. Participa de festivais nacionais e internacionais, destacando o Cantapueblo (Mendonza-Argentina) e Canta Barcelona (Espanha), além dos festivais internacionais no Brasil: Rio de Janeiro, Maceió, Natal, Aracaju, São Lourenço, Porto Seguro, entre outros. É apoiado pelas entidades (ABO) Associação Brasileira de Odontologia-Secção Bahia e (CROBA) Conselho Regional de Odontologia Secção Bahia.

Foto

Coral Pequenos Cantores de São Francisco - Carmo do Cajuru/Minas Gerais

Foto

Regente: Eduardo Nogueira Silva

Eduardo Nogueira Silva, formação em violão e flauta.

Release do Coral:

Fundado em 2006, por padre Francisco Cota e irmã Irene, entregue à coordenação de Eduardo e Edna, que desenvolvem além do trabalho musical, o trabalho catequético com as crianças e adolescentes entre 8 e 16 anos de idade. Recital de pais, recital de natal.

Foto

Coral Prata Encanto & Voz - São Domingos do Prata/Minas Gerais

Foto

Regente: Edméa Saldanha Lima

Licenciada em Música – Habilitação em Canto, UEMG (2009), também estudou no Palácio das Artes- CEFAR (2001) e na Ordem dos Músicos (1986-1987) Trabalha atualmente no CENTEC/DOCTUM – Centro Tecnológico Dr. Joseph Hein, em João Monlevade/MG (2011 a 2013) como professora de Musicalização Infantil, Canto Coral, Flauta Doce , violão e teclado. Na AMEPI- Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Rio Piracicaba é Coordenadora e professora do “Curso de Capacitação em Música para professores de Arte do Médio Piracicaba” – João Monlevade/MG desde 2012. Em São Domingos do Prata é Regente do Coral Adulto “Vozes de Prata” desde 2011 e do Coral Infanto-Juvenil “Prata Encanto & Voz” em 2009 e de 2012 a 2013, da Casa de Cultura Chiquito Moraes, onde também é professora de Flauta Doce e é regente voluntária do “Coral Menino Jesus” da Paróquia São Domingos de Gusmão. Em Belo Horizonte foi Regente do Coral Infanto-Juvenil na Paróquia São Vicente de Paulo (de 2003 a 2008) e foi também sócia-proprietária e gerente administrativo da Escola de Música “Sons & Dons” (de 2000 a 2005) onde também ministrava aulas de Técnica Vocal, Teclado, Violão, Flauta Doce e Percepção Musical. Atua como professora de música e Cantora desde 1990.

Release do Coral:

O Coral Infanto-Juvenil “Prata Encanto & Voz” foi criado em 2008 pela iniciativa da atual secretária de cultura de São Domingos do Prata, Mariluce Martins e pela regente e instrumentista Lúcia Lima, e está vinculado à Casa de Cultura Chiquito Moraes. É formado atualmente só por meninas entre 08 e 16 anos e trabalha repertório erudito e popular. Já participou do FIC em 2011 sob a regência de Emanuelle Cardoso e em 2012 com a atual regente, Edméa Lima. Participa anualmente de três eventos na sua cidade sede: O Concerto das Estações, Festa do Padroeiro São Domingos e Cantata de Natal. Já fez apresentações em Nova Era, Ipatinga, Praça da Liberdade (Dia de Minas), Outro Preto, Itabira, São Gonçalo do Rio Abaixo, João Monlevade e Inhotim.

Foto

Coral Pró-Música - Juiz de Fora/Minas Gerais

Foto

Regente: Guilherme Augusto de Oliveira

Guilherme Augusto de Oliveira Natural de Ouro Preto – MG o baixo-barítono Guilherme Oliveira é graduado em canto pela Universidade Federal de Ouro Preto e atua como professor de técnica vocal, regente e solista. Por quatro anos, trabalhou como preparador vocal do Coral Canarinhos de Itabirito, neste período destaca-se a gravação do DVD “Viva Mozart” em Itabirito MG (2006) e do DVD “Paixão e Fé”, gravado em Belo Horizonte no Grande Teatro do Palácio das Artes (2007), além dos encontros nacionais de Meninos Cantores do Brasil. Participou, juntamente com o Coral Lírico de Minas Gerais, das obras: Turandot (ópera de G. Puccini), Macbeth (ópera de G. Verdi), Menina das Nuvens (ópera de Heitor Villa-Lobos), Floresta do Amazonas (obra de Heitor Villa-Lobos), As quatro Estações (obra de Haydn) e Carmina Burana (obra de Carl Orf). Em abril deste ano, foi solista junto a Orquestra Filarmônica Bachinana, com regência do maestro Julio Medaglia e direção do maestro João Carlos Martins, concerto que foi realizado na Sala São Paulo. Estudou canto lírico com vários professores, dentre eles: Paulo Campos, Urbano Lima, Nadja Daltro, Eliane Sampaio, Amin Feres, Édson de Oliveira, Rio Novelo, Neyde Thomas e Andrea Adour . Atualmente, recebe orientações do professor Francisco Campos. Hoje além de solista, atua como regente de coro e orquestra junto à Pró-Música, UFJF e Colégio dos Jesuítas, todos em Juiz de Fora MG.

Release do Coral:

O Coral Pró-Música, grupo mais antigo do Centro Cultural Pró-Música, tem mais de 30 anos de atividades ininterruptas. Ao lado da Orquestra de Câmara Pró-Música, regida pelo Maestro Nelson Nilo Hack, vem realizando importantes obras do repertório clássico, bem como de obras “à capella”. Conta com sete CDs gravados durante os Festivais de Música Colonial Brasileira e Música Antiga. Desde sua criação, fez centenas de apresentações em Juiz de Fora, na região, bem como, em importantes salas de concerto do País. É de se destacar sua participação nas solenidades de comemoração do “Bicentenário da Morte de Tiradentes”; 500 Anos do Descobrimento do Brasil, em Porto Seguro, sob os auspícios do Ministério da Cultura; apresentação do Te Deum, de Villani-Côrtes, por ocasião do sesquicentenário de Juiz de Fora, sob regência do autor e gravação do CD; solenidade de restauração da Igreja Matriz de Santo Antônio, em Tiradentes, a convite da Fundação Roberto Marinho. O coral Pró- Música realiza também seus tradicionais Concertos de Páscoa e de Natal, acompanhado da orquestra Pró-Música, levando sempre inúmeras pessoas às suas apresentações. Em 2011, durante o 22º Festival Internacional de Música Brasileira e Música Antiga, apresentou a Missa em Fá maior de Lobo de Mesquita e no ano de 2012, durante o resgate do Ofício de Trevas da cidade de Aiuruoca -MG apresentou, do mesmo compositor, as Matinas de Sábado Santo. Durante sua trajetória, o Coral contou com a regência de renomados maestros, entre os quais: Oscar Zander, Ernani Aguiar,Afrânio Lacerda e João Paulo Fazza. Hoje o Coral está sobre a regência de Guilherme Oliveira.

Foto

Coral Ribeirão de Areia - Jenipapo de Minas/Minas Gerais

Foto

Regente: Dêner Pinheiro

DÊNER PINHEIRO Músico, compositor, arranjador e instrumentista estudou música na Fundação de Educação Artística – BH. Nos seus doze anos de profissão ministrou diversos cursos e oficinas ligados à música em festivais como FESTIVALE e FESTEJE, também para entidades como APRISCO - Virgem da Lapa, AJENAI - Jenipapo de Minas, AMAI – Itinga, ASSOCIAR – Araçuaí, CÁRITAS DIOCESANA – Araçuaí e ASCAI – Itaobim. Trabalhou e dividiu palco com diversos grupos e artistas como Ícaros do vale, Coral Araras Grandes, Coral Bem-ti-vi, Coral Ribeirão de Areia, Banda Dona Rita, Psycho Garden, Arangaio, Josino Medina, Grace Matos, Titane, Diêgo Alves, Luciano Tanure, Diego Carvalho, Leo Mendonza e Luciano Silveira. Atualmente é professor de Violão Erudito e Popular, atuando no colégio Nazareth – Araçuaí – MG e trabalha como educador musical e professor de violão pela AJENAI – Jenipapo de Minas e ABITA - Coronel Murta Contatos: (33)99820582 e (33)91469750 Email: dener_peter@hotmail.com

Release do Coral:

CORAL RIBEIRÃO DE AREIA “E lá vou eu nessa estrada Desafiando o coração Cantando em prosa ou canção Feito ave cantadeira.” (Paulinho Pedra Azul) A música é a sinfonia da alma. Ela expressa os nossos sentimentos: alegrias, tristezas, vitórias, amores e a labuta do dia-a-dia. Em março de 2011, a AJENAI, em parceria com o ChildFund Brasil- Fundo para Crianças, e o Programa Ponto de Cultura, convênio com a Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais, contemplou a comunidade de Ribeirão de Areia com a realização de uma oficina que visava apenas a inclusão dos jovens em atividades artísticas e culturais que contribuísse com sua formação cidadã. Essa comunidade fora escolhida, buscando valorizar a tendência musical espontânea em seus moradores, pois nos eventos religiosas, esse povo sempre se destacou pela beleza do seu canto. Foi realizada uma oficina cênico-musical com um grupo de jovens e adolescentes e, a partir daí, já são 2 anos de integração do Coral Ribeirão de Areia. É a esperança que brotou no sertão! Um grupo de pessoas simples, de uma sabedoria nata que espalha poesia e encantamento por onde passa. O Grupo é composto por 25 integrantes, sendo crianças, adolescentes, jovens e adultos, todos da Comunidade Rural Ribeirão de Areia e de famílias que sobrevivem da agricultura familiar, corte de cana e dos programas sociais do governo. Famílias carentes financeiramente, que vivem na “luta” diária para sobreviverem e que estimulam seus filhos a comporem o Grupo, “Coral Ribeirão de Areia” na busca de uma vida mais alegre e poética. O Coral faz apresentações nas comunidades e municípios vizinhos, nas festas culturais. Participou do Festival de Férias de São Gonçalo do rio das Pedras, apresentou no Museu, “Casa dos Otoni”, no Serro, abrilhantou a exposição de Lori Figueiró, “Dona Helena e seus saberes”, no Vale com Valor em Araçuaí, dentre outras. Participam de oficinas semanais com equipe artística composta por músico, cantor e ator. Já participaram de oficinas de instrumentos musicas, a fotografia como mecanismo para entender o seu meio, dança e percussão. o estlio é a cultura popular

Foto

Coral Rouxinóis do Nazareth - Araçuaí/Minas Gerais

Foto

Regente: Lucas Aguilar

Formado em História, o maestro Lucas Aguilar conta como experiência, as sua vivências nos movimentos de cultura popular no Vale do Jequitinhonha. Participou durante anos do Coral Nossa Senhora do Rosário onde teve seu primeiro contato com a regência. Atualmente participa do Coral Trovadores do Vale e rege o Coral Rouxinóis do Nazareth. Aliando sua experiência com grupos musicais e a atuação na educação, o maestro assumiu a missão de formar o Coral de alunos do Colégio, proporcionando o contato dos jovens com esta expressiva manifestação artística.

Release do Coral:

Com o objetivo de aliar arte e educação o coral formado por alunos do Colégio Nazareth de Araçuaí, surgiu em agosto de 2011 para ser um grupo de animação das atividades e eventos da escola. Formado por crianças e adolescentes o grupo caiu nos encantos dos professores, funcionários e direção que vêem no coral um aliado à missão cognitiva. O grupo tem participado de todas atividades da escola e começa a alçar vôos em outros eventos da cidade. Em seu segundo ano no FIC, a participação vem servir de motivação, fortalecimento e crescimento do grupo.

Foto

Coral SESC Copacabana - Rio de Janeiro/Rio de Janeiro

Foto

Regente: Luciana Coló

Luciana Coló é Profª de Canto Coral no SESC Copacabana, no Projeto Melhor Idade no Centro de Estética Payot e no curso da terceira Idade no Projeto FACE no Instituto Metodista Benetti . Ela tem formação em Teatro, Letras e bacharelado em MPB pela UNIRIO. Como cantora, Luciana desenvolve os seguintes trabalhos: “Dama de Breque: uma visão feminina do samba de breque” – show com repertório formado por sambas de breque e de humor dos mestres Noel Rosa, Moreira da Silva, Sérgio Sampaio, Mário Manga, entre outros; “O Mar e seu Sol” – show composto por poemas de Cecília Meireles, Drummond, Pablo Neruda, musicados pela cantora, ao lado de canções de novos talentos da música brasileira; “Mulheres de Chico”, um bloco composto só por mulheres, que toca e canta Chico Buarque de Hollanda usando arranjos que misturam as batidas tradicionais das escolas de samba com ritmos como quadrilha, ijexá, coco, jongo, ciranda e o funk carioca. O bloco vem se apresentando em festivais, eventos e projetos culturais por todo o Brasil: Manaus (AM), Belém (PA), Palmas (TO), Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), São Paulo, Mococa e Cunha (SP), Valença, Mendes, Campos, Angra dos Reis, Paraty e Rio(RJ).

Release do Coral:

O Coral do SESC Copacabana se formou em 2011 a partir das aulas de canto-coral ministradas pela professora de canto Luciana Coló no Sesc Copacabana (RJ) e desde então vem se apresentando em alguns locais e eventos na cidade do Rio: Chá da Tarde do SESC Copacabana, Casa de Repouso São Luiz (Caju), Clube Israelita Brasileiro (Copacabana), Casa de Convivência e Lazer Dercy Gonçalves (Parque da Catacumba - Lagoa), entre outros. O Coral é formado predominantemente por vozes femininas e se divide em duas vozes: sopranos e contraltos, com arranjos simples feitos pela maestrina Luciana Coló para essas vozes. O repertório é variado, de compositores consagrados da Música Popular Brasileira, tais como: Dorival Caymmi, Chico Buarque, Vinícius de Moraes e Baden Powell, entre outros.

Foto

Coral Sobretons - Fortaleza/Ceara

Foto

Regente: Tiago Nogueira

Tiago Barbosa Nogueira (Músico) Experiência Profissional: Professor de Música do Colégio da Polícia Militar em 2007 Instrumentista Do Coral das águas da CAGECE de 1996 à 2011 Instrumentista do Coral Conterrâneo do Banco do Nordeste do Brasil Instrumentista Do Coral das Luzes da Coelce Professor de piano, banda no Colégio Juvenal de Carvalho Regente do Coral Coordimariano do Colégio Nossa Senhora das Graças Regente do Coral Sobretons

Release do Coral:

Desde 2006 o Coral Sobretons vem desenvolvendo um trabalho de pesquisa em Canto/Coral. Sempre com pré-disposição ao fazer artístico crítico e de qualidade, o grupo ganhou movimento e hoje trabalha não só a voz, mas também o corpo. Por esse motivo recebe hoje o título de "Coral Contemporâneo Juvenil". O teatro aliou-se ao canto e as artes se encontram numa harmonia de beleza e emoção. Entre esquetes e pequenas apresentações, o grupo foi desenvolvendo-se artisticamente, o que culminou no espetáculo Canta Vida - O Canto de um sonho Real, apresentado pela primeira vez em 2012 no Teatro Marista. Sucesso absoluto e super aclamado pelo público local, o Grupo agora tenta levar esta arte a outros Teatros, palcos e cidades, afim de garantir a contribuição positiva em nossa cultura brasilieira. O Sobretons é um Coral, atuante na cidade de Fortaleza-CE desde 2006 através de uma realização do Colégio Juvenal de Carvalho Um trabalho voltado ao social, a oportunidade, a dignidade humana, ao desenvolvimento pessoal e profissional, além da valorização ao espiritual e de amor ao próximo. Teatro, dança e Canto/Coral. Agregado a Valores de Vida e Arte. Esse é o Sobretons! Principais Eventos: °Espetáculo "Canta Vida - O Canto de um Sonho Real" °Espetáculo "Não Me Leve a Mal Hoje é Carnaval" °Natal de Luz de Fortaleza °Natal da Associação Peter Pam °Encontro de Corais do Colegio Juvenal de Carvalho (Organizado pelo Grupo) °Encontro de Corais do BNB Club Entre vários outros eventos na cidade de Fortaleza. Segue abaixo alguns links de videos do Coral Sobretons: http://www.youtube.com/watch?v=lLQEMMaAGCQ http://www.youtube.com/watch?v=I9Lp7WnXjYE

Foto

Coral Trem das Vozes AEPS - Belo Horizonte /Minas Gerais

Foto

Regente: Cleude William

O Maestro Cleude William é natural de Belo Horizonte, formou-se em regência pela UFMG, e participa no cenário nacional e internacional com grandes produções como : opera "Aida", de Verdi; ópera " Tiradentes", de Macedo, Festival internacional de Corais de Neuchätel, Suiça (1997), Festival Chant Choral de Gerzat, França (2011) e FIC desde 2009.Seu trabalho enaltece o canto coral em Minas Gerais

Release do Coral:

O Coral Trem das Vozes da AEPS foi fundado em 2009 pela Associação dos Empregados da Rede Sarah de Reabilitação de Belo Horizonte, com objetivo de contribuir para o bem estar dos pacientes.Desde então, vem participando de eventyos como o FIC e o festival Nacional de Corais de São João Del Rei.Sob a regência do maestro Cleude William o coral canta à cappella musicas clássicas e populares.

