Corais & Bandas

Foto

Ars Nova-Coral da UFMG - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Iara Fricke Matte

Maestrina Iara Fricke Matte Doutora em regência Coral pela Indiana University/EUA (2009), onde se especializou em Música Antiga e História da Música, tendo como principais orientadores os maestros Jan Harrington e John Poole. Em Indiana teve a oportunidade de reger o University Choir e Pro-Arte Singers. Recebeu seu diploma de mestrado em 1996, pela University of Minnesota/EUA, onde atuou como professora assistente da área coral, tendo regido obras de diversos períodos. Graduou-se em regência na UNICAMP sob a orientação de Henrique Gregori e participou do Coral Latex, um coro cênico experimental, que influenciou uma geração de músicos, atores e dançarinos. Em 2000, coordenou o Festival Bach em homenagem aos 250 anos da morte do compositor, no qual dirigiu a montagem da Paixão Segundo São João. Durante a sua carreira vem se dedicando ao estudo e à performance de obras do período barroco, renascentista e contemporâneo, tendo atuado como regente convidada da Camerata Antiqua de Curitiba e em importantes festivais brasileiros de Música Antiga. Como regente apresentou obras tão variadas como a ópera Orfeo de Monteverdi, Oratório de Natal, diversas cantatas e motetos de Bach, Dixit Dominus de Handel, Missa Nelson e Te Deum de Haydn, Réquiens de Mozart, Brahms e Duruflé, Concerto Grosso n. 6 de Handel, Sinfonia dos Salmos de Stravinsky, Rejoice in the Lamb de Britten, Missa em Dó Maior de Beethoven, Carmina Burana de Carl Orff, entre outros. Desde seu regresso ao Brasil, integra a comissão coordenadora da Semana de Música Antiga da UFMG, sendo coordenadora geral da última edição: “Bizzarie Alegórica” em 2013. Coordena também, desde 2010, a Série Fermata, uma série anual de concertos de obras para coro e orquestra promovida pela Escola de Música da UFMG. É professora de regência da Escola de Música da UFMG desde 1997 e em 2013 foi nomeada regente titular e coordenadora artística do Ars Nova–Coral da UFMG.

Release do Coral:

O Ars Nova-Coral da UFMG, fundado em 1959, é referência na área de canto coral no Brasil e no exterior. Sob a regência do maestro Carlos Alberto Pinto Fonseca - de 1962 a 2004 – o coro conquistou inúmeros prêmios e condecorações em importantes festivais nacionais e internacionais e realizou mais de 1400 apresentações no Brasil e em outros 17 países. Regido pela maestrina Iara Fricke Matte, que também faz a coordenação artística, o Ars Nova conta com músicos altamente qualificados. O grupo tem como principal objetivo a democratização da arte coral, priorizando a difusão do repertório e música antiga e contemporânea. Foram realizadas 37 apresentações desde 2013, onde destacam-se a interpretação dos Oratórios de Natal (gravado em DVD) e de Páscoa e a Missa em Lá Maior de J. S. Bach, o Gloria de Brumel, um concerto dedicado à madrigais de Carlo Gesualdo e dois concertos com a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, nas cidades de Tiradentes e São João del Rei, além da gravação de CD com obras diversas. A excelente repercussão do trabalho impulsiona o grupo a enfrentar novos desafios, incluindo a internacionalização da música coral brasileira e o incentivo à composição de obras inéditas para coro. No segundo semestre de 2015, foram efetuadas duas estreias mundiais, em Inhotim, de obras dos compositores Eduardo Ribeiro e Daniel Knaggs. Em 2016, o grupo foi o vencedor do Troféu JK de Cultura e Desenvolvimento de Minas Gerais na categoria Música Coral e terceiro lugar na categoria coro misto no 34º Festival Internacional de Música de Cantonigròs.

Foto

Banda de Música do Corpo de Bombeiros Militar MG - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Alberto Benchimol

Alberto Gomes Benchimol Aluno BM Bacharel em Música pela Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG); Pód Graduado em Docência do Ensino Superior pela Faculdades Integradas de Jacarépagua ;

Release do Coral:

A Banda de Música do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais realiza série de concertos destacando seus solistas e solistas convidados. Conta também com a participação de músicos convidados que dão a sua formação capacidade de execução, do clássico ao popular, do rico repertório das Bandas Sinfônicas. Criada em 09 de setembro de 1927, pelo decreto 959. São mais de oitenta anos participando dos desfiles e solenidades da Corporação. Anualmente, realiza em média 120 apresentações ao público interno e atende aproximadamente 80 solicitações externas, realizando concertos didáticos e apresentações em eventos sociais e culturais. No passado a Banda de Música foi responsável por educar musicalmente os soldados, cujas ordens de comando, em plena ação contra o fogo, eram transmitidas pelos toques de clarins. Hoje é responsável em fomentar o civismo nos diversos cursos de formação quando da instrução dos hinos e canções cívicos militares além da efetiva participação nos desfiles. A Banda de Música do Corpo De Bombeiros Militar de Minas Gerais pertence ao efetivo da Academia de Bombeiros Militar, seu efetivo é de 53 músicos que está sob o Comando do Tenente Coronel BM Erlon Dias do Nascimento Botelho, Chefia e regência do Aluno BM Alberto Gomes Benchimol.

Foto

Banda de Música São Vicente de Paulo - São Vicente/Baldim/Minas Gerais

Foto

Regente: Milton Henrique de Souza Brasil

O maestro Milton Henrique de Souza Brasil é formado pela Banda União dos Artistas de Sete Lagoas e tem ampla experiência em corporações musicais. Apresenta-se regularmente em festividades de cidades mineiras.

Release do Coral:

A Banda de Música São Vicente de Paulo é composta predominantemente por crianças apartir de 12 anos, jovens, e idosos e foi criado em abril de 2012.Mantida pela Associação Coral São Vicente de Paulo (ACOSVP), sócios, projetos do Governo e Prefeitura/ CRAS. Possui repertório basicamente de música clássica ao popular brasileira. Acredita que a boa música proporciona momentos de encantamento e alegria interior. A Banda foi instituída, inicialmente, apenas com a ideia de promover uma melhor integração entre a comunidade e músicos. Porém, aos poucos, o gosto pela música e o prazer de tocar extrapolou e o grupo já chegou a se apresentar em festas religiosas e populares da cidade e municípios vizinhos, eventos estaduais , entrega de instrumentos musicais promovido pela ACOSVP, encontro de Bandas na praça da Assembleia, e em outras instituições públicas; além de participar do FIC Assembleia Legislativa/MG, em 2013. Presidente Eduardo Eustáquio Pereira, Diretores Musicais, Gleice Vieira e Flávio Schultz.

Foto

Banda Sinfônica do Santuário Bom Jesus Matosinhos - São João Del Rei/MG

Foto

Regente: Ronaldo de Oliveira Medeiros

FORMAÇÃO - Iniciou seus estudos musicais na Banda Municipal de Barroso, tendo como professores o Maestro João Batista Marques e Enildo dos Santos (Sr. João de Dores) CURSOS & OFICINAS -Cursou diversas oficinas na área de educação musical e regência, tais como: - Oficina de iniciação a regência com o Prof. Edílson Rocha; -Oficina de praticas pedagógicas de iniciação musical para o ensino regular com a Profª. Gisele Marino; -Oficina de pratica de regência e pratica de Banda Sinfônica com o Prof. Gilson Silva; -Harmonia, regência e composição com o Maestro Adhemar Campos Filho. OUTROS - Fundador e ex-regente da Banda Salesiana Meninos de Dom Bosco, São João del-Rei, MG; - Fundador e ex-regente do Coral Lauda Sion da Paróquia N. Srª. Imaculada Conceição Prados, MG; - Fundador e ex-regente da Orquestra de metais da Lira Ceciliana, Prados, MG; - Trabalhou como trombonista baixo no Projeto “Bandas de Cá”, atuando ao lado de nomes como: Maestro Duda, Maestro Teófilo Helvécio Rodrigues, Wagner Tiso, Mauricio Tizumba e Fernanda Takai; -Foi tubista chefe de naipe da Banda de musica da 4ª Brigada de Infantaria leve/Montanha, na cidade de Juiz de fora; OCUPAÇÕES - Regente e diretor artístico da Banda Sinfônica do Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, São João del-Rei, MG; - Segundo sargento musico do Exército na Banda de musica do 11ºBIMth, na Cidade de São João del-Rei MG; - Tubista e trombonista-baixo do Coral de Trombones da UFSJ; -Tubista do quinteto Inconfidencia Brass; e é - Graduado em Trombone pela UFSJ.

Release do Coral:

A Banda Sinfônica do Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos foi idealizada pelo Pe. José Raimundo da Costa Ex- Pároco/Reitor do Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos e pelo Maestro Ronaldo de Oliveira Medeiros. Seus trabalhos de criação tiveram início no dia 10 de março de 2007, com uma aula inaugural contando com a presença de 90 pessoas, entre, professores, voluntários, pais e alunos. Ainda como escola de musica realizou várias apresentações sendo uma delas as comemorações da Semana de Santa Cecília no ano acima citado. A Banda Sinfônica do Sant. Do Sr B.J. M. teve sua apresentação oficial como Banda de musica em 14 de Setembro de 2008, dia maior da festa em honra ao Senhor Bom Jesus de Matosinhos, o qual empresta seu nome a esta corporação, sendo esta data marcada como a de sua fundação. Com o objetivo de fornecer ensino gratuito de musica a toda a comunidade do Bairro de Matosinhos e adjacências, a Banda Sinfônica Do Sant. Do Sr B.J.M, visa também resgatar a cultura musical no Bairro, já que Matosinhos possuiu uma banda de música em meados dos anos 1960 e 1965 na Vila Santa Terezinha, iniciativa esta do Sr. Emílio Campos. A Banda é hoje parte de um projeto, intitulado “Banda Sinfônica” e conta com 84 componentes divididos em dois grupos: Banda de Concerto com 48 integrantes e Banda Marcial, com 36 figuras; mantendo ainda, uma Orquestra de cordas sob a regência da Professora Mariana Rennó Jelen com um efetivo de 28 instrumentistas e uma escola de música com 65 integrantes, a qual atua como coral infantil. O projeto “Banda Sinfônica”, tem por finalidade abrilhantar os festejos Religiosos do Santuário e comunidades adjacentes, também participar de atividades sociais e culturais de São João del-Rei, MG, e região. O projeto é vinculado ao Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos através de seu atual Pároco/Reitor, Pe José Bittar e está desde o início de sua fundação, sob a coordenação do 2º Sgt musico do Exercito Ronaldo de Oliveira Medeiros. O trabalho administrativo da Banda Sinfônica é gerido pela Associação de Pais e Amigos da Banda (APAB), a qual tem a função de prover fundos e proporcionar a logística para os eventos dos grupos vinculados. Atualmente sua Diretoria é conduzida pelos Presidente e vice-presidente, respectivamente, Railton Domingos e Rosirene Batista, ambos em segundo mandato. A Banda Sinfônica do Sant. Sr. BJM, também participa do Vivencias Musicais, curso de extensão do departamento de musica da UFSJ, dirigido pelas professoras Mariana Rennó Jelen e Liliana Botelho, com a cooperação dos professores Gina Reinert, Vladimir Cerqueira e Modesto Flávio e recebe diversos alunos do curso de música para realizarem estágios de observação e atuação. Desde o ano de 2013, a Banda realiza uma série de concertos, intitulada Concertos Itinerantes, onde leva às diversas comunidades da Zona da Mata Mineira e Campo das Vertentes, concertos Sinfônicos para o entretenimento local e divulgação de seus trabalhos, interagindo assim com as comunidades por onde passa.

Foto

Camerata Lux - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Luzia Antoniol

Bacharel em Música pela UFMG. Integrou por quinze anos o Ars Nova – Coral da UFMG, sob a regência do Maestro Carlos Alberto Pinto Fonseca, seu grande mestre, atuando como ensaiadora e chefe do naipe de sopranos. Conquistou as seguintes premiações em concursos internacionais: 3º lugar no II Concurso Internacional de Coros de Marktoberdof (Alemanha, 1991), 1º lugar no XLI Concurso Polifonico Internacional Guido d\'Arezzo (Itália, 1993) e o Grand Prix e 1º lugar no VII Concurso de Corais da Cidade de Atenas (Grécia, 1998). Integrou, também, o Coral Lírico de Minas Gerais onde atuou com maestros como Emílio de César, David Machado, Sérgio Magnani, Ângela Pinto Coelho, Afrânio Lacerda, Sílvio Viegas e Holger Kolodziej. É professora e coordenadora de Música do Colégio Santo Antônio. Lecionou Música e Canto na Faculdade de Filosofia e Teologia do Instituto Santo Inácio dos Jesuítas. É regente da Camerata Lux desde a sua fundação.

Release do Coral:

A Camerata Lux foi criada em 1999 por uma confraria de amigos apreciadores da música que desejavam celebrar sua harmoniosa convivência por meio da arte do canto coral. Desde então, o grupo vem se desenvolvendo artisticamente, visando sempre o aprimoramento de sua qualidade técnica. Além disso, a Camerata Lux tem por principal foco de atuação a pesquisa e divulgação de repertório polifônico a cappella. Neste sentido, contempla obras de diferentes estilos e épocas indo da Renascença a música folclórica e a música popular contemporânea. Realiza regularmente concertos em diferentes espaços culturais da capital mineira e de outras cidades brasileiras. Apresenta-se, também com regularidade, em festivais nacionais e internacionais de corais.

Foto

Cantoría Popular de Mujeres el Bosque - Santiago/Santiago

Foto

Regente: Erika Ramos Oróstica

Erika Ramos Oróstica

Release do Coral:

Se constituyen como tal a partir del año 2011 con el nombre de Agrupación Coral Femenina El Bosque, donde se sistematiza el trabajo de años anteriores, junto con definir una línea de trabajo con foco en la música latinoamericana así como también la integración de otras áreas artísticas como danza, teatro, poesía y expresiones del folklore de distintos países.En la actualidad está conformado por 20 cantantes e instrumentistas, mujeres de diversas edades y profesiones. Desde esa fecha han participado en eventos culturales del El Bosque y otras comunas, así como también en Universidades y otros centros de estudio. Entre las actividades culturales se destacan conciertos de fin de año realizados en los años 2011, 2012 y 2013 en la Universidad Iberoamericana, Municipalidad de El Bosque e Iglesia San Francisco de Santiago junto a los pianistas Tito Francia y Sebastián Cortés. En abril del 2012 participan en Cuenta Pública El Bosque junto al maestro Valentín Trujillo. El mismo año son invitadas por la Asociación Hermanos Saiz y la Escuela Elemental de Música Ernesto Lecuona de la ciudad de SanctisSpiritus de Cuba, a participar de las jornadas de música y pedagogía “Tu voz es mi voz” realizadas la primera semana de mayo de ese año. De esa experiencia musical nace un trabajo de colaboración con profesores de la escuela y Grupo Vocal Imago, potenciando el trabajo ya iniciado con la música tradicional Cubana. El año 2013 paticipan en el festival internacional de coros Montevideo Canta Repica y redobla, en donde presentan un repertorio de 12 canciones Latinoamericanas en las ciudades de Colonia del Sacramento y Montevideo En agosto de 2014 presentan la Obra Equipaje, donde se compila el material recogido en experiencias con música cubana, argentina, uruguaya y brasileña. Este concierto se realiza en el Centro Cívico Cultural El Bosque En septiembre del 2014 viajan a Brasil por una invitación de la organización del festival Internacional de coros Corearte Brasil 2014, realizando conciertos en las ciudades de Caxias do Sul, Porto Alegre, Nova Petrópolis y Gramado. En Noviembre del 2014, se presenta nuevamente la Obra Equipaje, esta vez con la participación especial de la cantante Magdalena Matthey. Este concierto se realiza en la Casa de la Cultura Anselmo Cádiz de El Bosque. En Diciembre del 2014 se presenta Equipaje en la sala del Taller siglo XX En Julio del 2015 realizan Concierto en sala SCD de Plaza Vespucio Agosto del 2015, participan en celebración de aniversario comunal. En Septiembre de 2015 realizan concierto en sala La Cava de San Miguel En octubre del 2105 participan en el concierto lanzamiento del disco Pido un Deseo de la cantaurora Magdalena Matthey en teatro Nescafé de las Artes En noviembre de 2015 realizan concierto en Casa de la Cultura de El Bosque junto a la Trifecta Coral Club de Buenos Aires. En el mismo mes participan del Festival Internacional de coros de Los Andes En Diciembre del 2015 realizan conciertos de navidad en distintas actividades de la ciudad. 2016 En marzo participan en acto central del dia de la mujer en la comuna de El Bosque En abril participan en la inauguración de la Carpa contra la Precariedad Laboral En mayo realizan concierto en centro cultural Ruf che

Foto

Coral AABB-BH - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Leo Cunha

Leonardo Cunha é mestre em Música e bacharel em Violino pela Escola de Música da UFMG. O seu currículo é ilustrado pela constante participação entre a música erudita, onde participa como solista e regente de orquestras e corais, e a música popular onde atua tocando, fazendo arranjos, gravando, dirigindo e produzindo diversos artistas, o que lhe rendeu uma indicação ao Prêmio TIM da Música Brasileira 2008. Produziu e fez direção musical de várias peças teatrais, e compôs e arranjou canções para espetáculos, encontros e festivais em Minas Gerais. Entre os artistas com quem atuou, podemos citar: Hermeto Pascoal, Toninho Horta, Roberto Menescal, Emílio Santiago, Leila Pinheiro, Danilo Caymi, Derico Sciotti, Wanda Sá, Celso Adolfo, Daniela Mercury, Fafá de Belém, entre outros. No mês de Julho de 2008 lançou um livro de arranjos de música brasileira para coral, entitulado "MPB a Quatro Vozes", que já está sendo utilizado por vários corais no Brasil e no exterior. Atualmente rege a Orquestra de Câmara OPUS, a Orquestra Jovem de Nova Lima, o Coral da AABB/BH, Coral da Colônia Portuguesa e o Coral da GEPES-BB.

Release do Coral:

O “Coral AABB-BH” é patrocinado pela Associação Atlética do Banco do Brasil, de Belo Horizonte-MG e foi fundado em 2002. É composto, atualmente, de 32 elementos e é regido pelo maestro Leonardo Cunha. É constituído por associados da AABB, aposentados do Banco do Brasil e seus parentes e membros da comunidade local. Seu estilo musical é variado: bossa nova, samba, canções folclóricas, clássicos, gospel, etc. Em Março de 2.010 lançamos nosso primeiro CD composto por músicas de Fernando Brant e Leonardo Cunha, Flavio Venturini, Lô Borges, Ary Barroso, Sá e Guarabyra, Marcos Valle, Noel Rosa., etc... O “CORAL DA AABB-BH” tem tido destaque no cenário musical mineiro e participa sempre do FIC (Fertival Internacional de Corais) de Belo Horizonte, Assembléia Legislativa, Agências do Banco do Brasil, e outros eventos diversos, além de participação em festivais de corais de outras cidades, como a de Caxambu (MG) e Conservatória (RJ). Vejam as apresentações no youtube, através do endereço: http://www.youtube.com/watch?v=MDi1LzC0ahE&feature=relmfu E outras mais, a partir deste.

Foto

Coral Adorai - Pedro Leopoldo/Minas Gerais

Foto

Regente: Ilcenara Klem Fernandes Serafim

Ilcenara Klem Fernandes Serafim é Bacharel em regência pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e Especialista em Educação Musical pela mesma universidade. Possui o curso técnico de piano pelo Conservatório Estadual de Música Lorenzo Fernandes em Montes Claros. Trabalhou como regente dos corais infantis do Centro de Musicalização Infantil da UFMG, do coral infanto-juvenil do Palácio das Artes, e dos Corais Meninos Cantores Amadeus e do Jubileu do Sistema de Ensino Arquidiocesano em Belo Horizonte, entre outros. Atualmente é regente do Coral Anos Dourados do grupo da Terceira Idade, bem como do Coral do Projeto Mil’ Tons, ambos de Pedro Leopoldo. É casada com o trompetista Claudiomarcus Serafim e mãe de Daniel e João Fernandes Serafim.

Release do Coral:

Criado em meados de 2006 entre os membros da Igreja Presbiteriana de Pedro Leopoldo, o Coral Adorai tem como missão louvar e adorar a Deus, expressando, através da música, o reconhecimento de quem Ele é de tudo o que Ele faz. Realizou vários musicais e cantatas no decorrer destes 10 anos, assim como se apresentou em várias igrejas em Pedro Leopoldo e Belo Horizonte, espaços púbicos e privados.

Foto

Coral Agnus Dei - Contagem/MG

Foto

Regente: Cláudio Eduardo Batista

Cláudio Eduardo Batista, formado pela UFMG, curso instrumental em piano pelo Conservatório Mineiro de Música. Curso de extensão em regência a coral pela Escola de Música da UEMG, orientado pelo professor Márcio Miranda.

Release do Coral:

O Coral Agnus Dei foi criado em junho de 2002, tendo como integrantes pessoas da comunidade, moradores do Conjunto Água Branca em Contagem. Já realizou várias apresentações no Big Shopping, Praça da Liberdade, Serra da Piedade. Participou de Encontros de Corais em Contagem, BDMG. Apresentamos em casamentos, bodas e missas. Repertório: variados de música erudita e popular.

Foto

Coral Alegria de Cantar - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Cristina Maria Bello

A regente Cristina Bello é filha de músico e iniciou sua formação musical com o próprio pai,dede cedo.É professora de música e também rege o coral do Ministério Público de Minas Gerais.Com vasto conhecimento musical ,estudou com os melhores mestres de Belo Horizonte.Certamente o maestro Lindomar ,melhor que ninguém ,conhece seu trabalho.

Release do Coral:

O Coral Alegria de Cantar é sediado em Belo Horizonte a mais de 12 anos.Coral de terceira Idade de predominância feminina,canta desde o clássico ao popular.Filiado a Associação Brasileira de corais da melhor idade ,conta com 35 participantes.Já cantou em várias cidades mineiras como São João Del Rei,Mariana,São Lourenço e muitas outras.Participou de festivais de coral nos estados do rio de Janeiro (conservatória).Tem gravado um CD(Outono em Canto) e prepara-se para a gravação de seu segundo CD.Participou de todas as edições do FIC

Foto

Coral Amigos do Colégio Santo Antônio - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Conceição Martins

Maestrina Conceição Martins

Release do Coral:

O Coral Amigos do Colégio Santo Antônio foi criado em 2002, com o intuito de ser um grupo vocal aberto para professores, funcionários, pais de alunos, ex-alunos e a comunidade em geral. O Coral Amigos participa regularmente de festivais e encontros de corais, além de apresentações internas do Colégio Santo Antônio (Santo Antônio Faz Arte, Audição de Corais e Cantata de Natal). O repertório desenvolvido pelo Coral Amigos ao longo dos anos é variado, composto por obras de diversos gêneros e estilos musicais, tais como: spirituals, canções da tradição africana e indígena, música popular brasileira, obras renascentistas, barrocas, contemporâneas, etc. O grupo tem como preparadora vocal a cantora Luzia Antoniol e, como correpetidora, a pianista Sandra Maluf. Desde 2015 é regido pela Maestrina Conceição Martins.

Foto

Coral Amigos para Sempre do CAC - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Leonardo Cunha

Leonardo Cunha é mestre em Música e bacharel em Violino pela Escola de Música da UFMG. O seu currículo é ilustrado pela constante participação entre a música erudita, onde participa como solista e regente de orquestras e corais, e a música popular onde atua tocando, fazendo arranjos, gravando, dirigindo e produzindo diversos artistas, o que lhe rendeu uma indicação ao Prêmio TIM da Música Brasileira 2008. Produziu e fez direção musical de várias peças teatrais, e compôs e arranjou canções para espetáculos, encontros e festivais em Minas Gerais. Entre os artistas com quem atuou, podemos citar: Hermeto Pascoal, Toninho Horta, Roberto Menescal, Emílio Santiago, Leila Pinheiro, Danilo Caymi, Derico Sciotti, Wanda Sá, Celso Adolfo, Daniela Mercury, Fafá de Belém, entre outros. No mês de Julho de 2008 lançou um livro de arranjos de música brasileira para coral, entitulado "MPB a Quatro Vozes", que já está sendo utilizado por vários corais no Brasil e no exterior. Atualmente rege a Orquestra de Câmara OPUS, a Orquestra Jovem de Nova Lima, o Coral da AABB/BH, Coral da Colônia Portuguesa e o Coral da GEPES-BB.

Release do Coral:

O Coral Amigos para sempre foi fundado com o objetivo de criar esse momento musical e de deleite para a comunidade do CAC Fim de tarde no Calafate. O Coral já teve diversas formações ao longo dos mais de 15 anos de existência e atualmente é um grupo formado somente por vozes femininas. Desde 2013 está sob a direção do maestro Leonardo Cunha e tem participado de missas e apresentações em eventos do CAC e em diversos lugares onde é convidado.

Foto

Coral Andorinhas - Sete Lagoas/Minas Gerais

Foto

Regente: Thallys José Rodrigues De Oliveira

Thallys José Rodrigues De Oliveira, Natural de Sete Lagoas-MG, Nasceu em 1998. No ano de 2008 com 9 anos de idade se ingressa no Coral Dom Silvério, onde acaba também ingressando na Federação Nacional De Meninos Cantores Do Brasil e na Federation Internazionale Pueri Cantores, sediada em Roma- Vaticano. Seus estudos de piano e canto no coral fez com que pudesse lecionar como professor de piano com apenas 14 anos de idade, e também com o Coral Dom Silvério participou de grandes encontros de corais e se destacam os congressos como, o XI Congresso Regional Sul da Federação Nacional de Meninos Cantores, sediado em Campo Largo- PR em 2009, o VII Congresso Regional Sudeste da Federação Nacional de Meninos Cantores, sediado em Cássia- MG em 2012, o XV Congresso Nacional da Federação Nacional de Meninos Cantores, sediado em Sete Lagoas-MG em 2013, e o XIII Congresso Regional Sul da Federação Nacional de Meninos Cantores, sediado em Campo Largo- PR em 2014. Atualmente ele faz seus estudos em Belo Horizonte-MG cursando extensão em Percepção Musical e Apreciação, e Piano Erudito. É fundador, Regente e Diretor Artístico do Coral Andorinhas, clubista no Clube De Letras De Sete Lagoas e ainda cursa o ensino médio na Escola Estadual Doutor Arthur Bernardes na cidade onde nasceu.

Release do Coral:

A Escola Estadual Doutor Arthur Bernardes, assim como todas as escolas do ensino estadual, teve no ano de 2014, uma mudança no horário. As aulas que tinham início ás 12h 30min passaram a ter início ás 13 h. Devido a essa mudança muitos alunos passaram a ficar um tempo maior em frente à escola. Desde então, a vice-diretora Maria da Conceição Cardoso Rachid e a diretora Vânia Siqueira passaram a ficar preocupadas com a segurança dos alunos, que agora ficavam mais tempo do lado de fora da escola. A vice-diretora conversou com o Thallys José Rodrigues De Oliveira, aluno dessa escola há 10 anos, sobre essa situação. Nesta mesma conversa já com um pensamento formado e informado da situação, o aluno propôe a criação de um coral visando resolver esse problema e também recuperar o canto coral de “Tia Querida”, antiga professora de Canto Orfeônico e fundadora do até então extinto Coral Arthur Bernardes, que agora voltaria com nome diferente. No dia 23 de Julho de 2014, aconteceu o primeiro ensaio do coral no Salão Nobre da escola, a partir daí a ideia cresceu e acabou tomando proporções curiosas. Em menos de seis meses o coral foi procurado pela Secretaria Municipal de Cultura de Sete Lagoas, para participar do Festival Zacarias, que homenageava o humorista. Ainda nesse ano surgiram vários outros convites como a participação no Serão Poético do Jubileu de Ouro do Clube De Letras De Sete Lagoas, a participação no Recital De Natal da prefeitura, e a participação na missa de natal da Lagoa de Santo Antônio -Jequitibá. Hoje, com dois anos desde sua fundação e agora com 3 vozes mistas, o coral é bastante elogiado por intelectuais da cidade de Sete Lagoas, e também de Jequitibá e região; muitos se disseram encantados com a singularidade desse coral que hoje é conhecido em muitos lugares do Brasil. No ano passado, participou do FIC (Festival Internacional de Corais), do Recital de Natal, fez seu primeiro concerto de Gala e participou de vários outros eventos da cidade. O coral recebeu o nome de “Andorinhas” pela ideia de que o canto de uma andorinha é muito singelo e quase imperceptível más quando o bando se junta, e faz seus sobrevoos é emocionante ouvir e ver a beleza que nos proporciona. Por isso que dizemos que uma “Andorinhas Sozinha Não Faz Canção”.

Foto

Coral Anos Dourados - Pedro Leopoldo/Minas Gerais

Foto

Regente: Ilcenara Klem Fernandes Serafim

Ilcenara Klem Fernandes Serafim é Bacharel em regência pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e Especialista em Educação Musical pela mesma universidade. Possui o curso técnico de piano pelo Conservatório Estadual de Música Lorenzo Fernandes em Montes Claros. Trabalhou como regente dos corais infantis do Centro de Musicalização Infantil da UFMG, do coral infanto-juvenil do Palácio das Artes, e dos Corais Meninos Cantores Amadeus e do Jubileu do Sistema de Ensino Arquidiocesano em Belo Horizonte, entre outros. Atualmente é regente do Coral Anos Dourados do grupo da Terceira Idade, Coral Adorai, da Igreja Presbiteriana e do Coral Feminino Cantares da Igreja Batista Monte Sião, todos em Pedro Leopoldo. É casada com o trompetista Claudiomarcus Serafim e mãe de Daniel e João Fernandes Serafim.

Release do Coral:

O Coral Anos Dourados existe há 16 anos e faz parte do Grupo da Maturidade Anos Dourados de Pedro Leopoldo. Participa ativamente da vida cultural da cidade em eventos de diversas naturezas, assim como das atividades do próprio grupo. Há alguns anos vem se apresentando também do Festival Internacional de Corais de Belo Horizonte, onde também participou de variadas manifestações culturais.