Foto

Coral UFJF - Juiz de Fora/Munas Gerais

Foto

Regente: Guilherme Augusto de Oliveira

Guilherme Augusto de Oliveira Natural de Ouro Preto – MG o baixo-barítono Guilherme Oliveira é graduado em canto pela Universidade Federal de Ouro Preto e atua como professor de técnica vocal, regente e solista. Por quatro anos, trabalhou como preparador vocal do Coral Canarinhos de Itabirito, neste período destaca-se a gravação do DVD “Viva Mozart” em Itabirito MG (2006) e do DVD “Paixão e Fé”, gravado em Belo Horizonte no Grande Teatro do Palácio das Artes (2007), além dos encontros nacionais de Meninos Cantores do Brasil. Participou, juntamente com o Coral Lírico de Minas Gerais, das obras: Turandot (ópera de G. Puccini), Macbeth (ópera de G. Verdi), Menina das Nuvens (ópera de Heitor Villa-Lobos), Floresta do Amazonas (obra de Heitor Villa-Lobos), As quatro Estações (obra de Haydn) e Carmina Burana (obra de Carl Orf). Em abril deste ano, foi solista junto a Orquestra Filarmônica Bachinana, com regência do maestro Julio Medaglia e direção do maestro João Carlos Martins, concerto que foi realizado na Sala São Paulo. Estudou canto lírico com vários professores, dentre eles: Paulo Campos, Urbano Lima, Nadja Daltro, Eliane Sampaio, Amin Feres, Édson de Oliveira, Rio Novelo, Neyde Thomas e Andrea Adour . Atualmente, recebe orientações do professor Francisco Campos. Hoje além de solista, atua como regente de coro e orquestra junto à Pró-Música, UFJF e Colégio dos Jesuítas, todos em Juiz de Fora MG.

Release do Coral:

Coral da UFJF – Informações básicas A história do Coral da UFJF tem início em 1966, quando um grupo de cantores, liderados pelo maestro Victor Giron Vassalo integra-se extra-oficialmente esta instituição, na qual seu regente era funcionário, e passa a ser conhecido como Coral Universitário – ou CORUNI. Já nesta época o coral era composto por estudantes, ex-alunos, professores e funcionários da UFJF, além de membros da comunidade não-acadêmica. Esta configuração é mantida até hoje, embora o número de integrantes, no decorrer destes 45 anos de existência, tenha variado bastante. O repertório é abrange músicas de todos os gêneros, desde peças sacras e profanas de compositores eruditos do passado e contemporâneos, incluindo canções do folclore nacional e internacional e músicas do cancioneiro popular brasileiro e juizforano em particular. Além do repertório eclético, outra característica do grupo é seu aspecto cênico, utilizando recursos visuais, indumentárias, adereços, cenários e iluminação em suas performances, que são sistematizadas num processo de criação coletiva. Ao longo de seus 45 anos, o Coral da UFJF vem marcando sua presença em palcos brasileiros e estrangeiros, apresentando-se em shows, concertos, concursos e festivais. Participa, em 1973, do 1º Concurso Nacional de Corais na Televisão, em promoção MEC/TV Globo, sendo classificado em segundo lugar. Em 1999 o Coral compete em prova eliminatória do concurso ‘Europa y sus Cantos’, na Espanha. É o único coral brasileiro classificado para as provas finais. Contudo a viagem não pode ser realizada por falta de recursos. Já em 2001 o Coral da UFJF grava seu primeiro CD, ‘À moda da casa’, exclusivamente com repertório de músicos populares juizforanos, em arranjos a capella de autoria do então regente, maestro André Pires. Em 2004 grava o segundo CD, ‘Tear’, com repertório diversificado. No mesmo ano, o Coral da UFJF participa do Concurso Sudamericano de Interpretación Coral promovido pela AAMCANT, na Argentina, recebendo dois prêmios do júri oficial: medalha de prata e diploma de ‘melhor coral misto adulto’. O júri concede ainda um terceiro prêmio: medalha de ouro ao maestro André Pires, eleito melhor regente do concurso. O Coral da UFJF é escolhido ainda, por votação de júri popular, como o vencedor do certame. Em dezembro de 2006, durante as comemorações dos 40 anos de existência oficiosa do Coral da UFJF, o CONSU – Conselho Universitário – promove finalmente a oficialização do grupo, passando desta forma a existir de direito, enquanto corpo estável dentro da instituição. Atualmente, o Coral da UFJF está formado por 22 cantores. A preparação técnica vocal é feita pela cantora Jovelina Nóbrega e a regência é do maestro Guilherme Augusto, que mantém a mesma linha de trabalho que o grupo vem desenvolvendo ao longo da sua história.

Foto

Coral Villa Lobos - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Luiz Flávio dos Santos

Sua carreira no canto coral teve início em 1974, quando ingressou no Coral Guilherme Lage, do Colégio Municipal de BH. Durante o período de 1976 a 1986 cantou nos coros infantil, juvenil e adulto do Coral Júlia Pardini, tendo participado de festivais nacionais e internacionais junto a este grupo. Atuou como flautista e saxofonista na Banda Sinfônica do CIAAR, Centro de Instrução e adaptação da Aeronáutica. Criou o grupo coral e teatral infantil do Instituto Sagrada Família (Unidade Caiçara) e o Coral Villa Lobos; fundou ainda os corais da Bemge Seguradora, Coral de Idosos da LBA, Coral da Assepro, Coral “Vozes da Globo Minas” da TV Globo Minas e o Coral Gremig/Cemig, o que lhe rendeu vasta experiência na criação e organização de corais empresariais. Atualmente, rege os corais da TV Globo Minas e Gremig/Cemig e é diretor musical, regente e arranjador dos corais do Instituto Sagrada Família e Villa Lobos; músico integrante do Grupo Sui Generis, atua como saxofonista, flautista, percussionista e cantor.

Release do Coral:

O coral e formados por amigos desde 1987, canta em todos os tipos de eventos, participamo de encontro de corais por todos Brasil.

Foto

Coral Voix D'or - Ouro Preto/Minas Gerais

Foto

Regente: Arlindo Leandro Gomes

Arlindo Leandro Gomes é licenciado em Música pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), com habilitação em canto lírico. Seu primeiro trabalho como regente foi à frente do Coral Infanto-Juvenil da “Sala Futura”, filiada da TV Futura (Fundação Roberto Marinho), em Ouro Preto – MG. Atuou como tenor solista e coralista em diversos grupos profissionais, dentre eles o Coral Lírico de Minas Gerais da Fundação Clóvis Salgado (“Palácio das Artes”), em Belo Horizonte-MG. Participou de gravações de CD ’s, com destaque para a Sinfonia nº. 9, em Ré Menor, Opus 125 de Ludwig Van Beethoven, junto ao coro e Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP), sob-regência de John Neschling, e também o CD “Ofício de Trevas II”, do “Padre José Maria Xavier”, com Orquestra e Coro dos Inconfidentes, sob-regência de Marcelo Ramos e edição musical do compositor mineiro Marcus Viana. Possui várias composições próprias populares e eruditas que já foram interpretadas por grandes corais e músicos. Atualmente é professor de canto e técnica Vocal no Curso Livre de Música da Universidade Federal de Viçosa (UFV), Viçosa-MG e regente dos corais: “Coral IFMG - Ouro Preto-MG”; “Coral Voix-là, do departamento de Letras da UFV-Viçosa-MG”, “Grupo Renascer Melhor Idade - Ouro Preto-MG, “Coral da Mata dos Palmitos-Santa Rita de Ouro Preto-MG” e “Coral Voix D’or da Aliança Francesa de Ouro Preto-MG”.

Release do Coral:

O coral Voix D’Or da Aliança Francesa de Ouro Preto-MG surgiu no segundo semestre de 2012, através do desejo da Diretora da Aliança, Raíssa Palma, de proporcionar um contato artístico e prazeroso dos alunos com a Língua de aprendizagem. O Maestro convidado, Arlindo Leandro Gomes, era na ocasião, aluno da Instituição. O objetivo inicial do Coral era melhorar as percepções do aluno em contato com o idioma dentro do curso de francês. Dentre suas apresentações destacamos, “V módulo de formação continuada de professores de Francês” em dezembro de 2012 e a “Journée Jean-Claude Beacco”, em abril de 2013.

Foto

Coral Voix-Là - Viçosa/Minas Gerais

Foto

Regente: Arlindo Leandro Gomes

Arlindo Leandro Gomes é licenciado em Música pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), com habilitação em canto lírico. Seu primeiro trabalho como regente foi à frente do Coral Infanto-Juvenil da “Sala Futura”, filiada da TV Futura (Fundação Roberto Marinho), em Ouro Preto – MG. Atuou como tenor solista e coralista em diversos grupos profissionais, dentre eles o Coral Lírico de Minas Gerais da Fundação Clóvis Salgado (“Palácio das Artes”), em Belo Horizonte-MG. Participou de gravações de CD ’s, com destaque para a Sinfonia nº. 9, em Ré Menor, Opus 125 de Ludwig Van Beethoven, junto ao coro e Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP), sob-regência de John Neschling, e também o CD “Ofício de Trevas II”, do “Padre José Maria Xavier”, com Orquestra e Coro dos Inconfidentes, sob-regência de Marcelo Ramos e edição musical do compositor mineiro Marcus Viana. Possui várias composições próprias populares e eruditas que já foram interpretadas por grandes corais e músicos. Atualmente é professor de canto e técnica Vocal no Curso Livre de Música da Universidade Federal de Viçosa (UFV), Viçosa-MG e regente dos corais: “Coral IFMG - Ouro Preto-MG”; “Coral Voix-là, do departamento de Letras da UFV-Viçosa-MG”, “Grupo Renascer Melhor Idade - Ouro Preto-MG, “Coral da Mata dos Palmitos-Santa Rita de Ouro Preto-MG” e “Coral Voix D’or da Aliança Francesa de Ouro Preto-MG”.

Release do Coral:

O Coral Voix-Là surgiu em junho de 2006, por iniciativa da Profª Raíssa Palma, com objetivo de incentivar o aprendizado da Língua Francesa no Curso de Letras. Por meio da harmonia de várias vozes e embalado por um ritmo único de determinação, o Coral Voix-Là leva músicas eruditas e populares às pessoas que buscam uma expressão cultural diferenciada. Contando com o apoio do Centro de Ciências Humanas (CCH) e do Departamento de Letras (DLA), o coral está atualmente sob a regência do maestro Arlindo Leandro Gomes, licenciado em musica e habilitado em canto lirico pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). O Voix-Là é aberto aos alunos de toda UFV, e seu repertório constitui-se de peças em latim, inglês, francês, espanhol, português, e até dialetos africanos, hebraico e indígenas. Como exemplo cita-se composições tanto do período da formação das línguas românicas, músicas da Renascença e também composições contemporâneas e da música popular brasileira. O coral realiza apresentações em Viçosa, abrilhantando os eventos acadêmicos, alem de participar ao fim de todo ano do Concerto de Natal, juntamente com outros corais da cidade. Ja se apresentou no campus da UFV em Florestal e participou do encontro de corais em Viçosa. Ao fim de todo período letivo o coral realiza uma apresentação de aproximadamente uma hora, onde mostramos de uma forma mais ampla o trabalho que desenvolvemos ao longo do ano.

Foto

Coral Vozes da Amazônia - Belém/Pará

Foto

Regente: Eduardo Nascimento

Eduardo Nascimento Formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo pela UFPA no ano de 1995. Formado no Curso Técnico em Canto Lírico pelo Instituto Estadual Carlos Gomes, imediatamente entra no Curso de Bacharelado em Musica habilitação em Canto Lírico pela UEPA, formando-se no de 2002. Já no curso técnico começa a trabalhar com canto coral na Catedral metropolitana de Belém regendo a SCHOLA CANTORUM e, também, em escolas particulares, como no Centro de Estudos Ipiranga durante 12 anos e no Centro Educacional Marista durante 3 anos com coro infanto-juvenil, desenvolvendo esta atividade até os dias de hoje no Instituto estadual Carlos Gomes. Em sua carreira docente, atua no Instituto Estadual Carlos Gomes antes de sua formação no bacharelado em canto como professor de musicalização infantil, teoria e solfejo, e canto coral. Ultimamente vem lecionando como professor de Canto lírico com uma turma de 29 alunos iniciantes e alguns em conclusão de curso. Atuou, também, na Escola de Musica da UFPA como professor substituto concursado nas disciplinas de Canto Coral, Pratica de Grupo e Ritmo e Som I e II. Ao longo de sua carreira como cantor já atuou em grandes eventos internacionais e nacionais junto ao coro Carlos Gomes onde canta até hoje, conquistando prêmios para nosso estado, em países como Itália, Áustria, Grécia e em concursos nacionais promovidos pela FUNARTE em território nacional. Como Solista já participou de eventos nos Festival Internacional de Musica de Câmara, Festival Internacional de Musica do Pará e outros eventos e produções locais. Há 15 anos, atua como regente da Schola Cantorum da catedral de Belém onde iniciou como cantor passando a regente, anos depois, com um repertório eminentemente sacro-religioso. Há 8 anos, rege o coro Infanto-juvenil Itacy Silva da Fundação Carlos Gomes, onde trabalha com um repertório variado e eclético da musica internacional e nacional do folclórico ao clássico. Em março de 2013, inicia o seu trabalho de regência a frente do Coral Vozes da Amazônia, em substituição a maestrina Maria Antonia Jimenez Rodriguez.

Release do Coral:

Criado em 06 de agosto de 2002, sob a denominação “Coral Banco da Amazônia”, é um grupo composto de até 30 integrantes, entre pessoas da comunidade e empregados do Banco da Amazonia S.A. e tem como regente o maestro Eduardo Nascimento. Possui repertório de natureza eclética, com músicas clássicas, sacras e populares, já tendo se tornado uma referência em Belém e região. Logo em 2003, foi selecionado para o Banco de Talentos da FEBRABAN. Realizou o “I e II Encontro de Corais Banco da Amazônia (2003 e 2005).” Participou dos recitais “Um canto para Maria” da soprano Patrícia Oliveira, realizados no Teatro da Paz nos anos de 2004, 2005 e 2007, em Belém. Apresenta recitais à comunidade de Belém, na maioria das vezes, em Igrejas como a do Carmo, a do Rosário, a da Trindade e a de Santo Alexandre, algumas delas componentes do acervo arquitetônico tombado pelo patrimônio histórico nacional, como forma de reunir a arte em suas diversas manifestações, despertando no público o interesse pelo conhecimento dos traços culturais que ajudaram a consolidar a nossa historia. Também participa, anualmente, das homenagens do Banco da Amazônia à Virgem de Nazaré, durante as celebrações alusivas ao Círio. Tradicionalmente participa da Mostra de Corais Santa Cecília, em Belém – PA. Em 2006, compôs o coro da Ópera Aquiry do maestro Mário Lima Brasil, no Teatro da Paz. Participou com sucesso do 30º e do 31º Festival de Coros do Maranhão – FEMACO, e apresentou-se para convidados no Teatro Alcione Nazareth (2007), ambas em São Luís – MA. De 2007 a 2011 apresentou o recital “Belém, é Natal!” sempre no mês de dezembro. Em janeiro de 2012, realizou um concerto em praça publica, em homenagem ao aniversário de Belém, intitulado “Um presente para Belém”. Em maio de 2012, como parte das comemorações do seu décimo aniversário, participou, pela primeira vez, de um festival internacional que reuniu coros de diversas regiões do Brasil, do Paraguai e da Argentina, denominado “Festival Internacional de Coros Três Fronteiras”, numa iniciativa do maestro Gildemar Gonçalves de Matos, em Foz do Iguaçu-PR. Recentemente participou da abertura da Conferência Distrital do Rotary Internacional, Distrito 4720, em 25 abril de 2013 e da cerimônia comemorativa ao "Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas", no dia 10 de junho de 2013.

Foto

Coral Vozes da Liberdade - Belo Horizonte/MG

Foto

Regente: Rodrigo Garcia Pacheco

REGENTE - RODRIGO GARCIA Formado em Regência pela Escola de Música da UFMG, onde cursa bacharelado em Violoncelo e Composição. Regente Titular do Coral Ases MG desde 2008, e também de diversos outros corais de Belo Horizonte (atualmente 'Vozes da Liberdade - PRMG, Madrigal Cura d'Ars' e 'Grupo Orguel Musical'). Rodrigo também participou de diversos eventos como regente, violoncelista, guitarrista, arranjador, produtor e compositor, tendo o prazer de trabalhar com grandes nomes da música brasileira como Alceu Valença, Paulinho Santos e Décio Ramos do Uakti, Cálix, Cartoon, Aggeu Marques, Renato Savassi e a Orquestra Ouro Preto. Fundador da Orquestra Sinfônica Libertas com a qual pôde fazer alguns concertos com casa lotada no Palácio das Artes em homenagem aos Beatles.

Release do Coral:

O Coral Vozes da Liberdade é composto por servidores da Procuradoria da República em Minas Gerais, com a formação de 15 vozes e foi criado em abril de 2011 tendo, portanto, apenas dois anos de existência. O Coro foi instituído, inicialmente, apenas com a ideia de promover uma melhor integração e busca do bem-estar no ambiente de trabalho mas, aos poucos, o gosto pela música e o prazer de cantar, extrapolou as fronteiras e o grupo já chegou a se apresentar em instituições de caridade, asilos e em outras instituições públicas, além da participação na Cantata de Natal da Assembleia Legislativa/MG, em 2011. O Coral Vozes da Liberdade possui repertório basicamente de música popular brasileira, acreditando que a boa música proporciona momentos de encantamento e alegria interior.

Foto

Coral Vozes da Serra - AEA - Ouro Branco/MG

Foto

Regente: Cássio Marcelo

Cássio Marcelo nasceu 07/05/1988 em Ouro Branco, Minas Gerais, onde cresceu sob as influências e referências de músicos da cidade. Iniciou os estudos musicais no violão clássico com Marcelo Cruz e Leonardo Amorim. Logo após entrou na Casa de Música de Ouro Branco onde fez parte do Grupo de Violões da Casa de Música organizado por Charles Roussin. Participou das cinco primeiras edições da Semana de Música de Ouro Branco onde participou de masterclasses de violão com Fábio Zanon, Mario Ulloa, Fernando Araújo e Alieksey Viana. Participou de oficinas de Coral com Arnon Sávio de Oliveira e também da oficina A Voz e o Instrumento com Babaya. Participou de vários Workshops com músicos renomados. Entre eles, dois promovidos pela Mostra Internacional de Música de Olinda. O workshop World Music ministrado por Richard Bona e o Workshop de Violão ministrado por Juarez Moreira. Formou-se em Música/Licenciatura com habilitação e Violão pela Universidade Federal de Ouro Preto, onde teve aulas de violão com André Siqueira, Michel Maciel e Humberto Junqueira e de harmonia com Guilherme Paoliello. Pela UFOP, maestro do coral de 3ª idade UFOP em Serenata e monitor do Coral UFOP. Defendeu a monografia com título Danza Caracteristica – Contexto Histórico da Obra orientado por Bernardo Fabris.

Release do Coral:

Coral Vozes da Serra da AEA em Ouro Branco, Minas Gerais, por iniciativa de um dos diretores da AEA, Sr. Geraldo Magela Crispim, nascia no ano de 1994, com o apoio dessa associação. Um sonho, um desejo idealizado por muitos daqueles que depois se tornaram componentes desse coral. A criação do coral tinha como princípio, a integração de funcionários da Açominas, associados da AEA e comunidade para difundir a boa música, sobretudo a popular brasileira. Nos primeiros anos de atividade o Coral funcionou sem nome. Apresentava-se como Coral da AEA. O nome Vozes da Serra surgiu um ano após a sua fundação, ou seja, em 1995. O coral contou com o apoio da AEA e da Açominas nesse processo de inscrição de novos componentes para o coral. Os anúncios eram divulgados no jornal PAINEL da AEA, Correio eletrônico da Açominas. O coral cresceu em número de componentes. Houve um período em que teve aproximadamente 40 componentes. Com 10 anos de existência o Coral Vozes da Serra da AEA, sob a regência do maestro Nilson Alves de Castro, paralisa suas atividades, por falta de verba, com sua última apresentação em um encontro de corais de Ouro Preto. No ano de 2007 a Associação Casa de Musica de Ouro Branco, sob a direção de Kênia Libânio apadrinha o coral adotando um repertório de musica erudita para coral. Com o nome de Coral Vozes da Serra da Casa de Música de Ouro Branco, tinha como maestro Charles Rossin. As atividades foram de 2007 à 2009, quando novamente por falta de verba encerrou suas atividades. No ano de 2012, por uma iniciativa da AEA e de Aldair Seabra, o coral entra em sua terceira fase retornando as atividades e novamente sendo patrocinado pela AEA. Retomou o nome Coral Vozes da Serra da AEA e o seu antigo local de ensaio. Atualmente está sob a regência do maestro Cássio Marcelo.

Foto

Coral Vozes das Gerais INSS/Receita Federal - BH - Belo Horizonte/MG

Foto

Regente: Robson Lopes

Regente Robson Lopes - (Regente) é Licenciado em Educação Artística - habilitação em Música, pela UEMG; Bacharel em Música - Composição, pela UFMG; Bacharel em Canto, pela UEMG; Mestre em Música, pela UFMG. Tem em sua discografia cinco cd's, atuando co- mo regente e cantor. Atualmente desenvolve pesquisa sobre a música mineira do séc. XIX e atua como cantor, regente coral, tecladista e arranjador. Músicos: o coral conta ainda com o pianista, Paulinho Faria; E o percursionista Sérgio Augusto Castelar.

Release do Coral:

O Coral Vozes das Gerais INSS/RFB foi fundado em agosto de 1998. Atualmente, com 35 integrantes, é formado por servidores do INSS/RFB e familiares. Completa 15 anos em 2013. O Coral se apresenta em encontros, seminários, congressos e eventos promovidos pelo INSS e RFB, em recitais, festivais, projetos culturais e celebrações diversas, com o objetivo de difundir o canto Coral junto ao público, integrar os servidores, levando a todos alegria e emoção através do canto. Lançou seu primeiro CD pela BEMOL, em março de 2003, patrocinado pela empresa Mendes Junior, com apoio do Banco do Brasil. O Coral Vozes das Gerais é patrocinado pelas entidades de classe: ANFIP/MG- Associação dos Auditores Fiscais da Previdência Social de Minas Gerais e ANASPS/MG – Associação Nacional dos Servidores da Previdência Social de Minas Gerais. Dentre suas apresentações recentes destacamos : - VI Festival de corais/ Conservatória no Rio de Janeiro - 12/2011; - Festival de Corais Três Fronteiras – Foz do Iguaçu – 05/2012 - Encontro de Corais ALMG – Órgãos Públicos – 06/2013 - 120 anos da JUCEMG – 07/2013

Foto

Coral Vozes das Veredas - Veredinha /MG

Foto

Regente: Tadeu Oliveira

Tadeu Oliveira é músico, compositor, produtor cultural, radialista e regente de corais no Vale do Jequitinhonha. É regente do Coral Vozes das Veredas, da cidade Veredinha-MG, desde agosto/2001. Formou os corais das seguintes instituições: Coral Mali Martin, de maio de 2005 a dezembro de 2008 - Centro Social Mali Martin - Itamarandiba MG; Coral Plantar, de março a dezembro de 2006 – Empresa Plantar/Maestria Produções Artísticas - Curvelo MG; Coral Zabelê, de março de 2006 a dezembro de 2007 - Conselho Tutelar da Criança e do Adolescente - Turmalina MG. É radialista, produtor e apresentador do Programa Canta Minas, da Rádio Aranãs FM de Capelinha, há mais de 18 anos no ar. Graduado em História pela UEMG/FEVALE/FAFIDIA. Desde 2004, participou de diversas edições do Festival Internacional de Corais ora como regente de corais, ora colaborando na organização do evento. Atuou como jurado em diversos festivais de várias cidades em Minas Gerais.

Release do Coral:

Fundado em agosto de 2001 pela Associação de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente de Veredinha - ADECAVE, conveniada com o Fundo Cristão para Crianças – FCC e, a partir de 2006, emancipou-se da entidade através da contribuição voluntária de alguns simpatizantes do trabalho desenvolvido por Tadeu Oliveira. Em 2007, criou-se a Associação Coral Vozes das Veredas-ACVV que conta com projeto financiado pelo CEDCA (Conselho Estadual de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente), conta com o apoio da Pref. Mun. de Veredinha e com ajuda voluntária de diversas pessoas, empresas e instituições. Foi uma das atrações do Festival de Corais de BH em 2004. Participou ainda das edições de 2005, 2007 e 2010. Em 2005, lançou o primeiro CD com direção e produção de Rubinho do Vale e Tadeu Oliveira, patrocinado pela Secretaria de Estado da Cultura de MG. Em 2006, foi atração do programa Terra de Minas, da Rede Globo e do show Vozes do Vale, no Palácio das Artes. Em 2007, participou projeto Quatro Cantos – Coral na Praça, promovido pelo BDMG Cultural e em 2008, cantou para o ex-gov. Aécio Neves em solenidade no Palácio da Liberdade. No ano de 2010, durate o encerramento do FIC - Festival Internacional de Corais de Belo Horizonte, o Coral se apresentou nos jardins do Palácio da Liberdade, oportunidade em que contou-se com a presença de Milton Nascimento, artista homenageado pelo evento. Desde a sua fundação, o coral tem a regência do músico Tadeu Oliveira, que tem como principal premissa valorizar a cultura regional. O repertório básico do Coral é formado por cânticos do Vale do Jequitinhonha, música mineira e algumas pérolas da MPB.

Foto

Coral Vozes de Prata - São Domingos do Prata/Minas Gerais

Foto

Regente: Edméa Saldanha Lima

Licenciada em Música – Habilitação em Canto, UEMG (2009), também estudou no Palácio das Artes- CEFAR (2001) e na Ordem dos Músicos (1986-1987) Trabalha atualmente no CENTEC/DOCTUM – Centro Tecnológico Dr. Joseph Hein, em João Monlevade/MG (2011 a 2013) como professora de Musicalização Infantil, Canto Coral, Flauta Doce , violão e teclado. Na AMEPI- Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Rio Piracicaba é Coordenadora e professora do “Curso de Capacitação em Música para professores de Arte do Médio Piracicaba” – João Monlevade/MG desde 2012. Em São Domingos do Prata é Regente do Coral Adulto “Vozes de Prata” desde 2011 e do Coral Infanto-Juvenil “Prata Encanto & Voz” em 2009 e de 2012 a 2013, da Casa de Cultura Chiquito Moraes, onde também é professora de Flauta Doce e é regente voluntária do “Coral Menino Jesus” da Paróquia São Domingos de Gusmão. Em Belo Horizonte foi Regente do Coral Infanto-Juvenil na Paróquia São Vicente de Paulo (de 2003 a 2008) e foi também sócia-proprietária e gerente administrativo da Escola de Música “Sons & Dons” (de 2000 a 2005) onde também ministrava aulas de Técnica Vocal, Teclado, Violão, Flauta Doce e Percepção Musical. Atua como professora de música e Cantora desde 1990.

Release do Coral:

O Coral Vozes de Prata é um coral independente, criado em 2011 por um grupo de amigos com os mesmos ideais de aperfeiçoamento musical e convivência. É regido pela maestrina Edméa Lima e conta com o apoio da Casa de Cultura Chiquito Moraes. È composto por dois naipes de vozes masculinas, tenor e baixo e dois naipes femininos, soprano e contralto e trabalha músicas do repertório popular e erudito. É a primeira vez que se inscreve no FIC. Participa anualmente de três eventos na sua cidade sede: O Concerto das Estações, Festa do Padroeiro São Domingos e Cantata de Natal. Já fez apresentações em Nova Era e no Santuário do Caraça.

Foto

Coral Vozes Do Campus - Belo Horizonte /MG

Foto

Regente: Marcelo Minal

Marcelo Minal nasceu na cidade mineira de Pedro Leopoldo no dia 3 de janeiro de 1984. Iniciou seus estudos musicais no início de 1998. Dois anos depois estreou sua carreira musical como baixista e vocalista de uma banda local de rock. Três anos após a sua estréia se mudou para Belo Horizonte para investir em sua carreira. Desde então já trabalhou de diversas formas no meio musical: professor de canto e violão, músico de banda, cantor corista, transcritor, arranjador, maestro de corais e até ator/cantor de musicais. Atualmente cursa o Bacharelado em Regência Musical na UFMG. www.marcelominal.com

Release do Coral:

O Coral Vozes Do Campus foi fundado em 1997,dentro do Projeto Corais do Campus (UFMG) a partir de um antigo coral de funcionários da instituição. Atualmente o grupo é composto por alunos da graduação e mestrado, ex-alunos, funcionários e membros da comunidade externa. Ao longo de sua história, o grupo já se apresentou em diversos locais do Campus UFMG (Praça de Serviços, Escola de Música, Reitoria, Auditório da FALE, etc), em diversas igrejas (Igreja Da Boa Viagem, Igreja Lourdes, Igrejinha da Pampulha) e em diversos outros locais como no coreto da Praça Da Liberdade, Praça da Assembléia, Rodoviária de BH e etc. As apresentações mais marcantes foram uma apresentação com o violeiro Chico Lobo, uma apresentação com a Orquestra Sinfônica da EMUFMG, na ocasião sob regência do Professor Silvio Viegas e uma apresentação com a Gerais Big Band, sob regência do Maestro Paulo Lacerda. Em sua grande trajetória o coral já esteve sob a regência de vários outros maestros: Maria do Carmo Campara, Vivian De Assis, João Tarcísio (Tatá), Rodrigo (da banda Calix), Renato Pedroso, Elicelma, Samuel Fagundes, etc, e atualmente é regido por Marcelo Minal, que também é o arranjador musical do atual repertório. No repertório do coral a música popular sempre foi predominante e atualmente contamos com arranjos exclusivos de músicas de MPB, Pop Internacional e temas de filmes.

Foto

Coral vozes do campus (UFLA) - Lavras/MG

Foto

Regente: Augusto Mário Goulart Pimenta

Formado em regência coral e orquestral pela UFMG dirigiu vários corais em Belo Horizonte, entre eles O coral da INFRAERO, Coral do CREA-MG, Projeto KRONOS música o Coral Vozes do campus (UFLA) e a orquestra de câmara da UFLA. Trabalha também como professor de violoncelo na "Preludium escola de música".