Foto

Coral ArcelorMittal - Vitória/Espírito Santo

Foto

Regente: Adolfo Alves

Adolfo Alves é Bacharel em Música (Canto) pela Faculdade de Música do Espírito Santo. Estudou regência coral e orquestral, contraponto e harmonia em cursos de extensão universitária (UFMG) e outros de curta duração com os Maestros Carlos Alberto Pinto Fonseca, Ernst-Huber Contwig, H. J. Koelreuter, Sergio Magnani e Eph Ehly e Canto com Eladio Perez Gonzales, Natércia Lopes e Yvone Zita Esteves Lima. Atuando há mais de cinqüenta anos no canto coral, criou e regeu vários coros no Espírito Santo, dentre os quais se destacam o “Coral Gloria”, de Colatina-(1968), Coral da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) - (1975), “Coral CST”, atual ArcelorMittal - (1986) e o Coro de Tradições Italianas “Joaquim Lovatti” de Cariacica-ES. Como cantor se apresentou em recitais e concertos, inclusive como solista da “Missa da Coroação”, de Mozart, do “Te Deum”, de Bruckner e na opereta “A Viúva Alegre” de F. Lehar. Autor de vários arranjos de música popular e folclórica para coro, bem como de pequenas composições e música para teatro. Regeu, como convidado, por duas vezes, a Orquestra Filarmônica do Espírito Santo e foi regente da Orquestra de Câmara da UFES (Universidade Federal do Espírito Santo). Professor de História da Música e Dicção na Faculdade de Musica do Espírito Santo – FAMES (Níveis de Graduação e Técnico). Membro da Academia de Letras e Musica do Brasil (Brasília) – cadeira n. 79.

Release do Coral:

O “Coral ArcelorMittal” iniciou suas atividades no dia 5 de março de 1986, criado pela então Companhia Siderúrgica de Tubarão – CST, atual ArcelorMittal. Integrado no começo por empregados da Companhia e seus dependentes, teve a participação posteriormente aberta a outras pessoas e hoje tem mais de 40 membros, entre efetivos e iniciantes. Seu repertório básico é de música popular e folclórica brasileira e congêneres estrangeiras bem como peças sacras. Canta também peças eruditas do repertório coral clássico. O coro tem se apresentado em todo o Espírito Santo e pelo Brasil, em concertos, festivais e encontros. Em 2006 participou do “XVIII Cantapueblo”, festival de canto coral realizado em Mendoza, Argentina e em 2008 esteve no X Festival Internacional de Coros, em Cusco, Peru. Desde a sua fundação é regido pelo Maestro Adolfo Alves e conta atualmente com o trabalho do Maestro Wilson Olmo, como regente assistente e preparador vocal.

Foto

Coral Arte e Harmonia - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Leandro de Paiva

Leandro de Paiva - Bacharel e licenciado em piano pela Universidade Federal de Minas Gerais. - Proprietário da Escola de Música Santa Cecília.

Release do Coral:

O Coral Arte e Harmonia é um grupo de canto coral vinculado à Escola de Música Santa Cecília, sediada em de Belo Horizonte/MG. Com repertório eclético, que vai do popular ao erudito, o coro é dividido em quatro naipes compostos por cantores apaixonados pelo estudo, interpretação e divulgação da música coral. É regido por Leandro de Paiva, dedicado e talentoso músico e professor, proprietário da Escola de Música Santa Cecília. Em Julho de 2016 o Coral Arte e Harmonia se destacou na abertura oficial do evento semestral de apresentação de alunos e professores da Escola de Música Santa Cecília. Com grande alegria e entusiasmo o Coral Arte e Harmonia participa pela primeira vez do Festival Internacional de Corais.

Foto

Coral ASES - MG - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Rodrigo Garcia

Formado em Regência pela Escola de Musica da UFMG, onde cursa bacharelado em Violoncelo e Composição. Regente Titular do Coral Ases MG desde 2008, e também de diversos outros corais de Belo Horizonte (atualmente 'Vozes da Liberdade - PRMG, Madrigal Cura d'Ars' e 'Grupo Orguel Musical'). Rodrigo também participou de diversos eventos como regente, violoncelista, guitarrista, arranjador, produtor e compositor, tendo o prazer de trabalhar com grandes nomes da música brasileira como Alceu Valença, Paulinho Santos e Décio Ramos do Uakti, Cálix, Cartoon, Aggeu Marques, Renato Savassi e a Orquestra Ouro Preto (incluindo Homenagem aos Beatles em Liverpool). Fundador da Orquestra Sinfônica Libertas com a qual pode fazer alguns concertos com casa lotada no Palácio das Artes em homenagem aos Beatles.

Release do Coral:

O Coral ASES -MG foi criado em Abril de 2008 por funcionários do Serpro/BH em busca de uma atividade que proporcionasse melhor qualidade de vida e socialização através da música. Composto por 38 integrantes e sob a regência do maestro Rodrigo Garcia desde a sua fundação, o coral tem se apresentado na empresa Serpro, onde trabalham os seus integrantes, nos eventos promovidos pela Ases (Associação dos Empregados do Serpro - Belo Horizonte), festivais, encontros e instituições na comunidade. Agora, em sua terceira participação no FIC e contando com um repertório diferenciado, em músicas populares, queremos dar voz aos excelentes compositores de MG e do Brasil. SLOGAN: "Nas montanhas, cantar é emoção..."

Foto

Coral Campus em Canto - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Emanuelle Cardoso

Iniciou seus estudos no Centro de Formação Artística da Fundação Clóvis Salgado (CEFAR), tendo se formado no curso de Canto em 2014, na classe da professora Conceição Nicolau. Orientada pelo maestro Márcio Miranda Pontes, participou do curso de regência coral, pelo projeto Oficina Coral. Atuou como regente do Coral Prata Encanto & Voz, de São Domingos do Prata; do Coral Infantil Unimed – BH, e do Lumen – Grupo Artístico, neste último, também como idealizadora. Foi integrante do Ars Nova – Coral da UFMG, sob a regência da maestrina Iara Fricke Matte, alcançando a 3ª colocação na categoria Coro Misto no Festival de Música de Cantonigròs de 2016. Foi solista na Missa em Lá Maior de Bach, Come, ye Sons of Art de Purcell e Gloria de Vivaldi. Cursa bacharelado em canto na UFMG, com a professora Luciana Monteiro; atua como regente e arranjadora do Coral SICOOB CREDICOM e Coral Campus em Canto (UFMG) e é integrante do Grupo Vocal Octa Plus e do Coro Madrigale, sob a regência de Arnon Oliveira. Foi vencedora do Concurso Jovem Músico BDMG em 2014.

Release do Coral:

Vinculado ao Núcleo de Música Coral da UFMG e ao Projeto Corais no Campus, tal atividade de Extensão Universitária tem o objetivo de proporcionar à comunidade o contato com a Música através do canto coral. O coro iniciou suas atividades em 2009 através de uma solicitação do Núcleo de Educação para Jovens e Adultos da UFMG e, desde então, vem se apresentando em eventos dentro da própria universidade e festivais como o “4 Cantos - Coral na Praça” em Belo Horizonte. Esteve sob a direção de Daniel Rezende Lopes entre 2011 e 2014. Atualmente está sob a regência de Emanuelle Cardoso. Na equipe conta ainda com o regente assistente Talles Matos e o pianista Gustavo Piffer. O grupo vem constantemente evoluindo, incluindo performances cênicas em seus concertos, de forma a torná-los mais dinâmicos e aproximar o artista do público. Em julho de 2016 participou do Concerto Cênico "Dos Sonhos que Ouvi Cantar" juntamente com o Coral Sicoob Credicom. Conta atualmente com aproximadamente 30 cantores. Neste coral não se quer perfeição, mas uma música que faça bem para a alma. Com ensaios leves e cheios de muitas risadas, o grupo não se deixa acomodar, encontrando sempre um novo desafio para cumprir, e uma nova canção para entoar.

Foto

Coral Canarinhos de Santana - Mariana/MG

Foto

Regente: Maria Rita da Silva Cruz

Maestrina Maria Rita da Silva Cruz Marianense, casada mãe. Desde cedo interessada pela musica por ser filha de família de músicos. Sempre participou indiretamente de grupos musicais, até que em meados dos anos 80 ao perceber as necessidade de um grupo, que pudesse alegrar as missas Na comunidade Santíssima Trindade criou se então o Coral Canarinhos de Santana. onde resgata até nos dias de hoje adolescentes e jovens para um mundo melhor.

Release do Coral:

O Coral Canarinhos de Santana iniciou suas atividades em 08 de fevereiro de 1998 na cidade de Mariana ,sob a coordenação de Maria Rita da Silva Cruz. É formado por 30 adolescentes e jovens. O coral é bastante conhecido na cidade e nos distritos de Mariana. Participa de vários eventos culturais e religiosos. O nome do coral foi sugestão do ex Pároco Padre Paulo Barbosa que é o padrinho do grupo e a invocação à Senhora Santana que foi escolhida como sua protetora. Dentre várias apresentações do coral como festa de padroeiros, encontros de corais realizado em Mariana e apresentações em creches, asilo, hospital e inaugurações significativas uma se destacou. inauguração da revitalização da praça Tancredo Neves e da Praça Minas Gerais em Mariana o tom solene foi quebrado quando o então Ministro da Cultura Gilberto Gil acompanhou o coral com duas músicas de seu repertório. tivemos a honra de apresentar pela primeira vez no Encontro internacional de Corais (FIC) 2015, onde na oportunidade fizemos apresentações na casa do Lago na Pampulha BH e na igreja Nossa Senhora de Nazaré Cachoeira do Campo.

Foto

Coral Cantares - Pedro Leopoldo/Minas Gerais

Foto

Regente: Ilcenara Klem Fernandes Serafim

Ilcenara Klem Fernandes Serafim é Bacharel em regência pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e Especialista em Educação Musical pela mesma universidade. Possui o curso técnico de piano pelo Conservatório Estadual de Música Lorenzo Fernandes em Montes Claros. Trabalhou como regente dos corais infantis do Centro de Musicalização Infantil da UFMG, do coral infanto-juvenil do Palácio das Artes, e dos Corais Meninos Cantores Amadeus e do Jubileu do Sistema de Ensino Arquidiocesano em Belo Horizonte, entre outros. Atualmente é regente do Coral Anos Dourados do grupo da Terceira Idade, bem como do Coral do Projeto Mil’ Tons, ambos de Pedro Leopoldo. É casada com o trompetista Claudiomarcus Serafim e mãe de Daniel e João Fernandes Serafim.

Release do Coral:

O Coral Feminino Cantares completa um ano de existência em agosto deste ano. Faz parte da Igreja Batista Monte Sião em Pedro Leopoldo onde fez algumas apresentações. Sua estréia oficial se deu em Junho deste ano com o concerto “Viagem no tempo” onde relembrou a música gospel das décadas de 70, 80 e 90.

Foto

Coral Cantáridas - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Messias Oliveira

Messias Oliveira estuda música desde a infância, guiado pelo seu pai. Em 2009, ingressou na UFMG como aluno de Licenciatura em Música, quando teve contato com o método Kodaly, que utiliza até hoje no Núcleo de Música Coral da UFMG. Toca diversos instrumentos de corda, além de piano. Messias é professor da escola de música Sonata e rege o Coro Cantáridas desde 2014, momento que coincide com seu ingresso no curso de Composição Musical da UFMG.

Release do Coral:

O Coral Cantáridas do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG foi formado logo após a implantação do projeto Corais no Campus da Escola de Música, também da UFMG. Isto se deu em 1991. Desde então, o Coral mantém suas atividades ininterruptas. Participam do Cantáridas alunos, professores, funcionários do Instituto, de várias outras unidades acadêmicas da UFMG, bem como moradores de Belo Horizonte amantes do canto coral.

Foto

Coral Canto Enquanto Espero - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Marcelo Minal

Marcelo Minal é formado em Licenciatura em Letras pela UFMG e em Canto Lírico pelo Curso Básico de Música da UEMG. Também é graduando no Bacharelado em Regência pela UFMG e tem graduação incompleta em Licenciatura em Música pela UFMG. Atuou no Coro de Câmara da UFMG entre 2010 e 2014 e participou como ator e cantor em grupos artísticos de Belo Horizonte na capital e no interior do Estado. Como músico, atua como regente, cantor, compositor, arranjador, professor, instrumentista. Como regente já trabalhou em vários coros de BH e interior de MG. Atualmente é o regente do Coral Música para Todos, Coral São Tiago e do Coral Vozes do Campus. Também é o regente do Coral Canto Enquanto espero desde março de 2015. Seus arranjos e composições podem ser encontrados gratuitamente no endereço www.marcelominal.com

Release do Coral:

O Coral Canto Enquanto Espero partiu da iniciativa dos coralistas Margareth Oliveira, Ana Regis, Eggza de Rezende e Joel Ferreira em aproveitar o tempo ocioso enquanto aguardavam o ensaio dos corais de seus filhos. Houve um convite a Profa. Dra. walênia Marília Silva que se tornou a primeira maestrina do coral. Assim, dentro do âmbito do projeto "Música Para Todos", coordenado pela Profa. Dra. Bêtania Parizzi e do CMI-UFMG, criou-se o Coral Canto Enquanto Espero, apelidado carinhosamente de 'Coral dos Pais". No mesmo ano, mais precisamente em dezembro de 2013, deu-se a estréia do coral. Esta apresentação foi um sucesso e foi sucedida de outras apresentações como no Auditório da Reitoria UFMG em 2014, Auditório da Engenharia UFMG em 2015 e no evento Prata da Casa no Auditório do Conservatório da UFMG em 2016. Em 2015 o regente Marcelo Minal e a pianista Railaine Andrade ingressaram no coral direcionando o coral para um trabalho dentro do riquíssimo âmbito de nossa MPB. O nome "Canto Enquanto Espero" é uma sugestão de Ildênia M. Valadares em referência não apenas ao momento de aguardar os filhos cantarem, mas também cantar e aguardar, a vida passar, a criança nascer, a dor passar, o fim de semana chegar, o emprego conseguir, a doença sarar, o diploma conseguir, o amor me encontrar. Enfim Canto Enquanto Espero...

Foto

Coral Canto Livre - Cachoeiro de Itapemirim/Espírito Santo

Foto

Regente: Fernanda Maria Merchid Martins

Fernanda Merchid Martins, formada em piano pela FAMES - Faculdade de Música do ES, rege o Coral Canto Livre desde sua fundação. Além do Canto Livre, tem em seu currículo o trabalho com vários corais de empresas do município de Cachoeiro de Itapemirim. Atualmente, atua como professora de música e gerente do Teatro Municipal Rubem Braga.

Release do Coral:

O Coral Canto Livre é uma instituição autônoma, sem fins lucrativos. Fundado e regido há 25 anos pela regente Fernanda Merchid Martins, apresenta-se com repertório eclético, indo do folclore ao erudito. Tem em seu histórico recitais e concertos com a OSES - Orquestra Filarmônico do ES, Orquestra do SESI/ES entre outras. Anualmente organiza o Encontro Cachoeirense de Corais que já se encontra na vigésima segunda edição.

Foto

Coral Cantores de Jesus - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Eliana Rossi

é mãe, dona de casa, funcionária aposentada da COPASA e coordenadora do coral. Não tem formação musical, mas através da vivência, experiência e entrosamento com os componentes do coro, ao longo destes sete anos, acabou criando sua forma de reger os participantes e encantar a todos com as apresentações do coral. Atualmente, ela busca estudo de técnica vocal e noções de regência através de curso ministrado pela educadora musical Waniaceli Dias, professora do IBEMD - Instituto Brasileiro de Educação Musical.

Release do Coral:

O Coral surgiu quando a coordenadora da Catequese da Paróquia Santa Margarida Maria Alacoque sentiu a necessidade de se criar um coral para que as crianças, após a Primeira Comunhão, continuassem frequentando a Igreja. Algumas catequistas concordaram e assim foi montado o coral. Iniciou-se no mês de agosto de 2009, com 12 crianças e felizmente, já se passaram 7 anos e o grupo aumentou muito, inclusive com a participação de adolescentes, jovens e adultos. Nestes sete anos de caminhada o coral participa semanalmente da missa das crianças da paróquia e canta em muitas das festividades da comunidade. Mas ele também já participou de diversos momentos musicais e eventos. Entre tantos momentos podemos citar: - “Adoração Eucarística na Basílica da Boa Viagem” em BH, nos anos de 2013, 2014 e 2015, sendo o Coral de Jesus, responsável por todas as músicas. - Cantata de Natal da COPASA nos anos de 2012 e 2014. - Missa de Aniversário de 90 anos de uma Senhora em Santana do Riacho em 2013 - Chegada do Papai Noel no Shopping Plaza Anchieta em 2013 - Feira de Artesanato do bairro Caiçara em 2014 - Asilo Santa Gema em 2014 - Lar Dona Paula em 2013, 2014 e 2015 – Assembléia Legislativa em 2015 e também no mesmo ano, cantaram pelo FIC, na Igreja de Lourdes e no Teatro Francisco Nunes. O repertório do coral se baseia em músicas católicas, mas ele canta também diversos outros estilos da música popular brasileira.

Foto

Coral Cantos, Contos e Cantigas - Itaobim/Minas Gerais

Foto

Regente: Ronan Ramos

Maestro Ronan Eduardo natural de virgem da lapa MG iniciou seus estudos na Banda Filarmônica virgolapense em 1998 aos 10 anos de idade na turma dos Maestros Eduardo e Gervásio , onde participou de encontros de bandas, desfiles , bailes , etc. Em 2007 inicou sua carreira como professor de música na Orquestra Acordes , atuo como Maestro de alguns grupos na região, Fanfarra Industrial ,Araçuaí , Filarmônica Itaporé , coronel murta , Coral Bem ti vi Virgem da Lapa(atual) , Coral Flor de Liz, Itinga , Corporação Musical União Itinguense (atual) , Orquestra Filarmônica Pedra Verde e Coral canto contos e cantigas , Itaobim (atual) , entre outros grupos na região . Participou de masterclass de Regência com Maestro Roberto Tibiriçá , Maestro Marcos Arakaki ,Maestro Ronaldo Cadeu , Cursos de canto coral Maestro Lindomar Gomes , entre outros cursos . É músico profissional reconhecido pela ordem dos músicos no Brasil.

Release do Coral:

O Coral Cantos, Contos e Cantigas teve início dia 01 de agosto de 2015, um Projeto da Casa da Juventude em parceria com a Prefeitura Municipal de Itaobim – MG, regido pelo maestro Ronan Eduardo Magalhães Lima, tem 35 componentes com a faixa etária de 11 até 65 anos, de baixa renda no Município de Itaobim, executando músicas regionais, apresenta em escolas, fóruns, seminários, e participação na gravação do CD projeto Juventude com músicas regionais em Itaobim – MG.

Foto

Coral Casa Grande - Casa Grande/Minas Gerais

Foto

Regente: Lindomar Gomes

Lindomar Gomes, formado em canto, canto gregoriano, violão, arte educação e regência pelo CEFAR Palácio das Artes, Escola de Música da UEMG e UFMG tem pós graduação em planejamento e gestão cultural pela PUC Minas. É servidor da Secretaria de Estado de Cultura e atua como técnico em Cultura em programas de Bandas e Canto Coral, ministrando oficinas em todo o estado. Regeu o Coral Infanto Juvenil do Palácio das Artes, Coral da Fumec, Coral da FCCDA de Itabira, Coral Meninos Cantores Amadeus da Sociedade Mineira de Cultura, Coral dos Anjos de Cabo Frio, Coral Banda Cantos de Minas e Coral Meninos de Mozart de Brasília. Curador e maestro dos eventos de Vila dos Sonhos Coca-Cola na praça do Papa desde 2004. Ministrou master class de canto coral em festivais do Brasil, Argentina, Cuba, Itália e Venezuela. Foi condecorado com a medalha da Inconfidência Mineira pelo governo de Minas em 2012. Regeu à convite do governo de Minas Coral de 1.500 vozes no evento em comemoração à Medalha da Inconfidência em Ouro Preto em abril de 2014. Atualmente é regente dos Corais Adulto e Infantil de Casa Grande e do Coral Ensaio Aberto. É idealizador e coordenador geral do FIC Festival Internacional de Corais desde 2003.

Release do Coral:

O Coral Casa Grande é composto de aproximadamente vinte pessoas da aprazível cidade de Casa Grande. Foi criado em 2014 por iniciativa da Prefeitura Municipal de Casa Grande. Participou do FIC 2015, no show do artista Marcus Viana, Cantata de Natal de Casa Grande e em evento promovido em Casa Grande por ocasião do recebimento de prêmio de Cidade com menos violência do Estado de Minas Gerais. O Coral tem o apoio da Prefeitura Municipal de Casa Grande.

Foto

Coral Cênico Arte & Canto - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Kézia Vieira Lima Ferreira

Estudou Canto lírico e Regência no Centro de Formação Artística do Palácio das Artes, sendo aluna de regência do professor e maestro Márcio Miranda e de canto lírico da professora Conceição Nicolau. É graduada também em Biologia. Atua como professora de canto acompanhando cantores, grupos vocais e em formação de corais. É Regente do coral cênico Arte & Canto da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte e do Coral infanto-juvenil do Instituto Unimed BH na Escola Municipal São Rafael.

Release do Coral:

O coral Arte & Canto é formado por funcionários e convidados da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, integrado a Fundação Municipal de Cultura. O coral já se apresentou em diversas cidades de MG, festivais, escolas, eventos oficias, igrejas e teatros. Tem trabalhado ultimamente com musicais onde seus coralistas tem a oportunidade de participar de oficinas teatrais. Já realizou diversos musicais, estreando recentemente a peça de humor: Que pena, minha sogra morreu! grande sucesso de público. O repertório inclui o clássico, MPB, negro spirituals, Pop, etc.

Foto

Coral Comunicanto - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Maestro Júlio Cesar Faria

Graduou-se em Regência e Violoncelo pela Universidade Federal de Minas Gerais. Tendo atuado como regente da Orquestra Jovem Escola de Música da UFMG e a Orquestra Experimental do Conservatório de Varginha aonde foi professor de violino e violoncelo e dos corais Vozes de Minas dos Correios, APPE Esmeraldas, Coral Juvenil e Infanto-Juvenil do Colégio Dom Silvério, Coral Voar da Infraero, coral Igreja santissíma Trindade Belo Horizonte entre outros. Atualmente rege o Craol Comunicanto e o Coral MDC-BH, Coral Igreja N. Sra da Conceição em BH. Professor de Música, arranjador e regente.

Release do Coral:

O Coral Comunicanto foi fundado em 1987 e tem como principal caracteristica cantar a MPB em arranjos corais, desde a sua fundação com o Maestro Devanil Leandro que fez varios arranjos de musicas brasileiras como Sapato Velho, Promessas do Sol entre outros. Hoje o Comunicanto é uma Associação sem fins lucrativos e esta aberto a todos aqueles que gostam de cantar a boa musica popular brasileira e desenvolver sua tecnica vocal e percepção musical o coral se apresenta em vários locais e eventos principamente em Belo Horizonte. Sob a direção musical e regência do Maestro Júlio Cesar Faria.

Foto

Coral da Assembleia Legislativa de MG - Belo Horizonte /MG

Foto

Regente: Guilherme Bragança

O regente, Guilherme Francisco Furtado Bragança, é Mestre em Música pela UFMG (2008) e está cursando, desde 2011, o doutorado em Neurociências, pela UFMG, com pesquisa ligada à interface entre neurociências e música. Concluiu os cursos de pós-graduação lato sensu em Neurociências pela UFMG (fevereiro de 2011), Musicologia Histórica Brasileira, promovido pela UFMG (1994) e para o magistério superior, promovido pela UEMG (1990) e é bacharel em Composição pela UFMG (1989). Durante dois anos, lecionou, no curso superior de Música da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg), Acústica e Música Contemporânea e, para o curso básico, Harmonia I e II. Regeu o então Coral da Aslemg no período de junho de 1993 a junho de 1998, retornando à frente do atual Coral da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais em 2000. Regeu também os corais Canto das Geraes (INSS) e Coral Libertas (Sec. de Governo) e os grupos de câmara Solari e Promenade.

Release do Coral:

O Coral da Assembleia Legislativa conta hoje com 36 componentes e completa este ano 20 anos de atividade ininterrupta. Como temos um número muito maior de mulheres, cantamos muito frequentemente nas formações SABar, SSAABar, SSAA, com dobramento pelos homens das vozes extremas ou variações dessas formações. Nosso repertório é bastante variado, abarcando música clássica de diversos períodos, Negro Spirituals, popular brasileiro e internacional. O coral participa principalmente de eventos promovidos pela Assembleia Legislativa, organiza anualmente um encontro de corais de instituições públicas e uma Cantata de Natal. Além disso, participa de encontros na Capital e interior.

Foto

Coral da Associação São Vicente de Paulo - São Vicente/Baldim/Minas Gerais

Foto

Regente: Gleice de Fátima Vieira Fernandes

Gleice de Fátima Vieira Fernandes Iniciei minhas atividades musicais aos 10 anos de idade, quando tive interesse em aprender a tocar um instrumento musical. Meus pais me inscreveram assim na Corporação Musical da Companhia Cedro e Cachoeira em São Vicente –Baldim. Aprendi meus primeiros estudos de teoria musical com o Maestro Israel Teotônio Filho, após essa etapa cumprida, comecei os estudos referentes ao instrumento escolhido: Clarineta. Permaneci nesta Banda de Música por muitos anos até o seu término que se deu com o fechamento da Fábrica da Companhia Cedro e Cachoeira. Vindo de uma família amante da música comecei a cantar nas celebrações na Igreja. Graduada em Pedagogia e pós-graduada em Educação Infantil e Neurociência. Em 2013 estudou com a cantora católica Ziza Fernandes no curso Oficina Viva. Atualmente esta no 2° ano de curso de canto e Teoria com o Maestro Lucas Souza na escola de música Alegro Moderato em Sete Lagoas.

Release do Coral:

Surgiu em Janeiro de 2013 com o objetivo de integrar seus participantes e contribuir para a criação de uma comunidade mais fraterna através do Canto Coral, propiciando o desenvolvimento de um espírito de equipe coeso e solidário e que venha a fortalecer os serviços prestados pela a Associação. Sob a presidência de Eduardo Eustáquio e direção musical da maestrina Gleice Vieira, o Coral possui 20 cantores, com a idade de 10 a 70 anos e sobrevive através de mensalidades dos cantores e sócios, o Coral tem um repertório música sacra, folclórica e popular. Participamos do FIC 2015, onde foi realizado em nossa cidade o Mega Show do artista Marcus Viana.

Foto

Coral da FEA - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Daniel Augusto Machado

Maria do Carmo Souza Campara é graduada em Piano e Especialista em Educação Musical pela Escola de Música da UFMG. Como professora da instituição, atuou nos cursos de Graduação, Especialização e Extensão, nas disciplinas Canto Coral, Percepção Musical, Princípios de Regência Coral. É regente do Coral da FEA e do Coral Petrobras/Regap. Daniel Augusto Oliveira Machado é professor da Fundação de Educação Artística. Possui graduação em Música/Piano pela Universidade Federal de Minas Gerais, onde integrou a classe do Prof. Miguel Rosselini. Tendo a bateria como segundo instrumento, foi aluno de Alex Reis (Cirque Du Soleil) e de Aluízio Brant (Orquestra Sinfônica de Minas Gerais). É Mestre em Música pela UFMG e realizou parte dos estudos da pós-graduação em Londres, na Guildhall School of Music and Drama.

Release do Coral:

O Coral da FEA é formado por alunos adultos do curso de Musicalização da FEA, sob orientação e regência da maestrina Cacá Campara e do pianista Daniel Augusto. Já se apresentou diversas vezes na Sala Sergio Magnani, inclusive com a Orquestra Experimental das Semanas de Música de Câmara, na Virada Cultural 2016, e em séries de concerto como Sexta de Música Erudita, MPB Quarta, entre outras. Trabalha repertório que inclui música sacra erudita, música popular e tradicional.

Foto

Coral da OAP UFMG - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Marilene Gangana

Professora Marilene Gangana Formação Acadêmica: Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da UFMG – 1964. Graduação em Canto pela Escola de Música da UFMG - 1972, tendo como mestres na área de canto Eugênia Bracher Lobo e Geraldo Chagas. Licenciatura em Direito e Legislação - UTRAMIG - 1974 Especialização em Declamação Lírica no Palácio das Artes, sob orientação de Geraldo Chagas-1980. Especialização em Educação Musical e Musicologia Histórica Brasileira pela Escola de Música da UFMG – 1986. Curso Avançado de Língua Inglesa - ICBEU – 1980. Curso de Língua Alemã - Mittelslufe Goethe Institut – 1985. Curso Avançado de Língua Italiana - Cultura Italiana – 1979. Atividades Profissionais: Meio soprano com extensa atuação em inúmeros salões de concertos do País, desde 1960, em recitais, concertos, operetas e óperas sob a regência de Carlos Eduardo Prates, Carlos Alberto Pinto Fonseca, Sebastião Viana, Arthurs Bosmans, Hely Drummond, David Machado, Sérgio Magnani e outros. Professora de Canto e Técnica Vocal na Escola de Música da UFMG até 1992, quando se aposentou. Professora de Declamação Lírica da Escola de Música da UEMG, onde coordenou e dirigiu o Grupo Experimental de Ópera, até 2012, quando se aposentou. Regente do Coral OAP - UFMG, desde sua fundação em 1999. Distinções: Premiada em Concursos Nacionais de Canto em Minas, São Paulo e Rio de Janeiro, foi agraciada em 1972 com a distinção "Palma de Ouro", como melhor recitalista de Canto Lírico de 1972 e também em 1973 pela Sociedade Coral de Belo Horizonte, Em 2003, foi homenageada pela Fundação Palácio das Artes como "Destaque do Canto Lírico".

Release do Coral:

O Coral foi criado em 2000 com o apoio da Organização dos Aposentados e Pensionistas da Universidade Federal de Minas Gerais (OAP UFMG), estando aberto aos associados e a pessoas da comunidade. Apresentou-se no Festival de Inverno de Ouro Preto em 2001, juntamente com grande elenco, cantando a Ópera Orpheo e Eurídice, de Gluck, com orquestra regida pelo maestro Márcio Miranda Pontes. Apresenta-se no Conservatório da UFMG e como parte de Concertos de Primavera e de Outono da OAP. Tem participado das várias edições do Festival Internacional de Corais de Belo Horizonte, assim como de outros festivais e eventos corais de Belo Horizonte e de algumas cidades mineiras. Leva seu apoio a casas de idosos e a hospitais. Seu repertório inclui peças do cancioneiro nacional e internacional, bem como obras clássicas de Verdi e Palestrina, entre outros.

Foto

Coral da Terceira Idade Lia Viana - Vespasiano/Minas Gerais

Foto

Regente: Márcia Alves

Márcia Alves é formada em Terapia Ocupacional pela UFMG. Atualmente desenvolve atividades artísticas como professora de canto coral e cantora solista do Grupo Contraponto. Estudou canto e percepção musical na Escola de Música da UEMG, e participou do Curso de Regência Coral ministrado pelo Maestro Márcio Miranda Pontes. Como corista, integrou diversos grupos como Corpo Coral Estável da UFMG, Coral da ASSEFAZ, Coral da Colônia Portuguesa, Coral Municipal de Vespasiano e o Coro de Câmara UNIMED BH.

Release do Coral:

O Coral da Terceira Idade Lia Viana é um projeto do serviço de convivência da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social do município de Vespasiano. O Coral possui 35 integrantes com idade entre 60 e 85 anos e traz em seu repertório músicas folclóricas, sacras, música popular brasileira e internacional. Neste ano de 2015 o Coral “Lia Viana” completou quinze anos de intensa atividade musical com apresentações em escolas, empresas, conferências municipais, festas religiosas e eventos culturais de Vespasiano como o Festival de Inverno, Concertos nas Igrejas, Concertos de Natal, etc. Em 2014 e 2015 gravou o Programa Dedo de Prosa da TV Horizonte com exibição em rede nacional pela TV Aparecida. Nas edições do FIC cantou e encantou no Teatro Municipal de Sabará, Catedral da Boa Viagem, Igreja N.Sra.das Dores, Igrejinha da Pampulha, Cidade Administrativa, Cine Teatro Capucho de Vespasiano, dentre outros lugares, sempre levando mensagem de alegria e vida através da música.

Foto

Coral da UFJF - Juiz de Fora/Minas Gerais

Foto

Regente: Hellem Pimentel

Hellem Pimentel é professora da Universidade Federal de Juiz de Fora, assumindo a regência do Coral da UFJF em 2016. Doutoranda em música pela UNICAMP, realizou o mestrado em Música na UFMG e a graduação em Licencitura em Música na UFES, possuindo também formação na área canto, regência e piano. Como maestrina, já esteve à frente de diversos corais, como: Coro Jovem da Faculdade de Música do ES (FAMES), Coral da Justiça Federal do ES, Coral Jovem Vale Música, Coral Arte sem Limites – este formado por pessoas com deficiência – entre vários outros. Atuou na direção musical e artística dos espetáculos montados pelos seus corais, escrevendo arranjos exclusivos, cantando com artistas renomados, como Milton Nascimento e Ivan Lins, e apresentando-se em diversos estados do Brasil. Atualmente faz a direção do musical “Brasis em Cena”, que está sendo montado pelo Coral da UFJF em comemoração aos 50 anos do grupo.

Release do Coral:

O grupo tem uma pré-história que antecede sua inserção na UFJF. Em 1959 um grupo se reúne para cantar em um casamento e continua seus ensaios em casas particulares, adotando o nome de Coral Pio XII. Em 1966 integra-se extra-oficialmente à Universidade Federal de Juiz de Fora e passa a ser conhecido então como Coral Universitário – ou CORUNI. Desde essa época, era composto por estudantes, ex-alunos, professores e funcionários da UFJF, além de membros da comunidade não-acadêmica - configuração que é mantida até hoje. O repertório é bastante eclético, abrangendo peças eruditas de caráter religioso ou profano, músicas populares e do folclore nacional. Vem atuando no âmbito local, nacional e internacional durante todos esses anos, tendo recebido diversas premiações dentro e fora do país. Buscando a interdisciplinaridade, trabalha com outras linguagens artísticas além da música, como a arte cênica e a dança, efetivando a comunicação com o público. Em 2001 o coral grava seu primeiro CD, ‘À moda da casa’, exclusivamente com repertório de músicos populares juizforanos. Em 2004 grava o segundo, ‘Tear’, com repertório diversificado. Em novembro de 2014 ou grupo lança seu trabalho mais recente, Cantorias, também com repertório bastante variado. Em 2016, o Coral da UFJF completa 50 anos de atividades ininterruptas, e para esta comemoração, está preparando um belíssimo espetáculo que cantará as paisagens sonoras do Brasil. Atualmente o Coral Universitário tem 23 cantores e é regido pela maestrina Hellem Pimentel.

Foto

Coral da Universidade FUMEC - Belo Horizonte/MG

Foto

Regente: João di Souza

Maestro João Di Souza é formado em Canto pela UFMG. Como regente já esteve à frente dos Corais dos funcionários da Escola de Música e da Faculdade de Engenharia, ambos da UFMG, assim como regeu os Corais do EJA e dos Pais de alunos e Funcionários do Colégio Marista de BH. Desde 2011 rege o Coral da Universidade FUMEC.

Release do Coral:

O Coral da Universidade FUMEC existe há 18 anos. Em 2011 o Coro se reorganizou, agora sob a regência do maestro João Di Souza e vem se apresentando em diversos eventos dentro e fora da Universidade FUMEC. Com um repertório variado, misturando MPB e música erudita, o grupo recebe vários elogios onde se apresenta. Formado por alunos, professores e funcionários da Universidade FUMEC, hoje com um grupo de aproximadamente 30 coralistas, recebe também membros da comunidade externa.

Foto

Coral Diadorim - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Edson Alves de Oliveira

Cantor e regente. Seu trabalho tem encontrado reconhecimento não só no Brasil como no exterior, sendo convidado pela maestrina Olga Kablusckiu da República Tcheca, para ministrar o Workshops de Música Brasileira para Coro Infantil. Aluno de classe de regência da Universidade Estadual de Minas Gerais, aluno dos professores Paul Okley dos Estados Unidos , Alberto Grau da Venezuela e Mara Campos de São Paulo; estudou canto com o professor Edilson Costa de São Paulo.*Participou de oficinas de regência de coral em Curitiba e São Paulo e de cursos internacionais de regência no Rio de Janeiro e São Paulo. Workshops de regência de Coral Infantil com o maestro Bartolucci da Academia de São Pedro de Roma, tendo oportunidade de reger o Coro Oficial do Vaticano e também com o maestro Sir Edgar Hoikns o Royal Academy de Londres.*Por seus trabalhos como cantor e regente, já recebeu diversos prêmios no Brasil e exterior. Como regente tem seu repertório: Missa da Coroação de Mozart, Réquiem de Mozart, Missa em Sol de Schubert, Glória de Vivaldi, Missa em Dó de Mozart, dentre outras, todas com coro e orquestra. Como tenor-solista já atuou no Réquiem de Mozart, Thamos o Rei do Egito de Mozart e Missa Nossa Senhora da Conceição de Lobo de Mesquita. Em 1997, excursionou com o Coral Brasilessência por diversas capitais da Europa e em 1998 em diversas cidades da Itália com o Coral Bone Jesu de Belo Horizonte e Coral Vilela de Caeté.

Release do Coral:

O Coral Diadorim é umas das atividades da organização budista Brasil Soka Gakkai (BSGI), cuja diretriz básica é promover o desenvolvimento humano em prol da construção de uma cultura de paz. O Coral Diadorim tem em seu histórico a participação em eventos institucionais assim como em eventos musicais diversos.

Foto

Coral do Colégio dos Jesuítas - Juiz de Fora/Minas Gerais

Foto

Regente: Guilherme Augusto de Oliveira

Guilherme Augusto de Oliveira Natural de Ouro Preto – MG o baixo-barítono Guilherme Oliveira é graduado em canto pela Universidade Federal de Ouro Preto e atua como professor de técnica vocal, regente e solista. Por quatro anos, trabalhou como preparador vocal do Coral Canarinhos de Itabirito, neste período destaca-se a gravação do DVD “Viva Mozart” em Itabirito MG (2006) e do DVD “Paixão e Fé”, gravado em Belo Horizonte no Grande Teatro do Palácio das Artes (2007), além dos encontros nacionais de Meninos Cantores do Brasil. Participou, juntamente com o Coral Lírico de Minas Gerais, das obras: Turandot (ópera de G. Puccini), Macbeth (ópera de G. Verdi), Menina das Nuvens (ópera de Heitor Villa-Lobos), Floresta do Amazonas (obra de Heitor Villa-Lobos), As quatro Estações (obra de Haydn) e Carmina Burana (obra de Carl Orf). Em abril deste ano, foi solista junto a Orquestra Filarmônica Bachinana, com regência do maestro Julio Medaglia e direção do maestro João Carlos Martins, concerto que foi realizado na Sala São Paulo. Estudou canto lírico com vários professores, dentre eles: Paulo Campos, Urbano Lima, Nadja Daltro, Eliane Sampaio, Amin Feres, Édson de Oliveira, Rio Novelo, Neyde Thomas e Andrea Adour . Atualmente, recebe orientações do professor Francisco Campos. Hoje além de solista, atua como regente de coro e orquestra junto à Pró-Música, UFJF e Colégio dos Jesuítas, todos em Juiz de Fora MG.

Release do Coral:

O Coral do Colégio dos Jesuítas foi criado em março de 2000 e é formado atualmente por 36 alunas, do 6º ano do Ensino Fundamental à 2ª série do Ensino Médio. Além de desenvolver uma rica atividade artística, o Coral contribui, com sua disciplina, na organização da própria vida, reforçando nas estudantes o senso de compromisso, seriedade e assiduidade. A participação no grupo não gera nenhum ônus para as estudantes. O Colégio dos Jesuítas de Juiz de Fora integra a rede jesuíta de educação e contribui, há 56 anos, com a ação evangelizadora da Igreja por meio da excelência na educação, desenvolvendo e integrando as dimensões afetiva, ética, social, cognitiva, esportiva, comunitária e espiritual de seus alunos, à luz de uma concepção cristã do ser humano, preparando-os para a vida e para uma presença transformadora na sociedade: homens e mulheres a serviço dos demais.

Foto

Coral do Colégio Pedro II - Campus Realengo - Rio de Janeiro/Rio de Janeiro

Foto

Regente: Lilizéia Drummond

A maestrina Liziléia Drummond é Bacharel em Música Sacra pelo Seminário Batista do Sul do Brasil com especialização em Órgão; licenciada em em Canto, Piano, Regência e Educação Musical pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e com especialização lato sensu em Educação Musical pelo Conservatório Brasileiro de Música do RJ. É mestre em Educação pela UFRJ. Possui uma vasta experiência em Regência Coral, tendo dirigido as mais diversas formações corais, que compreende desde coros infantis, infanto-juvenis, de jovens e de adultos. formou e regeu coros de igrejas, de empresas e escolares. Atualmente é regente do coral do Campus Realengo II do Colégio Pedro II, do Coro Adulto da Comunidade do mesmo Campus além de exercer o cargo de Coordenadora Pedagógica da Escola de Música da instituição, além de coordenar as equipes de professores de Educação Musical do Ensino Regular do Campus.

Release do Coral:

O Coral do Colégio Pedro II foi criado no ano de 2004 quando o campus foi inaugurado. É um coral que se renova a cada ano pois tem sido constituído exclusivamente por alunos do Ensino Médio, sendo que somente a partir de 2012 foi acessada a participação de alunos do 9º ano do E. Fundamental. Desde sua fundação é dirigido pela maestrina Liz Drummond. Seu repertório é eclético, porém prioriza a Música Brasileira. Como é constituído por alunos em período de muda vocal em sua maioria, há uma preocupação e cuidado por parte da maestrina com o preparo dessas vozes através de adequada e cuidadosa técnica vocal. O coral tem se apresentado em inúmeros eventos tanto na cidade do Rio de Janeiro, como em cidades vizinhas como no Festiva lde Coros de pinheira, Arraial do Cabo, Conservatória, entre outras. Também se apresentou no Consulado da Itália, no festival de Corais do Forte Copacabana, no aniversário da Biblioteca Nacional, citando mais alguns eventos relevantes em nossa cidade. Destacamos com prazer as nossas participações nas edições 2009, 2010 e 2011 do Festival Internacional de Corais de Belo Horizonte.

Foto

Coral do Colégio Santa Dorotéia (BH) - Belo Horizonte/MG

Foto

Regente: Cláudia Duarte Cândido

• A maestrina Cláudia Duarte formou-se na UEMG (Universidade Estadual de Minas Gerais) e atuou durante um ano e meio como violinista convidada na Orquestra Sinfônica de Minas Gerais.

Release do Coral:

Coral Infantojuvenil do Colégio Santa Dorotéia – BH – Unidade II Foi criado em 2011 tendo como objetivo revelar e desenvolver os talentos dos alunos da Unidade II do Colégio Santa Dorotéia, moradores do Morro do Papagaio (região próxima ao Bairro Sion). Os integrantes do Coral, além dos ensaios semanais, participam também de aulas de musicalização através da flauta doce sob a orientação da maestrina Cláudia Duarte. Em 2012 o coral participou do cd comemorativo dos 50 anos do Colégio Santa Dorotéia.

Foto

Coral do Curso Licenc. Educ. Musical da ESMU/UEMG - Belo Horizonte /MG

Foto

Regente: Thaïs Marques

A regente Thaïs Marques é bacharel em piano pela UFRJ, especialista em Educação Musical e mestre em piano pela Escola de Música da UFMG, onde, atualmente, cursa o programa de doutoramento em História. Tem atuado com os grupos corais da ESMU/ UEMG desde 2002, regendo as classes de Canto Coral do curso de licenciatura em música e também o Coro de Extensão, o Coro de Funcionários e o Coral Infanto-Juvenil.

Release do Coral:

O Coral do Curso de Licenciatura em Educação Musical Escolar da ESMU/ UEMG é formado por 50 alunos do 1º e 3º períodos do curso. O coral foi formado em 2005 e já realizou diversas apresentações desde então, como na Igreja Nossa Senhora do Carmo, Paróquia dos Sagrados Corações, Hospital Sarah Kubitschek, além de participar do concerto em homenagem a Milton Nascimento, por ocasião da outorga, pela UEMG, do título de Doutor Honoris Causa ao compositor mineiro, em 2012.

Foto

Coral do Ministério Público de Minas Gerais - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Cristina Maria Miranda Bello

Graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Minas Gerais, com bacharelado em Microbiologia. - Mestre em Ciências, pela Universidade Federal de Minas Gerais, com ênfase na área de Microbiologia. - Curso de Iniciação e Formação Musical, pela Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais. - Curso de Percepção Musical, pela Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais. - Aulas de piano, Canto, Teoria Musical e Solfejo, no período de 1985 a 1992, com a professora Elvira Bracher Prates. - Aulas de Canto com a contralto e professora de Canto e Técnica vocal da Escola de Música da UFMG, Vânia Soares, no período de 1988 a 1995. - Aulas de canto com o barítono e ator José Carlos Leal, no período de 1997 a 2000.

Release do Coral:

O Coral do Ministério Público de Minas Gerais iniciou suas atividades em 31 de maio de 1995, a partir de uma idéia da servidora Maria Trindade Pinto, ao organizar a missa anual de Páscoa, e pela iniciativa do servidor Manoel Perdigão Bello, que tinha, já, grande experiência em canto coral. Apesar da maioria dos integrantes não possuir conhecimento musical, o esforço, a boa vontade e dedicação dos mesmos, sob a regência da maestrina Cristina Maria Miranda Bello, fez com que o primeiro evento - a Missa da Páscoa da Procuradoria-Geral de Justiça, celebrada pelo Revmo. Frei Alexandre Fernandes da Paróquia Santo Agostinho - fosse um sucesso. Isso serviu como estímulo para que o grupo buscasse, através de patrocínios, as condições necessárias à manutenção do Coral. Dessa forma, o Coral seguiu adiante em suas atividades, sempre com o objetivo de representar o Ministério Público em eventos oficiais e culturais, participando de atividades comemorativas e promovendo a integração dos servidores. Durante todo esse tempo, é importante destacar o apoio essencial oferecido pela Administração Superior do Ministério Público através da liberação dos servidores e cessão de espaço para os ensaios e apresentações. Nesses 15 anos, além das muitas apresentações locais, destacam-se as passagens feitas pelo interior do Estado, atendendo a solicitações de Promotores de Justiça e a convite de Prefeitos em cidades como Lagoa da Prata, Oliveira e Carmópolis de Minas. Recentemente, o Coral do MPMG se apresentou em evento organizado pela Procuradoria-Geral de Justiça, para entrega do Grande Colar do Mérito ao então Governador Aécio Neves nas comemorações da Semana do Ministério Público. Apresentou-se na Câmara Municipal de Belo Horizonte, no Encontro de Corais de Órgãos Públicos (na Assembléia Legislativa de Minas Gerais) e, ainda, no evento Quatro Cantos Coral na Praça, organizado pelo BDMG. O repertório é eclético, com músicas escolhidas entre os diferentes gêneros, incluindo clássicas, religiosas, populares e folclóricas. Também o corpo de coralistas é diversificado e flutuante, composto, hoje, por quatorze integrantes fixos entre servidores efetivos e terceirizados, aposentados e da ativa e, também, por um promotor de Justiça.

Foto

Coral do Visconde - Resende/Rio de Janeiro

Foto

Regente: Márcia Patrocínio

Márcia Patrocínio estudou Educação Artística/Educação Musical, na Faculdade de Artes Dulcina de Morais, da Fundação Brasileira de Teatro, em Brasília, DF, onde também realizou Pós-Graduação em Linguagens Artísticas e Educação. Trabalhou na rede pública do DF como professora de Educação Musical e como cantora no Madrigal de Brasília. Trabalhou também na rede particular como arte-educadora, por 16 anos. Atualmente mora em Visconde de Mauá - RJ/MG, onde criou o Coral do Visconde (há quase 10 anos), e também o Centro Cultural Visconde de Mauá (há 9 anos). Espaço cultural alternativo que abriga a produção artística-cultural da região de Visconde de Mauá, RJ/MG, Serra da Mantiqueira, e que hoje é Ponto de Cultura e Ponto de Leitura.

Release do Coral:

O Coral do Visconde iniciou seus trabalhos no dia 1o outubro de 2003, sob a direção musical da arte-educadora Márcia Patrocínio, com a proposta de cantar música coral de todos os períodos e culturas, dando ênfase aos arranjos de música popular brasileira. Desde então, vem se apresentando em diversas atividades culturais em Visconde de Mauá e outras localidades, sem nunca ter interrompido sua atividade musical nesses nove anos, tornando-se uma referência musical-cultural em nossa região. Destacamos aqui as principais realizações do Grupo: • Dois Encontros de Corais em Cruzeiro – SP (VI - 2004 e VII - 2005); • I Encontro de Corais de Resende – RJ (2005) • Realizou, em parceria com o Centro Cultural Visconde de Mauá, quatro Encontros de Corais em nossa região (I - 2005, II - 2006, III - 2007 e IV - 2012); • I Encontro de Coros Natalinos de Itatiaia - RJ (2005); • Cantou nas comemorações dos 20 anos de criação da APA – Serra da Mantiqueira (Itamonte – MG – 2005), e também dos 25 anos (Passa Quatro – MG – 2010), a convite do Chefe da APA na ocasião, Clarismundo Benfica; • VII Encontro de Corais Sol Nascente - Pinheiral – RJ (2006); • IV Encontro de Corais de Conservatória – RJ (2008); • Participou do documentário longa metragem “Caminhos da Mantiqueira”, do cineasta Galileu Garcia Júnior (filmado em 2010 e lançado oficialmente em setembro de 2011); • Abriu a exposição “O Papel das Vilas – arte em papel botânico artesanal”, com trabalhos de 60 artistas plásticos da região de Visconde de Mauá, no Jardim Botânico do Rio de Janeiro – RJ (2010); • Abriu a exposição “Nós de Resende”, no Museu de Arte Moderna de Resende – RJ (2011); • Participou do Projeto “Câmara Cultural”, promovido pela Câmara dos Vereadores de Resende – RJ (2011); • XIX Encontro de Corais da Escola Corcovado – Rio de Janeiro – RJ (2011); • V Ilhabela em Canto - Encontro de Corais de Ilhabela – SP (2011) • Participou do Sarau Ambiental, promovido pela Prefeitura Municipal de Itatiaia, em Maromba, (2011 e 2012); • Cantou, durante a liturgia, na Missa que comemorou os 100 anos da Igreja de São Sebastião, na vila de Visconde de Mauá (2012); • Participou das comemorações do aniversário de 211 anos da cidade de Resende – RJ, na 45ª Exapicor – (2012); • Recebeu o “Prêmio de Cultura Macedo Miranda – 2012”, na categoria música. O prêmio é oferecido pela Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda, da Prefeitura Municipal de Resende – RJ; • Viagem a Argentina, de 4 a 12 de novembro de 2012, onde realizou concertos no “Notorius”, em Buenos Aires e também no ”XXIV Cantapueplo – Festa Coral de America”, na cidade de Mendoza. Em 2006 o Coral organizou um concerto beneficente, convocando todos os músicos locais a se apresentarem na antiga resfriadeira de leite. Todo o dinheiro arrecadado foi destinado à Igreja de São Sebastião, para obras de troca do forro. O Coral do Visconde marca presença nas escolas da região de Visconde de Mauá, realizando constantemente concertos didáticos, levando à comunidade escolar localizada na zona rural, a riqueza da música mundial. Esse projeto continuará em 2013, estendendo-se às escolas de Resende, Itatiaia e arredores, e também do município de Bocaina de Minas (MG). O Grupo acaba de iniciar o projeto “Música Sacra nas Igrejas e Capelas da Região de Visconde de Mauá”. Já foram realizados três concertos. Esse projeto continuará em 2013, estendendo-se às igrejas de Resende, Itatiaia e arredores, e também do município de Bocaina de Minas (MG).

Foto

Coral Doce Melodia/Aposvale-BH - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Carlos Eduardo Assis Camarano

Iniciou seus estudos aos oito anos no Consevatório de Música de São João Del Rei onde estudou canto e piano.É licenciado em Educação Musical e canto Popular Pela Universidade Federal de São João Del Rei. Estudou regência com grandes nomes como Yara Frickis (BH), Alberto Grau (Venezuela), Maria José Chevitarese (RJ), Márcio Miranda(BH) .Cursos de especialização em Cênica coral com André Protásio(RJ) e Rosângela Sant´anna(RJ), técnicas de interpretação coral com Ueslei Banus(RJ) e André Protásio(RJ) ,Técnica vocal com Martha Her(SP) e Glória Calvente(RJ) entre outros. Já trabalhou com diversos grupos corais em BH e São João Del Rei/MG. Atualmente é regente do Coral Doce Melodia/Aposvale BH, Coral da Unimed – São João Del Rei, Coral da ABB São João Del Rei, Coral da Boca pra Fora CEM São João Del Rei,Coral Lírico do CEM e professor de Prática Coral no Conservatório Estadual de Música Padre José Maria Xavier. Já se apresentou à frente destes corais em diversas cidades do país em festivais e encontros.

Release do Coral:

O coral é formado por associados e dependentes da APOSVALE - Associação de Aposentados e Pensionistas da Companhia Vale do Rio Doce. Apresenta um repertório eclético, dando ênfase a música popular. O coro desenvolveu um trabalho de unir Música à poesia e a cênica o que culminou em vários espetáculos Cênico corais:No tom das Gerais (2006/07) , Brasil que canta e dança(2008),Canção do Amor Demais (2010/2011) e \" Bailei Na Curva\"(2012). O coral tem se apresentado em vários festivais pelo Brasil: Encanta Santos (SP), Encanta Serra Negra (SP), Festival Nacional de Coros de Campos (RJ), Canta Brasil de São Lourenço, Encontro de Corais da Universidade Federal de Lavras, Circuito MPB em São João Del Rei, Noite Cultural da APOSVALE, FIC-Festival Internacional de Corais de Belo Horizonte, Festival de Corais e Teatro nas cidades de Itabira, Governador Valadares e Belo Horizonte, Encanta Cruise.1º encontro de corais do mundo em alto mar a bordo do navio Grand Celebracion da Cia espanhola Ibero Cruceros.

Foto

Coral Doce Vida - Salvador/Bahia

Foto

Regente: Natanira Goncalves

A maestrina Natanira Gonçalves é: A maestrina Natanira Gonçalves é: • Licenciada em Música (Universidade Católica de Salvador) • Bacharel em Música Sacra (Seminário Teológico de Recife) • Licenciada em Filosofia (Universidade Católica de Salvador) • Diretora da Nata Musical Escola de Música em Ferida de Santana. www.natamusical.com.br • Pós Graduada em Metodologia do Ensino Superior • Pós-Graduada em Teologia (Faculdade Teológica do Recife) • Ministrou cursos de Mùsica em Atlanta - Estados Unidos ano de 2000. • Autora da Coletânea de Musica Populara para Coral, com mais de 150 arranjos, disponibilizados no site da Nata Musical. • É atualmente, maestrina dos seguintes corais: • Coral do Ministério Público do Estado da Bahia - Salvador • Coral da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia - Salvador • Coral da Secretaria da Fazenda - Feira de Santana • Coral da DesenBahia - Salvador • Coral Doce Vida (Terceira Idade) - Salvador • Coral da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) • Coral do Ministério Público do Trabalho (MPF) – Salvador

Release do Coral:

Sob a coordenação de Djalmira de Andrade Gaião, o Coral Doce Vida faz parte do Grupo Doce Vida da Melhor Idade, entidade sem fins lucrativos, fundado há dezoito anos. Há nove anos, sob a regência da Maestrina Natanira Gonçalves. No ano de 2012, o Coral Doce Vida realizou gravação de CD - para distribuição entre seus integrantes e familiares e sócios. O Coral tem participado de Encontros de Corais pelo Brasil, a exemplo: 1. Festival Internacional de Corais de Balneario Camboriu 2. Festival de Corais Vozes na Chapada ( Mucuge-Ba) 3. Festival de Corais em Conservatoria – Rio de Janeiro 4. Brasil Cantat em Maceio -Alagoas 5. Encontro de Corais de Recife -Pernambuco 6. Festivais de Corais em Aracaju – Sergipe, etc

Foto

Coral Dom Silvério - Sete Lagoas/Minas Gerais

Foto

Regente: Jeftter Messias Gonçalves

Jeftter Messias Gonçalves Professor de música , atua no ensino de música nas instituições particulares, assistenciais e projetos governamentais. Estuda regência , percepção musical e apreciação na Universidade Federal De Minas Gerais UFMG. Regente titular do Coral Dom Silvério desde Abril de 2013 onde já levou o coral para vários festivais e congressos no território nacional. Conhecido pela seriedade e qualidade do trabalho no preparo de meninos e meninas cantores.

Release do Coral:

A pedido do bispo Dom José de Almeida Batista, sob o abnegado trabalho do maestro João Lucas Rodrigues, foi formado o "Coral dos Pequenos Cantores do Colégio Dom Silvério" em 19 de março de 1963, na capela de Santa Terezinha do Menino Jesus, onde cantou sua primeira missa em comemoração ao dia de São José. Participando do Primeiro Congresso Nacional de Meninos Cantores no ano de 1968, na cidade de Petrópolis - RJ, ingressou na Federação Nacional de Meninos Cantores do Brasil, sendo um dos corais fundadores da federação, e em 1974 foi sede do primeiro encontro de corais mineiros de meninos cantores. Com a aposentadoria do maestro João Lucas, o coral foi transferido para o colégio Cristo Rei, Passando a se chamar "Coral Dom Silvério". Neste mesmo ano deu início a construção de sua sede própria, que foi inaugurada em 5 de julho de 1985. Mesmo em sua fase de construção, e com precário acabamento, em apenas uma das salas Funcionou em sua sede a partir de 1975. Realizou diversas excursões, participando de recitais, concertos e festivais em todo o território nacional , entre eles o XVIII FEMACO - Festival Maranhense de Coros, realizado na cidade de São Luiz- MA, promovido pela Universidade Federal do Maranhão, sendo classificado em primeiro lugar na categoria infanto juvenil e em juri popular. O coro tem em seu repertório peças sacras, eruditas e populares. Seus cantores estão na faixa etária dos 7 aos 24 anos de ambos os sexos. Desde Abril de 2013 o coral esta sob a regência do maestro Jeftter Gonçalves.

Foto

Coral dos Alunos do Colégio Padre Eustáquio - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Vivian Assis

Vivian Assis é Mestre em Música e Bacharel em Regência pela Universidade Federal de Minas Gerais. Atua profissionalmente como maestrina desde 1998, quando começou a reger corais comunitários e de extensão universitária. Foi regente assistente do Coral Lírico de Minas Gerais entre 2012 e 2013. Atuou ainda como regente dos Corais do Colégio Santo Antônio, Coral do CEFAR - Centro de Formação Artística da Fundação Clóvis Salgado, Coral do Colégio Pitágoras-Cidade Jardim, Coral da Prodemge, Coral Raio de Luz–BDMG Cultural, dentre outros. Atualmente trabalha com o Coral do Projeto Cariúnas (com o qual gravou 2 CD\'s), Coral do Colégio Padre Eustáquio, Coral da Imprensa-ABT e é professora da Escola de Música da UEMG – Universidade Estadual de Minas Gerais.

Release do Coral:

O Coral dos Alunos do Colégio Padre Eustáquio foi criado em abril de 2001. Atualmente, o coro tem 50 componentes que se dividem em dois grupos: um infantil (de 8 a 10 anos) e um juvenil (de 11 a 17 anos). O seu repertório é composto de diversos gêneros da música brasileira e internacional. O Coral tem se apresentado em atividades desenvolvidas pelo Colégio como festas, missas, formaturas, bem como de eventos externos. Ao longo de sua trajetória, já se apresentou: no \"Quatro Cantos“ do BDMG – Cultural, no PIC – Pampulha Iate Clube, no XIV Encontro Anual da ABEM – Associação Brasileira de Educação Musical, no IIIº Festival de Corais promovido pela Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, no Minas Cantat – Festival de Corais promovidos pela FEMICOR – Federação Mineira de Corais, na Vila dos Sonhos da Coca-cola, no Minas Shopping, no Big Shopping e em várias edições do FIC - Festival Internacional de Corais de Belo Horizonte. Desde abril de 2011, o Coral é regido pela maestrina Vivian Assis.