Release do Coral:

O Coral vozes do campus é composto por moradores de Lavras e região, alunos e profissionais da Universidade Federal de Lavras. Tem atuado em festivais de corais, concertos e apresentações de música popular e erudita tanto dentro da comunidade acadêmica quanto em eventos na cidade de Lavras e região. Se dedica ao aprendizado e aperfeiçoamento do canto polifônico a quatro vozes com ênfase no canto a cappella.

Foto

Coral Vozes na Estrada - DER/MG - Belo Horizonte/MG

Foto

Regente: Marco Antonio Maia Drumond

Breve Currículo do maestro Marco Antônio Maia Drumond Marco Antônio iniciou os seus estudos musicais aos cinco anos de idade no curso de iniciação musical da Professora Célia Flores Nava. Aos seis anos iniciou os seus estudos de violino com o Prof. Gabor Buza. Graduou-se em Regência pela Universidade Federal de Minas Gerais e realizou curso de pós-graduação em Regência Sinfônica e Operística na Academia F. Chopin em Varsóvia. De volta ao Brasil realizou outro curso de pós-graduação em Educação Musical na UFMG e, desde então, desenvolve intensa atividade como regente e professor em Minas Gerais. Além de dirigir o Coral do DER, é também o Regente Titular da Orquestra de Câmara SESIMINAS, do Madrigal Renascentista, dos corais da PUC e do Coral Infantil “Inhotim Encanto”. Atua como Diretor da “Escola de Cordas” de Inhotim. Dedica-se ainda ao magistério lecionando Artes na Escola Técnica de Formação Gerencial do SEBRAE.

Release do Coral:

Breve Histórico sobre o Coral Vozes na Estrada Criado em abril de 2000, o coral Vozes na Estrada é composto por servidores do DER/MG (Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais) da ativa e aposentados e tem desde o início de suas atividades o regente e preparador vocal: Marco Antonio Maia Drumond. O Coral “Vozes na Estrada” completou em abril de 2013, 13 anos de ininterrupta atividade. Toda esta maravilhosa trajetória não teria sido possível se não fosse o irrestrito e incondicional apoio dado pelos seus patrocinadores: Sintder (Sindicato dos trabalhadores do DER/MG, Coopeder (Cooperativa de Consumo dos Servidores do DER/MG), Creder (Cooperativa de Credito Mútuo dos Servidores do DER/MG) e Assender (Associação dos Engenheiros do DER/MG). Filiado à Federação Mineira de Corais, participou de diversos eventos ao longo desses 12 anos como o Minas Cantat por várias vezes, Painel Sesiminas de Música Coral, Quatro Cantos – Coral na Praça, Encontro de Corais de Órgãos Públicos, eventos em Secretarias de Estado, comemorações diversas do DER/MG, missa de natal, comemoração de aniversário de entidades, encontros, fóruns e seminários, além de ações humanitárias levando a música a pacientes de hemodiálise, pediatria da Santa Casa, creches e asilos. No decorrer destes anos, além dos cantores estarem em permanente contato com a música, diminuindo assim o estresse do trabalho e buscando o equilíbrio entre qualidade técnica e prática vocal, num exercício de trabalho coletivo, puderam levar o nome do DER/MG a diversos locais dentro e fora de Belo Horizonte

Foto

Coro da Ladeira - Rio de Janeiro/RJ

Foto

Regente: André Protasio

Mestre em Musicologia pela UNIRIO, onde defendeu uma dissertação sobre arranjo coral brasileiro. Com o Grupo Equale, dirigiu e produziu os CDs “Expresso Gil” (com composições de Gilberto Gil) e “Um gosto de sol”, com as canções e a participação de Milton Nascimento. É um dos cantores/arranjadores do premiado sexteto a cappella BR6 que este ano lança seu quarto CD. Assina a direção musical do quinteto feminino “Mulheres de Hollanda”. Rege o Coro da Ladeira, o Coral do TRT e o Coral da Fundação Roberto Marinho. Leciona Design Sonoro na Escola de Arte e Tecnologia Oi Kabum do Rio de Janeiro e nos cursos de Graduação e Pós-graduação em Design do SENAC. Também tem atuado como regente convidado, para preparação e apresentação de repertório, onde destacam-se em 2012: o Concurso Nacional CCBB Brasil Vocal, as oficinas de Grupos Vocais do Festival de Ibiapaba (Ceará), o Open singing do Fest Rio Vocal e a Flash MOB de Natal com 400 cantores no CCBB do Rio de Janeiro.

Release do Coral:

Um grupo de amigos que subia a ladeira Mundo Novo toda a semana para cantar. Assim surgiu em março de 2009 o Coro da Ladeira. O caminho natural foi cantar músicas populares. Composições de Gilberto Gil, Dorival Caymmi, Milton Nascimento, Lenine e outros, formaram ao mesmo tempo o repertório e a identidade musical do grupo. Regido por André Protasio, o grupo estreou no Festival Internacional de Corais de 2009 em Tiradentes e tem participado de vários encontros de música vocal em Minas Gerais e no Rio de Janeiro.

Foto

Coro em Canto - UFCG - Campina Grande/Paraíba

Foto

Regente: Lemuel Guerra

Estudou Música no Seminário Teológico Batista do Norte do Brasil, além de ter feito um período de formação em nível de Mestrado em Regência na Campbellsville University, nos Estados Unidos.

Release do Coral:

O Coro em Canto, da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), na Paraíba, existe há 16 anos, sob a regência de Lemuel Guerra. Fazemos recitais regulares, tendo já nos apresentado com a Orquestras Sinfônica da Paraíba, em peças tais como "Carmina Burana", "Requiem", de Mozart, "Requiem" de Fauré, dentre outras. Nosso repertório é formado por uma linha mais clássica, incluindo trambém música popular brasileira e de outros países. Nossa formação atual conta com 50 cantores, entre estudantes, professores e funcionários da UFCG, além de pessoas da comunidade. Nossa filosofia de coro se baseia no princípio de que todos podem cantar, se tiverem paixão por isso e que os ensaios devem ser oportunidades para estudo de teoria e apreciação musicais, técnica vocal, estudo do repertório e bons encontros, no sentido nietszcheano.

Foto

Coro Oficina de Canto-APA/BNDES - Rio de Janeiro/Rio de Janeiro

Foto

Regente: André Miranda

Acho importante descrever também o histórico de nossa preparadora vocal (logo após a descrição do nosso regente) Regente André Miranda: Cantor, arranjador e regente coral. Estuda Licenciatura em Música pela Unirio, e regência coral na Pro-Arte, com o maestro Carlos Alberto Figueiredo. Integrou o coro São Vicente a Cappella e, atualmente, faz parte do Coro de Câmera da Pro-Arte. Como arranjador, foi finalista de duas edições do concurso Brasil Vocal, promovido pelo CCBB em 2011 e 2012. Já trabalhou com grandes nomes da música vocal, como Paulo Malaguti, Patricia Costa, Malu Cooper, Maurício Detoni, Eduardo Feijó e André Protásio. Integra também o grupo vocal Ordinarius, com o qual gravou um disco (lançado em 2012) e fez uma turnê bem-sucedida pela Alemanha, em março de 2013. Está a frente do Coral Oficina de Canto APA/BNDES, como regente e arranjador, desde fevereiro de 2013. Preparadora vocal Gina Martins: Bacharel em Canto pela Universidade do Rio de Janeiro (UNI-RIO). Desenvolve atividades de solista, orientadora vocal e conferencista. É integrante do Coro do Theatro Municipal de Rio de Janeiro, participando como solista em diversas óperas. Desenvolve intensa atividade na área de pedagogia vocal, orientando corais e apresentando oficinas e conferências sobre a arte do Canto e a ópera.

Release do Coral:

O Coro Oficina de Canto-APA/BNDES, formado por empregados do BNDES, nasceu em 1982. O Coro foi regido, ao longo desses 30 anos, pelo maestro João Baptista Genúncio, empregado do Banco; por Gumercindo Lopes, igualmente maestro e empregado do Banco; pelo maestro Raul Penna Firme Júnior e pelo maestro Carlos Eduardo Fecher. A partir de 2013, o Coro está sob a regência do maestro André Miranda. A preparação vocal, em seu início, ficou a cargo de Bel Macedo. A partir de 1999, passou às mãos da professora e soprano do Coro do Teatro Municipal do Rio de Janeiro Gina Martins, que acompanha o grupo até hoje. O Coro participou de eventos comemorativos do BNDES, aberturas de seminários, inaugurações, celebrações e encontros, dentre os quais destacamos: •Participação no teatro musical “O Cavalinho Azul”; •Reabertura da Igreja da Ordem Terceira de São Francisco da Penitência, patrimônio histórico restaurado com recursos do BNDES; •Encontro de Corais do Hospital São Vicente de Paulo; •Encontro de Corais no Palácio de Cristal em Petrópolis; •5º Festival de Inverno de Petrópolis; •I Festival Natalino de Itatiaia; •Encontro de Corais em Conservatória; •II Encontro de Corais em Angra dos Reis; •Encontro de Coros no Santuário da Medalha Milagrosa; •Encontro de Coros na Associação Scholem Aleichem; •II Encontro de Corais na Igreja N. Sª da Consolação e Correia; •I, II e III Encontros de Corais do BNDES; •Abertura da apresentação do Coral Alemão Düsseldorf no Convento de Santo Antônio; •Participação na Trezena de Santo Antonio, com transmissão ao vivo pela Rede Vida; •Abertura do VI Congresso de Estudos da Imaginária Brasileira •Encontro de Coros no Forte de Copacabana. •Encontro de Coros na Casa de Espanha •2º Encontro de Corais patrocinado pelo Coral Seresta O Coro possui um CD lançado em 2004.

Foto

Coro Tu Voz Mi Voz - Rio de Janeiro/RJ

Foto

Regente: Jésus Figueiredo

Jésus Figueiredo é Bacharel em Regência Orquestral, em órgão de tubos e Mestre em Acústica Musical, pela Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Desde 1999 é Maestro Assistente do Coro do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, onde trabalha atualmente também com a Orquestra Sinfônica, na preparação de óperas e balés. Já regeu diversas orquestras, entre elas: Sinfônica de Minas Gerais, Sinfônica Brasileira Ópera e Repertório, Filarmônica do Ceará, Acadêmica do Teatro Colón de Buenos Aires, da Universidade Nacional de Cuyo (Argentina), Ópera de San Juan (Argentina) e a Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. É atualmente Maestro Titular do Coro Opera Brasil que participou em 2012 da 1ª. Temporada lírica da Orquestra Sinfônica Brasileira de Ópera e Repertorio. Com o balé do Theatro Municipal, com a Escola do Teatro Bolshoi do Brasil e a Companhia Brasileira de Balé, regeu títulos como Les Sylphides, O Quebra Nozes (2007 e 2012), Coppelia (2008 e 2012) e Dom Quixote. Preparou a Orquestra Sinfônica que acompanhou o Balé Kirov de San Petesburgo (Rússia) no Lago dos Cisnes (2011) e o Balé do Teatro Scala de Milão (Itália) em Giselle (2012). É, desde 2013, Diretor Musical da Associação de Canto Coral do Rio de Janeiro.

Release do Coral:

O Coro Tu Voz, Mi Voz nasce em agosto de 2000. Formado inicialmente por cantores amadores de várias nacionalidades, residentes no Rio de Janeiro, está atualmente sob a direção musical do Maestro Jésus Figueiredo. Sem patrocínio, se mantém até hoje com os aportes mensais dos seus integrantes. Tem apoio do Trem do Corcovado do Rio de Janeiro, que cede uma sala para ensaios. Divulga a música popular e folclórica do Brasil, e de outros países da América espanhola (Argentina, Colômbia, Cuba, El Salvador, Panamá, Porto Rico, Uruguai e Venezuela). Nos primeiros anos de existência, o Coro dedicou-se exclusivamente a apresentação de concertos em entidades filantrópicas, participação em encontros de corais e datas festivas. A partir de novembro de 2004, começou uma experiência com movimentação cênica e a produção de espetáculos próprios, contando com a participação de músicos convidados. Esta fase exitosa resultou em ganhos claros para os integrantes, que incorporaram à sua experiência técnicas de respiração, trabalho de corpo e movimentação cênica, hoje patrimônios do coro. O canto com acompanhamento de instrumentos deu lugar ao uso da técnica "a cappella", modalidade na qual se aperfeiçoa constantemente. Apresenta-se com formações variáveis, dependendo da disponibilidade dos seus integrantes. Canta regularmente em entidades beneficentes ligadas a trabalhos comunitários, universidades e encontros de corais congêneres.

Foto

Coro Vozes da Terra e Cantus Juris - Sobradinho/Distrito Federal

Foto

Regente: Renato Pedro

Músico instrumentista, bacharel em Administração de Empresas, Teologia e Regência pela Universidade de Brasilia. idealizador e formador do Encontro de Coros das Escolas Particulares que esse ano comemora 16 anos e do Encontro de Coros Universitários. Homenageado com certificado pelo presidente Luís Inácio Lula da Silva pelos bons serviços prestados como regente da presidência da República. homenageado com certificado e medalha pelo governo do Distrito Federal pelos bons serviços prestados á comunidade brasiliense (ambos em 2010). regente auxiliar do Coro Evangélico de Brasilia com o maestro Emílio de Cesar (1998 a 2004) realizando a gravação de um compact disk. Arranjo e gravação de um CD com o coro infantil Canto Vivo (Aprendendo a Ser Feliz) com musica da escritora e compositora Ley Ly Nay Paes Leme, da Academia Brasiliense de Letras. Realizador do Corais In Concert 1, 2 e 3. regente titular da Banda Sinfônica do Distrito Federal, Coros: Canto Vivo, Associação dos Funcionários da Universidade de Brasília, Vozes da Terra, Edificar, Cantus Juris e coro Juvenil do Centro Educacional Sigma. Diretor e presidente da RP - Produções Musicais e Artísticas.

Release do Coral:

Coro Vozes da Terra - O Coral “Vozes da Terra” (Companhia Imobiliária de Brasília - Terracap) originou em 1997, com o intuito de proporcionar aos funcionários melhor qualidade de vida e harmonia no desenvolvimento das atividades dentro da empresaEm 2010 e 2012 participamos do Encontro de Coros da Cidade de Goiás Velho-GO, e em 2011 do Festival Internacional de Coros da cidade de Juiz de Fora-MG. Para encerrar o ano de exercício participamos de cantata natalina nas cidades satélites do Distrito Federal. Cantus Juris - O coral da Procuradoria Geral do Distrito Federal foi criado, com o intuito de promover melhorias nas relações interpessoais, por meio da integração dos servidores. A formação, o coro , foi organizado em novembro de 2009, com o intuito de proporcionar melhor qualidade de vida a todos os servidores, e como caminho para aliviar as tensões do ambiente de trabalho, garantindo a harmonia, o bem estar emocional, a elevação da autoestima dos integrantes envolvidos na atividade, bem como daqueles que apreciam a arte por meio de uma boa música.

Foto

Ecos Canto Coral - Belo Horizonte/MG

Foto

Regente: Cleude William

O maestro Cleude William nasceu em Belo Horizonte e formou-se em Regência. Já participou de grandes produções, entre as quais, a ópera “Aída”, de Verdi; ópera “Tiradentes”, de Macedo. Participou do Festival Internacional de Corais de Neuchâtel, Suíça (1997); Festival International de Chant Choral de Gerzat, França com o Coral Contas & Cantos (2011); diversas edições do Festival Internacional de Corais; duas edições do Canta Del Rei

Release do Coral:

Formado em junho de 2010 o Ecos – Canto Coral surgiu da vontade de familiares e amigos apreciadores da música de organizarem um grupo para compartilhar em canto, inesquecíveis momentos marcados pela poesia e melodia, sob a regência do maestro Cleude William. O Ecos – Canto Coral fez sua primeira apresentação em setembro/2010, na cidade de Guanhães – MG e participou da Cantata de Natal na cidade de Senhora de Oliveira, com apoio do coral Trem das Vozes da Rede Sarah de Hospitais de Reabilitação. Participou do FIC em 2011 e 2012.