Foto

Coral dos Correios - Vozes de Minas - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Maestro Sérgio Antônio Canedo

Maestro Dr. Sérgio Antônio Canedo É graduado em composição e regência pela Escola de Música da U.F.M.G., sendo seus mestres C. Guerra-Peixe e o Maestro David Machado. Estudou com Oiliam Lanna, Koelreutter, Dante Grela, Eduardo Bértola e Carlos Alberto Pinto Fonseca, entre outros. Já dirigiu diversos corais (Minas Tênis Clube, M.A.I., Vale do Rio Doce, USIMINAS -Ipatinga, UNIMED-BH, etc) e à frente de importantes orquestras. É doutor em literatura e música medievais, tratando de Afonso X e suas Cantigas de Santa Maria. Foi professor da Escola de Música da Universidade do Estado de Minas Gerais. Foi professor da UEMG e é, atualmente, professor da Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais.

Release do Coral:

Coral fundado em fevereiro de 1993 sob a regência da Maestrina Ângela Pinto Coelho. Em março de 1994 o coral viaja para participar do II Encontro Nacional de Corais da ECT, realizado em Brasília/DF, quando foi convidado pelo Palácio da Alvorada para apresentar-se ao Presidente da República, o Sr. Itamar Franco. Entre 95-97, já sob a regência do Maestro Paulo Gomes, participou de encontros e festivais, com destaque para Curitiba, Brasília, Fortaleza e em especial o concerto em homenagem aos 300 anos de Mariana. É em 1998, quando o dirigia o Maestro Júlio César Faria, que iniciam-se as participações do "Vozes de Minas no Festcoros – Juiz de Fora. Desde 1999, é regido pelo Maestro Dr. Sérgio Antônio Canedo, apresentando-se sempre em diversos eventos, encontros e festivais, com destacada participação em São Lourenço, no Festcoros, Minascantat, painel SESIMINAS, no Festival Nacional de Betim e no FIC de Minas Gerais, entre outros. Em 2012, um grupo advindo do Coral e denominado “Vozes de Minas”, apresentou-se com sucesso no V Festival Internacional de Coros de Câmera do Instituto Mexiquense de Cultura, no México. Em 2014, o sucesso se repetiu no XII Festival Internacional de Coros de Cuzco, no Peru, com calorosa acolhida entre os participantes.

Foto

Coral dos Desafinados - Nova Lima/Minas Gerais

Foto

Regente: Beatriz Myrrha

Beatriz Myrrha, nascida em BH, fez bacharelado em Canto, na UFMG e Educação Musical Escolar, na UEMG. Estudou canto com diversos professores e no CEFAR, da Fundação Clóvis Salgado. É formada em Teatro, pela mesma instituição. É narradora de histórias e educadora musical há 25 anos e tem diversos livros de literatura infantil publicados.

Release do Coral:

O Coral dos Desafinados foi criado há um ano, em Belo Horizonte e que tem, como princípio, a inclusão de pessoas que nunca participaram de alguma formação musical, além de serem excluídas por não possuírem 'afinação' padrão tonal. Acreditando que todo ser humano é um ser musical, a idealizadora e responsável, Beatriz Myrrha, resolveu contestar a ideia de que 'música é para poucos' e convidou amigos, conhecidos e a comunidade em geral para formar este coral. Com o apoio da Vila da Criança, escola de Educação Infantil, que cedeu seu espaço e estrutura, o Coral deu início às suas atividades. Já foram 4 apresentações abertas ao público, ao longo de um ano: na Câmara Municipal; na Biblioteca Pública LUiz de Bessa; no Suricato e no projeto POEINT, no Barreiro. A característica principal do coral não é a unificação das vozes, mas, ao contrário, a harmonia entre as diferenças de cada timbre, possibilidades e dificuldades individuais, que, somadas, proporcionam novos arranjos, leituras para canções populares.

Foto

Coral dos Funcionários da Embrapa - Sete Lagoas/Minas Gerais

Foto

Regente: Daniel Souza

Natural de Sete Lagoas – MG iniciou seus estudos musicais aos 11 anos de idade quando ingressou no Coral Dom Silvério no ano de 1994, onde estudo Canto Coral, Técnica Vocal, Teoria Musical e interpretou peças do período do Renascimento, Barroco, Clássico, Romântico, Religiosa, Profana, Folclórica e Popular. No ano de 2000, assumiu o cargo Maestro do Coral Dom Silvério, em que continuou seus estudos em vários cursos ministrados por grandes músicos como Pablo Trindade (Uruguai), Gisa Wolkmann, Sandoval Pereira, Pablo Gusmão, Sara Cohen, Lúcia Teixeira, nas áreas de Canto Coral, Técnica Vocal e Piano. Participou de vários Congressos Regionais e Nacionais dos Meninos Cantores do Brasil, os quais de destacam o Congresso Nacional na cidade de Itajaí – SC em 1998, Congresso Nacional na cidade de Belo Horizonte – MG em 2001, Congresso Regional na cidade de Juiz de Fora – MG no ano de 2003 e Congresso Nacional e Petrópolis – RJ no ano de 2007 onde teve a oportunidade de trabalhar com vários maestros do Brasil aos quais se destacam Marco Aurélio Lischt (Canarinhos de Petrópolis – RJ), Fernando Vieira – JF e o renomado Maestro Benito Juárez.

Release do Coral:

Aliviar as tensões diárias através do canto coral e promover a integração entre os empregados melhorando o relacionamento interpessoal, social e desenvolvendo o espírito de equipe bem como a democratização do canto coral e divulgação do repertório erudito e popular. Foi com esse intuito que a Embrapa Milho e Sorgo mantém há mais de 10 anos “com algumas interrupções” o Coral dos Empregados da Embrapa que se apresenta nos eventos internos como SIPAT’s, missas, confraternizações de fim de ano e outros como a comemoração de seus 40 anos na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. No seu repertório conta com músicas folclóricas, populares e eruditas e atualmente é mantido pela Sinpaf – Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Pesquisa Agropecuária e Florestal.

Foto

Coral Encanto das Gerais - OAB-CAA/MG - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Robson Lopes

Robson Lopes (Regente) Licenciado em Educação Artística Habilitação em Música pela UEMG? Bacharel em Música Composição pela UFMG? Bacharel em Música Canto pela UEMG? Mestre em Música pela UFMG. Tem em sua discografia cinco CD's atuando como regente e cantor. Atualmente é integrante do Coral Lírico de Minas Gerais e desenvolve pesquisa sobre a música mineira do séc. XIX. Desenvolve atividades como tecladista e arranjador.

Release do Coral:

Criado em 2014, o Coral Encanto das Gerais é uma iniciativa da OABCAA/MG, com o objetivo de fortalecer os laços entre os servidores das instituições e fomentar o entretenimento para todos Atualmente o coral tem os seus integrantes das mais diversas áreas de atuação dentro das instituições, como advogados, servidores e colaboradores.

Foto

Coral Ensaio Aberto - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Lindomar Gomes

O Maestro Lindomar Gomes é formado em Canto, Canto Gregoriano e Regência Coral pela Fundação Clóvis Salgado (Palácio das Artes). Técnico em Cultura da Secretaria de Estado de Cultura, é formado também em Arte educação pela UEMG e Planejamento e Gestão Cultural pela PUC Minas. Maestro do Coral Ensaio Aberto, onde desenvolve um projeto de resgate do Canto Coral voltado para composições brasileiras e do movimento musical mineiro "Clube da Esquina". Rege também o Coral Casa Grande Infantil e Adulto. Coordenou vários festivais pelo Estado como Festival de Inverno de Itabira e Festival de Verão de Pedro Leopoldo. É idealizador e coordenador do FIC Festival internacional de Corais & Bandas. O Maestro André Durval é Especialista em Educação Musical e Licenciado em Música com Habilitação em Piano pela UEMG. É professor de piano na Escola de música Allegretto e professor de música do Hospital Sofia Feldman. Em parceria com o Maestro Lindomar Gomes, atua a frente dos diversos eventos direcionados ao canto como pianista, acordeonista, arranjador e regente. Vem acompanhando diversos corais nacionais e internacionais e já acompanhou diversos artistas como Lô Borges, Toninho Horta, Wilson Sideral, Tianastácia, 14Bis, Marcus Viana, Tadeu Franco entre outros. É transcritor das obras de Marcus Viana para orquestra e Maestro do Coral Vozes na Estrada (DER-MG)

Release do Coral:

A idéia do Coral Ensaio Aberto de Belo Horizonte surgiu há 5 anos, durante a realização dos eventos promovidos pelo Maestro Lindomar Gomes: o FIC – Festival Internacional de Corais, o FIC Natal, o Dia de Minas, Solenidade de Comemoração da Medalha da Inconfidência em Ouro Preto e festivais de Itabira, Nova Era e Pedro Leopoldo. Participou dos shows do artista Marcus Viana em Casa Grande Ouro Preto, São Vicente e Sete Lagoas Os participantes de diversas faixas etárias são integrantes de diversos corais da região metropolitana de Belo Horizonte, praticando o canto coral de forma festiva e sublime. Os ensaios ocorrem em espaços públicos de forma itinerante aos sábados pela manhã e tem o acompanhamento musical e arranjos do pianista André Durval.

Foto

Coral Espírita Vinha de Luz - Ouro Branco/Minas Gerais

Foto

Regente: Cássio Marcelo

Cássio Marcelo nasceu em Ouro Branco, Minas Gerais. Graduado pela Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP em Música/Licenciatura com habilitação em Violão. Possui vasta experiência em instrumentos de corda e regência coral, no qual atua há mais de 10 anos.

Release do Coral:

Fundado em 2014, Coral Espírita Vinha de Luz de Ouro Branco - MG tem o intuito de divulgar músicas espíritas, religiosas e populares que falem o que é importante à doutrina espírita. É um coral formado por amigos e simpatizantes da doutrina espírita, com o objetivo de divulgar as músicas espíritas e aprender um pouco mais na vida. Coral Espírita Vinha de Luz já participou de várias apresentações, projetos e da edição anterior do FIC.

Foto

Coral Espírita João Cabete - Belo Horizonte/MG

Foto

Regente: Sônia Maria Sanches

Iniciou os estudos de música aos 6 anos, tocando piano, e com 10 começou a cantar em coral. Participou da Oficina Coral, com o maestro Márcio Miranda Pontes, durante um ano e meio. Foi integrante do Coral Newton Paiva durante 15 anos, cantando no naipe de contraltos, e regente auxiliar da maestrina Maria do Carmo Câmpara. Participou também do Coral Scheilla, por 9 anos, como contralto e regente auxiliar do maestro Luiz Aguiar. Foi maestrina titular do Coral Irmão Agnelo, do Grupo Espírita Antonio Barbosa Chaves. Há 8 anos é maestrina titular do Coral Espírita João Cabete, do Grupo da Fraternidade Espírita Irmã Scheilla.

Release do Coral:

O Coral Espírita João Cabete foi fundado em 1996, com sede à Rua Aquiles Lobo, 52, no Bairro Floresta, Belo Horizonte, capital do Estado de Minas Gerais, filiado ao Grupo da Fraternidade Espírita Irmã Scheilla. É uma associação civil de caráter sócio cultural, sem fins lucrativos, que tem como objetivo a prática da beneficência através da música, cantar para curar as feridas do coração, realizando apresentações semanais na fraternidade espírita a qual está filiado e eventualmente em outros grupos espíritas ou não, na região metropolitana de Belo Horizonte. Participa também de outras atividades como: • Apresentações mensais no Hospital Felício Rocho(no Ambulatório de Quimioterapia) e em Casa de Idosos; • Apresentação no Encontro de Corais Espíritas de Sabará, anualmente; • Apresentação na 2ª Semana Espírita de Belo Horizonte, realizada no período de 21 a 30/05/2010 no auditório do Colégio Monte Calvário, em comemoração ao centenário de Francisco Cândido Xavier; • Participações no FIC 2013 e 2015.

Foto

Coral Fenabb da AABB Pedro Leopoldo - Pedro Leopoldo/Minas Gerais

Foto

Regente: Mirlene Garcia

Sou professora, apaixonada pela música e por crianças, iniciei a caminhada musical aos 7 anos com aulas de violão popular com o mestre Tiago Ferreira da corporação musical Cachoeira Grande, e desde então atuei como coralista, instrumentista e arranjadora do coral Magnificat da PNSC de Pedro Leopoldo durante toda infância e juventude. Estudei harmônio e órgão com a professora Efigênia Aleme. Fui instrumentista e coralista do coro das monjas concepcionistas no Mosteiro de Macaúbas em 1998 e 2002 onde tive oportunidade de estudos aprofundados sobre música sacra e canto gregoriano. De 2004 a 2008, no curso litúrgico musical em Agudos (SP) estudou mais sobre canto gregoriano com o Frei Joel Postman, regência, harmonia e contra-ponto com os maestros Tércio Junker, Américo Donizete e cantos popular e lírico com as preparadoras vocais Paula Molinari e Sônia Campos pelo CELMU. Também neste período conclui o curso de musicalização infantil. Desde 2006 atuo como regente e instrumentista no coral AABB de Pedro Leopoldo, participando em vários eventos e festivais importantes pela cidade e região. Paralelo a este trabalho atuei como professora de musicalização, flauta doce, teclado e violão em 9 escolas da rede municipal de ensino pelo Projeto Educação com Arte da Prefeitura Municipal de Pedro Leopoldo até 2015. Atualmente continuo na regência do coral da AABB com uma nova formação (jovens e adultos).

Release do Coral:

Fundado há 20 anos,inicialmente sob a regência da cantora e preparadora vocal Lígia Jacques, com a intenção de promover o canto coral e o aproveitamento cultural para crianças sócias e amigas da associação atlética do Banco do Brasil, o coral da AABB vem encantando por onde passa. Com ensaios/aulas de musicalização, as crianças participantes aprendem, se divertem cantando e ainda apresentam o resultado de seus trabalhos. Desde 2006, sob a regência de Mirlene Garcia, participou de vários festivais e eventos culturais da cidade e região. Entre eles, festival do papagaio em Pedro Leopoldo, Chegada do papai noel com a cantata de natal. Participou também do festival de Pedro Leopoldo integrando o coro de 200 vozes no show de Marcus Viana e Sagrado Coração da Terra, e também nos 11 anos do Programa AABB Comunidade cantando com as Meninas de Sinhá. O coral que hoje é formado por jovens e adultos sócios e amigos da AABB de Pedro Leopoldo, tem o apoio integral desta instituição e da FENABB.

Foto

Coral Filarmônico do Itatiba Esporte Clube - Itatiba/São Paulo

Foto

Regente: Maestro Jederson Heleno Machado

Jederson Heleno Machado é professor de História, musico e maestro.Nasceu em Jarinu em 1975.Iniciou seus estudos musicais aos 12 anos com Mauricio Martinazzo, em Jundiaí.Prosseguiu os estudos em São Paulo com Caio Ferraz, concluindo-os na cidade de Markdorf (Alemanha).Participou de intercâmbio de Regência de Canto Coral na Universidade de Santiago do Chile.Especializou-se em Musica antiga do século XIV pela Universidade de São Paulo (USP).

Release do Coral:

O Coral é formado por pessoas da terceira idade. É regido pelo maestro Jederson Heleno Machado . Foi criado em 2004, com o nome Itavoz .Integrante do fundo Social de Solidariedade da Prefeitura Municipal de Itatiba, se desvinculou em 28 de agosto de 2014.Passou a pertencer ao Itatiba Esporte Clube.O maestro desenvolve junto ao coral vários estílos de músicas: erudita , folclórica, italiana e sacra.O Coral é composto por pessoas entre 50 à 84 anos de idade. Costuma se apresentar em festas típicas da região, missas italianas , festividades da cidade, Encontro de Corais da cidade de Póços de Caldas,e onde houver convite e oportunidade de difundirmos a arte do canto-coral.

Foto

Coral Gregoriano - Belo Horizonte /Minas Gerais

Foto

Regente: Tachinha

Tachinha

Release do Coral:

Coral Gregoriano

Foto

Coral Guiomar Novaes - Dracena/São Paulo

Foto

Regente: Hellen Rose Jurity Rodrigues

Hellen Rose Jurity Rodrigues é diretora proprietária da Instituição Artística Guiomar Novaes. Formada em piano, pedagogia e arte. É professora de arte na rede estadual de são Paulo e regente do Coral Guiomar Novaes desde sua fundação em 1998.

Release do Coral:

O Coral Guiomar Novaes é mantido pela Instituição Artística Guiomar Novaes em Dracena desde 1998. Era formado inicialmente por alunos da escola, porém, outras pessoas quiseram participar também, então abrimos para todos. Hoje participam os mais variados profissionais da cidade. O Coral Guiomar Novaes participa todos os anos do Mapa Cultural Paulista ficando sempre nas primeiras colocações. Se apresenta em Dracena e região e esporadicamente por todo o estado. Participou do FIC quando homenageou os 50 anos da Bossa Nova em Belo Horizonte.

Foto

Coral Imprensa-ABT - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Vivian Assis

Vivian Assis é Mestre em Música e Bacharel em Regência pela Universidade Federal de Minas Gerais. Participou de seminários e oficinas, estudando regência com Carlos Alberto Pinto da Fonseca, Mogens Dahl, Bob Chilcott, Janet Galván, Henry Leck, Lincoln Andrade, Rodney Eichenberger, Iara Fricke Matte e Sílvio Viegas. Vivian atua profissionalmente como maestrina desde 1998, quando começou a reger corais comunitários e de extensão universitária. Foi regente assistente do Coral Lírico de Minas Gerais entre 2012 e 2013. Atuou ainda como regente dos Corais do Colégio Santo Antônio, Coral do Colégio Pitágoras-Cidade Jardim, Coral da Prodemge, Coral Raio de Luz–BDMG Cultural, dentre outros. Dedica-se à formação de cantores juvenis e, atualmente, trabalha com o Coral do Projeto Cariúnas (com o qual gravou 2 CD\'s), Coral do Colégio Padre Eustáquio, Coral do CEFAR - Centro de Formação Artística da Fundação Clóvis Salgado e Coral Imprensa-ABT.

Release do Coral:

CORAL IMPRENSA -ABT O Coral Imprensa-ABT, anteriormente denominado Coral Imprensa Oficial, foi criado em 1999 dentro da Imprensa Oficial de Minas Gerais, com o intuito de valorizar a vocação musical, oferecer uma oportunidade de estudo e de visão ampla da música, consolidando uma das competências de participar da difusão de uma das mais notáveis atividades culturais do Estado, o canto coral. Conta atualmente com 24 vozes, divididas em quatro naipes e é regido pela maestrina Vivian Assis. Possui repertório eclético de músicas populares e eruditas, merecendo destaque as apresentações de grandes peças em concertos e festivais.. O Coral foi criado e é mantido em regime exclusivo de adesão voluntária, com o intuito de valorizar a vocação musical. Formado em sua maioria por coralistas da terceira idade, buscamos também incentivar e estimular a inclusão e participação ativa deste segmento na sociedade brasileira. Sua principal missão junto à sociedade é divulgar e incentivar o Canto Coral para o maior número de pessoas possível, como manifestação artística, cultural, social e humana em todos os seus aspectos. O Coral é a imprensa itinerante que atravessa fronteiras, marcando raízes de Minas.

Foto

Coral Infantil Casa Grande - Casa Grande/Minas Gerais

Foto

Regente: Lindomar Gomes

Lindomar Gomes, formado em canto, canto gregoriano, violão, arte educação e regência pelo CEFAR Palácio das Artes, Escola de Música da UEMG e UFMG tem pós graduação em planejamento e gestão cultural pela PUC Minas. É servidor da Secretaria de Estado de Cultura e atua como técnico em Cultura em programas de Bandas e Canto Coral, ministrando oficinas em todo o estado. Regeu o Coral Infanto Juvenil do Palácio das Artes, Coral da Fumec, Coral da FCCDA de Itabira, Coral Meninos Cantores Amadeus da Sociedade Mineira de Cultura, Coral dos Anjos de Cabo Frio, Coral Banda Cantos de Minas e Coral Meninos de Mozart de Brasília. Curador e maestro dos eventos de Vila dos Sonhos Coca-Cola na praça do Papa desde 2004. Ministrou master class de canto coral em festivais do Brasil, Argentina, Cuba, Itália e Venezuela. Foi condecorado com a medalha da Inconfidência Mineira pelo governo de Minas em 2012. Regeu à convite do governo de Minas Coral de 1.500 vozes no evento em comemoração à Medalha da Inconfidência em Ouro Preto em abril de 2014. Atualmente é regente dos Corais Adulto e Infantil de Casa Grande e do Coral Ensaio Aberto. É idealizador e coordenador geral do FIC Festival Internacional de Corais desde 2003.

Release do Coral:

O Coral Infantil Casa Grande é composto de 20 crianças entre 04 e 12 anos. Foi criado em 2015 por iniciativa da Prefeitura Municipal de Casa Grande. Participou do FIC 2015, no show do artista Marcus Viana, Congresso em Juiz de Fora, Cantata de Natal de Casa Grande e em evento promovido em Casa Grande por ocasião do recebimento de prêmio de Cidade com menos violência do Estado de Minas Gerais. As crianças tem apoio incondicional dos Pais, coordenadora pedagógica Profa. Cristiane Aguero, Diretora Profa. Sônia e Secretário de Admnistração José Reinaldo Costa.

Foto

Coral Infantil do CSA - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Conceição Martins

Conceição Martins

Release do Coral:

O Coral Infantil do CSA é formado por alunos do Ensino Fundamental I do Colégio Santo Antônio (BH). Suas atividades tiveram início em 2002 e, desde então, o coral participa de apresentações internas do Colégio Santo Antônio (Encantos de Maio, Audição de Corais, Santo Antônio Faz Arte, Cantata de Natal) e externas (festivais e encontros de corais). O repertório é bastante diversificado, composto por músicas infantis, obras do folclore, da música popular brasileira e internacional. O Coral Infantil tem como preparadora vocal a cantora Luzia Antoniol e, como correpetidora, a pianista Sandra Maluf. Desde 2015 é regido pela Maestrina Conceição Martins.

Foto

Coral Infantil Gotas da Canção - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Alex Lima Braz

Alex Lima Braz

Release do Coral:

O grupo de canto infantil “Gotas da Canção” é presidido pela empregada da COPASA, a psicóloga Sandra Regina Batista de Freitas como um dos projetos do Programa de Integração e Contribuição Social Além dos Muros, estando sob sua coordenação desde o ano de 2005. Focado em ações que vão diretamente ao encontro dos anseios da sociedade local, o Distrito Regional Belo Horizonte Norte passou a assumir uma postura de maior integração na localidade, ampliando atitudes e compromissos sociais com este público. Atualmente com 40 integrantes, o grupo apresenta idades que variam de 06 a 11 anos residentes na região Noroeste de Belo Horizonte, onde muitos de seus componentes são de famílias carentes localizadas nos bairros Lagoinha, Santo André e comunidades da Pedreira Prado Lopes e Vila Senhor dos Passos. Este projeto foi estruturado pela coordenação para ser construído em parceria com as lideranças locais com vistas a contribuir para que os moradores das diversas regiões pudessem ser sensibilizados pelas crianças a estarem formando laços de amizade, cooperação e solidariedade com vistas a promoverem, com o tempo, uma história diferente para as futuras gerações e com a COPASA. Criado inicialmente para cantar em eventos locais, expandiu sua atuação com apresentações em cerimônias de premiações da Copasa, Seminário Internacional Diálogos da Terra, Festival Internacional de Coral, Cantatas de Natal, dentre outras. Para reger o grupo de canto, o Distrito Norte da Copasa conta com o também empregado da Unidade/Setor de Ação Comunitária, Alex Lima Braz apoiado pelo gerente do Distrito de Belo Horizonte Norte, o engenheiro Rogério de Abreu Milhorato, que é um forte incentivador de atividades que venham contribuir para a melhoria da qualidade de vida das comunidades e ampliação da parceria da COPASA com este público.

Foto

Coral Infanto Juvenil Sagrados Corações - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Alex Lima Braz

Cursou canto lírico com o Professor Hugo Ramos, Participou dos seguintes festivais: 1º Festival Nacional de Musica Italiana na cidade de Indaial – SC , FESTICAN – Festival da Canção de Barroso – MG , Festival da Canção de Queluz-SP , Participou do FIC nas edições 2007 2009 2011 e 2014 e do 4 Cantos BDMG Profissionalmente, há 21 anos, canta em cerimônias especiais na Cidade de Belo Horizonte e cidades metropolitanas de MG.

Release do Coral:

Trata-se de um grupo Infanto Juvenil ligado à Igreja de Padre Eustáquio, formado neste ano de 2016 com repertório de Música Brasileira.

Foto

Coral Infanto Juvenil São Geraldo - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Alex Lima Braz

Alex Lima Braz

Release do Coral:

O Coral Infanto juvenil São Geraldo foi fundado no dia 21 de maio de 2001 pelo, então vigário Paroquial, Padre Giovanni Eugênio Maria Vecchio, buscando através de sua criação revitalizar as celebrações voltadas ao público infantil. O Grupo em questão foi estruturado com a participação exponencial da colaboradora Rute Roque, hoje é a Coordenadora do grupo. Atualmente o grupo é composto por 80 crianças e pré-adolescentes. Em sua história o grupo sempre teve presença marcante em eventos religiosos, como a Festa Anual da Basílica São Geraldo da cidade de Curvelo, no ano de 2004, Encontro de Corais da Igreja Nossa Senhora do Rosário e Pompéia em 2003, Em 2013 premiado em terceiro Lugar em Evento da Arquidiocese de Belo Horizonte na Igrejinha da Pampulha, e eventos sócio culturais como a participação no 4 cantos coral na Praça da Liberdade em 2007, 2011 e 2015, organizados pelo BDMG, painel Sesiminas de Musica Coral e Festival Internacional de Corais. Além do importante aspecto religioso, o Coral Infanto juvenil São Geraldo tem escrito em sua história reais exemplos de mudanças de hábitos em crianças que encontraram nos períodos de ensaios e apresentações a correta disciplina que lhes trouxeram maior responsabilidade e aquisição dos reais valores na formação de um cidadão. Desde de sua fundação o Coral Infanto juvenil São Geraldo é regido pelo cantor lírico, Alex Lima Braz, que faz doação de seu trabalho junto dos colaboradores Rute Roque(coordenação), Márcia Moisés, Geraldo Inácio(Violonista) e Jonatas Senna(Guitarrista) na busca incessante de uma realidade melhor para nossa socieda

Foto

Coral Infanto-Juvenil de Itaúna - Itaúna/Minas Gerais

Foto

Regente: Juliana de Lima Batista

Juliana Lima é natural de Itaúna e iniciou seus estudos de canto com a professora Marilene Clara Fonseca. Foi aluna de Denise Tavares e participou de masterclasses com os professores Veruska Mainhard, Marcos Thadeu e Neyde Thomas. É graduada em Música / Licenciatura com habilitação em canto lírico sob orientação da professora Elenis Guimarães, pela Universidade Federal de São João Del-Rei - MG. Atuou como solista junto à Orquestra e Coro do Departamento de Música da UFSJ na obra Gloria, de Vivaldi. Foi selecionada para realizar recital solo no Programa Música XXI, da UFSJ, em 2010 e 2011. Integrou como corista o coral Una Voz de Itaúna e o grupo de música colonial mineira “Capela del Rei” com o qual realizou turnê em 2011 pela região centro-oeste e norte do Brasil. Atualmente leciona música no Projeto Usina de Sonhos, Sesi e “Espaço Viva Música”. É regente dos Corais Una Voz, Infantojuvenil de Itaúna, Coral do Espaço Cultural, Sagrado Coração de Jesus e mantém um duo de canto e violão com o violonista Lúcio Guimarães.

Release do Coral:

O Coral Infantojuvenil de Itaúna surgiu em setembro de 2013, pelo Departamento de Cultura, órgão da Secretaria de Educação e Cultura de Itaúna - MG. Com a proposta de resgatar e divulgar a prática coral, além da formação musical e cultural de seus integrantes, o grupo apresenta um repertório diversificado, passando pelas canções folclóricas e populares, e a música erudita. O Coral Infantojuvenil têm se apresentado em diversos eventos na cidade de Itaúna e região. Aprovado para participar do Festival Internacional de Corais - FIC 2015, o Coral se apresentou no Museu da Inconfidência de Ouro Preto. Desde a sua fundação, o grupo é regido pela maestrina Juliana Lima.

Foto

Coral Infantojuvenil Enlace - Programa Benke-UFSJ - São João Del Rei /Minas Gerais

Foto

Regente: Débora Andrade

Débora Andrade é Mestre em Música, Especialista em Educação Musical e Bacharel em Regência pela UFMG. Atualmente é professora e coordenadora do Curso de Licenciatura em Música da Universidade Federal de São João del-Rei, onde ministra a disciplina "Regência e Pedagogia do Canto Coral Infantil" e coordena o Programa Benke: corais infantojuvenis da UFSJ. Rita de Cássia de Paula Amaral é formanda em Canto Lírico pela Universidade Federal de São João del-Rei, professora de Música da Companhia Educacional Enlace e regente, também, do Coral Infantil da Escola Municipal Maria Teresa.

Release do Coral:

O Coral Infantojuvenil Enlace nasceu em 2015 de uma parceria entre o Programa Benke: corais infantojuvenis da UFSJ, sustentado pela Pró Reitoria de Extensão (PROEX), e a Companhia Educacional Enlace. Foi idealizado pela sua diretora Elisabete do Carmo Silva como uma atividade gratuita aberta à comunidade externa. Hoje, o coro conta com aproximadamente vinte jovens, entre 7 e 13 anos e tem como regentes as professoras Débora Andrade e Rita de Cássia de Paula Amaral.

Foto

Coral Innay Martins - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Robson Lopes

Robson Lopes (Regente) Licenciado em Educação Artística Habilitação em Música pela UEMG? Bacharel em Música Composição pela UFMG? Bacharel em Música Canto pela UEMG? Mestre em Música pela UFMG. Tem em sua discografia cinco CD's atuando como regente e cantor. Atualmente é integrante do Coral Lírico de Minas Gerais e desenvolve pesquisa sobre a música mineira do séc. XIX. Desenvolve atividades como tecladista e arranjador.

Release do Coral:

Fundado em maio de 1957, o Coral Innay Martins tem como propósito a execução de hinos e cânticos nos cultos da Segunda Igreja Presbiteriana de Belo Horizonte - IPU. Em seu histórico constam apresentações em praças públicas, hospitais, penitenciárias e abrigos. O coral conta com a participação das pianistas Helenice Moreira e Bebel Silva.

Foto

Coral Itaú Viver Mais - Niterói/Rio de Janeiro

Foto

Regente: Josias Freitas

Bacharel em Teologia pelo Seminário Metodista César D’Acorso Filho onde fez cursos de Regência Coral aplicados a Música Sacra e Popular, Prática Coral pela UFF (Niterói), Laboratórios de Canto Coral Universidade Federal de Itajubá (MG). Recebeu nova Moção de Aplauso da Câmara de Vereadores de São Gonçalo pela dedicação à Arte da Música em 2008. Hoje é Coordenador de Canto Coral da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de São Gonçalo.

Release do Coral:

O Coral Itaú Viver Mais faz parte de um projeto social, o Clube A, financiado pelo banco Itaú em parceria com o Ministério da Cultura, coordenado pela professora Márcia Vilela.Tem como objetivo a melhoria da qualidade de vida da população com mais de 60 anos através de prática desportiva e da socialização. Em Niterói funciona a 5 anos, atualmente atendendo 130 idosos. Coral foi criado a cerca de 4 anos e reestruturado em 2011, atualmente sob a regência do Maestro Josias Freitas, conta hoje com mais de 30 vozes e trabalham um repertório focado na cultura popular brasileira.

Foto

Coral Jesus Amigo - Curvelo /Minas Gerais

Foto

Regente: Idene Gutfraind

Idene Maria de Oliveira Santos Gutfraind - preparadora vocal e maestrina voluntária do Coral Jesus Amigo há 24 anos, tem formação em canto pela Bituca - Universidade de Música Popular Ponto de Partida . Já foi também maestrina do Coral da Plantar e do Coral Vozes da Cachoeira da cidade de Inimutaba .

Release do Coral:

Coral Jesus Amigo ou MMJA-Ministério de Música Jesus Amigo de Curvelo, conhecido por seu trabalho voluntário de valorização e disseminação da arte pela música de forma sociointerativa , democrática e inclusiva. Conta com um número rotativo de 120 integrantes, entre eles crianças, adolescentes, jovens e adultos com idade de 4 anos em diante , alguns com necessidades especiais, O CORAL JESUS AMIGO é em sua essência um coral que propõe valores cristãos, porém com foco no desenvolvimento e formação cultural de seus integrantes considerando a formação do ser humano como um todo também, algo de suma importância para a cultura de um povo. Além da participação em eventos culturais em sua cidade, já se fez presente no Festival da Canção em Curvelo – 3º lugar em 2005, no Festivelhas em 2008, recepcionou a Tocha Olímpica em sua passagem por Curvelo/MG e pelo 9º ano participa do FIC – Festival Internacional de Corais em BH

Foto

Coral Juvenal Alves Vilela - Caeté/Minas Gerais

Foto

Regente: Edson Alves de Oliveira

Cantor e regente de diversos coros de Belo Horizonte, os corais infanto-juvenis do Colégio Arnaldo e Colégio Nossa Senhora das Dores(que foi semi-finalista no 1º Concurso Nacional de Canto Coral da Funarte) e o Madrigal Ânima, alem dos Meninos Cantores Cardeais de Sete Lagoas e do Coral Juvenal Alves Vilela de Caeté. Seu trabalho tem encontrado reconhecimento não só no Brasil como no exterior, sendo convidado pela maestrina Olga Kablusckiu da República Tcheca, para ministrar o Workshops de Música Brasileira para Coro Infantil. Aluno de classe de regência da Universidade Estadual de Minas Gerais, aluno dos professores Paul Okley dos Estados Unidos , Alberto Grau da Venezuela e Mara Campos de São Paulo; estudou canto com o professor Edilson Costa de São Paulo.*Participou de oficinas de regência de coral em Curitiba e São Paulo e de cursos internacionais de regência no Rio de Janeiro e São Paulo. Workshops de regência de Coral Infantil com o maestro Bartolucci da Academia de São Pedro de Roma, tendo oportunidade de reger o Coro Oficial do Vaticano e também com o maestro Sir Edgar Hoikns o Royal Academy de Londres.*Por seus trabalhos como cantor e regente, já recebeu diversos prêmios no Brasil e exterior. Como regente tem seu repertório: Missa da Coroação de Mozart, Réquiem de Mozart, Missa em Sol de Schubert, Glória de Vivaldi, Missa em Dó de Mozart, dentre outras, todas com coro e orquestra. Como tenor-solista já atuou no Réquiem de Mozart, Thamos o Rei do Egito de Mozart e Missa Nossa Senhora da Conceição de Lobo de Mesquita. Em 1997, excursionou com o Coral Brasilessência por diversas capitais da Europa e em 1998 em diversas cidades da Itália com o Coral Bone Jesu de Belo Horizonte e Coral Vilela de Caeté.

Release do Coral:

Fundado em março de 1946, pelo maestro e compositor Juvenal Alves Vilela, o Coral já apresentou em diversos festivais em todo o Brasil e gravou um LP e 4 CD’s. Realiza importante evento musical, neste ano em sua 16ª edição, o POP CORAL-PROGRAMA DE POPULARIZAÇÃO DA MÚSICA CORAL, circuito de apresentações e cursos realizadas a partir de 1980, que tem como objetivo a popularização da música coral, mostrando o funcionamento deste canto e como ele pode melhorar a qualidade de vida.

Foto

Coral Lírico São Gonçalo do Rio Abaixo - Contagem/Minas Gerais

Foto

Regente: Renato Pedroso

Renato Pedroso é natural de Bragança Paulista, Bacharel em Música com especialização em Regência, formado pela escola de música da UFMG, escola onde atuou a frente dos mais importantes grupos, como: A orquestra sinfônica, a banda sinfônica e o coro de câmera. Ao longo de sua formação teve aulas de regência com os maestro: Sérgio Assumpção, Marcelo Ramos, Linconl Andrade, Iara Frickie Matte, Charles Roussin, Sílvio Viegas e Roberto Tibiriçá. No ano de 2015 realizou uma turnê internacional na Italiá e Espanha com a Orquestra Jovem das Gerais, no ano de 2016 uma Turnê no Japão com a mesma orquestra. Atualmente Renato Pedroso atua a frente da Orquestra Jovem das Gerais, Orquestra do projeto "Educação Musical" de Ibirité- MG, Orquestra da Ibiritermo e do Coral Lírico São Gonçalo do Rio Abaixo.

Release do Coral:

Fundado no ano de 2005 pela prefeitura Municipal de São Gonçalo do Rio Abaixo, o "Coral Lírico São Gonçalo do Rio Abaixo" é um dos principais grupos vocais da região do médio Piracicaba, atraindo cantores de São Gonçalo do Rio Abaixo e cidades vizinhas. O coral, que já se apresentou em diversas cidades de Minas Gerais, teve como regentes Tó Vilela e Marco Antônio Moreira. Atualmente o grupo é composto por 22 integrantes, que atuam sob a regência do maestro renato Pedroso. O coral Lírico São Gonçalo do Rio Abaixo é uma realização da Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Rio Abaixo, por meio da Secretaria de Cultura.

Foto

Coral Luis de Camões - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Leonardo Cunha

Leonardo Cunha é mestre em Música e bacharel em Violino pela Escola de Música da UFMG. Seu currículo aponta para um profundo interesse na interação entre música erudita e popular. O trabalho de Leonardo Cunha envolve desde arranjo e composição para teatro, espetáculos, encontros e festivais à regência de orquestras e coros e produção musical de diversos artistas. Em 2008 foi indicado ao Prêmio da Música Brasileira. Entre os artistas com quem atuou, podemos citar: Milton Nascimento, Fafá de Belém, Daniela Mercury, Hermeto Pascoal, Toninho Horta, Roberto Menescal, Emílio Santiago, Leila Pinheiro, Danilo Caymi, Derico Sciotti, Wanda Sá, Celso Adolfo no popular, e Arthur Moreira Lima, Antônio Meneses, Boris Belkin, Márcio Carneiro, Edson Queiroz, Jasmin Gottstein, Ulla Benz, no erudito. Em 2008 lançou um livro de arranjos de música brasileira para coral, intitulado "MPB a Quatro Vozes" utilizado por vários corais no Brasil e no exterior. Em Junho de 2011, foi convidado a reger a Orquestra Sinfônica Collegium Musicum de Potsdam, na Alemanha, num concerto com músicas brasileiras. Com a Orquestra de Câmara OPUS, produziu 2 CDs e esteve em turnê em 2011 no Peru e em 2012 na Europa. Frequentemente é convidado para dirigir orquestras pelo Brasil. Atualmente é o maestro titular da Orquestra de Câmara OPUS, da Orquestra Sinfônica de Nova Lima, do Coral da AABB/BH e do Coral da GEPES – Banco do Brasil.

Release do Coral:

O Coral Luis de Camões, foi fundado em Maio de 1987, sendo o grupo mantido pelo Centro da Comunidade Luso-Brasileira. Tem, como principal objetivo, promover, através do canto, a integração e o aprimoramento artístico-cultural entre as pátrias Brasileira e Portuguesa, e divulgar a música portuguesa, sem deixar de lado as músicas tradicionais de canto coral, sejam brasileiras ou estrangeiras, sacras, eruditas ou populares. O Coral tem se apresentado com frequência em festivais de corais, solenidades, e também junto a outros corais e orquestras. O Coral é regido pelo Maestro Leonardo Cunha e tem a coordenação geral de Marilda Baeta Neves Ribeiro.

Foto

Coral Mater Ecclesiae - Santa Luzia /MG

Foto

Regente: Cleber Geraldo Vieira de Castro

Regente Fundador do Coral Mater Ecclesiæ, iniciou-se na música aos 8 anos de idade como tenorino no Coral Dom Silvério de Sete Lagoas e após 3 anos estudou teoria musical e piano clássico. Aos 18 anos estudou regência, assumindo logo a seguir o cargo de Regente Titular do Coral Dom Silvério. Aos 20, procurando novas perpectivas passou a frequenter cursos especializados em técnica vocal e regência nas cidades de Belo Horizonte (MG), Novo Hamburgo e Porto Alegre (RS). Nesses 25 anos de regência participou de varios cursos de atualização em sua area de atuação e de todos os Congressos Nacionais e Regionais da Federação dos Meninos Cantores do Brasil. Regeu corais em Sete Lagoas, Novo Hamburgo, Osasco, Belo Horizonte, Curvelo, Sabará e Santa Luzia. Atualmente, além do Coral Mater Ecclesiæ, rege mais dois corais, além de ministrar aulas de piano e teoria musical no município de Santa Luzia. JOÃO CARLOS ROSOLINI – Maestro Auxiliar Regente Auxiliar, desde seus primeiros anos da fundação do Coral Mater Ecclesiæ atua também como professor de teoria musical, de flauta doce e linguas estrangeiras. João Carlos teve suas primeiras noções de música em casa, sob orientação de seu pai, João Rosolini, primeiro violino da Orquestra Sinfônica de Santo André. Atuou durante 12 anos como coralista, depois regente auxiliar e arranjador do Coral São Pio X, na cidade de São Paulo. Sua formação musical tem como influência a “Escolania de la Virgen de Montserrat”, escola de meninos cantores da Catalunha. Fez cursos de teoria musical e regência com maestros de renome dentre eles, o ex-maestro da Capela Sistina do Vaticano. Estagiou e visitou corais de meninos cantores na Alemanha, França e nos Estados Unidos. João Carlos é professor de inglês, francês, italiano, espanhol e alemão e trabalhou por muitos anos como intéprete e guia turístico nas cidades históricas mineiras. Atualmente além do Coral Mater Ecclesiæ colabora com outros corais da cidade de Santa Luzia.

Release do Coral:

Coral Mater Ecclesiae - Meninos Cantores de Santa Luzia Em 15 de agosto de 1995 nascia, em Santa Luzia, o Coral Mater Ecclesiæ, fundado por iniciativa do Padre José Januário Moreira. Dois anos após a sua fundação, o coral já fazia parte da Federação Nacional de Meninos Cantores do Brasil, e da Federação Internacional “Pueri Cantores” com sede em Roma. Com a criação do coral, além da possibilidade de desenvolvimento de talentos inatos, ofereceu-se uma chance para a solução de um problema social e para conscientização do indivíduo como cidadão.? Filiado ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Santa Luzia o Coral Mater Ecclesiæ é membro efetivo não governamental e hoje a Instituição desenvolve projetos de ações sócio-educativas e trabalho de apoio sócio-familiar, direcionado a seus coralistas e respectivas famílias. Também conhecido como “Meninos Cantores de Santa Luzia”, o coral é formado por 45 integrantes titulares, entre 8 e 20 anos. Além dos titulares, futuros cantores participam de cursos preparatórios para o ingresso no coral. Na área artística, o coral trabalha com quatro naipes principais, executando peças de até oito vozes. Seu repertório abrange desde o canto gregoriano, a música sacra e profana do período renascentista, até peças contemporâneas de caráter folclórico e popular. O Coral Mater Ecclesiæ executou inúmeras peças de grandes compositores como Palestrina, Haendel, Bach, Mozart, Haydn, Beethoven, Stravinsky, além de canções de Bruno Colais, John Rutter, Tom Jobim, Edu Lobo, Milton Nascimento, Chico Buarque, Noel Rosa, Pixinguinha dentre outros. Em 1999 o coral gravou o seu 1º CD - “Laudate Pueri Dominum”, relançado em 2009 em edição especial remasterizada. Desde então, participou de diversos outros CDs de artistas de renome. Em 18 anos de atividades ininterruptas, o Coral Mater Ecclesiæ esteve presente em todos os Congressos da Federação Nacional dos Meninos Cantores do Brasil realizados em diversos estados brasileiros. Desde a sua fundação, o coral é regido pelo maestro Cleber Geraldo Vieira de Castro, auxiliado pelo maestro e professor João Carlos Rosolini.

Foto

Coral Melodia - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Ronaldo Ponciano

Formação Acadêmica: 1999 - UEMG - Universidade do Estado e Minas Gerais; Escola de Música - Belo Horizonte/MG; Extensão de Regência Coral; Técnica Vocal - Análises e Estudos de Obras Corais; Prática Coral - Regência; Utilização do Computador Prática Musical. Experiência Profissional - Regência: Coral 100 Vozes - Assembleia Legislativa de Minas Gerais - ALMG, Coral Minas em Melodia (Clube da Maturidade), Coral Esperança (Centro de Apoio e Convivência Esperança), Coral Seicho No Iê e Coral Melodia (Associação dos Funcionários Fiscais do Estado de Minas Gerais).

Release do Coral:

Criação: março/2011; formação: maturidade; técnica: polifônico; estilo: misto; origem: independente; apoio: Associação dos Funcionários Fiscais do Estado de Minas Gerais - AFFEMG; Apresentações: + 40; ensaios: semanais (3ª feira); eventos (principais): Encontro de Corais/ALMG e "Quatro Cantos".

Foto

Coral Municipal Conceição do Mato Dentro - Conceição do Mato Dentro/Minas Gerais

Foto

Regente: Carlos Nazareno

Tem 35 anos, iniciou seus estudos de piano e canto aos 8 anos de idade sob o incentivo de seu avô, que era flautista e músico da Aeronáutica. Formou-se em regência sob a orientação do maestro Carlos Alberto Pinto Fonseca e da maestrina Ângela Pinto Coelho. Iniciou em 2001 pelo Conservatório Mineiro de Música ESMU- UFMG Nesse tempo passou por vários professores entre eles: Maurício Veloso, Adalmário Pacheco, Maria Lígia Becker, Carlos Alberto Pinto Coelho e Ângela Pinto Coelho. OUTROS CURSOS: Curso técnico em regência no Palácio das Artes em Belo Horizonte(Fundação Clóvis Salgado)Curso de Piano nas férias de julho e de 2006 na cidade de Konz Alemanha,com o Professor maestro: Paul Trein./ Celmu em Agudos SP/2000 Canto Gregoriano e Música Litúrgica em Roma com o maestro Mons Marco Frisina no ano de 2013 Já participou de vários outros cursos e “master class”em música por todo o Brasil É membro da ordem dos músicos do Brasil e portador da carteira da mesma sob o número 10775, Também é membro de diversas associações como: sociedade Brasileira de regentes de coros, sociedade Brasileira de corais. Já esteve em turnê com diversos corais pela Europa. Tem pleno Domínio de repertório coral e Orquestral, tanto clássico como o conteporaneo. LUGARES ONDE TRABALHOU: Coral Infantil de Contagem (Paróquia de São Gonçalo.Coral Dom Silvério de Sete Lagoas, Coral Santa Cecília de Lagoa Santa (Paróquia de Nossa Senhora da Saúde), Coral Arn’s Cantorum de Belo Horizonte, Coral paroquial e grupo de casamento da Igreja de São Pedro em Belo Horizonte, Grupo Cantar de Belo Horizonte,Coro Angélico e Orquestra Sacra de santa Luzia. Maestro e coordenador do projeto de Educação Musical da secretaria de municipal de Educação 2008 a 2010 – SEMED - Lagoa Santa, MG/ Maestro do Coral Municipal de Lagoa Santa.MG/ Santuário Nacional de Aparecida, 2010/104 Coral Bom Jesus de conceição do Mato Dentro, 2014 a 2016/ maestro e coordenador do projeto Música na comunidade 2015/2016. Dentre os vários eventos realizados por ele está a Missa da coroação de Mozart, Missa em sol de Schubert,Réquiem de Mozart, Inflamatus de Rossini, Stabat Mater de Rossini, Carmina Burana de Carloff e as famosas peças do Barroco Mineiro,como: Motettos,Ladainhas e missas de diversos autores entre eles Padre José Maurício e Lobo de Mesquita. Já participou de vários encontros e festivais de corais no Brasil e fora dele. Foi maestro e preparador vocal do coral do Santuário Nacional de Aparecida SP nos anos de 2009 a 2014 e organista nas miss

Release do Coral:

Coral Municipal de Conceição do Mato Dentro, antigo coral Bom Jesus, foi fundado em 26 de maio de 2014, com o intuito de Solenizar a festa do padroeiro da cidade o “Senhor Bom Jesus de Matozinhos", era um sonho antigo do padre Eduardo Ribeiro, idealizador e apoiador do projeto, sonhava em ter um coral para cantar as missas e as solenidades no santuário. Atualmente o coral é vinculado e administrado pela prefeitura municipal de conceição, é formado por pessoas de boa vontade oriundas da comunidade local e por funcionários da prefeitura municipal. O principal objetivo do coral é promover uma maior interação com a comunidade e um maior bem estar social. É formado por 4 naipes distintos, sendo eles: sopranos, contraltos, tenores e baixos e tem no seu repertório a música popular, sacra, barroca e religiosa. O Coral municipal desempenha sua função através dos ensaios, apresentações em locais públicos e nos grandes eventos do munícipio. Desde o seu primeiro ensaio conta com a regência e coordenação e responsabilidade técnica do maestro Carlos Nazareno da Silva, que é maestro e regente de vários corais em Belo Horizonte, Lagoa Santa e região. O coral gravou seu 1º CD em junho de 2015 intitulado "Minha prece ao Bom Jesus, e agora parte para o projeto do 2º CD intitulado “Conceição,Cantos e encantos”.

Foto

Coral Musicanto - Contagem/Minas Gerais

Foto

Regente: Divino Francisco de Castro

Divino Francisco de Castro, Professor das Línguas Portuguesa e Inglesa e respectivas literaturas, formado pela UFMG. Cursos de Regências (nível técnico) pelas UFMG e UEMG. Professor de Percepção Musical de Teclado no Centro Cultural Espaço das Artes de Contagem. Estudante de piano. Fundador e Regente do Coral Musicanto de Contagem. Atualmente está também regendo o Coral Infantojuvenil Prelúdio da Fundação de Ensino de Contagem e da Fundação Cultural de Contagem.

Release do Coral:

O Coral Musicanto, criado há 18 anos, é formado por jovens e adultos do município de Contagem e outras cidades adjacentes... totalizando 37 coralistas. Seu principal objetivo é levar junto aos segmentos sociais e comunidades o conhecimento da música, sobretudo do canto coral. Tem um repertório bastante eclético: interpreta obras eruditas, folclóricas, clássicas, gospel e populares... Tendo como Regente Divino Francisco de Castro. Todos os anos o coral participa de Festivais Nacionais e Internacionais de Corais e Cantatas de Natal. Em 10 abril de 2016 iniciou-se as apresentações com o Projeto Música nas Igrejas Paróquias e Capelas. Tem o Apoio da Prefeitura de Contagem, através da Fundação de Cultura do Município de Contagem (FUNDAC) - MG.

Foto

Coral Petrobras Regap - Betim/Minas Gerais

Foto

Regente: Cacá Campara

Maria do Carmo Souza Campara (Cacá Campara) – Especialista em Educação Musical pela UFMG. Professora Escola de Música e do curso de Artes Cênicas da UFMG, de 1978 a 2009. Vice-Diretora da Escola de Música da UFMG, no período de 1998 a 2002. Professora de Iniciação à Regência no Curso de Formação Profissionalizante da Fundação de Educação Artística – FEA - em Belo Horizonte (Janeiro de 2007 e Dezembro de 2008). Regente do Coral do Instituto Cultural Newton Paiva Ferreira no período de 1977 a 1994. Prêmios em concursos nacionais como Regente de coral. Regente assistente do Coral Lírico do Palácio das Artes de junho a dezembro de 2009. Regente do Coral Petrobras Regap desde abril de 2005, apresentando-se em diversos eventos pelo Brasil, em Encontros de Corais em Belo Horizonte e nas comunidades do entorno da Refinaria Gabriel Passos.

Release do Coral:

Oficialmente reconhecidos em 1981, após determinação da presidência da companhia, os Corais Petrobras constituem hoje uma das atividades institucionais mais bem sucedidas da empresa, por divulgarem-na em todo o país e encantarem a todos com seus espetáculos de extrema beleza e harmonia. Atualmente, o Coral Petrobras Regap é composto por 23 vozes, regidas por Cacá Campara, com apoio do pianista Hely Drumond. Consonante ao espírito da Petrobras, o coral desenvolve suas atividades fundamentado em princípios que o tornam digno do padrão de excelência da companhia: seriedade, motivação, esforço e trabalho. A riqueza de estilos de seu repertório, que abrange do popular ao clássico, faz com que o coral cumpra sua missão especial de resgatar a cultura de nosso povo, despertando no coração de cada ouvinte o prazer pela arte.

Foto

Coral Prof. Marcos Valentino - Sete Lagoas - Sete Lagoas/Minas Gerais

Foto

Regente: Mestre Saúva

Caros Warley Vieira de Castro - Mestre Saúva: Músico folclorista, Regente Coral, pesquisador de Música Afro Brasileira. Iniciou seus estudos musicais quando era Menino Cantor. Foi regente do Coral "Embrapa Milho e Sorgo", Coral "Cardeais de Sete Lagoas", Coral "CAntart de Sete Lagoas". Hoje é Regente do Coral Santa Cecília da Catedral de Sete Lagoas, Coral Vozes de Bittencourt, Coral Prof. M. Valentino e Coral Helena Branco.

Release do Coral:

Coral do projeto Mais Escola da Secretaria Municipal de Educação com o propósito de valorizar e dar oportunidade a jovens estudantes, contato com a Arte do Canto Coral. Trabalho de pesquisa a novas leituras musicais dentro da realidade social dos Cantores. O Grupo tem sua finalidade principal difundir o Canto Coral com um repertório Sacro e Popular, tornando mais comum no meio da comunidade.

Foto

Coral Raio de Luz BDMG - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Daniel Rezende

Daniel Rezende é Graduando em Música – Bacharelado em Canto Lírico pela UFMG, entrada 2011/1. Já atuou como Chefe de Naipe (tenor) e Preparador de Vocal da Associação Artística e Cultural Madrigal Roda Viva, Conselheiro Lafaiete – MG; Regente, Preparador de Vocal e Musicalizador do Coral Campus em Canto - Projeto Corais no Campus UFMG, Belo Horizonte – MG; Regente do Projeto Vozes – Sest-Senat – Contagem - MG; Cantor do Coro Madrigale – Belo Horizonte – MG e do Coral Ars Nova - UFMG – Belo Horizonte – MG.

Release do Coral:

O “Coral Raio de Luz BDMG\\\" foi criado em fevereiro de 2005 e faz parte do programa de responsabilidade social \\\"Raio de Luz BDMG\\\", idealizado e mantido pelo BDMG Cultural desde 1998 nas Obras Educativas Jardim Felicidade. O programa tem como objetivo abrir espaços para a promoção da arte e cultura às crianças e adolescentes com poucas condições socioeconômicas.

Foto

Coral São José - Marechal Floriano /Espírito Santo

Foto

Regente: Max Carvalho

Max Carvalho iniciou-se profissionalmente como regente em 2008, com o então recém formado Coral Bom Pastor, inicialmente formando um grande coro intitulado Coral das Comunidades Católicas, com um número aproximado de 75 vozes e uma mini orquestra. Em 2009 Max assumiu o Coral Joaquim Lovatti substituindo o maestro Adolfo Alves, também foi convidado á reger o coral da Paróquia Sagrada Família neste mesmo ano. Foi convocado pela prefeitura de Marechal Floriano em 2010 para reger três corais, sendo eles o Coral Italiano Pio Bello de Araguaia, o Coral Criança Encanto da Escola em Marechal Floriano e o Coral São José de Santa Maria de Marechal. Participou também de vários eventos estaduais e nacionais, incluindo o Festival Internacional de Arraial do Cabo RJ, onde o Coral Joaquim Lovatti teve a oportunidade de cantar ao lado de grandes corais. Em Setembro de 2012 o Maestro Max Carvalho participou juntamente com o Coral Joaquim Lovatti no Festival Internacional de Corais do estado de Minas Gerais (FIC) em Homenagem a Carlos Drummond de Andrade. Hoje o maestro Max Carvalho é regente de um total de 150 pessoas distribuídas em sete corais e também proprietário e professor da Escola de Música Max Music.

Release do Coral:

O Coral de São José é formado por membros da Igreja Católica de São José, Paróquia de Sant’ana, da Arquidiocese de Vitória do Espírito Santo. O Coral São José iniciou seus trabalhos em 20 de março de 2012 com o objetivo de aperfeiçoar a música nas celebrações litúrgicas da Igreja de São José, da qual participamos e herdamos de nossos antepassados. Desde o seu início contou com a presença do maestro Max Carvalho na frente dos trabalhos do coral. E após a contratação do maestro pela prefeitura municipal de Marechal Floriano foi estendido o repertório para apresentações culturais com músicas de raiz e populares. Com isso, começamos a realizar apresentações não só em celebrações litúrgicas, mas também em eventos do município de Marechal Floriano e em outros municípios do estado do Espírito Santo, fazendo ecoar nos corações das pessoas as mais diversas letras e melodias. A nossa primeira apresentação aconteceu no festival Ítalo-Germânico realizado em 01 julho de 2012 no município de Marechal Floriano/ES. Depois os convites se estenderam para: * Festival Internacional de Inverno de Domingos Martins/ES em 2012 e 2013; * Brilho de Natal dos municípios de Marechal Floriano, Domingos Martins, Santa Maria de Jetibá, Cariacica e Vila Velha em 2012 e 2013; * Oficina de Música ministrada pelo Maestro Cláudio Modesto durante o Festival Internacional de Inverno de Domingos Martins 2013; * Festas Religiosas (Corpus Christi e do padroeiro São José) e Culturais (Festa do Café) no distrito de Santa Maria – Marechal Floriano/ES. * Além das missas nas comunidades da paróquia de Sant’ana. Atualmente o Coral São José, se reúne semanalmente para os ensaios, com a participação afinca dos coristas. Embora residirmos em uma comunidade do interior do município de Marechal Floriano/ES, onde o deslocamento é difícil, mesmo assim a participação dos coristas nos ensaios é perseverante. Temos hoje um coro formado de 29 coristas. Para ajudar nos custos do coral, realizamos rifas, roletas e nos organizamos para que todos possam participar dos nossos eventos. E ao sairmos da nossa casa, vamos ao encontro de outros corais para aperfeiçoarmos nossos conhecimentos e trocarmos experiências.

Foto

Coral São Tiago - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Marcelo Minal

O Maestro Marcelo Minal é formado em Licenciatura em Letras pela UFMG e em Canto Lírico pelo Curso Básico de Música da UEMG. Também é graduando no Bacharelado em Regência pela UFMG. Atuou no Coro de Câmara da UFMG entre 2010 e 2014 e participou como ator e cantor em grupos artísticos de Belo Horizonte na capital e no interior do Estado. Como músico atua como regente, cantor, compositor, arranjador, professor, instrumentista. Como regente já trabalhou em vários coros de BH e interior de MG. Atualmente é o regente do Coral Música para Todos e do Coral Vozes do Campus, ambos da UFMG. É o atual Regente do Coral São Tiago desde janeiro de 2015.

Release do Coral:

O Coral São Tiago foi formado em 2006 a partir de adolescentes que antes atuavam no Coral Infantil Pequenos Girassóis da Paróquia São Tiago Maior de BH/MG. Mais tarde passou a incorporar adultos e também remanescentes do Coral Fonte de Luz de outra comunidade da mesma paróquia. Hoje, sua formação conta com cerca de 25 integrantes, distribuídos em quatro naipes, sendo grande parte alunos ou ex-alunos dos cursos de musicalização do Projeto de Música São Tiago. Dentre os locais em que já se apresentou, podemos destacar a Igreja São José (Centro-BH), Centro Cultural Padre Eustáquio, Projeto Assistencial Novo Céu, Quatro Cantos – Corais na Praça/2011 e 2013 – Casa de Cultura de Sete Lagoas/MG, Encontro de Corais do IEMG/2013, Festival Pelos Verdes Cantos de Minas-Inhotim /2013, XI Encontro de Corais de Mariana/ 2013 e com a Orquestra Jovem de Itabira-MG em 2014. No final do ano passado cantamos em 5 igrejas da região de Belo Horizonte cantando um repertório composto apenas por Ave Marias, sendo uma composição nossa, de 2015. Atualmente contamos com cerca de 25 vozes cantando um repertório é misto composto tanto por músicas populares em arranjos próprios, como músicas e arranjos próprios de música religiosa e músicas sacras.