Foto

Ecos Sonoros da FEUC-RJ - Rio de janeiro/Rio de Janeiro

Foto

Regente: David Joaquim de Souza

Oriundo da Banda Sinfônica do Corpo de Fuzileiros Navais, Graduado em Ciências Sociais, Regência de Orquestra e Pós Graduado em História Contemporãnea e Regência Coral pelo Conservatório Brasileiro de Música e vários outros cursos de carácter internacional na área da música. Representou o Brasil no V Festival de europeu de Bandas nas cidades de Roma, Bolonha e Veneza na Itália. Possui moções das câmaras de Vereadores de Mangaratiba e da cidade do Rio de Janeiro. Títulos de Cidadão Digno de Reconquista Argentina e Personalidade do Rio de Janeiro contemplado no livro da escritora Nancília Pereira. Atualmente, é Gestor Cultural da Zona Oeste, Consultor fiscal da Associação de Bandas do Estado do Rio de Janeiro-ASBAM e Regente titular do Coro e Orquestra da FEUC.

Release do Coral:

Coro jovem composto por cerca de 30 integrantes entre alunos e professores das Faculdades Integradas Campo-grandenses-FIC. Possui um repertório variado entre Erudito, Popular e Religioso, com predominância da MPB com arranjos próprios. Das várias apresentações, destacam-se alguma consideradas de relevância.: Participação de 3 FIC de Belo Horizonte, Turnê em Santa Catarina (Blumenau, Florianópolis, Camboriú e Criciuma, Duas participação no Festival de Criciuma, Turnê em Reconquista Argentina ( Santa Fé, Córdoba e San Francisco), Festival de Bariloche na Argentina e outros. Possui troféus, moções e títulos Internacionais, 02 CDs e um DVD gravados junto com a Orquestra da FEUC. Desde sua fundação em Janeiro de 2000, dá ênfase aos eventos de que participa como veículo de Relações Públicas para a Fundação Educacional Unificada Campo-grandense- FEUC e Faculdades Integradas campo-grandenses-FIC .

Foto

Ensamble Bequadro - Rio de Janeiro/R.J.

Foto

Regente: Jose Antonio Navarro A.

Maestro Formado por: -Instituto Inter-americano de Educación Musical da O.E.A, Santiago de Chile (1980) -Escuela Nacional de Maestros Mariscal Sucre, Sucre Bolivia (1976) -Bachiller em música formado pelo Instituto Eduardo Laredo, Cochabamba (1972) -Bachiller diplomado pela Universidade San Simón (Cochabamba) -Diversos cursos de Regencia Coral

Release do Coral:

Agrupação de 9 cantores selecionados dentre os melhores do Coral Bequadro. Participaram de Festivais como: -VI Festival Mário Baeza, Vinha del Mar, Chile (2010) -Festival Ameride 2011/2012 -Canta Brasil (2009) -Entrevista e gravação na Rádio MEC. -Outros festivais e encontros corais.

Foto

Família Querubins Música & Cia - Barão de Cocais/Minas Gerais

Foto

Regente: Alexandre Luis Lacerda Campos

O Maestro Alexandre Luis Lacerda Campos é bacharelado em Música – flauta transversal pela UEMG. Fez curso de Extensão Regência e Novas Tendências em repertório para banda sinfônica e outras formações de instrumento de sopro com o renomado maestro Dwight Satterwhite, da Universidade da Georgia, EUA, pela UFMG (2004); fez Curso de “Regência para Sopros Sinfônicos”, com o professor Dario Sotelo, regente da orquestra de sopros de São Paulo pela UFMG (2003).participou da II conferencia Sul-Americana de Compositores, arranjadores e Regentes de Banda Sinfônica. Ministrou curso "Extensão de Aperfeiçoamente para Bandas de Música" pela Universidade Federal de São João Del Rei. Trabalhou por quatro anos (2002 a 2006) na "Banda de Música Celso Máximo Pereira", da cidade de Pompéu, como mestre de banda, nas funções de arranjador, compositor, regente e professor de teoria musical e instrumentos de sopro e percussão. É professor de música há quatorze anos. Faz arranjos sob encomenda para a "Banda de Músia Dárcio Maciel Ribeiro", da cidade de Papagaios, desde 2003. Atualmente é mestre de banda da "Banda de Música Santa Cecília", da cidade de Barão de Cocais, desde 2006. É bolsista do projeto "Novo Regresso", aprovado pela FAPEMIG, parceria entre a Banda de Música Santa Cecília e a Universidade Federal de São João Del Rei, projeto que visa restaurar o acervo de partituras da referida banda neste vigente ano de 2008. É professor de técnica vocal para os vocalistas das bandas da ONG Juventude Viração de Barão de Cocais. Em fevereiro de 2011 assumiu a regência dos coros infanto-juvenil e adulto da Família Querubins Música & Cia de Barão de Cocais. Em 2011/2012 participou do Projeto de aperfeiçoamento de regentes e coros do Museu da Música de Mariana, patrocinado pela Petrobrás através do Coral da Família Querubins Música & Cia e do Encontro de Músicos na Serra do Caraça com a Família Querubins Música & Cia idealizado pela renomada flautista Odette Ernest Diasi.É empreendedor, músico arranjador/compositor, engenheiro de gravação/mixagem.

Release do Coral:

Em dezembro de 2002 sob a direção de Elza Elói da Rocha Viana e Rosalinda da Conceição Duarte Domingues, formou-se um grupo uníssono de canto livre_ composto por 61 vozes infanto-juvenis em parceria com a Paróquia São João Batista, na pessoa do Pároco Pe. Nedson Pereira de Assis, na ocasião com o nome de Grupo Querubins . A partir de 17 de março de 2003, iniciou-se o Projeto Querubins, motivados pela procura criou-se oportunidades também para jovens e adultos . Em 2004, firmou-se a parceria com a Gerdau que contribuiu para estruturação da entidade. Em 2005 a entidade registrou-se e passou a se chamar Família Querubins Música & Cia, formou-se então os Coros polifônicos categorias adulto e infanto-juvenil, regidos pelo Maestro Tito Lazarino do Santos. Realizou Cantatas de Natal no período de 2002 a 2006. No período de 2004 a 2007 realizou Auto de Natal em parceria com a companhia de Teatro Art e Riso e a Folia de Reis. Em 2007 participou do III Encontro nacional de Coros de Itatiaia –RJ, sendo o único representante de Minas Gerais.Em 2007 e 2008 realizou o I e o II Encontro de Coros de Barão de Cocais, propiciando o intercâmbio com vários coros, entre eles , coros de renome internacional como o Júlia Pardini, o Madrigal Renascentista e o Coral Usiminas. Em maio de 2008, trouxe para a cidade o Projeto Minas em Canto realizado pela Associação Artística Júlia Pardini . Em 2009 foi produtor local do FIC – Barão de Cocais. Em 2010 realizou em parceria com a Paróquia São João Batista o I Festival Multicultural de Natal de Barão de Cocais. Dentro do Festival Multicultural de Barão de Cocais apresentou juntamente com o Grupo Art & Rio e a Folia de Reis, o Oratório de Natal. Desde 2007 tem participado do Festival Internacional de Corais de Belo Horizonte. Participou em 2008 do Festival Vila dos Sonhos Coca-Cola.Participa anualmente do Encontro de Coros de João Monlevade. Participou em 2008 e 2011 da Cantata de Natal de Contagem. Em 2011 o maestro Alexandre Lacerda assumiu a regência do coral. A partir de março de 2012 passa a ser coordenado por Rejane Cristina da Fonseca. Neste ano, participou do Projeto Aperfeiçoamento de Maestro e Coralistas do Museu da Música de Mariana, acrescentando em seu repertório música do século XVIII e XIX composta em Barão de Cocais, participou ainda do Projeto Encontro de Músicos no Caraça, idealizado pela renomada flautista Odette Ernest Dias, com produção da Crioula Carioca Projetos Culturais e Fonográficos. As atividades diárias da entidade são direcionadas principalmente para crianças e adolescentes. A maioria dos beneficiados são alunos da rede pública.

Foto

Grupo ACORDAVOCAL - São Paulo/SP

Foto

Regente: Déborah Rossi

Déborah Rossi é bacharel em Música- Regência pela UNICAMP (1996) e licenciada em Física pela USP (1990). É Mestre em Música pela UNICAMP (2000). Atualmente é Regente do Grupo ACORDAVOCAL e do Coral de funcionários da Saint-Gobain Abrasivos. É ainda Corrdenadora Pedagógica do Conservatório Municipal Guarulhos, onde também dá aulas Teoria, Percepção Musical, História da Música e Contraponto, além de reger o Coral Cultura. Foi regente assistente do Coral Paulistano do Teatro Municipal de São Paulo entre 2009 e 2011 e também professora nas disciplinas de Canto Coral e Regência na Faculdade Santa Marcelina, no mesmo período. Participa como docente convidada em diversos Festivais de Música, palestras e workshops.

Release do Coral:

O Grupo ACORDAVOCAL – Coral FMUSP é formado, em sua maioria, por estudantes e profissionais da área de saúde, ligados à Universidade de São Paulo. Foi fundado em 1993 e está hoje vinculado à Comissão de Cultura de Extensão Universitária da FMUSP. Nestes 20 anos de existência o ACORDAVOCAL tem contabilizado em seu currículo inúmeros concertos dentro e fora da Universidade, podendo-se destacar a participação no X Curso Internacional de Regência Coral (RJ), Festival de Inverno "Acordes na Serra" (Cunha/SP) e apresentações em importantes espaços culturais de São Paulo tais como SESC Vila Mariana, Centro Cultural São Paulo, Teatro Humboldt, entre outros. O Acordavocal sempre atuou em duas frentes: Por um lado, desenvolvendo repertórios temáticos de música popular brasileira nos quais procura aliar à música outras linguagens, tais como a movimentação cênica, poesia, projeções a fim de dinamizar o espetáculo e aproxima-lo do público. A outra frente é a do repertório tradicional de música erudita para coro, solistas e orquestra já tendo apresentado as obras "Gloria", de A. Vivaldi, "Missa brevis Sancti Joannis de Deo", de Joseph Haydn, "Te Deum", de Mozart, e de J. Haydn, "Christmas Cantata", de Daniel Pinkham, entre outras. Está sob a regência da maestrina Déborah Rossi desde a sua formação e conta também com a preparação vocal de Narayani Coelho.

Foto

Grupo Angelus - Coral e Camerata - Caxambu /Minas Gerais

Foto

Regente: Johny da Silva Pinto

Johny da Silva Pinto (Regente titular): Membro atuante desde a fundação do Grupo Angelus, (18 anos). Músico com formação em Clarinete, atuou como coordenador musical da Escola Municipal de Música de Caxambu - MG, Leciona Teoria Musical e aulas práticas de instrumento. Dedica-se à formação social e religiosa de crianças, jovens e adultos. Advogado formado pela Universidade Valse do Rio Verde - UNINCOR, campus Caxambu.

Release do Coral:

GRUPO ANGELUS- CORAL E CAMERATA "Evangelização e Socialização através da Música" Criação:18 anos de Atuação - 18/12/94 - Criado por Izabelina Rocha Spinelli Batista 37 Componentes: 12 músicos ( Instrumentos de corda/ sopro/ percussão) 25 cantores ( Juvenis) Estilo: Sacro - Classico e Popular Regência Titular: Johny da Silva Pinto Veteramos: Izabelina Rocha Spinelli Batista Johny da Silva Pinto Fabrício José Santos Silva Khatia Terezinha de Carvalho Tatiana Maria de Carvalho Formação de seus membros: Universitária - Conservatório – Particulares – autodidatas – fraternos Dedicação: Pastoral – Voluntária Destaque 2013: "Integrantes do Coro e Orquestra da Missa da Beatificação de Nhá Chica" Destaques: * Convidados especiais provindo de Encontros de Corais Nacionais e internacionais como os de Belo Horizonte (FIC) e São Lourenço (Canta Brasil) * Extensão Canta Brasil em Caxambu * Mérito Caxambuense do ano de 2007 * Importantes Solenidades de nível Sacro * Importantes Solenidades de nível Civil * Participação na promoção de Encontros de Corais locais. * Cantate Dominum ( Louvação) * Congressos e Encontros Sociais. * Formação de muitos criando consciência ética, religiosa e social Levando-os ao sucesso *Respeito ideológico sob o aspecto Social e Cristão. Mensagem: Paz e Bem!

Foto

Grupo de Canto do Centro de Convivência - Vespasiano/MG

Foto

Regente: Márcia Alves

Márcia Alves é formada em Terapia Ocupacional pela UFMG. Atualmente desenvolve atividades artísticas como professora de canto coral e cantora solista do Grupo Contraponto. Estudou canto e percepção musical na Escola de Música da UEMG, e participou do Curso de Regência Coral ministrado pelo Maestro Márcio Miranda Pontes. Como corista, integrou diversos grupos como Corpo Coral Estável da UFMG; Coral da ASSEFAZ; Coral da Colônia Portuguesa e Coral Municipal de Vespasiano.

Release do Coral:

O Grupo de Canto do Centro de Convivência é um projeto da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social de Vespasiano, que visa, através da arte do canto coral, integrar, incluir, socializar e “trazer à vida” seus 30 integrantes com idade entre 60 e 85 anos. O Grupo traz em seu repertório músicas folclóricas, sacras e popular brasileira. Regente e cantores, sob outra formação, já se apresentaram em escolas, empresas, conferências municipais, festas religiosas e diversos eventos do município de Vespasiano e região como o Festival de Inverno, Concertos nas Igrejas, Festival Internacional de Corais, Concerto de Natal, entre outros. E agora, celebram este reencontro, sob nova formação, no FIC 2013!

Foto

Grupo Vocal Bateboca - Rio de Janeiro/RJ

Foto

Regente: Deco Fiori

A direção musical, preparação vocal e acompanhamento do BateBoca é de DECO FIORI, músico formado em Educação Artística –Licenciatura Plena com Habilitação em Música pela UNIRIO, com vasta experiência na área, destacando-se: - cantor e arranjador integrante do grupo vocal BR¨, vencedor do prêmio CARAS (principal prêmio da música “a capella” dos Estados Unidos) com dois CDs lançados pela gravadora Biscoito Fino; Diretor Musical da Double Sound Estúdios e Produções; vocalista em CDs de vários artistas da MPB, como Emílio Santiago, Cidade Negra, Carlos Lyra, Daniela Mercury, Moraes Moreira, Toquinho e Erasmo Carlos, entre outros

Release do Coral:

O BATEBOCA é um grupo vocal composto por 10 cantores das mais variadas idades, formações profissionais e percursos de vida, que possuem como objetivo e desejo comuns o compromisso prazeroso com a música. O repertório do grupo é dedicado especialmente à Música Popular Brasileira, e desde sua formação, em, 2006, vem realizando shows em espaços culturais, bares, clubes, festivais e encontros de grupos vocais e corais, com grande êxito de público. Vale destacar, entre outras, as participações do BateBoca no Projeto “Música no Museu”, cantando na Biblioteca Nacional e no Museu da República, no Rio de Janeiro; no CANTAPUEBLO, Encontro de Coros da América Latina, em Novembro de 2008; no Festival Internacional de Corais, em Tiradentes-Minas Gerais, em Setembro de 2009; no Encontro de Corais de Conservatória, e em shows exclusivos no Centro Cultural Valansi, no Eco Som, no Casarão Austregésilo de Athayde e no clube Sociedade Germânia, no Rio de Janeiro.