Foto

Coral Sicoob Credicom - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Emanuelle Cardoso

Iniciou seus estudos no Centro de Formação Artística da Fundação Clóvis Salgado (CEFAR), tendo se formado no curso de Canto em 2014, na classe da professora Conceição Nicolau. Orientada pelo maestro Márcio Miranda Pontes, participou do curso de regência coral, pelo projeto Oficina Coral. Atuou como regente do Coral Prata Encanto & Voz, de São Domingos do Prata; do Coral Infantil Unimed – BH, e do Lumen – Grupo Artístico, neste último, também como idealizadora. Foi integrante do Ars Nova – Coral da UFMG, sob a regência da maestrina Iara Fricke Matte, alcançando a 3ª colocação na categoria Coro Misto no Festival de Música de Cantonigròs de 2016. Foi solista na Missa em Lá Maior de Bach, Come, ye Sons of Art de Purcell e Gloria de Vivaldi. Cursa bacharelado em canto na UFMG, com a professora Luciana Monteiro; atua como regente e arranjadora do Coral SICOOB CREDICOM e Coral Campus em Canto (UFMG) e é integrante do Grupo Vocal Octa Plus e do Coro Madrigale, sob a regência de Arnon Oliveira. Foi vencedora do Concurso Jovem Músico BDMG em 2014.

Release do Coral:

O Coral Sicoob Credicom teve início em maio de 2014 com a adesão de muitos funcionários e a condução da Maestrina Emanuelle Cardoso. No início de 2015 o Coral passou a contar também com a participação dos cooperados e cônjuges de funcionários, proporcionando ao grupo interação com os associados da cooperativa e também com os seus familiares. O grupo representou a cooperativa no Festival Internacional de Corais de 2015, unindo-se a mais de 100 grupos, nacionais e internacionais, que se apresentaram em Belo Horizonte, além de participação nos eventos corporativos da Credicom, como o Encontro Estratégico e o lançamento do Programa FIC+Feliz com público superior a 300 pessoas. Em julho de 2016 o coral apresentou o Concerto Cênico "Dos Sonhos que Ouvi Cantar", juntamente com o Coral Campus em Canto, da UFMG. Hoje, o Coral Sicoob Credicom tem um conjunto dedicado, unido, múltiplo e feliz, porque a música proporciona isso, ela nos transforma em algo maior do que podíamos supor. A música expressa o que vai em nossa alma – expressa com alegria, com amor, com diferentes tons e ritmos.

Foto

Coral St. Jude - Belo Horizonte/MG

Foto

Regente: Josi Trevizan

A Regente Josi Trevizan é pianista, graduada pela Universidade Estadual de Minas Gerais, e psicóloga, graduada pela Universidade FUMEC. • Diretora da escola Chorus, Música e Psicologia, atuando como professora de piano, psicóloga e regente de dois corais. • Regente do Coral St. Jude. (25 vozes/adulto) - coral para funcionários. (desde 2008). Participação no Festival Internacional de Corais de 2009 até este ano de 2016. • Atualmente é regente do coral infantil do Instituto Cristão do Caiçara, formado por alunos do período integral da escola. • Atuou como regente do coral Nosso Momento, no Centro de Referencia ao Idoso, no bairro Caiçara, desde janeiro de 2012, projeto patrocinado pela St. Jude Medical e aprovado pelo Ministério da Cultura. Coral formado por 60 idosos. • Foi Regente do Coral Cantores do Marieta (40 vozes/infantil) – patrocinado pela empresa St. Jude Medical. (lei de incentivo a cultura) – 2009 a 2011 • Rondonista – julho de 2011, em Montezuma. (Projeto RONDON-PUC MINAS) • Foi regente do coral formado por idosos na FUMEC (40 vozes) – NEETI (início - setembro de 2011até final de 2012. • Foi professora de canto (aula para idosos) no CEMEI – FUMEC (60 idosos). (início - agosto de 2011 até final de 2012.

Release do Coral:

O Coral St Jude, iniciou suas atividades em Julho de 2008, sob regência de Josi Trevizan. O Coral, formado atualmente por 25 colaboradores da St Jude Medical Brasil, busca utilizar o canto como um canal de integração, desenvolvimento da disciplina, criatividade, concentração e combate ao stress. Além disso, visa proporcionar momentos de diversão, alegria, desenvolvimento da auto-estima e, conseqüentemente, melhorias no ambiente de trabalho. O Coral St Jude, participa de eventos da própria empresa e, também em Festivais de corais pelo Brasil. Participamos das edições do FIC de 2009 até 2015.

Foto

Coral Total - Tres Coraçoes/MG

Foto

Regente: Mayara Silva Blanco

Mayara Blanco, natural de Americana-SP, iniciou seus estudos musicais aos oito anos no conservatório Estadual de musica de Varginha, fez piano clássico e logo após licenciou-se em musica na UNINCOR, em Três Corações, com habilitação em Canto Lírico. Foi, por 5 anos, maestrina do coro municipal de Caraguatatuba, que ja se apresentou diversas vezes no FIC, atualmente professora do conservatorio estadual de musica de Varginha- MG e maestrina do Coral Total, da empresa Total Alimentos, da cidade de Tres Coraçoes- MG..

Release do Coral:

O Coral Total iniciou suas atividades em 2003, em Três Corações, composto somente por vozes masculinas. Contando com 60 integrantes, todos funcionários da empresa Total Alimentos, patrocinadora do projeto e com o principal objetivo de proporcionar aos seus colaboradores um momento de interação e entretenimento. Participou de Encontros de Corais nas cidades de São Lourenço, Caxambu, Cambuquira, São Bento Abade, Varginha, São Tomé das Letras, Juiz de Fora (MG), Saquarema, Barra Mansa (RJ), Alumínio (SP), entre outras. Além de diversas apresentações na cidade de Três Corações, como casamentos, missas, cultos evangélicos, cantatas de Natal, e durante eventos da Empresa Total Alimentos. Até dezembro de 2014 esteve sob a regência da maestrina Rosimeire Bernardes, que veio a falecer no ano seguinte. Durante este período o coral ficou inativo, realizando somente duas apresentações, sendo uma na SIPAT Total Alimentos e outra na cidade de São Bento Abade, onde prestaram uma carinhosa homenagem à saudosa e inesquecível maestrina Rosimeire Bernardes. O Coral retorna suas atividades em agosto de 2016, agora com 18 integrantes, sendo nove funcionários da Total Alimentos e nove convidados, sob a regência da maestrina Mayara Blanco, mas mantendo sua essência nas vozes masculinas.

Foto

Coral Una Voz - Itaúna/Minas Gerais

Foto

Regente: Juliana Lima

Juliana Lima é natural de Itaúna e iniciou seus estudos de canto com a professora Marilene Clara Fonseca. Foi aluna de Denise Tavares e participou de masterclasses com os professores Veruska Mainhard, Marcos Thadeu e Neyde Thomas. É graduada em Música / Licenciatura com habilitação em canto lírico sob orientação da professora Elenis Guimarães, pela Universidade Federal de São João Del-Rei - MG. Atuou como solista junto à Orquestra e Coro do Departamento de Música da UFSJ na obra Gloria, de Vivaldi. Foi selecionada para realizar recital solo no Programa Música XXI, da UFSJ, em 2010 e 2011. Integrou como corista o coral Una Voz de Itaúna e o grupo de música colonial mineira “Capela del Rei” com o qual realizou turnê em 2011 pela região centro-oeste e norte do Brasil. Atualmente leciona música no Projeto Usina de Sonhos, Sesi e “Espaço Viva Música”. É regente dos Corais Una Voz, Infantojuvenil de Itaúna, Coral do Espaço Cultural, Sagrado Coração de Jesus e mantém um duo de canto e violão com o violonista Lúcio Guimarães.

Release do Coral:

O Coral Una Voz foi fundado em 1996 pela regente Juliana Grassi Pinto Ferreira, através de um projeto de iniciativa da Prefeitura Municipal de Itaúna. Desde então, realiza concertos e apresenta-se na cidade e região, com um repertório composto por músicas eruditas, populares e folclóricas de vários países. Já participou de diversos festivais de corais, entre eles o Febacor, Festival Bach de Corais de São Lourenço, o 5º. Circuito de Corais de Diamantina (2005), e o FIC-Festival Internacional de Corais edições 2009, 2010 e 2011 em Belo Horizonte, Ouro Preto e Inhotim (Brumadinho), respectivamente. Entre outros trabalhos, vem dedicando-se ao projeto "Viva a Música do centro-oeste mineiro" que reúne compositores, cantores e instrumentistas de Pitangui, Pará de Minas e Itaúna, com o objetivo de somar esforços para o crescimento e a difusão da cultura musical do centro-oeste mineiro que teve como primeiro registro o Cartão CD “Feliz Natal”, lançado em 2010. Em 2013, o coral Una Voz ganha nova direção, tendo à frente a regente Juliana Lima, e participa de vários concertos em parceria com os corais Arte Nossa de Pará de Minas e Palestrina de Itatiaiuçu. Em 2014 realiza o I Encontro de Corais de Itaúna e, em 2015, entre outros trabalhos participa, juntamente com vários outros corais do estado de Minas Gerais, de um coral de 300 vozes, formado para homenagear o Governador Alberto Pinto Coelho em solenidade no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte.

Foto

Coral Viva Você - Vitória/Espirito Santo

Foto

Regente: Michelle Cristina Fanti Sales

Michelle Cristina Fanti Sales Fraga, nascida no dia 21 de julho de 1977, iniciou seus estudos ao piano no ano de 2003. Ingressou no Seminário Teológico do Espírito Santo no ano de 2007 onde formou-se no curso de Música Sacra. Leciona música em escolas da rede estadual desde o ano de 2014 através do Projeto Bandas e Corais nas escolas. Atualmente está cursando na Faculdade de Música do Espírito Santo “Maurício de Oliveira” o curso de Licenciatura em Música. Casada com Jorge Xavier Fraga a 16 anos com quem tem duas filhas, Elisa e Alice.

Release do Coral:

Vimos apresentar a motivação que leva à certeza de que a participação do coral “Viva Você” da SEDU não só no referido evento, mas em apresentações em qualquer lugar público, trás reflexos positivos e importantes no processo de educação do Estado, missão maior dessa Secretaria de Estado da Educação - ES. O Coral Viva Você tem apenas sete anos de existência, mas por ter tido oportunidade de se apresentar e não só treinar, cresceu em sua qualidade, hoje reconhecida em todas as apresentações de eventos da Diretoria da Secretaria de Estado da Educação do Estado do Espírito Santo, a comunidades carentes entre outros. O objetivo com a criação deste Coral era promover o bem estar do servidor, desenvolvendo ações que possibilitem a cooperação, o trabalho de equipe, o relacionamento interpessoal, a melhoria da autoestima e da qualidade de vida e o respeito à diversidade, bem como representar a secretaria de Estado da Educação do Espirito Santo com responsabilidade e excelência em eventos e encontros de corais. Atualmente é composto por 20 coralistas dentre eles: servidores efetivos ativo, aposentados, DT’s, Comissionados, alunos da rede estadual de ensino. Regido atualmente pela Michelle Cristina Fanti Sales e pelo Instrumentista Silas Cordeiro. O Coral Viva Você concentra seus ensaios na Unidade Central da Secretaria de Estado da Educação, nas segundas e quintas-feiras no horário das 17h às 19h. Ao longo desses sete anos foram mais de 50 apresentações em espaços abertos e fechados, estadual e nacional. Alguns eventos: Festival de Inverno de Domingos Martins - ES, Festival Internacional de Corais em BH, Natal Luz, Encontro de Corais do ES, Festival de Corais no IFES, VIII Festival Nacional de Corais em Conservatória RJ, apresentações em ONG´s, escolas, dentre outros.

Foto

Coral Voix-Là - Viçosa/Minas Gerais

Foto

Regente: Cleber José da Silva

Cleber José da Silva é Técnico em Canto pelo Conservatório Estadual de Música Prof. Theodolindo José Soares, de Visconde do Rio Branco - MG. Foi regente do Coral da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Coral da Casa Villa-Lobos de Guanhães e Coral Fermata de Viçosa. Atualmente é professor adjunto no Departamento de Ciências Exatas e Biológicas do Campus de Sete Lagoas da Universidade Federal de São João Del-Rei. Coordena o Projeto de Extensão \"Música no Campus de Sete Lagoas da UFSJ\", que leva ensino de música através de flauta doce a comunidades carentes do entorno do Campus. É também regente do Coral Voix-Là do Departamento de Letras da UFV.

Release do Coral:

O Coral Voix-Là é um projeto de extensão do Departamento de Letras da Universidade Federal de Viçosa coordenado pela Profa. Gracia Regina Gonçalves. Tem o objetivo de estimular o aprendizado de línguas por meio da música. Surgiu em julho de 2006. Com repertório popular e erudito, o grupo canta peças em português, inglês, espanhol, hebraico, italiano, latim, japonês, alemão, dialetos africanos, indígenas, entre outros. Além de promover a difusão do ensino de línguas, o Voix-Là é uma opção cultural para lazer, eventos e apresentações. Atualmente, o Voix-Là é aberto a todos os alunos da UFV, e conta com a supervisão linguística da professora do Departamento de Letras Gracia Regina Gonçalves – que ensina a pronúncia das palavras e os significados das músicas. Além de cantar em apresentações semestrais próprias - abertas à comunidade de Viçosa -, o coral participa de eventos acadêmicos e culturais com repertório eclético, que vai da música popular brasileira a peças renascentistas.

Foto

Coral Voz Em Canto - Belo Horizonte/MG

Foto

Regente: Prof. João Adamor Neves

Prof. Adamor Neves lida com coral desde a época em que era estudante da PUC, tendo participado do coral do mesmo nome, sob a direção do Padre Nereu Teixeira. Nesta época criou o coral da Fundação Dom Silvério, em Congonhas, MG, onde trabalhou durante quatro anos, de 1973 a 1977. A seguir, transferiu-se para Viçosa, como professor, sendo convidado para criar o coral da Universidade, onde atuou durante seis anos. Parou de ser regente porque foi fazer doutorado no Reino Unido. Durante o período em que foi regente do coral da UFV,, Prof. Adamor participou de vários cursos de regência coral, de encontros estaduais de corais e seminários patrocinados pela FUNARTE, sobre técnicas de regência coral. Foi aluno de Carlos Alberto Fonseca, Eladio Pérez e Afrânio Lacerda. Devido a constantes mudanças, esteve na Europa, durante dezesseis anos, tendo participado de corais e cursos de regência em Stirling, Escócia e Lisboa, tendo sido o regente substituto do Coro Renascença, ligado à Rádio Renascença, da Arquidiocese de Lisboa. De volta ao Brasil, o regente Prof. Adamor foi para Fortaleza, onde criou o coral Tauape, tendo funcionado durante quatro anos. De lá, após se aposentar da universidade, transferiu-se para Uberlândia, onde criou outro coral que funcionou por cerca de quatro anos e meio.

Release do Coral:

O Voz Em Canto começou suas atividades em novembro de 2015, por iniciativa de seu regente, Prof. Adamor Neves, que acabava de se mudar de Uberlândia para cá. O vigário da igreja de Santa Efigênia, Padre Anderson, estimulou a criação do coral, oferecendo o espaço da salão paroquial para os ensaios. Com um mês de atividade o coral se apresentou no Natal de 2015 com apenas 8 integrantes. De lá para cá ele já se apresentou dez vezes, em locais diferentes e atualmente conta com 21 integrantes. Os ensaios acontecem duas vezes por semana e o coral canta um pouco de tudo, mas com ênfase na música popular, brasileira e internacional. Prof. Adamor lida com corais há bastante tempo e foi o fundador do coral UFV, da Universidade Federal de Viçosa, em 1978, o qual continua em atividades até hoje.

Foto

Coral Vozes da Liberdade - PRMG - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Rodrigo Garcia

REGENTE - RODRIGO GARCIA - Bacharel em Regência, Violoncelo e Composição pela Escola de Música da UFMG. Regente Titular do Coral Vozes da Liberdade - PRMG desde a sua criação e também de outros corais de Belo Horizonte (atualmente Coral Ases MG e Grupo Orguel Musical). Rodrigo também participou de diversos eventos como regente, violoncelista, guitarrista, arranjador, produtor e compositor, tendo o prazer de trabalhar com grandes nomes da música brasileira como Alceu Valença, Paulinho Santos e Décio Ramos do Uakti, Cálix, Cartoon, Aggeu Marques, Renato Savassi e a Orquestra Ouro Preto. Fundador da Orquestra Sinfônica Libertas com a qual pôde fazer alguns concertos com casa lotada no Palácio das Artes em homenagem aos Beatles.

Release do Coral:

O Coral Vozes da Liberdade é composto em sua maioria por servidores da Procuradoria da República em Minas Gerais e foi criado em abril de 2011. O Coro foi instituído, inicialmente, apenas com a ideia de promover uma melhor integração e busca do bem-estar no ambiente de trabalho mas, aos poucos, o gosto pela música e o prazer de cantar, extrapolou as fronteiras e o grupo já chegou a se apresentar em instituições de caridade, asilos e em outras instituições públicas, além de participações na Cantata de Natal da Assembleia Legislativa/MG e em edições anteriores do FIC . O Coral Vozes da Liberdade possui repertório basicamente de música popular brasileira, acreditando que a boa música proporciona momentos de encantamento e alegria interior. Utiliza violão e instrumentos percussivos como carron, shakers e triângulo.

Foto

Coral Vozes da Serra - Ouro Branco/Minas Gerais

Foto

Regente: Cássio Marcelo

Cássio Marcelo nasceu 07/05/1988 em Ouro Branco, Minas Gerais, onde cresceu sob as influências e referências de músicos da cidade. Iniciou os estudos musicais no violão clássico com Marcelo Cruz e Leonardo Amorim. Logo após entrou na Casa de Música de Ouro Branco onde fez parte do Grupo de Violões da Casa de Música organizado por Charles Roussin. Participou das cinco primeiras edições da Semana de Música de Ouro Branco onde participou de masterclasses de violão com Fábio Zanon, Mario Ulloa, Fernando Araújo e Alieksey Viana. Participou de oficinas de Coral com Arnon Sávio de Oliveira e também da oficina A Voz e o Instrumento com Babaya. Participou de vários Workshops com músicos renomados. Entre eles, dois promovidos pela Mostra Internacional de Música de Olinda. O workshop World Music ministrado por Richard Bona e o Workshop de Violão ministrado por Juarez Moreira. Formou-se em Música/Licenciatura com habilitação e Violão pela Universidade Federal de Ouro Preto, onde teve aulas de violão com André Siqueira, Michel Maciel e Humberto Junqueira e de harmonia com Guilherme Paoliello. Pela UFOP, maestro do coral de 3ª idade UFOP em Serenata e monitor do Coral UFOP. Defendeu a monografia com título Danza Caracteristica – Contexto Histórico da Obra orientado por Bernardo Fabris.

Release do Coral:

Coral Vozes da Serra em Ouro Branco, Minas Gerais, por iniciativa de diretores da AEA e de associados, nascia no ano de 1994, com o apoio dessa associação. Um sonho, um desejo idealizado e concretizado por muitos daqueles que depois se tornaram componentes desse coral. Com 10 anos de existência o Coral Vozes da Serra da AEA, sob a regência do Maestro Nilson Alves de Castro, paralisa suas atividades com sua última apresentação em um encontro de corais de Ouro Preto. No ano de 2007 a Associação Casa de Musica de Ouro Branco apadrinha o coral adotando um repertório de musica erudita para coral. Com o nome de Coral Vozes da Serra da Casa de Música de Ouro Branco, tinha como maestro Charles Roussin. As atividades foram de 2007 à 2009. No ano de 2012, o Coral Vozes da Serra entra em sua terceira fase retornando as atividades e novamente sendo patrocinado pela AEA. Atualmente está sob a regência do Maestro Cássio Marcelo.

Foto

Coral Vozes da Vida e Saúde - Natal/Rio Grande do Norte

Foto

Regente: Marcelo Pereira da Silva

Musicoterapeuta e Maestro Marcelo Pereira, licenciado em musica pela UFRN, Bacharel em musicoterapia pelo CBM - RJ e FAP PR, pós graduado em musicoterapia pela UFPI, mestrado em musicoterapia pela Universidade Pontifícia em Salamanca na Espanha, professor convidado na UFRN UNPRN e FACHO PE, Musicoterapeuta do NAST do Hospital Giselda Trigeuiro - SESAP RN, utiliza o canto coral como ferramenta de trabalhode inclusao social, humanizaçao e qualidade de vida com habilitação e reabilitação de pacientese trabalhadores. Autor de pesquisas em Musicoterapia no Brasil e na Europa. Professor de canto, supervisor nas áreas de música normal e musicalização especial , música em terapia e musicoterapia, conferencista facilitador em oficinas de sensibilização psicoacústica.

Release do Coral:

O Coral Vozes da Vida e Saúde do núcleo do trabalhador NAST do hospital Giselda trigreiro, e nível central da secretaria de saúde do estado do Rio Grande do Norte, misto e a quatro vozes, objetiva diminuir o stress e a prevenção do bournet, atuando no projeto de humanização , inclusão social e qualidade de vida , agregando funcionários e usuúrios, estimulando a elevação da auto estima, rompendo os paradigmas do preconceito e valorizando o potencial de cada pessoa numa abordagem humanista existencial. O grupo com vastíssimo repertório em diversas linguas, agenda sempre lotada e na sua trajetória várias paraticipações em encontros e festivais dentro e fora do estado.

Foto

Coral Vozes das Gerais – INSS/RFB - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Robson Lopes

Robson Lopes (Regente) Licenciado em Educação Artística Habilitação em Música pela UEMG? Bacharel em Música Composição pela UFMG? Bacharel em Música Canto pela UEMG? Mestre em Música pela UFMG. Tem em sua discografia cinco CD's atuando como regente e cantor. Atualmente é integrante do Coral Lírico de Minas Gerais e desenvolve pesquisa sobre a música mineira do séc. XIX. Desenvolve atividades como tecladista e arranjador.

Release do Coral:

O Coral Vozes das Gerais INSS/RFB foi fundado em agosto de 1998. É formado por servidores do INSS e RFB e familiares. Lançou seu primeiro CD pela BEMOL em março de 2003 e atualmente se prepara para a gravação de CD de repertório de música mineira do séc. XIX. Tem atuação junto às suas instituições e em diversos eventos. Seu repertório apresenta ecletismo e conta com a participação do pianista Paulo Faria.

Foto

Coral Vozes de Prata - São Domingos do Prata/Minas Gerais

Foto

Regente: Edméa Saldanha Lima

Licenciada em Música – Habilitação em Canto pela UEMG- Universidade do Estado de Minas Gerais desde 2009, também estudou no Palácio das Artes- CEFAR (2001) e na Ordem dos Músicos (1986-1987). Professora de música e Cantora desde 1990, trabalha há 5 anos como Regente do Coral Adulto “Vozes de Prata”. Também é professora de Música na Escola Novaerense, do 1º Período ao 5º ano, Escola Municipal Duval Mendes, 1º e 2º anos e Centro de Educação Infantil Efigênia Lopes Vieira, 1º ao 5º ano (tempo integral) e dá aulas particulares de violão, teclado, flauta doce e técnica vocal. Em São Domingos do Prata foi Regente do Coral Infanto-Juvenil “Prata Encanto & Voz” da Casa de Cultura Chiquito Moraes em 2009 e de 2012 a 2013, onde também atuou como professora de Flauta Doce, Teclado e Musicalização Infantil. Em João Monlevade trabalhou no CENTEC/DOCTUM de 2011 a 2013 e na Escola de Música Daniel Bahia em 2012 Em Belo Horizonte foi Regente de Coral, proprietária e professora da Escola de Música “Sons & Dons”, de 2000 a 2005.

Release do Coral:

O Coral Vozes de Prata é um coral independente, criado em 2011 por um grupo de amigos com os mesmos ideais de aperfeiçoamento musical e convivência. É regido desde sua fundação pela maestrina Edméa Lima e conta com o apoio da Casa de Cultura Chiquito Moraes. È composto por dois naipes de vozes masculinas, tenor e baixo e dois naipes femininos, soprano e contralto e trabalha músicas do repertório popular e erudito. É a terceira vez que se inscreve no FIC. Suas apresentações acontecem principalmente em sua cidade, São Domingos do Prata, em eventos como “Festa do Padroeiro”, Cerimônias Oficiais do Município e do Tribunal de Justiça e “Cantata de Natal”. Já fez apresentações em Belo Horizonte, Ouro Preto, Nova Era e Santuário do Caraça.

Foto

Coral Vozes de Santa Catarina - Florianópolis /Santa Catarina

Foto

Regente: Robson Medeiros Vicente

O Maestro Robson Medeiros Vicente é Natural de Armazém, Santa Catarina-BR, teve sua iniciação no meio musical aos oito anos de idade e desde então vem aprimorando sua formação na música com cursos de teoria musical, técnica vocal, teclado e violão. Geralmente faz os arranjos próprios para os corais em que rege. Tendo como experiência a participações em outros grandes coros, um deles o Coral Vozes da Primavera, dirigido pela Soprano Rute Guebler e o Coral Acorde Coração onde foi solista, e Regido pelo Grande Maestro Catarinense José Acácio Santana. O Maestro Robson, acumula em sua caminhada apresentações por toda a América e Europa. Realizou diferentes apresentações, como Oratórios, Shows, Festivais, Encontros de Corais e Celebrações Eucarísticas. .

Release do Coral:

Coral Vozes de Santa Catarina surgiu da união entre os corais regidos pelo Maestro Robson Medeiros Vicente para apresentações especiais. Conta com cantores dos seguintes corais: Coral Encantos, Coral Eletrosul, Coral Movimento de Irmãos de Capoeiras, estes de Florianópolis. Coral Nova direção da Ponte de Imaruí da cidade de Palhoça e Coral Vozes do Sul da cidade de Armazém. O Coral Vozes de Santa Catarina conta assim com aproximadamente 300 cantores. O Coral Vozes de Santa Catarina cantou na abertura do outubro rosa em Florianópolis nos anos de 2011, 2012, 2013 e 2014. Cantou no aniversário da cidade de Florianópolis em 2012, num evento aberto ao publico e organizado pela prefeitura. Apresentou concertos próprios, sendo os dois últimos em 2011 e 2013. Participa de encontros de corais em várias cidades, no ano de 2013, fez sua primeira apresentação fora do estado, participou do Encontro de Corais de Conservatória, Rio de Janeiro, participando novamente em 2014. Em abril de 2015, participou do IV Festival internacional de Corais na tríplice fronteira em Foz do Iguaçu. E Em Dezembro participou mais uma vez do Encontro de Corais em Conservatoria. Apresenta todos os anos especiais de Natal por várias cidades de Santa Catarina, em especial o Oratório Natividade, obra de autoria do poeta, compositor e maestro catarinense José Acácio Santana,que conta em forma de musical o nascimento de Jesus Cristo. No ano de 2015 e 2016 também irá estrear a peça oratório do Espírito Santo, também composta pelo maestro José Acácio Santana

Foto

Coral Vozes Do Campus (UFMG) - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Marcelo Minal

Marcelo Minal nasceu na cidade mineira de Pedro Leopoldo no dia 3 de janeiro de 1984. Iniciou seus estudos musicais no início de 1998. Dois anos depois estreiou sua carreira musical como baixista e vocalista de uma banda local de rock. Três anos após a sua estréia se mudou para Belo Horizonte para investir em sua carreira. Desde então já trabalhou de diversas formas no meio musical: professor de canto e violão, músico de banda, cantor corista, transcritor, arranjador, maestro de corais e até ator/cantor de músicais. Iniciou suas atividades como regente assistente do Coral Albino Teixeira e hoje rege o Coral Vozes do Campus (UFMG) e vários outros corais.

Release do Coral:

O Coral Vozes Do Campus foi fundado em 1997, dentro do Projeto Corais do Campus (UFMG) a partir de um antigo coral de funcionários da instituição. Atualmente o grupo é composto por alunos da graduação e mestrado, ex-alunos, funcionários e membros da comunidade externa. Ao longo de sua história, o grupo já se apresentou em diversos locais do Campus UFMG (Praça de Serviços, Escola de Música, Reitoria, Auditório da FALE, etc), em diversas igrejas (Igreja Da Boa Viagem, Igreja Lourdes, Igrejinha da Pampulha) e em diversos outros locais como no coreto da Praça Da Liberdade, Praça da Assembleia, Rodoviária de BH e etc. As apresentações mais marcantes foram uma apresentação com o violeiro Chico Lobo, uma apresentação com a Orquestra Sinfônica da EMUFMG, na ocasião sob regência do Professor Silvio Viegas e uma apresentação com a Gerais Big Band, sob regência do Maestro Paulo Lacerda. Em sua grande trajetória o coral já esteve sob a regência de vários outros maestros: Maria do Carmo Campara, Vivian De Assis, João Tarcísio (Tatá), Rodrigo (da banda Calix), Renato Pedroso, Elicelma, Samuel Fagundes, etc, e atualmente é regido por Marcelo Minal, que também é o arranjador musical do atual repertório. No repertório do coral a música popular sempre foi predominante e atualmente contamos com arranjos exclusivos de músicas de MPB, Pop Internacional e temas de filmes.

Foto

Coral Vozes do Forte - Rio de Janeiro/Rio de Janeiro

Foto

Regente: Fabiano Muniz

Fabiano Muniz, profissional graduado em Música na modalidade Licenciatura pela Unirio. Antes da universidade, Fabiano iniciou seus estudos em música sob orientação dos professores Cosme Galindo e Emma Barros. Durante sua formação, teve a oportunidade de trabalhar ou estudar com os principais nomes do canto coral no Rio de Janeiro: André Protásio, Carlos Alberto Figueiredo, Eduardo Lackschevitz, Júlio Moretzsohn, Marcos Leite, Maria José Chevitarese, Patricia Costa e Valéria Matos. Também em sua formação foram determinantes as Oficinas de Música de Curitiba/PR, os cursos Internacionais de Regência Coral da Oficina Coral do Rio de Janeiro e os Fóruns Rio A Cappella de Música Vocal (ambos no Rio de Janeiro) e o Festival Gran Finale em São Paulo, organizado pela Associação de Regentes de Corais Infantis (ARCI). Destaca-se, em sua carreira, a atuação nos principais conjuntos corais e salas de concerto do cenário carioca, como o coro juvenil São Vicente a Cappella (Colégio São Vicente de Paulo - Cosme Velho), Coral Brasil Ensemble (UFRJ), Coral da Associação de Canto Coral, Conjunto de Câmara Sacra Vox (UFRJ), Coro Sinfônico do Rio de Janeiro e no Conjunto Calíope. Neste último, participou da gravação da trilha sonora do filme "Nosso Lar" (2011), composta por Phillip Glass, do CD "Vozes do Brasil" (2012) com obras corais do compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos e da gravação do Requiem de Mozart com a Orquestra Barroca de Juiz de Fora (2013). Atualmente, além do Coral Vozes do Forte, é atuante no magistério lecionando na Rede Municipal do Rio de Janeiro e no Colégio Pedro II.

Release do Coral:

O Coral Vozes do Forte tem por objetivo cumprir a missão de estreitar os laços entre a sociedade e o Exército Brasileiro, nos diversos eventos civis e militares para os quais é convidado, sendo referência e alvo de elogios que servem de contribuição para que o nome do MHEx/FC seja lembrado como sinônimo de Cultura e Civismo. Para ampliar a nossa divulgação, é montada durante as apresentações uma Exposição Itinerante, denominada "Cultura e Civismo", composta por sete banners que levam aos espectadores conhecimentos sobre o Museu Histórico do Exército e Forte de Copacabana. Como objetivos específicos, o projeto Coral Vozes do Forte busca: representar o Exército Brasileiro e o MHEx/FC nos diversos eventos civis e militares, divulgando as nossas tradições, crenças e valores através do canto coral; utilizar-se dos meios musicais e extramusicais que permeiam o projeto para uma formação holística do cidadão, abrangendo a formação geral, o conhecimento cultural e os valores morais e cívicos; estimular a formação cultural e musical do corpo de militares que participam do projeto; estimular os militares que têm musicalidade latente ou que já têm alguma formação musical a buscá-la e se aperfeiçoar até o término do serviço militar. Público-alvo Além da sociedade como um todo, o público-alvo do projeto é jovem militar que incorporou às fileiras do Exército e todos aqueles que o cercam, como seus familiares, amigos etc., proporcionando ao militar ampliar seu conhecimento geral e musical, entregando à sociedade um cidadão experimentado na cultura e nos valores morais e cívicos. - Total de militares que já participaram do projeto: 170 militares entre subtenentes, sargentos, cabos e soldados. - Número aproximado de apresentações: Aproximadamente 150 apresentações em sete anos. - Apresentações fora da sede: Estado do Rio de Janeiro: Arraial do Cabo, Barra Mansa, Itatiaia, Maricá, Penedo e Saquarema. Estado de Minas Gerais: Belo Horizonte, Betim, Brumadinho Juiz de Fora, São João Del Rey e São Lourenço Estado de São Paulo: Campinas, Guaratinguetá, Lorena e Piracicaba

Foto

Coral Vozes do Vale do Paraopeba - Piedade do Paraopeba/Minas Gerais

Foto

Regente: Tania Caramaschi

Professora de música desde 1984, formação musical pela FUMESO, Fundação Educacional de Olinda (Conservártorio de Música) e pela UEMG. Estudou piano clássico e popular, violão clássico e popular e acordeon. Criou o Espaço Cultural Arte Nossa, em Piedade do Paraopeba em 2011, visando trabalhos no Inhotim, onde mistura música e dança num trabalho social patrocinado pela mineradora da região.

Release do Coral:

O coral surgiu para um trabalho na Igreja Matriz de Nossa Senhora de Piedade com peças religiosas. O grupo gostou e hoje está fora da Igreja cantando repertório clássico, religioso e popular. Tem duas apresentações fixas, dia das mães em maio e cantata de natal em dezembro. Trabalha com o apoio da comunidade, Secretaria de Turismo e Cultura de Brumadinho e da Igreja local. O coral é formado com pessoas da terceira idade.

Foto

Coral Vozes na Estrada - DER - BELO HORIZONTE/MINAS GERAIS

Foto

Regente: André Durval

O Maestro André Durval é Especialista em Educação Musical e Licenciado em Música com Habilitação em Piano pela UEMG. É professor de piano na Escola de música Allegretto e professor de música do Hospital Sofia Feldman. Em parceria com o Maestro Lindomar Gomes, atua a frente dos diversos eventos direcionados ao canto como pianista, acordeonista, arranjador e regente. Vem acompanhando diversos corais nacionais e internacionais e já acompanhou diversos artistas como Lô Borges, Toninho Horta, Wilson Sideral, Tianastácia, 14Bis, Marcus Viana, Tadeu Franco entre outros. É transcritor das obras de Marcus Viana para orquestra e Maestro do Coral Vozes na Estrada (DER-MG)

Release do Coral:

Fundado em 25 de abril de 2000, o Coral Vozes na Estrada é integrante do Projeto Qualidade de Vida do DER/MG. Enquanto um grupo de profissionais rodoviários, o Coral leva alegria e cultura por onde se apresenta, contribuindo para o fortalecimento da imagem institucional do nosso Departamento. Tem como visão ser uma referência musical consolidada no meio rodoviário. Sua missão ou propósito é oferecer a saudável prática musical à comunidade rodoviária. Tem como principais objetivos: propiciar a integração através de ações culturais, contribuir para o enriquecimento cultural e motivacional, estimular a expressão cultural, facilitar o desenvolvimento de competências para o trabalho em equipe. Os valores que são preconizados pelo coral Vozes na Estrada: alegria, responsabilidade, bom humor, companheirismo, comprometimento, assiduidade. É regido pelo Maestro André Durval, desde 21/07/2016. É composto por 19 integrantes. Dentre suas apresentações, destacam-se o MinasCantat e Encontro de Corais, promovidos pela Assembleia Legislativa, além de diversas apresentações em eventos comemorativos institucionais e programas como Painel de Música Coral, no Teatro SESIMINAS, Concerto Quatro Cantos – Coral na Praça, promovido pelo BDMG Cultural, apresentações no Hospital da Santa Casa (pediatria), em Centro de Reabilitação e Hemodiálise, em escolas para excepcionais e creches.

Foto

Coro Anima Christi - Vitória/Espírito Santo

Foto

Regente: Diácono Julio Bendinelli

O professor e maestro Diácono JULIO BENDINELLI já fundou e dirigiu diversos coros em todo o Estado. É sócio fundador da Associação Brasileira de Regentes de Coros (ABRC), possui em seu currículo musical, entre outros, Cursos de Regência e Técnica Vocal com os Maestros: Roberto Farias, Lutero Rodrigues, Carlos Alberto Pinto Fonseca, Nelson Mathias, Edson Carvalho, Tércio Junker, Elza Lakschevitz, Samuel Kerr, os norte-americanos Gene Brooks (American Choral Directors Association), Henry Leck, James Moore, Stanley Derusha, Weston Noble, John Silantien e Paul Oakley. Possui ainda Master Class em Regência Coral, técnica vocal e cantatas de Bach com o Maestro David Rayl – responsável pela música Coral da Universidade de Missoury (EUA).

Release do Coral:

O Coro Anima Christi = “Alma de Cristo” é o coral litúrgico da Capelania Nossa Senhora da Vitória dos Militares da Polícia Militar do Estado do Espírito Santo. Fundado em julho de 2014 pelo capelão Tenente Diácono Julio Bendinelli, o grupo vocal tem como proposta cantar mensalmente a liturgia dominical na Capela Militar e participar de encontros e festivais de corais no Estado e em todo o Brasil. Sempre insere em seu repertório peças sacras ou de cunho religioso, com o objetivo de evangelizar através da música. Apesar do pouco tempo de formação, o grupo tem sido fiel aos seus objetivos e, para além das celebrações da capelania, já tem atendido, na medida do possível, aos inúmeros convites que recebe e tem participado com frequência tanto em liturgias nas várias paróquias das quatro dioceses no nosso Estado quanto em encontros nacionais e internacionais de coros. Merece destaque participação do Coral no encerramento do XXIII Festival Internacional de Inverno em Domingos Martins na edição 2015, Missa e Recital na Igreja São Francisco no Rio de Janeiro, XXII Encontro Cachoeirense de Coros e 3º Festival Estadual de Coros das Montanhas Capixabas. O Coro Anima Christi tem como coordenadora Neia Bendinelli e é regido pelo Maestro Diácono Julio Bendinelli

Foto

Coro Cênico UCAM - Nova Friburgo/RJ

Foto

Regente: Diogo Rebel

DIOGO REBEL Pianista, regente, compositor e arranjador, Diogo é professor de harmonia, estética, instrumentação e arranjo no curso de Licenciatura em Música da Universidade Cândido Mendes, Nova Friburgo. É mestre em música (composição) pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro — Unirio e graduado pelo Conservatório Brasileiro de Música — Centro Universitário. Formou-se no curso Técnico em Arranjos Musicais pela Escola de Música Villa-Lobos e estudou Regência Coral e Música Sacra na Faculdade Batista do Rio de Janeiro (FABAT). Vencedor do primeiro Concurso Nacional para arranjos vocais “Brasil Vocal CCBB”, promovido pelo Centro Cultural Banco do Brasil, em 2011 e segundo colocado na edição de 2012 do referido concurso, foi convidado pela produção do evento a integrar o júri nas edições de 2013 e 2014 ao lado de Zé Renato, Paulo Malagutti, André Protásio, Felipe Abreu e Patrícia Costa. Em 2008, como bolsista, foi o único arranjador brasileiro selecionado para o Festival Internacional “The Real Acappella Festival”, promovido pelo quinteto vocal sueco The Real Group, na cidade de Västeras, Suécia, estudando com Anders Edenroth, Peder Karlsson, Jake Moulton e Essi Wuorella. Em 2002, participou do VII Curso Internacional de Regência Coral, com o maestro londrino Bob Chilcott, e a maestrina Janet Galván, de Nova York. Como educador ministrou oficinas sobre Música Popular Brasileira durante as atividades pedagógicas em escolas da região de Fribourg, Suíça, em 2004. Participou, em 2003, do "Curso de Atualização para professores de Escolas em Convênio Pedagógico com o Conservatório Brasileiro de Música" em oficinas ministradas por Helder Parente, Maria Antonieta Silva, Valéria Bertoch, Fernando Lebeis e José Costa D Assunção. Estudou, em cursos de extensão, com o compositor húngaro Ian Guest, o guitarrista e arranjador Nelson Faria, Antônio Manuel Guerreiro, Glória Calvente e Elza Lakschevitz. Diogo atua regularmente como professor, compositor, pianista, arranjador e diretor musical. É arranjador do grupo vocal Mulheres de Hollanda e trabalha desde 2002 com o flautista Maycon Lack no duo instrumental Sarau Brasileiro. É arranjador do coro da Aliança Francesa de Nova Friburgo e do coro de câmara Cantomusarte, com o qual fez turnês pela Suíça, México e Argentina. Desenvolve projetos relacionados à arte e Música Brasileira Contemporânea em parceria com a Universidade Cândido Mendes e o grupo SESC Rio, e tem participado anualmente de eventos e mostras de música erudita contemporânea, como o “Panorama da Música Brasileira Atual”, realizado pela UFRJ, e o “Forum dos Compositores”, organizado através da parceria entre as três universidades com pesquisa em música na cidade do Rio de Janeiro: CBM, Unirio e UFRJ.

Release do Coral:

No ano de 2014, convidado a trabalhar na direção do Coro de Câmara da Universidade Candido Mendes, o compositor e regente Diogo Rebel decide montar um espetáculo cênico-musical temático, onde, além do trabalho vocal, os cantores pudessem experimentar, de forma ainda despretensiosa, o teatro e a dança. A parceria entre Edu Lobo e Chico Buarque foi o mote para a pretensa montagem: O Grande Circo Místico, uma história baseada no poema homônimo de Jorge de Lima escrito em 1938, com uma forte carga dramática e belas canções, compostas pela dupla em 1982. Para que o “Circo” embarcasse numa viagem sem contratempos, no tocante à qualidade e ao profissionalismo investido no espetáculo, Diogo convidou a atriz, cantora e diretora Aline Peixoto para trabalhar na montagem. O elenco é composto por quinze cantores e 8 instrumentistas. Para um trabalho vocal mais específico e direcionado o professor de canto e preparador vocal Alfredo Cunha foi convidado a se juntar à equipe. Além de Alfredo, trabalham com na montagem o cenógrafo e figurinista Léo Libâneo, o iluminador Anderson Gripp, o engenheiro de som Sérgio Silva e a diretora de fotografia Lorrany Cruz. Para a estreia do Musical O Grande Circo Místico, em 2015, a empresa STAM Metalúrgica se associou ao grupo, patrocinando integral e exclusivamente a temporadada espetáculos realizada no teatro do Nova Friburgo Country Clube. As récitas do nosso Grande Circo Místico emocionaram muita gente. As músicas são de uma singeleza particular e os arranjos, inéditos, foram escritos especialmente para essa montagem. A banda, músicos de qualidade técnica indiscutível, toca com tamanha precisão que o ouvinte inadvertido pode facilmente confundi-la com uma gravação playback produzida em estúdio. E o coro surpreende! Surpreende pela sonoridade vocal quando executa, de forma irretocável, as intrincadas melodias e harmonias compostas por Edu Lobo. Surpreende quando encanta o público com pequenos gestos, olhares sorrisos e lágrimas.

Foto

Coro de Câmara da Escola de Música Villa-Lobos - Niterói/Rio de Janeiro

Foto

Regente: José Teixeira d´Assumpção Junior

Formado em Música pela Uni-Rio, especializou-se em Regência Coral nos Seminários de Música da Pró-Arte com o Maestro Carlos Alberto Figueiredo. Possui pós-graduação em Arte-terapia e Docência do Ensino Superior pela UCAM. Possui mestrado em Música e Educação pela Uni-Rio.

Release do Coral:

O Coro de Câmara existe há cerca de 12 anos e foi criado pelo Maestro José d´Assumpção Jr. com o objetivo de possibilitar aos alunos e alunas da Escola de Música Villa-Lobos a vivência de uma prática de conjunto vocal compromissada com a excelência e a sofisticação técnico-musical. Ao longo deste tempo o coro se apresentou em inúmeros lugares de importância no nosso cenário artístico, merecendo destaque o Teatro Municipal do Rio de Janeiro, a Sala Cecília Meireles, o Teatro João Caetano, entre outros. Da mesma forma, tem participado de workshops e masterclasses, especificamente, aqueles em que atuou como coro convidado junto ao maestro alemão Martin Schmidt nos cursos internacionais de regência coral organizados através do convênio da Uni-Rio com a UFRJ por intermédio da idealização do maestro Julio Moretzhon. Tendo sempre realizado um repertório absolutamente variado no que se refere ao estilo das canções que executa, hoje, o Coro vem desenvolvendo o espetáculo Bitucanto, a partir do qual, através das músicas de Milton Nascimento, cria uma atmosfera cênica para discorrer sobre a ideia cíclica da vida humana.

Foto

Coro Ecos Sonoros da FEUC-RJ - Rio de Janeiro/Rio de Janeiro

Foto

Regente: David Joaquim de Souza

Oriunda da Orquestra Sinfônica do Corpo de Fuzileiros Navais, graduado em: Educação Artística, Regência de banda e orquestra, Ciências Sociais. Pós graduado em História Contemporânea e Regência Coral pelo Conservatório Brasileiro de Música. Recebeu o título de personalidade do Estado do Rio de Janeiro, contemplado no livro da escritora Nancília Pereira. Representou o Brasil em Modena (Itália), se unindo aos trompistas dos países: Rússia, Holanda, Inglaterra, Áustria e Itália, para tocar o Hino da Comunidade Européia no V Festival Europeu de Bandas Militares. Atualmente é membro da ASBAM (Associação de Bandas do Estado do Rio de Janeiro, Professor e Coordenador do curso de Pós-Graduação em Educação Musical da FEUC, Regente titular da Banda Sinfônica e do Coro Ecos Sonoros das Faculdades Integradas Campo-grandenses. Toda honra e glória sejam dadas a Deus, o autor da música que capacita os escolhidos.

Release do Coral:

Coro Universitário, composto por cerca de 35 integrantes entre professores e alunos da FEUC. Criado em outubro de 1999, desde então vem dando ênfase aos eventos de que participa como veículo de Relações Públicas para a Fundação Educacional Unificada Campo-grandense e as Faculdades Integradas da Zona Oeste do Rio. Das várias apresentações de que participou destacam-se algumas consideradas de relevância para a Instituição e o próprio coral. A gravação de 02 CDS e um DVD, a participação dos FICs de Conselheiro Lafaiete em 2005, Criciuma em 2006 e 2007, Santa Fé Argentina em 2008, BH em 2009 e 20011, San Carlos de Bariloche Argentina em 2010, Camborio-SC em 2015 e outros. Recebeu o troféu " Expressão Cultural " pela secretaria de cultura do Rio. Possui um repertório variado entre o Erudito o popular e o religioso, destacando o popular em especial a nossa MPB.

Foto

Coro Palestrina de Itatiaiuçu - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Thiago Roussin Borges

Thiago Roussin – Professor e Maestro Baixo-barítono, é bacharel em canto pela Escola de Música da UEMG, formando-se na classe da professora Marisa Simões. Atuou como solista em obras como, o moteto “Jesu Meine freude” de D. Buxtehude, as Cantatas 32,82, 131, 156, 211 e 212 de J. S. Bach, “Réquiem” de W. A. Mozart, Credo de M. Julião de Silva Ramos, gravando-o no 8º Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga de Juiz de Fora, “Via Crucis” de F. Liszt edas óperas “La Descente d’Orfheé aux Enfers” de Marc-Antoine Charpentier e “Cosí fan Tutte” de W. A. Mozart, dentre outras. Foi vencedor dos concursos “Segunda Musical” da Assembléia Legislativa de Minas Gerais e BDMG Cultural, ambos em 2006, Jovens Solistas da 4º Semana da Música de Ouro Branco em 2007, I Concurso para Jovens Solistas da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais na Categoria Canto em 2010 e semifinalista no 8º Concurso Internacional de Canto Bidu Sayão no ano de 2008. Como professor, atuou junto ao Coral Vozes da Serra na Casa de Música de Ouro Branco de 2005 a 2007. Também, em 2005 foi professor da Banda de Música do município de Rio Manso. Em 2012, lecionou na Escola de Música de São Brás do Suaçuí, trabalhando com corais infantis e adultos. No ano de 2013, foi assistente de direção na ópera “Dido and Aeneas” de H. Purcell, obra produzida pela Escola de Música da UFMG e apresentada no teatro “Sesc Palladium” em Belo Horizonte. Como cantor do Coral Lírico de Minas Gerais já participou das óperas “Aida”, “Macbeth”, “La Traviata”, “Nabucco”, “Un Ballo in Maschera” e “Rigoletto” de G. Verdi, “Il Guarany” de Carlos Gomes, “Turandot”,“La Bohème” e “Tosca” de G. Puccini,“Les Pêcheurs de Perles” de G. Bizet, “Andrea Chénier” de U. Giordano e várias obras sinfônico corais e corais como a “9º Sinfonia” de L. van Beethoven e “Carmina Burana” de C. Orff. Em maio de 2011, juntamente com o Coro e Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo apresentou o “Réquiem” de G. Verdi na Sala São Paulo.

Release do Coral:

O Coro Palestrina de Itatiaiuçu foi criado no ano de 1993 por iniciativa de alguns membros do Grupo de Jovens “Mocidade” (Movimento Cristão Idealizador da Amizade e da Esperança) e do maestro Charles Roussin, com o apoio da Prefeitura Municipal de Itatiaiuçu. Desde então, tem se apresentado em diversos teatros, auditórios, igrejas, escolas, eventos ao ar livre e etc. Em algumas apresentações, conta com a participação de músicos convidados e de grupos como a Orquestra de Câmara de Itaúna, Coral Una Voz de Itaúna e o Coral e Instrumental Arte Nossa de Pará de Minas. Em 2000, organizou e realizou em Itatiaiuçu o “1° Encontro de Corais de Itatiaiuçu”, evento que contou a visita de Corais da região. Umas das grandes realizações do Coro Palestrina de Itatiaiuçu foi a criação do tradicional “Concerto de Natal”, que desde o ano de 1993 tem feito parte das comemorações de fim de ano de Itatiaiuçu e também de outras cidades como Itaúna, Pará de Minas, Mateus Leme, Azurita, dentre outras. O Coro também já participou em eventos como o “Minas ao Luar”, Circuito Cultural Usiminas de Cultura, “Domingo na Feira”, realizado pelo Conservatório de Música da UFMG, Festival de Inverno de Itapecerica, várias edições do Inverno Cultural de Itatiaiuçu, celebrações religiosas, festividades cívicas e outras atividades realizadas pela Prefeitura de Itatiaiuçu. Em 2015, participou do FIC - Festival Internacional de Corais – 2015.

Foto

Corporação Musical Nossa Senhora da Conceição - Capim Branco/Minas Gerais

Foto

Regente: Ándre Geraldo Martins

O maestro André Martins é formado no Palácio das Artes. Atua como maestro e arranjador de Bandas em Capim Branco, Matozinhos, Inhaúma, Cordisburgo e Fidalgo.

Release do Coral:

A Corporação Musical Nossa Senhora da Conceição de Capim Branco participou da Virada Cultural na capital na praça da Estação e no Festival Bandas de Minas na praça da Assembléia em 2013. Participará pela primeira vez do FIC Festival Internacional de Corais & Bandas.

Foto

Família Alcântara Coral - João Monlevade/Minas Gerais

Foto

Regente: Pedro Antonio

O regente Pedro Antonio , fundou o coral aos 12 anos em Padre Pinto Distrito de Rio Piracicaba, onde nasceu , de la veio para João Monlevade onde aprendeu técnica vocal com Dona Maria José Van Lew e inicio sua carreira como Barítono em João Monlevade. Mais tarde foi para o Canadá afim de aperfeiçoar o canto e a regência do Coral. Portador de uma belíssima voz foi premiado em um concurso em Toronto/Canadá. Formado em técnica vocal e professor de canto em João Monlevade e Rio Piracicaba.

Release do Coral:

O Coral nascido na Igreja , mas que correu o Brasil e Europa, como Portugal na cidade do Porto, com a apresentação no Coliseu, em Lisboa, no Centro Cultural Belém, e na rede de TV de Lisboa. Na Itália, apresentamos em nove cidades, como em Milão , Napoli e Turim. Apresentamos também em alguns programas de TV , como Globo , Bandeirante , Rede Minas, canal 23 e também na TV Alterosa. Também apresentamos em varias cidades de Minas e do Brasil, como Belo Horizonte , Ouro Preto , Mariana, Carmo do Cajuru , Ipatinga, Acesita, São Paulo , Ribeirão Preto , São Carlos , São José dos Campos , Campinas, Rio de Janeiro - na sala Cecília Meirelles e no teatro Municipal com o concerto Negro. Participamos também de Festivais, como, Unicanto em Londrina, Maceió e no próprio FIC.

Foto

Filarmônica Municipal de Itaú de Minas - Itaú de Minas/Minas Gerais

Foto

Regente: Maycon Junior de Morais

Maycon Junior de Morais, natural de Itaú De Minas- MG. Começou seus estudos de Música no ano de 1998 como instrumentista de Sousafone. Formado pela Universidade De São Paulo - USP em licenciatura e Técnico em Música pelo Conservatório De Música E Artes De Passos. Participou de diversos cursos e workshops dentre eles: Curso de Prática Coral E Regência, ministrado pelo prof. Tobias Hiller (Tubingen/Alemanha); Workshop De Regência E Canto Coral, ministrado pelo prof. Miguel Ángel Felipe(Ohio/EUA); Oficina de Coral para Educação Infantil, ministrado pelas professoras Margarete Enevold e Pia Boysen (Dinamarca); Participação na Semana Da Voz pela Faculdade De Medicina De Ribeirão Preto-SP; Participação do 19º e 20º Simpósio Internacional De Iniciação Científica, realizado na cidade de São Paulo com o trabalho de “Edição, Revisão e Digitalização Das Obras De Fructuoso Viana” e de “Esmeralda Ruzanowsky”. Atualmente trabalha como Maestro da Filarmônica Municipal De Itaú De Minas, sendo o responsável também pelos Corais Municipais, um coral adulto e um coral jovem e pela Orquestra de Viola Caipira. Também trabalha como educador musical no Projeto Guri na cidade de Franca-SP e na escola IEPUC de Alpinópolis- MG.

Release do Coral:

A Filarmônica Municipal de Itaú de Minas iniciou-se no final da década de 80, sendo que, atualmente, contém no quadro de alunos 40 componentes fixos, com idades entre 10 e 30 anos e cerca de 35 alunos iniciantes na fase de estudos de solfejo e teoria musical. No projeto, todos os integrantes da Filarmônica recebem um auxílio financeiro da Prefeitura Municipal. Este benefício tem o intuito de incentivar as crianças e jovens da cidade a se aproximarem da música. Desta forma, também afastamos estas mesmas crianças e jovens da ociosidade e dos riscos de uma rotina perigosa pelas ruas da cidade. A Filarmônica realiza apresentações mensais e em datas comemorativas na cidade de Itaú e Minas. Também em encontros de Bandas e convites feitos por cidades vizinhas. A regência fica por conta do maestro Maycon Junior de Morais. No final do ano de 2004, com a restauração do antigo prédio da Estação Ferroviária, agora, Estação Cultura, a Filarmônica ganhou uma nova sede. O local também serviu para abrigar os ensaios e as aulas, tanto dos corais, da orquestra de viola, como da banda de música.

Foto

Grupo Acordes do Monte - Santo Antônio do Monte/Minas Grais

Foto

Regente: Igor Silva

Maestro Igor Silva Tem 26 anos e é professor há nove anos. É formado em arranjo e composição e também está cursando Licenciatura em Historia. Toca vários instrumentos seja corda ou sopro, e está à frente do grupo há quatro anos onde escreve todos os arranjos e define repertório.

Release do Coral:

Somos um grupo de instrumentistas que tocamos vários estilos de músicas, seja nacional ou internacional. Todas as músicas são arranjadas para os instrumentos de cordas. Participamos de vários eventos em Belo Horizonte e Divinópolis e no ano de 2014 fizemos a abertura do festival de inverno de Itapecerica. Em 2015 gravamos nosso primeiro CD e fizemos uma pequena turnê de divulgação por cidades mineiras. Participamos do Festival Internacional de Corais e outros festivais Mineiros e no fim do Ano gravamos o especial de Natal.

Foto

Grupo Angelus - Coral/Camerata - Caxambu/Minas Gerais

Foto

Regente: Jonhy da Silva Pinto

Johny da Silva Pinto (Regente titular): Membro atuante desde a fundação do Grupo Angelus, músico com formação em Clarinete, atuou como coordenador musical da Escola Municipal de Música de Caxambu - MG, Leciona Teoria Musical e aulas práticas de instrumento. Dedica-se à formação social e religiosa de crianças, jovens e adultos. Advogado formado pela Universidade Valse do Rio Verde - UNINCOR, campus Caxambu.

Release do Coral:

Grupo Angelus - Coral/ Camerata - Caxambu Atuante na Igreja e na Comunidade desde 18 de dezembro de 1994 tem como objetivo a Evangelização e Socialização através da Música, Integração, cultura e difusão da arte e da Fé bem como a divulgação de Nossa Terra e de nossa Gente. Criado por Izabelina Rocha Spinelli Batista tem como regente Jonhy da Silva Pinto, músicos e cantores juvenis que voluntariamente se dedicam arte musical nos mais variados estilos( Sacro-Clássico e Popular) participando de variados eventos pelo Brasil. Durante vários anos é participante do Festival Internacional de Belo Horizonte ( Em destaque) Canta Brasil, Solenidades Sacras e Civis, Casamentos, Cantatas e Encontros de corais. Incontáveis são os convites que chegam para variados eventos. Na formação de seus membros incluem as de Conservatório, particulares, fraternos e autodidatas. Destacam-se pela unidade de seus membros, harmonização, formação e dedicação. Mediadores do Amor e da Alegria cantam e tocam em eterna louvação. Paz e Bem!

Foto

Grupo Musical Serenata - Vitória/Espírito Santo

Foto

Regente: Luciene Pratti Chagas

Sou professora de séries iniciais,curso artes e estou a 07 anos na coordenação e regência do Grupo Musical Serenata...descobrimos juntos que Querer não e poder!Querer é fazer! Amo tudo isso!!! Abraços Musicais!!!

Release do Coral:

Há 7 anos um grupo musical.Na verdade a música nos encontrou!!! Em sala de aula não conseguia passar o conteúdo...sempre meninos e meninas cantavam ao fundo o \"funk\"...nada contra ,mas as letras eram de dor, tráfico, sexo e violência.Não entendia porque só cantavam aquele gênero. Não entendia que retratava o que viviam. Realidade dura dos morros de Vitória.Levei para sala Pais & Filhos com Legião, Amor y Love you,Tim Maia e outros... e aconteceu o inusitado: encantamento pela música e o que ela pode nos fazer sentir.Nasce o GRUPO MUSICAL SERENATA com o principal objetivo de fazer o corista feliz e... fazer o \"outro\" feliz. Hoje a escola movimenta-se com esta proposta. Utilizo as experiências em apresentações para o aprendizado e para valorizar esse indivíduo e onde ele mora... Precisei buscar conhecimento para qualificar o coro. Faço canto e oficinas . Juntamente com a Educação em Tempo Integral oferecemos em 2014 / 2015/ 2016 oficinas de teclado, violão e flauta, sempre através de parcerias. Neste ano de 2016 estamos na 7ª edição e queremos celebrar vivendo um encontro especial com você e a linda proposta do festival.Muita gente, música,qualidade e superação. As apresentações acontecem em lugares públicos, escolas, inaugurações, asilos e eventos que venham contribuir para a formação dos coristas e claro...que venham a ser inesquecíveis por onde passam. São 56 crianças de 06 anos a 17 anos. O grupo é cheio de alegria e encantou 5 mil pessoas em evento \"Auto da Paixão de Cristo\" e muito emocionou. Abraços Musicais!!! https://www.facebook.com/profile.php?id=100008306411486

Foto

Grupo OverVozes - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Hudson Brasil

Hudson Brasil Estudou Técnica Vocal com Eládio Perez Gonzalez, Harmonia com Hans-Joachin Koellreutter e Composição com Cristóvão Bastos. Regente, compositor, arranjador e instrumentista. Dirigiu diversos corais e grupos vocais no Brasil e no exterior. Foi o representante brasileiro para o Festival de Jazz "Susa Open Music Festival" na Itália, como solista do grupo de Choro Brasil com S. É o diretor e um dos professores da Brasil com S Escola de Choro e MPB e o idealizador do Festival Choro Novo.