Foto

Grupo Vocal Bilu - Montevideo/REPUBLICA ORIENTAL DEL URUGUAY

Foto

Regente: Esteban Luise Aineceder

Curriculum vitae. Nombre: Esteban Louise Aineceder Fecha de nacimiento: 19/05/1986 Teléfono: 0598 25130457 Celular: 094.502.996 E-mail: estebanlouise@adinet.com.uy ; estebanlo1@hotmail.com ESTUDIOS MUSICALES CURSADOS: Comenzó sus estudios musicales en 1996, estudiando piano hasta 1999 con la Profesora Beatriz Barrios de Bosco, de 2000 a 2006 tomó Clases de Viola en la escuela Municipal de Música, a cargo del Prof. Francisco Schlotthauer, de 2004 a 2008 realizó la Carrera de Dirección Coral, en la Escuela Universitaria de Música, de la Universidad de la Republica- Docente de Dirección Coral Prof. Grado 5 Sara Herrera, desempeñándose de 2006 a 2006 como Docente auxiliar de la Cátedra de Dirección Coral. En 2006 y 2007 Carrera de Dirección Orquestal, en la escuela universitaria de Música, teniendo como Docente al Mtro. Federico García Vigil. En 2006, 2007 y 2008 tomó Clases de música de Cámara en la Escuela Mpal.de Música con el Prof. Carlos Weiske, y en la Escuela Universitaria de música, con los Profesores Fernando Rodríguez, Elida Gencarelli y Pablo Rilla. En 2007 obtuvo una Beca otorgada por el Fondo Nacional de Música (FONAM), para perfeccionamiento técnico en Viola con la Prof. Elizabeth Szilagyi, en 2008 obtuvo una Beca otorgada por el FONAM, para clases de Dirección orquestal con el Mtro. Roberto Montenegro. En 2008 - 2009 Continúa tomando clases de Viola con la Prof. Elizabeth Szilagyi. Actualmente cursando el ultimo año de la Licenciatura en Dirección Coral. ACTIVIDADES MUSICALES DESARROLLADAS: Desde 1996 ha participado en diversos coros: Coros de Niños del SODRE y en el Coro de Niños y Adolescentes del Conservatorio Falleri-Balzo,bajo la Dirección de Luna Ferrari, Coro de música sacra Olaverri. Dir. Eduardo Olaverri, Coro Entrevoces. Dir. Nora Rosell., Coro de la escuela Universitaria de Música. Dir. Ana Laura Rey. Ha formado parte de la Orquesta Sinfónica Juvenil del Ministerio de Educación y Cultura Dir. Paolo Rigolin, de la Orquesta de Cámara del Ministerio de Educación y Cultura, en la que también se desempeño como solista, bajo la Dir. de Carlos Weiske. Fue miembro integrante y fundador del Cuarteto de Cuerdas Poseidón. En 2006 – 2007 Director estable del Coro de Opera Joven, con el cual puso en escena la Opera: L'elisir d'amore, de Gaetano Donizetti. 2006 – 2009 Orquesta Sinfónica Juvenil del Colegio Santa Elena bajo la Dir.del Mtro. Francisco Simaldoni. 2007 – 2009 Miembro integrante y fundador del Cuarteto de Cuerdas Staccato. 2007 - Certamen Internacional de Coros. 17 al 22 de septiembre, Trelew, Argentina. 2007 - Director suplente del Coro Voces de la Plaza. Dir. Francisco Simaldoni. 2008 - 2013 Director del Coro del Club Bigua. 2008 - 2013 Director del Coro femenino Bilu. 2008 - 2009 Director del Coro del Club Soriano. 2008- 11,12,17,18 y 19 de Octubre. Dirección Musical de La Verbena de la Paloma, de Tomas Breton. Al frente de la Orquesta y Coro Lyric Sur, en el Teatro Stella. 2008 :Dirige un Concierto al frente de la Orquesta Infantil y Juvenil Villa Prosperidad. SEMINARIOS Y TALLERES: ha asistido a varios y diversos seminarios y talleres de Canto coral con el Mtro. Johan Duijk y Werner Pfaff, participó en Taller ¨El Barroco para Coro y Orquesta en América. Mtro. Néstor Andrenacci, asistió en 2008 al Curso para Directores de Coro. Seminario de Canto Coral, con el Mtro. Joseph Prats,habiendo sido elegido como participante activo, trabajando personalmente con el maestro Prats, y dirigiendo en el Concierto de clausura. 2009- 23 al 27 de Marzo- Seminario ¨La consagración de la Primavera- Su comunicación gestual a la orquesta.¨ Mtro. Hugo López Chirico. Elegido en dicho seminario como participante activo. MASTER CLASSES: en 2006 y 2007 ha tomado Master Classes de Dirección orquestal- Stanley De Rusha y Cristoph Loesseren la Escuela Universitaria de Música, Master classes en Viola y Música de Cámara a cargo del Prof. Hanns C. Stekel. del Conservatorio J.S. Bach de Viena.- A.U.D.E.M

Release do Coral:

"GRUPO VOCAL BILU" es un coro femenino, formado en abril de 2008, como un espacio de integración y desarrollo, fundado por coreutas provenientes de otro coro que en ese momento era mixto. Su nombre ==BILU== fue elegido en honor a nuestros antepasados indígenas charrúas, cuyo significado es “HERMOSO”, por lo hermoso que nos resulta compartir nuestra pasión por la música y el canto coral, interpretando obras “a capella” de diverso origen y época, conformando un repertorio amplio y diverso, siempre bajo la dirección del joven y talentoso Maestro Esteban Louise. En el año 2008 debutamos con una presentación en el Hogar Alemán de Montevideo, y a partir de entonces hemos participado en múltiples encuentros y conciertos, muchos de ellos organizados por Coros amigos de Montevideo y varias ciudades del interior de nuestro país. También hemos participado en el III Festival Internacional en la ciudad de Bella Unión (Departamento de Artigas), y el 1er Festival Coral Serrano Internacional de Capilla del Monte (Córdoba-Argentina).

Foto

Grupo Vocal Compasso22 da APM do Col. Santa Maria - São Paulo /SP

Foto

Regente: Rosana Massuela

Regente Rosana Massuela • Atuou na Chefia de Difusão Cultural da Secretaria de Cultura do Município de Diadema e posteriormente como Assessora da Área de Música e Coral, supervisionando e coordenando a implementação de projetos de formação artístico- culturais em centros culturais do município. • Experiência em regência coral para grupos independentes, coros de empresas, escolas e grupos vocais, canto coral infanto juvenil, adulto e melhor idade. • Consultora e Assessora na área de música para instituições públicas e privadas. • Diretora da ALACC São Paulo - Associação Latino Americana de Canto Coral • Experiência na condução de cursos e oficinas no Brasil e exterior para formação de profissionais na área de musica e regência coral.

Release do Coral:

Grupo Vocal Compasso 22/ Regente Rosana Massuela Grupo Vocal Compasso 22 Formado pela APM do Colegio Santa Maria em 2003 tem na sua maioria integrantes que são pais, mães e convidados dos alunos do Colegio. Possui um repertório eclético que privilegia os compositores e arranjadores da musica popular brasileira Seus arranjos vocais e apresentações são integradas as diversas linguagens artisticas somando à música elementos cênicos (dança, iluminação, cenário, figurino, textos, etc.) , com muito humor, alegria e prazer em cantar. Em 2012 realizou sua primeira Turne Internacional em Buenos Aires,se apresentou no Congresso Nacional de Buenos Aires em San Telmo e na Cidade de La Mantanza, onde ganhou Premio de Melhor Grupo Coral eleito pelo Voto Popular. Rosana Massuela , Maestrina do Grupo Vocal Compasso 22 da APM do Colégio Santa Maria rege o grupo desde sua fundação..

Foto

Grupo Vocal Coro de Cobras - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Hudson Brasil

Maestro e Regente - Hudson Brasil Estudou Técnica Vocal com Eládio Perez Gonzalez e Harmonia com Hans-Joachin Koellreutter. Regente, compositor e arranjador dirigiu diversos corais e grupos vocais no Brasil e no exterior. Foi o representante brasileiro no Festival de Jazz "Susa Open Music Festival", na Itália, como solista do grupo de Choro Brasil com S. É o diretor e um dos professores da Brasil com S Escola de Choro e MPB e o idealizador do Festival Choro Novo.

Release do Coral:

Criado em 2005, o grupo é integrado por pessoas com formação musical distintas. As preferências e diferenças individuais contribuem para enriquecer a performance do grupo e estabelecer sua identidade vocal. Sob a regência do maestro Hudson Brasil, o grupo apresenta um repertório de música brasileira genuína, de autores como Chico Buarque, Francis Hime, Maurício Carrilho, Moacyr Luz, Tom Jobim, entre outros. O "Coro de Cobras" é formado por arquitetos, engenheiros, psicólogos, jornalistas, professores e empresários, que colocam sua alma em tudo o que fazem. O Grupo vocal Coro de Cobras já se apresentou em diversos espetáculos, destaque para: • Participação na 5ª ediçâo do Festival Internacional de Corais no ano de 2007; • Show em praça pública na cidade de Mariana em 2008; • Show no Teatro Municipal de Ouro Preto em 2008; • Uma homenagem a Mercedes Sosa, participação no show de Néstor Gurry e Hudson • Brasil, realizado no auditório Izabela Hendrix em novembro de 2009; • Apresentação em evento comemorativo no Restaurante Xapuri em 2009; • Pocket-show na Praça da Liberdade em 2010; • Apresentações em Rodas de samba e choro, “rodões” promovidos pela Brasil com S - Escola de Choro e MPB nos anos de 2008, 2009, 2011, 2013.

Foto

Grupo Vocal DaBocaPraFora - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Ligia Jaques

À frente do grupo estão dois excepcionais profissionais da música mineira. Cantora de ampla formação e timbre diferenciado, Lígia Jaques rege o coral com a experiência e segurança necessárias para equilibrar preparo vocal, aperfeiçoamento das canções e condução das vozes. Já Rogério Leonel é um dos representantes da reconhecida safra de instrumentistas mineiros. Como arranjador, recria e enriquece obras-primas do cancioneiro nacional. Ao violão, agrega valor à sonoridade final do grupo.

Release do Coral:

Atitude espontânea, que revela o sentimental mesmo antes do racional se dar conta – descortinando algo que foge da obrigação e salta do coração à boca sem meias palavras. No caso do grupo “Da Boca Pra Fora”, essa expressão natural surge através do canto, espelho da alma dos artistas e fruto dos anseios que encontram na música um porto seguro. Fundado há dez anos, o grupo reúne, em seus quatro naipes, psicólogas, engenheiros, farmacêuticas, administradores, médicos, jornalistas – integrantes com faixa etária de 23 a 73 anos. Mas, quando juntos, deixam rótulos de lado para comungar apenas uma coisa: o prazer de cantar e levar a boa música brasileira a todos ouvintes. E o ambiente não poderia ser mais propício para o desenvolvimento da proposta do conjunto vocal. Minas Gerais é celeiro de criadores musicais, onde canções propõem um diálogo entre as tradições barrocas e novas concepções. O Da Boca Pra Fora bebe nessa fonte que possibilitou a existência do Clube da Esquina e de Milton Nascimento. Da mesma forma, desfilam em seu repertório Chico Buarque, Dori Caymmi, Tom Jobim e Villa-Lobos. Releituras que reverenciam a inesgotável produção de qualidade brasileira e que abraçam, da mesma forma, compositores em plena atividade, como Juarez Moreira, Toninho Camargos e Hudson Brasil. Com participações em festivais, gravações, shows, encontros culturais e apresentações próprias, o Da Boca Pra Fora consolida sua missão de difundir a música brasileira.

Foto

Grupo Vocal Entre Nós - Londrina/PR

Foto

Regente: Jailton Paulo de J. Santana

Jailton Paulo de J. Santana é natural de Itabuna, BA, Bacharel em Piano pela Universidade Federal de Goiás em janeiro de 1996, com mestrado em Piano Correpetição pela Universidade de Missouri nos Estados Unidos no ano de 2004. Tem atuado como pianista correpetidor em Festivais de música, incluindo o Festival de Música de Brasília, o Festival de Música de Itú e o Festival de Música de Londrina, bem como em salas de concerto no Brasil e exterior. Atuou também como pianista solista ou correpetidor em recitais e apresentações em diferentes universidades no Brasil e exterior, entre elas UFG, UNESP, UNICAMP, Baylor University (Waco, TX – EUA), Statson University (Deland, FL – EUA) e University of Missouri (Columbia, MO – EUA). Atualmente Prof. Jailton atua como docente da Universidade Estadual de Londrina, nos cursos de Licenciatura em Música e Artes Cênicas, como supervisor de dois Projetos de Extensão à comunidade: 1- Procedimentos técnicos em Regência e Preparação Vocal; 2- Projeto de performance Oca, e como regente, ensaiador, preparador vocal e arranjador do Coral da Igreja Presbiteriana Central de Londrina desde 1999 e do Grupo Vocal “Entre Nós” desde maio de 2010.

Release do Coral:

O grupo vocal Entre Nós surgiu em maio de 2010 e tem como principal característica a interpretação de arranjos vocais de músicas brasileiras. O repertório é composto por canções de Noel Rosa, Chico Buarque, Caetano Veloso, Djavan, Luiz Gonzaga, entre outros, tanto em arranjos a cappella quanto com acompanhamento de piano, violão e percussão. O “Entre Nós” tem sido requisitado para cantar em aberturas de eventos nacionais e internacionais de diversos departamentos da UEL, bem como em festivais e encontros corais nacionais, tendo se apresentado em Guaratuba-PR, Piracicaba-SP e, recentemente, em Anápolis-GO, além de apresentações em Londrina e região, como no Festival Unicanto (2010) e no Festival de Música de Londrina (2011). Em 2012 o grupo foi selecionado para participar do projeto "Som Nosso", promovido pelo SESC Londrina, tendo a oportunidade de trazer ao público seu repertório completo em duas noites de apresentações.

Foto

Grupo Vocal Flor do Canto - Niterói/Rio de Janeiro

Foto

Regente: Cacala Carvalho

- Canto Coral e Grupos Vocais Integrou o Caracoro, regido por Fernando Ariani. Participou do Grupo Vocal Maite-Tchu. Monitoria para corais de empresa. a Petróleo Ipiranga, o Sistema FIRJAN, o PROJAC, o INMETRO e a VALE regidos por Eduardo Morelenbaum. Shell, da Coca-cola, da Cimento Paraíso, Unigranrio, Instituto Vital Brazil Cantora, compositora, arranjadora, preparadora vocal, professora de canto, Cacala Carvalho atua em diversas áreas da música. Sua discografia contabiliza seis CDs e um DVD, entre trabalhos em grupo e projetos solo. Desde 12/12/2001 faz parte do respeitado grupo de samba Arranco de Varsóvia. Em seus projetos já contou com as participações especiais de Ivan Lins (no álbum “Pessoa Rara” de seu trio vocal Folia de 3), Martinho da Vila e Nelson Sargento (no DVD “Pãozinho de Açúcar” do seu grupo de samba Arranco de Varsóvia). Também já dividiu o palco com o ídolo Zé Rodrix, Gutemberg Guarabyra, Ivan Lins, Claudio Lins, Danilo Caymmi, Martinho da Vila, Nelson Sargento, Beth Carvalho, Moinho, Casuarina, Marcos Sacramento, Mu Chebabi, Arthur Maia, Nilze Carvalho, entre outros. É regente do grupo vocal feminino Flor do Canto, em Niterói, desde julho de 2007. Tem um CD solo lançado em 2001, "Ela e ele e eu". Integrante do trio vocal "Folia de 3" que homenageou Ivan Lins com seu primeiro CD "Pessoa Rara", lançado em 2005. Dá aulas de canto e preparação vocal para cantores profissionais e iniciantes Está gravando seu segundo CD solo. Lançou em 2013 um CD em duo com o pianista João Braga, em torno da obra de Gilberto Gil.