Release do Coral:

Cantar e valorizar a amizade são os principais objetivos do grupo vocal OverVozes. Seu repertório pretende ser o mais variado possível, com destaque para os clássicos da MPB, começando pela obra dos compositores revelados na fase áurea dos grandes festivais. Formado por profissionais de formação superior que sempre encontraram tempo para se dedicar à música, o grupo belo-horizontino tem arranjos e regência do maestro Hudson Brasil. O Over Vozes é um grupo formado no inicio de 2015.

Foto

Grupo Villa-Lobos - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Luiz Flávio

Sua carreira no canto coral teve início em 1974, quando ingressou no Coral Guilherme Lage, do Colégio Municipal de BH. Durante o período de 1976 a 1986 cantou nos coros infantil, juvenil e adulto do Coral Júlia Pardini, tendo participado de festivais nacionais e internacionais junto a este grupo. Atuou como flautista e saxofonista na Banda Sinfônica do CIAAR, Centro de Instrução e adaptação da Aeronáutica. Criou o grupo coral e teatral infantil do Instituto Sagrada Família (Unidade Caiçara) e o Coral Villa Lobos; fundou ainda os corais da Bemge Seguradora, Coral de Idosos da LBA, Coral da Assepro, Coral “Vozes da Globo Minas” da TV Globo Minas e o Coral Gremig/Cemig, o que lhe rendeu vasta experiência na criação e organização de corais empresariais. Atualmente, rege os corais da TV Globo Minas e Gremig/Cemig e é diretor musical, regente e arranjador dos corais do Instituto Sagrada Família e Villa Lobos; músico integrante do Grupo Sui Generis, atua como saxofonista, flautista, percussionista e cantor.

Release do Coral:

Grupo formado por amigos desde 1981, originado do Coral Julia Pardini, canta em casamento, formatura, eventos culturais e entidades beneficentes. Canta todos os estilos de música.

Foto

Grupo Vocal Compasso22 da APM do Col. Santa Maria - São Paulo/São Paulo

Foto

Regente: Rosana Massuela

A Maestrina Rosana Massuela atuou na Chefia de Difusão Cultural da Secretaria de Cultura do Município de Diadema e posteriormente como Assessora da Área de Música e Coral, supervisionando e coordenando a implementação de projetos de formação artístico- culturais em centros culturais do município. • Experiência em regência coral para grupos independentes, coros de empresas, escolas e grupos vocais, canto coral infanto juvenil, adulto e melhor idade. • Consultora e Assessora na área de música para instituições públicas e privadas. • Diretora da ALACC São Paulo - Associação Latino Americana de Canto Coral • Experiência na condução de cursos e oficinas no Brasil e exterior para formação de profissionais na área de musica e regência coral.

Release do Coral:

Grupo Vocal Compasso 22 Formado pela APM do Colegio Santa Maria em 2003 tem na sua maioria integrantes que são pais, mães e convidados dos alunos do Colegio. Possui um repertório eclético que privilegia os compositores e arranjadores da musica popular brasileira Seus arranjos vocais e apresentações são integradas as diversas linguagens artisticas somando à música elementos cênicos (dança, iluminação, cenário, figurino, textos, etc.) , com muito humor, alegria e prazer em cantar. Em 2012 realizou sua primeira Turne Internacional em Buenos Aires,se apresentou no Congresso Nacional de Buenos Aires em San Telmo e na Cidade de La Mantanza, onde ganhou Premio de Melhor Grupo Coral eleito pelo Voto Popular. Rosana Massuela , Maestrina do Grupo Vocal Compasso 22 da APM do Colégio Santa Maria rege o grupo desde sua fundação.

Foto

Grupo Vocal Coro de Cobras - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Hudson Brasil

Hudson Brasil Estudou Técnica Vocal com Eládio Perez Gonzalez, Harmonia com Hans-Joachin Koellreutter e Composição com Cristóvão Bastos. Regente, compositor, arranjador e instrumentista. Dirigiu diversos corais e grupos vocais no Brasil e no exterior. Foi o representante brasileiro para o Festival de Jazz \"Susa Open Music Festival\" na Itália, como solista do grupo de Choro Brasil com S. É o diretor e um dos professores da Brasil com S Escola de Choro e MPB e o idealizador do Festival Choro Novo.

Release do Coral:

Criado em 2005, o grupo é integrado por pessoas com diferentes bagagens musicais, cuja soma estabelece sua identidade vocal. Sob a regência do maestro Hudson Brasil, apresenta repertório de música brasileira genuína, de autores como Chico Buarque, Francis Hime, Maurício Carrilho, Moacir Luz, Tom Jobim, entre outros. O \"Coro de Cobras\" é formado por arquitetos, psicólogos, jornalistas, professores, magistrados e empresários que colocam sua alma em tudo o que fazem. O Grupo vocal Coro de Cobras já se apresentou em diversos espetáculos, onde destacamos: Uma homenagem à Mercedes Sosa - Show de Néstor Gurry e Hudson Brasil 3 edições do Festival Internacional de Corais Show no Teatro municipal de Ouro Preto Show em praça pública em Mariana Noite do Coração de Estudante - do bar do Museu do Clube da Esquina Várias edições dos Rodões da Brasil com S - Escola de Choro e MPB

Foto

Grupo Vocal DaBocaPraFora - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Lígia Jacques

Regente Lígia Jacques Formação Musical - Fundação de Educação Artística Formação Vocal - Eládio Perez-Gonçalez Participação em vários CD's e já tem dois CD's gavados Participação em Oficinas e Programação Cultural de vários festivais de inverno em todo o estado de Minas Gerais Preparadora Vocal da Missa dos Quilombos

Release do Coral:

Grupo Vocal DaBocaPraFora Fundado há mais de 15 anos, o grupo reúne, em seus quatro naipes, profissionais de diferentes áreas e faixas etárias variadas. Mas, quando juntos, deixam rótulos de lado para comungar apenas uma coisa: o prazer de cantar e levar a boa música brasileira a todos os ouvintes. À frente do grupo estão dois excepcionais profissionais da música mineira. Cantora de ampla formação e timbre diferenciado, Lígia Jaques rege o coral com a experiência e segurança necessária para equilibrar o preparo vocal, aperfeiçoamento das canções e condução das vozes. Já Rogério Leonel é um dos representantes da reconhecida safra de instrumentistas mineiros. Como arranjador, recria e enriquece obras-primas do cancioneiro nacional. Ao violão, agrega valor à sonoridade final do grupo. E o ambiente não poderia ser mais propício para o desenvolvimento da proposta do conjunto vocal. Minas Gerais é celeiro de criadores musicais, onde canções propõem um diálogo entre as tradições barrocas e novas concepções. O Da Boca Pra Fora bebe nessa fonte que possibilitou a existência do Clube da Esquina e de Milton Nascimento. Da mesma forma, desfilam em seu repertório Chico Buarque, Dori Caymmi, Tom Jobim e Villa-Lobos. Releituras que reverenciam a inesgotável produção de qualidade brasileira e que abraçam, da mesma forma, compositores em plena atividade, como Juarez Moreira, Toninho Camargos e Hudson Brasil Com participações em Festivais, Gravações, Shows, CDs, um DVD editado, Encontros Culturais, Festas e apresentações próprias, o DaBocaPraFora consolida sua missão de difundir a música mineira e brasileira.

Foto

Grupo Vocal OverVozes - Belo Horizonte/MG

Foto

Regente: Maestro Hudson Brasil

Hudson Brasil Estudou Técnica Vocal com Eládio Perez Gonzalez, Harmonia com Hans-Joachin Koellreutter e Composição com Cristóvão Bastos. Regente, compositor, arranjador e instrumentista. Dirigiu diversos corais e grupos vocais no Brasil e no exterior. Foi o representante brasileiro para o Festival de Jazz "Susa Open Music Festival" na Itália, como solista do grupo de Choro Brasil com S. É o diretor e um dos professores da Brasil com S Escola de Choro e MPB e o idealizador do Festival Choro Novo.

Release do Coral:

Cantar e valorizar a amizade são os principais objetivos do Grupo Vocal OverVozes. Seu repertório pretende ser o mais variado possível, com destaque para os clássicos da MPB, começando pela obra dos compositores revelados na fase áurea dos grandes festivais. Formado por profissionais de formação superior que sempre encontraram tempo para se dedicar à música. O Grupo foi formado no inicio de 2015 e tem ser apresentado em varios eventos na capital, inclusive no FIC2015

Foto

Grupo Vozes em Seresta - Divinópolis/Minas Gerais

Foto

Regente: Lucas Teles Corrêa

Lucas Teles Corrêa

Release do Coral:

As origens do grupo Vozes em Seresta remontam a um grupo de jovens que atuava nas missas vespertinas dominicais da Catedral do Divino Espírito Santo - há aproximados 30 anos. Com o passar do tempo, o grupo adquiriu forma própria, firmando-se, cada vez mais, no cenário musical de Divinópolis e do centro-oeste mineiro, sob coordenação dos professores Lucas e Teresinha: forte, diferente, diversificado, profundo, buscando aprimoramento musical, com estudo das músicas seresteiras mineiras e brasileiras, com melhoria das vozes. ‘Quem o ouve jamais o esquece’, parodiando conhecida canção de Minas Gerais. O Grupo Vozes em Seresta realiza ensaios semanais, sempre buscando performance nas músicas, não almejando, contudo, a polifonia. Divinópolis, embora não tenha tradição no gênero, - sendo entretanto celeiro de muitas manifestações culturais e artísticas, apresenta sólidas bases para a implantação do canto seresteiro; daí a força do Vozes em Seresta. Atuação: Violão, bandolim, acordeon e sax: são estes os instrumentos que se harmonizam com os cantores do grupo VOZES EM SERESTA. As apresentações são variadas: jantares, festas, serenatas. a) O grupo já se apresentou em diversos programas televisivos (TVs Horizonte, Aparecida, Candidés, Alterosa, Assembléia...) b) Projetos executados: 1) ‘A Magia da Seresta’; 2) ‘Em Canto Seresteiro’ 3) Nossa História Seresteira I e 4) Nossa História Seresteira II - todos sob patrocínio do Fundo Estadual de Cultura (FEC) e (Secretaria Estadual de Cultura) – quando foram visitadas mais de trinta cidades de Minas: Luz, Pitangui, Abaeté, Formiga, Passa Tempo, Guapé, Capitólio, Miraí, Ubá, C. da Mata, Dores do Indaiá, Rio Manso, Itapecerica... – são algumas das cidades visitadas pelo grupo c) Apresentações diversas: Hemominas, casas de família, saraus, Câmara Municipal... d) O Vozes em Seresta (Coral Santos Anjos) mantém programa semanal na Rádio Minas Divinópolis: O Povo no Rádio (Nilmar Eustáquio), sempre levando novidades a toda a população da região. “Dê um presente diferente” – com este convite o grupo pretende conscientizar as pessoas que presentear um ente querido com uma serenata à meia-noite pode ser algo bem mais profundo que um simples presente: é um estreitar de laços entre parentes, vizinhos e amigos.

Foto

Madrigal Scala - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Maestro Álvaro Antonio Rodrigues

O aprimoramento musical e técnico-vocal do Madrigal Scala está a cargo do Maestro Álvaro Antônio Rodrigues, regente titular do MADRIGAL SCALA desde julho de 1994. É bacharel em música pela UFMG, onde foi aluno dos Professores Amim Feres (Canto) e Iara Frick Matte (Regência) e participou de uma extensa lista de cursos, dos quais destacamos: Interpretação Coral em 1999, com o Prof. Mogens Dahl (Dinamarca) e participação em Seminários de Regência e Canto Coral, no 1º Simpósio Internacional de Música Coral Viena, em 1987, com professores de países da Europa. Atualmente é aluno do Prof. Martin Schmidt da Escola Superior de Música de Karlsruhe/Alemanha, no curso de Extensão em Regência Coral, pela UERJ. É também compositor e arranjador.

Release do Coral:

Iniciando suas atividades em agosto de 1988, o MADRIGAL SCALA é, hoje, um dos principais coros amadores do Estado de Minas Gerais, sob os pontos de vista técnico e artístico. É um grupo independente e sua principal característica é o interesse de todos pela melhoria contínua em cada apresentação. Possui um repertório eclético formado por composições de todos os períodos da História da Música Mundial, incluindo a Música Brasileira, do Colonial ao Contemporâneo e MPB. Em 2003, o MADRIGAL SCALA gravou o seu primeiro CD com financiamento da Fundação Belgo – Grupo Arcelor através da Lei de Incentivo à Cultura da Secretaria Estadual de Cultura e Secretaria Estadual da Fazenda do Estado de Minas Gerais. Em 2010, participou do Festival Internacional de Coros Mario Baenza , no Chile.

Foto

Madrigal UnB - Brasília/Distrito Federal

Foto

Regente: David Junker

David Junker Primeiro Doutor no Brasil na área de Educação Musical com ênfase em canto coral, formou-se na Universidade de Brasília nos cursos de Licenciatura em Música e Composição e Regência. Com extensas realizações na vida acadêmica, deu prosseguimento aos estudos, com Mestrado em Regência Coral e Doutorado em Educação Musical/Música Coral, na University of Missouri, e pós-Doutorado pela Butler University em Indianápolis, todos nos Estados Unidos. Faz parte do corpo docente da Universidade de Brasília, onde ministra aulas de Regência, Canto Coral, Prática de Orquestra e Prática de Conjunto. Uma das características de sua carreira é a de fomentador, organizador de atividades e criador de grupos corais. Dentre suas realizações figuram: o Coral da UnB, a Serenata de Natal, o Coro Sinfônico Comunitário, o Madrigal-UnB, o Coro Infanto-Juvenil da UnB e grupos afins, além de grupos corais de igrejas e de sinos, tanto no Brasil como no exterior. Seu método de práticas corais, principalmente com grupos corais leigos, vem sendo implantado em instituições de música de algumas capitais brasileiras. Especialista em grandes obras para coro e orquestra, sua lista de repertório já inclui mais de quarenta obras entre oratórios, missas, óperas, cantatas e outras peças sacras e profanas. Ocupou por dois anos o cargo de Presidente Fundador da Associação Brasileira de Regentes de Coros, referência nacional e internacional para a atividade de Canto Coral e para os profissionais da área. É editor de música coral brasileira nos Estados Unidos com a Colla Voce, promovendo compositores brasileiros e difundindo suas obras no cenário internacional. Detentor de vários prêmios e honrarias, ocupa a cadeira nº 78 da Academia de Letras e Música do Brasil - ALMUB - tendo como patrono o compositor Camargo Guarnieri. Em 2006 foi indicado e selecionado para fazer parte da Enciclopédia Internacional “Who’s Who” editada nos Estados Unidos e incluído na Edição de 2007, na categoria “Who’s Who in the World”. Foi laureado com o título de “Internacional Educator Of The Year 2007” pelo Cambridge Biographical Institute, na Inglaterra.

Release do Coral:

Fundado em 1992 pelo maestro David Junker, o Madrigal da Universidade de Brasília tem como principal objetivo realizar peças corais de exigente nível musical. O repertório se caracteriza por obras dos mais variados estilos, desde a Renascença, até a Música Moderna. O trabalho camerístico desenvolvido visa o contínuo aprimoramento da habilidade musical de cada cantor. O MADRIGAL UnB, que conta com a participação de cerca de 30 membros, é formado por alunos do Departamento de Música da Universidade de Brasília e pessoas da comunidade brasiliense. Este trabalho vem colaborar com o projeto do Dr. David Junker de estruturação de uma coordenadoria de grupos corais de diferentes modalidades no Departamento de Música da Universidade de Brasília, que visa à formação do mestrado em regência coral, ainda não existente no Brasil. Este grupo, por estar ligado diretamente à UnB, tem se apresentado em comemorações da mesma e dos Governos Distrital e Federal, além de participar, de um modo geral, nos eventos culturais de Brasília, Brasil e do Exterior. O MADRIGAL UnB teve o seu primeiro concerto no dia 27 de novembro de 1992 na Sala “Le Corbusier”, na Embaixada da França. Em 1994, esteve em Nova Iorque, onde realizou concertos nas igrejas de São Bartolomeu e São Miguel (St. Michael), enfatizando a música brasileira, obtendo grande aceitação do público. Participou também, naquela cidade, atuando com o Coro Sinfônico Comunitário da UnB, em concerto no Carnegie Hall, sob a regência dos maeestros David Junker e John Rutter. Em Janeiro de 1996 realizou sua 1ª Turnê internacional, com concertos na Embaixada do Brasil em Buenos Aires – Argentina, no Instituto Cultural Uruguai – Brasil em Montevidéu, e na cidade de Colonia Del Sacramento – Uruguai, onde participou do I Encontro de Coros do Mercosul como único representante do Brasil. Em novembro do mesmo ano lançou com sucesso na Casa Thomas Jefferson seu primeiro Compact Disc – CD intitulado MADRIGAL – UnB. Em 1997 realizou sua Turnê à Europa nas cidades de Viena, Budapeste e Jihlava (República Checa), como representante do Brasil no XXXX Festival de Música. Na ocasião também agiu como representante cultural do Governo Brasileiro realizando concertos nas embaixadas desses países. Em 1998 esteve nos Estados Unidos realizando concertos nos estados da Georgia, Indiana e Texas. Neste último participou da Convenção Regional da ACDA (American Choral Directors’ Association) como representante internacional convidado. Um CD foi gravado de seus concertos neste evento. Em 2001 gravou um CD de hinos pátridos. Nos anos subsequentes continuou realizando concertos e apresentações por várias cidades do Brasil, participando de encontros e festivais. É o grupo escolhido para participar do “Projeto Junker” para empresas, série de palestras oferecidas a corporações de executivos onde a música é aplicada para o contexto organizacional de uma empresa. Em 2010 e em 2012 participou do Festival de Cabo Frio. Em 2011 realizou concertos em Presidente Prudente – SP e participou do Workshop para Regentes de Coros na cidade de Posadas – Argentina, onde também se apresentou. O Madrigal UnB tem realizado concertos e apresentações não apenas no Campus da UnB, assim participa de encontros e festivais pela cidade. Em 2013 realizou Turnê pela Suécia e Portugal participando de atividades acadêmicas, workshops, seminários e concertos, inclusive como representante oficial do Governo Brasileiro realizando concerto em Estocolmo produzido pela Embaixada Brasileira naquele lugar.

Foto

Orquestra Filarmônica Pedra Verde - Itaobim/Minas Gerais

Foto

Regente: Ronan Ramos

Maestro Ronan Eduardo natural de virgem da lapa MG iniciou seus estudos na Banda Filarmônica virgolapense em 1998 aos 10 anos de idade na turma dos Maestros Eduardo e Gervásio , onde participou de encontros de bandas, desfiles , bailes , etc. Em 2007 inicou sua carreira como professor de música na Orquestra Acordes , atuo como Maestro de alguns grupos na região, Fanfarra Industrial ,Araçuaí , Filarmônica Itaporé , coronel murta , Coral Bem ti vi Virgem da Lapa(atual) , Coral Flor de Liz, Itinga , Corporação Musical União Itinguense (atual) , Orquestra Filarmônica Pedra Verde e Coral canto contos e cantigas , Itaobim (atual) , entre outros grupos na região . Participou de masterclass de Regência com Maestro Roberto Tibiriçá , Maestro Marcos Arakaki ,Maestro Ronaldo Cadeu , Cursos de canto coral Maestro Lindomar Gomes , entre outros cursos . É músico profissional reconhecido pela ordem dos músicos no Brasil.

Release do Coral:

A Banda Municipal Pedra verde, está em pleno funcionamento, desde 01 de junho de 2002 na cidade de Itaobim – MG, regida pelo maestro Ronan Eduardo Magalhães Lima, que ministra aulas de músicas para 110 crianças, adolescentes, jovens e adultos a partir de 10 anos, com violão, violino e sopro Atualmente a Banda faz apresentações em escolas, entidades, seminários e conferências, teve a participação na inauguração do Fórum da Justiça do trabalho em Araçuaí-MG, em 2015, e também na gravação do CD Projeto Juventude. Com o objetivo de oferecer aos participantes curso de educação musical gratuitamente, para fortalecer ainda mais a Cultura local.

Foto

Sociedade Musical Lira Santa Cecília - Distrito de São Miguel do Cajuru SJDR /Minas gerais

Foto

Regente: Sérgio dos Passos

Sérgio dos Passos, tem 49 anos nasceu em um pequeno arraial, "São Miguel do Cajurú", distrito de são joão del rei, onde tinha uma pequena Banda e ela não conseguia passar de 20 músicos. Foi aluno do Sr. Maestro João Reis, da cidade de são João del rei. Desde 1995 o Sr. Maestro Sérgio dos passos, da aulas para vários alunos sem remuneração alguma.

Release do Coral:

Acredita-se que por volta de 1928, no distrito de São Miguel do Cajurú, município de são João del rei foi fundada a Banda de Música "sociedade musical lira santa cecília",de acordo com relatos dos moradores mais idosos.Esta banda tocava em missas e o canta era em Latim, conforme liturgia da igreja. Havia cantoras, dentre elas a Sra. Maria Ambrósia, que mais tarde foram substituidas, em 1970 pelas Sras. Lurdes, Maria Lopes, Antônia e Geralda. A Banda sempre se apresentou em caráter voluntário e sem remuneração, todos músicos se apresentam porque amam a música e herdam de seus parentes este ofício. A corporação participa de encontro de Bandas em em vários locais em que é convidada, participa de festas religiosas fazendo retretas, tocando em alvoradas, prestigiando os provedores, alegrando as procissões e animando leilões de prendas. Nesta época o maestro era o Sr. Zé Canela do distrito de Rio das Mortes. Em 1972 a Banda foi regida pelo maestro Miguel da Cacandida, sendo seguido pelos maestros: Aquiles Rios, João Reis, Antônio Loreano, José Paulo, e Carlos R. Goulart. Na composição de 1972 a Banda constava de; 2 trompetes, 2 clarinetas, 1 baixo mib, 1 baixo sib, 1 requinta, 1 bombardino, 2 trombones, 1 bombo, 1 prato, 1 tarol, 1 caixa, 1 barítono. Em 1979 alguns integrantes foram em busca de um professor na cidade vizinha, que por 6 meses deu aula, e então iniciamos uma nova jornada com 16 integrantes, dos 16 integrantes só ficaram 4 até nos dias de hoje. Em 2000 iniciamos uma escolinha, onde temos vários alunos, e atualmente o Maestro é Sr." Sérgio dos Passos".

Foto

Tocando em Frente - Queluzito/Minas Geraes

Foto

Regente: Sandro Leyloy

Sandro Leyloy respira música desde sua tenra infância. Atuando profissionalmente desde 2002. Como violonista e vocalista atuou durante 12 anos nos conjuntos musicais Angellus e Lord Zéfiro da cidade de Queluzito em Minas Geraes! Ha seis anos desempenha o papel de professor de instrumentos e canto em prefeituras e instituições não governamentais a fim de espalhar a arte da música entre pessoas de todas as classes e idades. Durante quatro anos foi trombonista de pisto e de vara e tarolista da coorporação musical Santa cecília de Queluzito. Atualmente ministra aulas para as cidades de Casa Grande, Queluzito e Caranaíba. Também é parceiro do grande maestro e organizador do FIC, Lindomar gomes junto ao coral Casa Grande.

Release do Coral:

O grupo Tocando em frente é formado por violonistas da região do Alto Paraopeba de Minas! Está em atividade desde 2010. marcando presença atuante em vários eventos regionais como o dia de violão nas três ediçoes realizadas. Esteve presente também no FIC de 2015. Nas cidades de Belo Horizonte, Na serra da Piedade E em Casa Grande. o Grupo é composto por violonistas, um tecaladista,um guitarrista, um baixista um saxofonista e um percucionista. o regente dessa grande familia regional é o professor Sandro leyloy que há aproximadamente oito anos dissemina a arte musical por onde passa! Todos aguardam ansiosos por esse grande momento da cultura que é o festival internacional de corais!

Foto

Turnê Coral Canto & Vida - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Juracy Cunha

Juracy Ferreira Campos Cunha. Experiencia : Curso Superior • Odontologia em 1971 Cursos de Extensão • Curso de Técnica de Chefia e Liderança/Aperfeiçoamento realizado no Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC) – departamento regional de Minas Gerais em 09 de dezembro de 1985, com carga horária de 10 horas de duração, e as disciplinas: 1- Relações Interpessoais 2- Comunicação Humana e Organizacional 3- Liderança de Reuniões 4- Estilos Gerenciais 5- Tomada de Decisão CERTIFICAÇÕES: FEMICOR – FEDERAÇÃO MINEIRA DE CORAIS 15° Encontro de Corais Mineiros. Belo Horizonte, 21 de novembro de 2003. CLUBE DOS OFICIAIS Projeto Quinta Cultural – Nossos Concertos em 2004 CURSOS: XXIII Laboratório Coral de Itajubá UNIFEI – Universidade Federal de Itajubá. Regência de Coral: 60 horas/aula Realizado de 18 a 24 de Julho de 2010 Oficina Coral 2011 – Ministério da Cultura Didática aplicada à Técnica Vocal e à Percepção Musical, Técnica de Regência e Dinâmica de Coral: 104 horas/aula Coordenação – Maestro Márcio Miranda Fontes Realizado entre abril e dezembro de 2011 • "Direção Musical e Dinâmica" em Regência com o professor Márcio Miranda completando agora em 2013 384 horas. Estágio Oficina Coral 2011 – Ministério da Cultura Cine Teatro Capucho – Vespasiano/MG Direção Musical e Dinâmica – Maestro Márcio Miranda Pontes Regência das seguintes obras: Tolite Hostias (Camile Saint-Saëns), De Colores (Paulo Roberto), Divina Música – do filme “A Noviça Rebelde” (Richard Rodgers e Oscar Hammerstein II) Realizado no dia 10 de novembro de 2011 FESTIVAIS: CONCERTO NO GRANDE TEATRO DO PALÁCIO DAS ARTES Participação da Orquestra Sinfônica da Policia de Minas Gerais. Belo Horizonte 06 de Setembro de 2004 CANTA BRASIL – FESTIVAL INTERNCIONAL DE CORAIS São Lourenço, 20 de agosto de 2006. 4° FESTIVAL DE CORAIS DE BELO HORIZONTE Realizado nos dias 22 a 30 de Setembro de 2006. • Congresso "Palma Acadêmica" Sessão Solene de premiação dos médicos agraciados no concurso de EXCELÊNCIA MÉDICA 2012 e outros.

Release do Coral:

O Turnê Coral Canto & Vida foi fundado no ano 2000. Realiza atividades culturais e sociais por todo Estado de Minas Gerais. Formado por amigos, a composição deste coral se deve ao desejo de sua fundadora Juracy F. C. Cunha de manifestar a arte e a música mineira, desempenhando uma forma de viver e de sentir útil aos seus integrantes e participantes. Além da performance musical, o coral é engajado em projetos sociais, participando e promovendo eventos beneficentes, apresentando-se em festivais, Igrejas, missas, casamentos, bodas, congressos e em vários eventos sociais.

Foto

VOX - Caraguatatuba/São Paulo

Foto

Regente: Fernando Montemor

Músico de formação popular, estudou regência em bandas na secretaria da educação da cidade de São Paulo em 1996, iniciou seu trabalho em escolas públicas em canto coral nessa cidade, em 1997 mudou-se para Ilhabela SP, onde passou a reger o coral municipal e deu ao coral o nome da maestrina "Celina Pelizzari"(ainda em vida.), esposa de Waldemar Belizário, artista modernista de 22. Em 2008, mudou-se para Caraguatatuba onde inicia o trabalho nas escolas municipais, com o coral "CHORUS VOCALIS", por falta de incentivo público fundou o VOX, grupo de canto independente, para dar continuidade ao trabalho.

Release do Coral:

VOX, é um grupo vocal independente de poder público ou privado, formado por adolescentes, ex coralistas do CHORUS VOCALIS e seu regente, Fernando Montemor, em Julho de 2016 , por conta da falta de incentivo cultural na secretaria de educação da cidade de Caraguatatuba. No repertório para o festival traremos o projeto "CLUBE DA ESQUINA", cantando músicas desse importante movimento da MPB, homenageando o músico Fernando Brant, participante desse movimento.

Foto

VOZICAL - Vozes do Instituto Cultural Ad Libitum - Belo Horizonte/Minas Gerais

Foto

Regente: Waniaceli Dias

Waniaceli Dias nasceu em Diamantina, MG e começou a estudar música aos sete anos de idade, aprendendo o piano. Desde então, procurou estar sempre aprimorando sua formação musical em escolas de música de Belo Horizonte. Desta forma, aprendeu a tocar também o teclado, o violão e estudou técnica vocal. Licenciada em música pelo Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix e especialista em Educação Musical pela UFMG é hoje sócia-proprietária de uma escola de música em Belo Horizonte, o IBEMD – Instituto Brasileiro de Educação Musical. Sua experiência com coros se iniciou em 2009 quando ficou à frente do coral Encanto, formado por alunos do ensino fundamental do Instituto Educacional Lenoir. Atualmente é responsável pelo grupo Vocal VOZICAL - Vozes do Instituto de Apoio à cultura Ad Libitum - e oferece consultoria e suporte técnico ao Coral Cantores de Jesus.

Release do Coral:

O Grupo Vocal VOZICAL surgiu em 2015, da parceria entre a escola de Música IBEMD e a Associação Mineira de Imprensa. A partir de outubro de 2015 o grupo passou a integrar o então criado "Instituto de Apoio à Cultura Ad Libitum", entidade cultural sem fins lucrativos que abrange projetos de música, dança, literatura , artes plásticas, cênicas e projetos sociais. O grupo é formado por cantores e instrumentistas (jovens e adultos) que juntos executam um repertório diverso (da música erudita à popular, instrumental e vocal). O grupo se reúne semanalmente para ensaios na Escola Estadual Francisco Brant, no Bairro Caiçara e se apresenta em eventos diversos (escolas, teatros, praças, parques).