Release do Coral:

Formado em Niterói (RJ) em julho de 2007, sob a direção da experiente cantora Cacala Carvalho (integrante do Arranco de Varsóvia e do Folia de 3), o grupo vocal Flor do Canto conta com 10 vozes femininas que cantam "a cappella" acompanhadas de um percussionista. Fez sua estréia na cidade com uma participação especial em show no Sala de Estar (Itaipu) em 18 de abril de 2008. Nascido de um projeto chamado "Oficina de bandas" e apoiado pela Palco Itaipu (a pioneira loja de instrumentos musicais da região oceânica de Niterói), Flor do Canto traz em seu repertório música brasileira da melhor qualidade em arranjos vocais originais, muitos deles inéditos e feitos especialmente para o grupo. Flor do Canto conta com a assistência de direção, preparação vocal e cênica de Germana Guilhermme. Participou do FIC 2009 e FIC 2010, bem como vários encontros como: Cantapueblo Brasil 2008, 2º Encontro de Corais Infoglobo 2009, 1º Festival de Corais do Rio – Sala Baden Powel 2010, Festival de Corais de Saquarema 2011 e 2012, Festa da Música de Niterói 2012, – 2º Encontro de Coros do Nova Iguaçú Country Club 2012 entre outros. Sopranos – Márcia Bessa, Cristina Borges Meio-sopranos –Isabel Rubio, Marília March, Márcia Pantaleão Contraltos – Lídia Botteon, Márcia Rocha e Valéria Menezes Participação especial na percussão – Felipe Tauil

Foto

Grupo Vocal Syahamba - Timbó/Santa Catarina

Foto

Regente: Cristiano Florencio

Nome: Cristiano Florêncio Naturalidade: Timbó – SC Data Nascimento: 15/08/1978 Sempre muito influenciado pelos pais, em 1984, iniciou estudando acordeon. – Casa da Cultura - Timbó Possui vários Cursos de Regência, Técnica Vocal, harmonia Funcional e Piano. Tem Formação Acadêmica através da EMBAP - Escola de Música Belas Artes do Paraná - PR Atualmente atua como regente do Grupo Vocal Syahamba – Timbó -SC , Coral Arte Vocal da Comunidade Luterana Benedito Novo(Centro) Benedito Novo - SC , Coral da Comunidade Luterana Centro de Timbó -SC, Coro Misto Testo Salto de Blumenau - SC É gestor de Cultura na Fundação Cultural de Timbó e incentivador da música e arte na região.

Release do Coral:

GRUPO VOCAL SYAHAMBA Em 1999 concretiza-se a idéia do Regente Cristiano Florencio, juntamente com a Fundação Cultural de Timbó, de formar um grupo vocal com crianças e adolescentes. No início o grupo teve o nome de “Coral Infanto-Juvenil da Fundação Cultural de Timbó” e contava com apenas oito integrantes. Com o passar dos anos, o Coral chegou a contar com aproximadamente dezesseis integrantes. O nome SYAHAMBA, foi escolhido em virtude de seu significado:"Nós Estamos Caminhando". A palavra vem de um dialeto da língua Africâner, muito usado no Sul da África. Esse nome é uma homenagem à nossa raiz brasileira, mantendo um pedacinho da história da MPB (Música Popular Brasileira). Atualmente o Grupo Vocal Syahamba é formado por: Allan Carlos Nolli (Tenor) Camila Bona (Contralto) Camille Bertoldi Tamanini (Contralto) Cristiano Florencio (Regente, Baixo) João Roberto Idésio (Tenor) Jussara Zermiani Florencio (Soprano)

Foto

Lumen - Grupo Artístico - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Emanuelle Cardoso

Emanuelle Lima Cardoso cursa Licenciatura em Música com Habilitação em Educação Musical Escolar na UEMG e também o curso básico de música com ênfase em canto no CEFAR - Palácio das Artes. Cursou Regência com o maestro Márcio Miranda. É integrante do coral Unimed-BH. Foi regente do coral Prata Encanto & Voz da cidade de São Domingos do Prata nos anos de 2010 e 2011, e atualmente colabora na criação de arranjos vocais para o mesmo e para o coral Vozes de Prata da mesma cidade. É professora de ballet clássico desde 2007. Foi integrante do Grupo Compalco - Cia Palco de Teatro durante o ano de 2009.

Release do Coral:

O Lumen é um grupo que nasceu a pouco tempo, nesse mesmo ano com 7 jovens que acreditaram na idéia de fazer diferente, de ser diferente. Com o objetivo de ser mais que um coral, o Lumen se prepara para sua estréia que acontecerá no dia 11 de julho de 2013 em Belo Horizonte em um evento intitulado "Lumen in concert". No palco, os jovens são os condutores da apresentação, dançando, cantando e atuando, o que torna o grupo especialmente diferente, pois não coloca a figura da regente como centralizadora das atenções, mas como uma animadora e alguém que mantém o grupo em sintonia. O grupo apesar de pequeno mostra muita motivação e determinação em se esforçar ao máximo na busca da qualidade de suas apresentações.

Foto

Madrigal Cruz Lopes - Rio de janeiro/RJ

Foto

Regente: José Machado Neto - Pianista: Regina da Costa Tatagiba

Maestro José Machado Neto - Graduado em piano e regência pela Universidade Federal do Rio de janeiro, tendo participado de diversos workshops e cursos de aperfeiçoamento. É Coordenador nacional dos Corais do sistema Petrobras e atua como regente do Coral Corporativo da Petrobras, do Coral da Petros, do Coral Louvor e Vozes da Igreja Batista de Benfica, do Madrigal Cruz Lopes e como organizador dos Corais do Sistema Petrobras, escolhendo os regentes para os Corais. Foi o produtor musical dos CDs dos Corais do Sistema Petrobras, e atuou também como regente do Coral BR durante 20 anos. sua atividade artística compreende um vasto currículo, incluindo: a realização do "Gloria" de Antônio Vivaldo, na Sala Cecília Meirelles, com a Orquestra Petrobras Pró-Música e o Coral BR; concertos do Projeto Música no Museu com o Madrigal Cruz Lopes acompanhados da Camerata A4 Cordas; coordenação dos encontros regionais e nacionais do corais Petrobras em vários estados do país (Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Bahia, São Paulo, Sergipe, Paraná, e etc.), incluindo a regência de diversas orquestras, e ainda coros formados por até 700 vozes; direção do Concerto realizado em homenagem aos 40 anos da Petros, no Teatro Municipal do rio de Janeiro, reunindo os corais Petrobras do Rio de janeiro acompanhados da Orquestra Choral Petrobras e com a participação especial dos cantores Monarco e Paulinho da Viola; organização dos workshops promovidos para os músicos do sistema Petrobras.

Release do Coral:

O Madrigal Cruz Lopes iniciou suas atividades no dia 06 de novembro de 2002 com 22 cantores com experiência em música coral dos mais variados estilos, desde o Clássico e a Renascença até a música popular contemporânea, passando pela folclórica, sacra, spirituals, óperas e oratórios. Alguns participantes são oriundos do Coral Petrobras, cuja atuação e trajetória, já são reconhecidas no Cenário da Música Nacional. O Madrigal Cruz Lopes é um grupo com formação independente, mantido através de contribuição financeira de seus participantes, que se reúnem por amor e prazer pela arte. Temos como regente e produtor musical José Machado Neto, pianista e professora de Técnica Vocal Regina Tatagiba e Coordenadora Ivone Assis Campos.

Foto

Marcus Viana, Tranfônica Orkestra & Grande Coral - Nova Era/MG

Foto

Regente: Marcus Viana

Marcus Viana

Release do Coral:

Show do artistas Marcus Viana, Transfônica Orkestra e Grande Coral no dia 07 de setembro às 19h na Fazenda da Vargem em Nova Era

Foto

Meninas Cantoras de Lavras - Lavras/Minas Gerais

Foto

Regente: José Maciel

José Maciel, paulista da cidade de Pompéia, desde cedo demonstrou grande interesse pela música. Aos dez anos de idade já era solista do coral São Fidelis da cidade de Piracicaba, SP. Participou de vários seminários nacionais e internacionais. Estudou harmonia, análise, interpretação, musicoterapia e pedagogia com renomados professores; Hector Faria (Argentina), Ilso Muner (São Paulo), Sérgio Vasconcelos Correa (São Paulo). Estudou violão erudito com os professores Geraldo Ribeiro (Bauru SP), Beto Davezac (Uruguai), Nestor Ausqui (Argentina), Henrique Pinto (São Paulo), e irmãos Assad (Bélgica). Estudou violão popular com os professores Paulinho Nogueira e Jardel Costa Filho em São Paulo. Estudou canto lírico e técnica vocal com as professoras Reny Sudbrak, Tunita Mendes, Clarice Souza Chaves (Campo Grande MS), Andréia Kaizer (SP) e Zsuzsanna Nagy (Hungria). Estudou regência com os maestros Victor Marques Diniz (Portugal), Holger Kolodzieg (Alemanha) e Carlos Alberto Pinto Fonseca (BH). José Maciel foi regente da orquestra da Filarmônica Villa Lobos de Campo Grande-MS, integrante do sexteto violão Hexacorde, do conjunto renascentista de música de câmara e também da orquestra clássica do Mato Grosso do Sul. Em Lavras, criou e conduziu o coral Vozes do Campus, da Universidade Federal de Lavras (UFLA), de 1999 a 2001. Criou e conduziu o coral do Centro de Cultura Artística de Lavras, de 2001 a 2003. Foi regente do coral Alegria de Viver da 3ª idade (1.999 a 2008). Criou, orientou e integrou o quarteto de violões QUARTELAVRAS. Em outubro de 2001 lançou o 1º CD do grupo. Integrou o quadro de professores do programa TIM ArtEducação, oficina de canto coral. Em 2003 criou o coral municipal de Lavras, onde exerceu o cargo de coordenador de cultura do município e regente. Em setembro de 2005 lançou o 1º CD do Coral. De 2003 a 2008. Em julho de 2005 criou e conduziu o Coral Municipal da cidade de Luminárias, de 2005 a 2008. Em outubro de 2006 criou e conduziu o Coral Municipal Vozes do Rio Grande da cidade de Ribeirão Vermelho, de 2006 a 2008. Em abril de 2008, criou o coro das MENINAS CANTORAS DE LAVRAS, onde exerce o cargo de diretor do programa Meninas Cantoras de Lavras e regente.

Release do Coral:

Esse trabalho/arte começou em 2008 através da Prefeitura Municipal de Lavras e tem uma trajetória marcante entre os trabalhos culturais da cidade. Foi idealizado e criado pelo maestro José Maciel. Os princípios que regem este trabalho são aqueles essenciais para a pessoa humana: a dedicação, a disciplina, o estudo, a solidariedade, a amizade, o amor. A formação das meninas é realizada em três anos de estudos e contempla os aspectos da musicalização, e da formação social e ética. A música torna-se a base para a convivência e troca de experiências possibilitando aprendizados para além da música. Em cinco anos de caminhada conquistaram o público por onde passaram e tornaram-se uma referência no trabalho de canto coral com meninas. Entre as inúmeras apresentações destaca-se: a apresentação ao lado das Meninas Cantoras de Petrópolis, a apresentação para os dois governadores do Estado de Minas Gerais, Aécio Neves e Antonio Anastasia. Já se apresentaram também para o Príncipe de Camarões Bernard Ndouga e para a Assembléia Legislativa de Minas Gerais. Participaram de programas de televisão da TV Gazeta, TV Aparecida, TV Século 21, TV Band, TV Alterosa, TVU, TV Câmara(Lavras), ao lado de artistas consagrados como o cantor Daniel, Jair Rodrigues, Dominguinhos, Zé Henrique e Gabriel, Padre Antonio Maria, Padre Juarez de Castro, entre outros. Já percorreram mais de 30.000 kms cantando em cidades importantes de Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Distrito Federal totalizando mais de 106 apresentações. Em outubro de 2011 lançaram seu primeiro CD “ENCONTRO”.

Foto

Soco Voz Banda Vocal - San Felipe/Yaracuy

Foto

Regente: Alexander Camacaro

Músico, arranjador e yaracuyano cantor. Iniciou seus estudos na Escola de Música "Blanca estrella de Mescoli" Estado Yaracuy, nos departamentos de Teoria Musical, Clarinete, Piano e Canto adicionais. Fez cursos de regência coral com o maestro Alberto Grau (Venezuela), estudou no Conservatório de Música de Aragua, com o Mestre Hugo Filoia (venezuela), realizou workshops de formação no trabalho vocal com o mestre coral ensembles Mike Brewer (Inglaterra), os dias de Choral Project Management Foundation Vinicio Adames, Workshops repertório pretos com Albert Mc Spirituals Neall, direcção de orquestra com Mestre Mario Benzecry, Desenvolvimento de Projetos na Logical Framework Model com Andrés González PhD, jazz harmonia com o Professor Harry Ramos, workshops Vocal para Coro infantil com Maestro Gerald Wirth e workshops de música coral clássica com o mestre internacional chileno Minoletti Guido. Além disso Mencione tem uma licenciatura em Desenvolvimento Cultural, formado pela Universidade Nacional de Simon Rodriguez. Como arranjador desenvolveu obras musicais executadas por grupos em diferentes partes do país. Na notícia é o diretor artístico do Grupos Corais: Analexis Ramirez Dominguez State Medical Association Yaracuy, Coral Instituto Nacional de Formação e Yaracuy socialista educação,Workshops de canto criança e cantante do Soco Voz Banda Vocal.

Release do Coral:

Soco Voz é uma arte coletiva de Banda Vocal uma proposta apresentada ao público uma mensagem cheia de memória histórica, cultural e conteúdo que refletem as múltiplas experiências dos seres humanos, que vão desde o amor, sonhos até as lutas. Soco vos, é uma expressão que denota a descrença, ironia ou sarcasmo. Como qualquer expressão popular é livre para ser usado, portanto, interpretada de várias maneiras. A fim de reflectir o trabalho de voz em nome S é trocado por Z, sem afetar o fonema, mas conseguindo mesclar a conotação popular da frase com outro pensamento a partir da música. - APRESENTAÇÕES NO EQUADOR -Apresentação cultural como parte das comemorações do Bicentenário da Declaração de Independência, MAGAP Praça Quito-Equador. 17 abril de 2010. - Discussão e workshop com músicos e diretores corais sobre o plano do governo, rede e coros juvenis e grupos de movimento vocal no Equador, Reina Isabel Hotel Quito-Equador, domingo, 21 de fevereiro de 2010. - Participação com duas músicas na cadeia presidencial Presidente equatoriano Rafael Correa, primeira voz a ser grupo cultural Soco a aparecer neste espaço. Quito, Equador, sábado 20 de fevereiro de 2010. - Central Concert Theatre Casa da Cultura do Equador para a rede de crianças e coros juvenis e grupos do movimento vocal do Equador, Quito, Equador, sexta 19 fevereiro de 2010. - Oficina de animação e música, redes e juventude coros e grupos vocais movimento no Equador, Riobamba conservatório de música, Equador, quinta-feira, fevereiro 18, 2010. - Cultural Concert noite de encerramento das vozes Bicentenário, Conselho Provincial Auditório Chimborazo, Riobamba, no Equador, quarta-feira 17 de fevereiro, 2010. APRESENTAÇÕES EM CUBA - Participação especial no lançamento do livro dentro Bata abril Ernesto Villegas Poljak, no Hotel Nacional de Cuba. Havana-Cuba. Segunda-feira, abril 26, 2010. - Farewell Concert II reunião Salomão, Centro de Santiago de Cuba História. Domingo, 25 de Abril de 2010. - Extensão Concert II em reunião Solomon, Conservatório de Música de Santiago de Cuba. Sábado, 24 de Abril de 2010. - Concerto Stellar Na segunda reunião Salomão eo décimo aniversário do grupo vocal The Divas, Dolores Salão de Santiago de Cuba. Sexta-feira, 23 de abril, 2010. Tour Italy 2011 - Concertos alternativos nas cidades de Racalmuto e Grotte (Sicilia) julho de 2011. - Apresentação especial nas celebrações do feriado folclóricas de Madoninna Monte Cidade Racalmuto, julho de 2011. - Apresentação especial em comemoração da Independência da República Bolivariana da Venezuela, realizada na cidade de Gênova, convidado pelo consulado venezuelano Milano, Simon Bolivar passeio Genoa, julho de 2011. - Participação especial no Latin Festival Milano, cantando no Pavilhão das Nações, julho de 2011. - SOLEVOCI Festival 2011, realizada no Teatro Apollonio, junho de 2011. - Apresentação especial no início de grupos vocais SOLEVOCI Festival compartilhando com os vencedores da competição 2009 Mezzotono. Piazza di Varese, junho de 2011. Algumas apresentações NA VENEZUELA - AK movimento concerto de angariação de fundos para abrir o AK TVes cultura yaracuyana estação, dividindo o palco com Servando y Florentino. Yaracuy, 11 de dezembro de 2012. - Concerto no Encontro Internacional do Tradicionalismo Cuba-Venezuela. San Felipe, Yaracuy. Abril de 2011. - Concert "stepping Street", no encerramento do Festival Musical organizado pela Companhia Nacional de Música na sala "José Felix Ribas" Teatro Teresa Carreño. Caracas. Setembro de 2010. - Concerto no lançamento do registro de catálogo de VenezuelaDemo 10 volumes (25 a 34) sendo selecionados um dos quatro grupos de representantes dos 200 grupos que fazem parte desta nova fase do catálogo. PDVSA La Estancia Altamira, Caracas, agosto de 2010. - Participação Cultural na Segunda Cúpula de Chefes de Estado e de Governo da América do Sul-África ASA 2009. Nueva Esparta eo Hilton-Margarita, setembro de 2009. - Participação Especial do prêmio Pensando Libertador de 2008, em sua quarta edição em húngaro Istvan Meszaros escritor para sua obra: O Desafio e fardo do tempo histórico: o socialismo do século XXI. Sala Ríos Reyna do Teatro Teresa Carreño. Caracas, em setembro de 2009.

Foto

Som da Pessoa - Rio das Ostras/Rio de Janeiro

Foto

Regente: Dóris Yane / Emanuel Teixeira / Aline Hott

Emanuel Teixeira: Graduado em música sacra e composição. Iniciou seus estudos de música aos 14 anos e desde que inicioi tem trabalhado com regência de corais, sacros, universitários e públicos. Professor de musica do Projeto Leripe - Música na Escola - da Secretaria Municipal da Prefeitura de Rio das Ostras; Aline Hott: Formada em Licenciatura em Música. atua como regente e arranjadora e com aula de canto popular. Professora de musica do Projeto Leripe - Música na Escola - da Secretaria Municipal da Prefeitura de Rio das Ostras; Dóris Yane: Formada em Licenciatura em Música, atua como regente, professora de técnica vocal e educadora musical. Coordenadora de musica do Projeto Leripe - Música na Escola - da Secretaria Municipal da Prefeitura de Rio das Ostras.

Release do Coral:

O Coro Municipal Som da Pessoa foi criado em 2003 à partir da iniciativa da Secretaria de Educação, com o intuito de proporcionar aos servidores da educação e da prefeitura uma oportunidade de ampliação no fazer artístico, assim como o desenvolvimento da sensibilidade, autoestima, relaxamento, descontração, maior integração das secretarias e descoberta de novos talentos, que além de contribuir para crescimento pessoal, atua também como um suporte de melhora no desempenho do trabalho. Atualmente conta com 30 integrantes aproximadamente, com representantes das Secretarias de Educação, Cultura, Saúde, Meio Ambiente, Comunicação e convidados. O coro tem em seu repertório canções ecléticas, de caráter popular, erudito, folclórico e sacro. A proposta de trabalho visa produzir performance para participação em solenidades e eventos da prefeitura, da cidade, encontro de corais e concertos populares.

Foto

Turnê Coral Canto & Vida - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Juracy Ferreira Campos Cunha

Regente:Juracy Ferreira Campos Cunha. Experiencia : Curso Superior • Odontologia em 1971 Cursos de Extensão • Curso de Técnica de Chefia e Liderança/Aperfeiçoamento realizado no Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC) – departamento regional de Minas Gerais em 09 de dezembro de 1985, com carga horária de 10 horas de duração, e as disciplinas: 1- Relações Interpessoais 2- Comunicação Humana e Organizacional 3- Liderança de Reuniões 4- Estilos Gerenciais 5- Tomada de Decisão CERTIFICAÇÕES: FEMICOR – FEDERAÇÃO MINEIRA DE CORAIS 15° Encontro de Corais Mineiros. Belo Horizonte, 21 de novembro de 2003. CLUBE DOS OFICIAIS Projeto Quinta Cultural – Nossos Concertos em 2004 CURSOS: XXIII Laboratório Coral de Itajubá UNIFEI – Universidade Federal de Itajubá. Regência de Coral: 60 horas/aula Realizado de 18 a 24 de Julho de 2010 Oficina Coral 2011 – Ministério da Cultura Didática aplicada à Técnica Vocal e à Percepção Musical, Técnica de Regência e Dinâmica de Coral: 104 horas/aula Coordenação – Maestro Márcio Miranda Fontes Realizado entre abril e dezembro de 2011 • "Direção Musical e Dinâmica" em Regência com o professor Márcio Miranda completando agora em 2013 384 horas. Estágio Oficina Coral 2011 – Ministério da Cultura Cine Teatro Capucho – Vespasiano/MG Direção Musical e Dinâmica – Maestro Márcio Miranda Pontes Regência das seguintes obras: Tolite Hostias (Camile Saint-Saëns), De Colores (Paulo Roberto), Divina Música – do filme “A Noviça Rebelde” (Richard Rodgers e Oscar Hammerstein II) Realizado no dia 10 de novembro de 2011 FESTIVAIS: CONCERTO NO GRANDE TEATRO DO PALÁCIO DAS ARTES Participação da Orquestra Sinfônica da Policia de Minas Gerais. Belo Horizonte 06 de Setembro de 2004 CANTA BRASIL – FESTIVAL INTERNCIONAL DE CORAIS São Lourenço, 20 de agosto de 2006. 4° FESTIVAL DE CORAIS DE BELO HORIZONTE Realizado nos dias 22 a 30 de Setembro de 2006. • Congresso "Palma Acadêmica" Sessão Solene de premiação dos médicos agraciados no concurso de EXCELÊNCIA MÉDICA 2012 e outros.

Release do Coral:

O Turnê Coral Canto & vida, fundado no ano 2000, realiza atividades culturais e sociais por todo Estado de Minas Gerais. Formado por amigos, a composição deste coral se deve ao desejo de sua fundadora Juracy F. C. Cunha de manifestar a arte e a musica mineira, desempenhando uma forma de viver e de sentir útil aos seus integrantes e participantes. Além da performance musical, o coral é engajado em projetos sociais, participando e promovendo eventos beneficentes, apresenta em festivais, Igrejas, missas, casamentos, bodas, congressos e em vários eventos sociais.

Foto

Vocal Gogó à Brasileira - Curitiba/PR

Foto

Regente: Anderson Nascimento

MAESTRO ANDERSON NASCIMENTO Maestro, pianista, arranjador e produtor musical. Atua como diretor de grupos vocais e corais no Paraná e Rio de Janeiro. Ex - cantor e diretor adjunto do Vocal Brasileirão (1998 a 2006), com o qual trabalhou com o Maestro Marcos Leite. Atualmente é diretor do Vocal “Cobras e Lagartos”, Grupo Vocal “Gogó à Brasileira”, Coro Experimental Borandá (RJ), da Associação Musical Camerata Vocale de Blumenau (SC), Vocal EnCantos do Paraná (PR), Madrical Cantate Domino (PR). Aprovado no Concurso Público da Prefeitura Municipal de Joinville para o Cargo de Maestro de Orquestra no Edital 004/2012. Foi aluno dos professores José Eduardo Gramani (SP/PR), Benjamim Talbkin (SP), Leandro Braga (RJ), Antonio Adolfo (RJ), Ian Guest (Hungria/RJ/MG), Samuel Kerr (SP) José Pedro Boéssio (RS), Marcos Leite (RJ), Roberto Duarte (RJ), Osvaldo Ferreira (Portugal), José de Barros (EUA/BR), Dr. Larry Hensel (USA), Maria Tereza Peres (Cuba), Madalena Bernardes (RJ), Consiglia Latorre (SP), Babaya (MG) e Giovanni Luisi (Itália). Como professor, atuou no curso de prática de conjunto vocal e coral / montagem de espetáculo, no Conservatório de Música Popular Brasileira de Curitiba – PR desde 2000 e Professor do curso de Prática de Canto Coral da EMBAP (Escola de Música e Belas Artes do Paraná) no ano de 2009. Ministra oficinas de dinâmica de grupo vocal e prática de montagem de espetáculo em vários estados brasileiros, tendo atuado com docente nos Festivais de Música de Londrina (2005 e 2006), Festival de Inverno da UFPR (2002, 2006 e 2008), Simpósio de Música da Faculdade de Artes do Paraná (2007), entre outros realizados por Fundações Culturais, Universidades e Institutos de Música dos estados do Sul, Sudeste e Nordeste. Bacharel em Musical Popular pela FAP – PR, Especialista em Regência Coral e Orquestral pela UNINCOR - MG, especialista em Gestão Cultural pelo SENAC – PR Estudou Produção Musical na Escola de Belas Artes de Buenos Aires – curso vinculado a Berklee College of Music – EUA. É membro fundador da ABRC – Associação Brasileira de Regentes de Coros. Desde o ano de 2010 integra o corpo docente da Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC nas matérias de Prática de Vocal e Regência.

Release do Coral:

VOCAL GOGÓ À BRASILEIRA O Vocal “Gogó a Brasileira”, desde o ano de 2000, é o terceiro grupo ligado à trajetória do maestro Anderson Nascimento, diretor de grupos como Vocal Brasileirão e Vocal Cobras e Lagartos. O grupo tem hoje um repertório extenso de canções representativas das diversas correntes e gêneros da Música Popular Brasileira, muitas delas responsáveis por sedimentar o alto prestígio da MPB diante do mundo. Autores como Tom Jobim, Pixinguinha, Chico Buarque, Kleiton e Kledir, Lamartine Babo, Flávio Venturine, Ary Barroso, Braguinha, Noel Rosa convivem nesse repertório com artistas de Curitiba como Paulo Leminsky, Ivo Rodrigues, Nhô Belarmino, João Lopes, Lápis, Henrique de Curitiba, Paulo Chaves, Iso Fischer. Desde sua fundação o grupo participa de festivais, encontros e montagens de espetáculo voltados ao estudo histórico da MPB. Com turnês pelos estados do Sul e Argentina o Vocal Gogó à Brasileira criou o projeto Brasil Musical, dividido em 10 espetáculos, que narra a história da Música Brasileira desde o período do Descobrimento até os dias atuais. A maioria dos arranjos vocais foram personalizados e criados para o grupo pelo maestro Marcos Leite, sendo que hoje essa responsabilidade é do maestro e produtor Anderson Nascimento, possibilitando assim um resultado característico e próprio grupo.

Foto

Vocal Marista Roque - cachoeira do Sul/RS

Foto

Regente: Vania Frank

Tem dirigido as mais diversas formações corais, que compreende desde coros infantis, juvenis e adultos, além de exercer o cargo de professora de iniciação musical no Colégio Marista Roque.Cachoeira do Sul, RS. Participou de Cursos de Canto na Argentina com o Maestro Oscar Scalada e Nestor Zadoff. Participou de três edições do ENCUENTRO CORAL INTERNACIONAL DE NIÑOS Y JÓVENES em Monte Caseros e CONCURSO DE INTERPRETACIÓN CORAL DE MÚSICA FOLKLÓRICA Y POPULAR SUDAMERICANA em La Plata, Argentina. Regente do coral Cândida- Cachoeira do Sul, por 20 anos,recebeu prêmio de Melhor Coral Estudantil do Estado do Rio Grande do Sul e Melhor Regente do Festival. Também atuou como regente do Coral Municipal de Novo Cabrais, RS, pelo período de 4 anos. Participa dos Painéis da FECORS fazendo curso com renomados maestros entre eles Patrícia Costa, Iara Campos, Pablo Robalo... Assim, com dedicação prossegue a realização de todos os que apreciam a arte de cantar e musicalizar.

Release do Coral:

O Vocal Marista Roque foi criado em 1992, formado por alunos do Colégio tem como diretor o professor David Hatsek. É um coral que se renova a cada ano pois tem sido constituído exclusivamente por alunos do 6º ano ao Ensino Médio. Desde sua fundação é dirigido pela professora Vania Frank, acompanhamento musical e arranjos do Professor Jéferson Machado. Seu repertório é eclético, porém priorizamos a Música Brasileira e a música Folclórica. O coral apresenta-se na Comunidade em geral e nas apresentações e Shows do Marista do Roque.

Foto

Vozes Cariocas - RJ/RJ

Foto

Regente: Patricia Costa

Regente, arranjadora vocal e diretora cênica, licenciada e Mestre em Música pela UNIRIO, Patricia Costa dedica-se ao canto coral desde 1978, como cantora e desde 1993, como regente. Trabalha com direção cênica de corais desde 1990. Foi integrante do Coro de Câmara Pro Arte, dirigido por Carlos Alberto Figueiredo - com quem se aprimora em Regência Coral. Ministra cursos de extensão universitária do Conservatório Brasileiro de Música - CBM CEU, além de ser professora convidada do curso de Pós-Graduação em Regência Coral desta mesma instituição, respondendo pelas disciplinas Regência de Coro Infantil e Regência de Coro Juvenil. Faz parte da equipe docente (professora convidada) de pós-graduação da Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Assumiu em 2012 as disciplinas de Regência Coral na Escola de Música da UFRJ, como professora-substituta. Dirige os corais juvenis do Colégio São Vicente de Paulo desde 1993, o coro adulto independente Vozes Cariocas e foi também responsável pelos corais do Colégio Cruzeiro (infantil, juvenil e adulto) por 10 anos. Tem sido constantemente convidada como palestrante em diversos eventos corais pelo Brasil (Rio, São Paulo, Minas, Rio Grande do Sul, Paraná, Mato Grosso, Paraíba, Bahia, dentre outros), sobretudo na área de coro juvenil e direção cênica para corais.

Release do Coral:

Vozes Cariocas O grupo Vozes Cariocas é um coro misto independente oriundo do coral adulto do Colégio Cruzeiro, do qual se desligou em dezembro de 2011. Regidos por Patricia Costa desde sua fundação, este grupo tem como objetivo o prazer de cantar em grupo. O repertório consiste de peças nacionais e internacionais, sobretudo populares e com acompanhamento harmônico (e, eventualmente, de percussão). Nosso trabalho envolve também movimentação cênica, buscando a união destas linguagens artísticas para a realização musical e a comunicação com a plateia. Patricia Costa, além da regência e direção geral, é responsável pela preparação vocal e direção cênica do grupo. O Vozes Cariocas conta também com o pianista acompanhador (e regente assistente) Danilo Frederico e reúne, no momento, 40 vozes. O grupo conta ainda com a monitoria de Vicente Nucci e Pedro Mibielli. Ao longo de sua existência, o coral se apresentou anualmente nos eventos do Colégio Cruzeiro em importantes espaços culturais do Rio de Janeiro e participou de eventos corais em outras localidades, como Juiz de Fora, Friburgo e Arraial do Cabo. Estivemos no Festival Internacional de Corais (FIC) de 2009, nos apresentando com muito sucesso em Itabirito. Neste ano de 2013, o coral se prepara com entusiasmo para participar do FIC em Tiradentes, inaugurando sua primeira viagem já como grupo independente. Embora nosso coral exista pela vontade e organização logística de seus participantes (sem verba de patrocínio), temos o apoio do Colégio Zaccaria (RJ) – através da Profª Amarílis Santiago – desde fevereiro de 2012, onde mantemos nossos ensaios semanais.